História Coração Gelado, 40 Graus Apaixonado - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Alzack, Aries, Bickslow, Bisca Connell, Cana Alberona, Carla (Charle), Charlie, Droy, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Eve Tearm, Evergreen, Frosch, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Hibiki Lates, Jellal Fernandes, Jet, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Lector, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Meredy, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Pantherlily, Ren Akatsuki, Romeo Conbolt, Sherry Blendy, Sting Eucliffe, Virgo, Wendy Marvell
Tags Coração, Fairy Tail, Natal, Visco
Visualizações 117
Palavras 2.570
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - O Conforto da Bagunçada União


Fanfic / Fanfiction Coração Gelado, 40 Graus Apaixonado - Capítulo 5 - O Conforto da Bagunçada União

Cap. 5

O Conforto da Bagunçada União

Manhã de Natal; a minha equipe e eu estamos morrendo de sono! A Fairy Tail está celebrando uma festa de 25 de dezembro para todas as guildas que participaram da competição ontem. Até agora, nenhum sinal de Natsu e Lucy. Jellal e Erza chegaram à guilda perto das doze da noite, mas Gray e Juvia surgiram lá por volta de uma da manhã. Todos estão se divertindo e muito pouco preocupados pela ausência deles.

Geral se vestiu com roupas natalinas, tipo chifres de renas e gorros vermelhos.

- Natsu e Lucy não deveriam ter chegado a esta hora? – Mira suspira para a porta (ah sim, todos estão relaxados, menos a Mirajane).

- Se eu fosse você não me preocuparia tanto com eles. – Laxus diz sentado no banco atrás dela e mastiga uma maçã – Os dois devem estar curtindo seu acampamento.

- Ele tem razão. – Mavis sorri, sentada no balcão e balançando os pés – Mesmo que esse grupo de casais que estávamos visando não tenha vencido a competição, não era este nosso objetivo principal. Happy disse que eles estavam em um dos chalés que foi preparado, então tudo bem.

De repente o casal ternura brota na entrada e todas as cabeças se voltam para eles. Lucy deve querer enterrar a cabeça no chão agora, de tamanha vergonha. Natsu, porém, caminha orgulhoso e alegre pelo corredor e quando avista Sting corre na sua direção, soltando a mão da loira no caminho.

- Você não parece machucado. O que aconteceu com o seu pé?

- Acredita que eu me curei milagrosamente? – o Salamandra torce o nariz.

- Era tudo mentira Natsu! – Laxus ri – Foi a Mira que armou e pediu para o Lyon e o Sting ajudarem a criar um clima entre você e a Lucy e o Gray e a Juvia. – o recém-chegado par olha para o lado e vê os amigos acenando de mãos dadas, sentados em uma mesa com os outros companheiros.

- Acho que acabamos de passar vergonha em público. – todos dão risada e a maga estelar suspira, puxando o Dragneel pelo cachecol para recuarem até um canto – Ei Natsu, se Mira não pediu para Lisanna ajuda-la com o plano, então quer dizer que ela aceitou de bom grado o nosso namoro? – eles olham de lado para a dita moça, distraída com os nakamas por perto, Bickslow especialmente perto.

- É claro Lucy. Lis é nossa nakama, então ela devia ficar contente por nós, não?!

- Bem, vocês não tinham uma história desde crianças? Parece que combinaram de casar quando crescessem. – ela comenta enciumada.

- Isto foi há muito tempo! – o Dragon Slayer resmunga – E aquilo foi ideia dela.

- Mas Lisanna parecia gostar de você. Além disto, você a deixou só naquele chalé, no meio da competição. Se fosse eu, estaria no mínimo brava contigo.

- A Lis é boa pessoa. Tenho certeza que ela entende que ficamos presos por culpa da nevasca. – oh sim, coloquemos toda a culpa na nevasca.

- Entendo sim. – a maga Take Over caçula aparece do nada e sorri – Desculpe ter ouvido a conversa. E não tem problema o que houve com o jogo. Eu fiquei bem quando Charlie veio me ajudar. E queria dizer que fico contente pelo namoro de vocês. Tenha paciência com essa cabeça quente do Natsu, Lucy.

- “Cabeça quente”?! – ele reclama e as duas riem – Mas valeu Lis. Desculpa nós perdermos. Você devia querer os prêmios.

