1. Spirit Fanfics >
  2. Coração Indeciso. - Jeon Jungkook. >
  3. Você fica linda com ciúmes. - Capitulo Quatro.

História Coração Indeciso. - Jeon Jungkook. - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Oi amores❤ Aqui está mais um capítulo para vocês! Espero que gostem!!!!!


Boa Leitura🥰

Capítulo 4 - Você fica linda com ciúmes. - Capitulo Quatro.


Na manhã seguinte


—Que foi? Porque está me olhando assim? —Questionei Lisa que passou o horário de almoço escolar todo me encarando com um olhar perverso e desconfiado, como se soubesse que eu escondia alguma coisa.


—Eu vi em! —Exclamou ela, cerrando os olhos.


—Viu o que garota?


—Jeon Jungkook, depois das onze horas da noite pulando a janela do seu quarto. —Afirmou, batendo na mesa.


—Garota, fale baixo! —Suspirei, certificando que ninguém estivesse prestando atenção em nós. 


—Você é mesmo uma safada em.


—O que fazia olhando em direção minha casa uma hora dessa? —A encarei.


Lisa era péssima em disfarçar, e logo suas bochechas coraram enquanto ela se encolhia um pouco. 


—Não vai dizer que estava tentando espiar meu irmão denovo? —Perguntei indignada, e ela ficou calada. —Lisa, você não tem um pingo de vergonha! —Bati em seu ombro a vendo reclamar.


—Ai! Eu não tenho culpa se ele é lindo!


—Ele é mais novo que você!


—Ele me provoca!


—E você deixa! —Suspiro irritada. —Eu mereço. 


—Isso não importa, o que você e Jungkook fizeram ontem? —Lisa perguntou rindo, mas em frações de segundos seu sorriso se desmanchou todo.


—Como assim? Também quero saber sobre isso!


A voz de Hana ecoou atrás de mim, e agora eu compreendia a feição da minha amiga. E mesmo temendo que isso não daria certo me virei para ela.


—Nada que precise se preocupar. —Respondi, com um sorriso nos lábios. 


—Esse tipo de resposta me preocupa mais ainda. —Retrucou, com um tom de ironia.


—Gatinha. —Jungkook surgiu ao lado dela, colocando seus braços sobre os seus ombros.  —Quantas vezes vou ter que dizer para não se preocupar comigo e S/n? Somos apenas amigos. —Ele a confortou, dando um beijo em sua bochecha.


—Eu só queria saber o que estavam fazendo ontem juntos. —Fez um pequeno bico.


—Apenas conversando. —Sorriu, e logo me olhou. 


Ele parecia prestes a me dizer algo também, mas antes que isso acontecesse eu me levantei do meu lugar e sai do refeitório, me sentindo enojada. Meu corpo foi automaticamente até o banheiro, onde quase vomitei tudo que comi.


—S/n? Está tudo bem? —Lisa bateu sobre a cabine onde eu estava.


Sai de lá, lavando meu rosto várias vezes, e suspirei irritada.


—Ele é um idiota! —Quase gritei, socando o ar. —Gatinha? Fala sério, ele só chamava eu por esse apelido. 


—S/n. —Lisa sussurrou.


—Porque ele tinha que se apaixonar logo por ela? Tudo bem que ela é linda, inteligente, seus olhos são azuis, e eu acho que até eu me apaixonaria por ela...


—S/n...


—Eu queria nunca ter entrado nesse colégio, assim eu nunca teria o conhecido, e nunca seria completamente apaixonada por ele!


—Atrás de você S/n! —Lisa exclamou.


Me virei para trás lentamente, mas apenas vi o vulto de Taehyung saindo do banheiro,me deixando desconfortável. 


—Oque merda ele estava fazendo aqui dentro? —Perguntei indignada. —Ele deve ter ouvido tudo, fala sério. —Revirei os olhos. —Espero que não diga a ninguém.


—ISSO É O DE MENOS, S/N!!! —Gritou, me fazendo a encarar fixamente.


—PORQUE ESTÁ TÃO IRRITADA COMIGO!?—Cruzei meus braços, também já gritando.


—Não é óbvio? Taehyung gosta de você, e agora ele deve está completamente magoado! 


—Não inventa, Lisa!


—Você está tão obcecada em uma pessoa que não te quer que mal observa a realidade ao seu redor. —Afirmou, sem dó alguma em sua voz.


Meus olhos se mantiveram no seu, tentando entender qual o sentido de tudo isso. Ela queria me magoar? Abrir meus olhos a realidade? Pois a única coisa que conseguiu foi deixar meu coração ainda mais ferido.


—Vê se me esquece! —Foi a única coisa que consegui dizer, antes de sair do banheiro carregando toda minha raiva, tristeza e frustração. 


[•••]


—Podemos conversar?


—Eu não tenho tempo agora, vou sair.


—Calma! —Segurei seu braço. —Quero te entregar isso. —O dei as fotos reveladas que havia tirado no dia anterior.


—Ah, obrigado. —Pegou. —Isso daria um ótimo álbum. —Sorriu fraco e se virou para ir embora.


—Taehyung! — O segurei novamente. 


—Eu sei sobre o que quer falar! —Me encarou sem demonstrar nenhum tipo de reação. —Não se preocupe, eu não vou dizer a ninguém sobre o que ouvi no banheiro, de qualquer forma já era nítido pra mim o que você sentia por ele. —Respondeu, me deixando quase sem resposta. 


—O que fazia lá dentro? 


—Achei que precisava de consolo. —Suspirou. —Enfim, preciso ir.


—Taehyung! 


O chamei, mas ele andava como se não me ouvisse, me ignorou completamente, andei vários passos tentando o alcançar enquanto chamava por seu nome mas logo senti meu corpo ser puxado, me fazendo ficar