- Ah, tudo bem. Mira e a Primeira não disseram qual era o plano delas, mas eu sabia que era algo a ver com vocês e os outros casais. Para todos era óbvio o quanto vocês se gostam. – realmente.

- Era? – Lucy se questiona pensativa e acaba dando de ombros (era sim amada).

- Talvez só os dois não tenham percebido até ontem. – a jovem ri.

- Atenção, escutem todos! – pede o mestre Makarov, subindo no palco ao lado de Mavis – A gincana da Fairy Tail se encerrou ontem e vamos dar os resultados do teste. Começamos pela dupla vencedora.

- O casal vencedor. – Mirajane corrige e prossegue, apontando aos felizardos – Os ganhadores do jogo de Natal da Fairy Tail são Sherry Blendy e Ren Akatsuki! – os presentes os felicitam (uau, merecedor).

- Irônico os dois terem ganhado numa competição da nossa guilda. – Cana bufa.

- Mas Erza, eu pensei que você e Jellal tivessem ganho. – a maga estelar sussurra para ela depois de já ter se sentado perto dos amigos junto com seu namorado.

- Ah não. Nós dois chegamos aqui pouco antes das doze horas, mas não fomos os primeiros. – por que será que foi tão tarde? (Como se muitos já não soubessem.)

- Por que achou que tivéssemos ganhado a competição? – o mago celestial indaga cochichando de volta, aplaudindo os vitoriosos.

- Vocês estão sempre ganhando tudo, então... – a loira dá de ombros e ele ri.

- Mas eu queria ganhar meu bolo de morango. – Erza choraminga.

- E eu meu aparelho de emagrecimento com energia vitalícia.

- Então, onde estão os prêmios? – Sherry se aproxima do palco de braços abertos.

- Aqui. – Mira entrega uma caixa de bombons de licor e um buquê de rosas à Ren.

- Mas isto é chocolate! Não era um bolo? E onde está a fonte de emagrecimento?

- Bem ao seu lado. – a jovem olha confusa para o seu namorado – Sobre o bolo, na verdade outra pessoa o comprou ontem à noite. – neste momento, Jellal se levanta e Elfman passa por todos com seu chapéu (realmente, é uma tiara) de chifre de rena e um bolo branco enorme, colorido por muitas amoras, morangos e marcado com uma velinha dourada de símbolo da guilda.

- Aqui Erza. – o grandão o deposita na mesa dela, que está atônita – Jellal pagou o preço do bolo e o reservou para você. Um homem de verdade agrada a namorada!

- Sério Jellal? – ele acena em afirmação e ela pula sobre seu pescoço – Obrigada, obrigada...! – a titânia provavelmente vai agradecer eternamente esta atitude fofa.

- Mira. – Sherry volta a chamar atenção dos outros – Pode explicar de novo: onde está minha máquina de emagrecimento? O que o Ren tem a ver com isto?

- Muito. – ela coloca um dedo sobre o queixo – Embora eu ache que tenha sido mais vantajoso fazer uma missão enfrentando uma caminhada a pé ao Monte Hakobe, – diz pensativa e logo sorri – não há melhor fonte de emagrecimento natural do que uma noite de amor com seu amante! – muita gente (tipo eu) cai na gargalhada, outros batem na própria testa e mais alguns coram até os cabelos, mas a Blendy e a Heartfilia podem dar-se como desaparecidas de tão pálidas; perderam as almas, tadinhas – Pelo menos as rosas continuam intactas. Os bombons são gostosos também.

- Quer dizer que eu quase me matei nesse teste para você me contar que o Natsu deveria ser o meu prêmio? – Lucy grita sem se importar com as reações públicas.

- Se quer saber, eu não acho que essa “fonte de emagrecimento” seja inesgotável. – comenta o risonho Fernandes ao seu lado, vendo a namorada devorar pedaço a pedaço do seu presente (parece uma criança lambuzada).

- Pois eu digo que sim, principalmente se for movida a comida. – ela rebate com raiva e volta a sentar (amiga, controla a língua ou vai se arrepender depois).

- A sua é renovada com comida? A minha também! – Levy sorri e as duas se dão as mãos (todo mundo aqui perdeu a vergonha na cara?).

- Essa “fonte” pode ajudar a emagrecer, mas com toda certeza suga uma tremenda energia. – Gray torce a cabeça e remexe o ombro para estalar os músculos dormentes.

- Com certeza é por isto que precisa se abastecer de mais energia. – Evergreen entra no papo – A minha só recarrega depois de algumas horas de sono. – Elfman cora de cima a baixo (será que falar por metáforas deixa as pessoas depravadas?).

- Que pena. – Mirajane sorri de orelha a orelha, atraindo a atenção de todo mundo – A minha é mesmo interrupta e vitalícia.

Laxus cruza os braços e sorri orgulhosamente. Putz! Bateu uma invejinha agora. Acho que Erza está planejando tacar o bolo na Mira, e não deve ser a única. Mas antes que comece um massacre, Jellal levanta do banco onde se sentava, um tanto longe dos preciosos morangos da ruiva.

- Ei gente, só um instante! Eu quero compartilhar com todos aqui, agora, que além desse jogo oficial da Fairy Tail, Natsu, Gray e eu fizemos o nosso próprio desafio. Quem chegasse primeiro na guilda ganharia 35,000 jewel de cada um dos adversários, portanto, eu vou cobrar mais tarde. – ele avisa e os dois viram as caras emburradas, despertando risadas em muitos – O segundo lugar foi o Gray quem tirou, então, por favor, se reporte ao público. – quem diria que o mago celestial seria tão perverso.

- Tá bom. – o Fullbuster suspira e se levanta, puxando Juvia do banco e segurando suas mãos – É bom todo mundo ficar sabendo agora que eu e a Juvia somos namorados! Ouviu Lyon? – o irmão de criação ergue as mãos em rendição e a multidão ri de novo – Se alguém tocar nela, está morto!

- Ah, quer dizer que nem ou qualquer uma das meninas pode mexer nela? – Levy questiona e o pessoal ri mais ainda, deixando-o vermelho.

- Tava falando com os pervertidos que deram em cima das garotas ontem.

- Ontem ela ainda era solteira! – Hibiki grita da multidão.

- Sendo assim eu também quero avisar que a baixinha está comigo agora!

- Gajeel! – a McGarden o chama envergonhada, querendo esconder o rosto, porém ele permanece de pé e com os braços cruzados.

- Assim não vai! – Eve choraminga – Tem mais alguma mulher enrolada?

- Melhor perguntar se sobraram solteiras desde ontem. – seu mestre aconselha.

- Oh Gray, quando a Juvia se cansar de você eu posso pegá-la para mim?

- Desde quando você está aqui? – Lucy olha de Loke, parado perto dela, para o chaveiro no short, procurando a chave do signo de Leão.

- Não venha com gracinhas Loke! Você não estava saindo com a Áries?

- E estou. Só passei para fazer uma visita porque queria saber como estava a festa.

- Neste caso, quer que eu chame a Áries? – Loke sorri em agradecimento e a maga estelar abre o portão da ovelhinha, que aparece com uma mão sobre a boca e a outra segurando a saia que usa (tão fofa, gente!).

- Como vão todos? – cumprimenta constrangida e muitos homens assoviam, mas param pelo olhar assustador do Leo – Desculpe pelo incômodo.

- Não está incomodando Áries, especialmente porque fui eu quem te invocou.

- Princesa, a sua blusa está desfiando. – a conhecida empregada masoquista da loira puxa um fio da roupa – Isto teria alguma coisa a ver com as atividades extras?

- Virgo, pelo amor do Criador, pare de me assustar toda vez que brota do chão!

- Sinto muito por isto. Eu serei punida? – novamente a massa de homens solteiros vibra (certeza que uma parte desses tarados não ia gostar se fosse o contrário).

- Ninguém merece. – a Heartfilia suspira – Podia aumentar a saia do seu uniforme.

- Tomarei providências sobre isto o quanto antes.

- De que “atividades extras” a Virgo estava falando, Lucy? – Erza pergunta de boca cheia (não seja indiscreta, criança!).

- Só alguns exercícios que a Lucy e o Natsu têm praticado...

- CALA A BOCA E SENTA AÍ LOKE! – a maga estelar berra.

- Peço desculpas por ele! – Áries se curva nervosa e a loira bufa irritada.

- Tá bom galera! – Jellal atrai os olhares de todos novamente e o casal espiritual aproveita para sentar, a moça agarrada feliz ao braço do amado – Natsu, você e a Lucy chegaram por último, então... – ele faz um sinal com a mão e Cana entrega para Happy um visco, que o gato segura bem no alto enquanto voa – Por favor, façam as honras.

- Vocês armaram isto?! – Lucy se levanta embaraçada – Eu não acredito! Era este o castigo do Natsu se perdesse? Por que você aceitou essa aposta idiota? – ela se reporta ao confuso amante, ficando de pé também.

- Era só um jogo. – o Salamandra responde simplesmente, olhando para cima – E Jellal, pra quê essa planta em cima da gente? – alguns dos presentes estapeiam as testas.

- Faz parte da tradição Natsu. Lembra-se da prenda que o terceiro colocado teria de cumprir? – o rapaz acena em afirmação – Não é uma punição Lucy.

- Pode ser, mas mesmo assim é cruel pedir para fazermos isto na frente de todos!

- Ainda não entendi qual é a do visco. – o Dragneel permanece olhando fixamente a planta de braços cruzados e a loira se vê obrigada a explicar a situação.

- Bem... – ela inicia sussurrando, puxando-o pelo cachecol – Como é tradicional, temos que bei... Uhm... – senhor, isto é muito adorável!

- Eh? – Natsu se aproxima mais para entender o último murmúrio.

- Ora...! – Lucy se irrita – SE VOCÊ SABE QUAL É A DROGA DA PRENDA QUE DEVE CUMPRIR, TERMINE COM ISTO LOGO E ME BEIJE DE UMA VEZ!

- Com todo prazer. – ele sorri e agarra sua cintura, tascando-lhe um beijão.

Os membros da festa voltam a comemorar. Mirajane e Mavis olham orgulhosas pra mais um bom trabalho realizado. O feliz mestre comemora as novas uniões bebendo com Cana e Gildarts, enquanto os outros mestres e convidados gargalham e conversam. Todos os presentes estão de bom convívio uns com os outros. Tudo vai bem... Mas não dura muito, porque Gajeel acerta sem querer uma cadeira em Natsu.

A razão foi por chama-lo de “senhor traça”. Cunho interessante. Servirá como um ótimo apelido durante as brigas futuras, graças à bela relação duradoura com a “ratinha de biblioteca” dele, mas agora mesmo isso serviu de largada pra guerra. O Salamandra irado acaba de pisar com força na mesa onde estava o bolo de Erza. “Estava” sim, porque a camada final foi ao chão em menos de três segundos. Ela acaba de levantar.

- É melhor correr, Natsu. – Jellal sugere, se segurando para não rir, e em pouco tempo todos estão fazendo uma guerra de comida e assentos de bunda.

- Que bagunça! – Lucy suspira, apoiando o queixo na mão esquerda – Será que não podemos fazer uma celebração sem toda esta algazarra?

- Aí não seria a Fairy Tail que conhecemos. – Bisca relembra e os mais perto dela sorriem em acordo, fazendo-a suspirar outra vez e sorrir também.

- Tem razão. Pelo menos o Natsu podia agir de um jeito mais maduro.

- Aí não seria o Natsu. – é a vez de Alzack falar, segurando Asuka nos braços.

- Alguma coisa podia ser normal na minha vida! – mal a maga estelar termina de reclamar, recebe o resquício do último pedaço do bolo de morango na cara – Natsu... – ela se levanta enfurecida (fujam para as montanhas!).

- Ih, foi mal Lucy! – ele junta as mãos e abaixa a cabeça – Foi sem querer! Eu queria acertar o Gray, mas ele desviou! – o mago do gelo ri e, inteligentemente, sai da linha de frente entre o Dragneel e a Heartfilia.

- Querem saber... – a loira sorri e pega uma bandeja de camarões – Se tivesse algo de normal na minha vida, eu não seria feliz, então que se dane! Segura esta Natsu!

É uma loucura, contudo Lucy tem razão. Agora, se derem licença, vamos nos unir a esta confortável união bagunçada. Vamos equipe!

Fim


Notas Finais


O tamanho dos capítulos foi diminuindo com o tempo, talvez tenham notado, mas é normal sendo que eu comecei querendo fazer uma oneshot. Passei uns dois dias escrevendo esta fic e terminei às 4 da madrugada. Depois de muito tempo, ela foi repaginada recentemente e sofreu um aumento de capítulos, além de mudanças no texto, nas fotos e etc. Como deu trabalho, embora tenha sido bacana mexer em um gênero com o qual não estou acostumada (o hentai), espero que os que leram tenham curtido. Até a próxima! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...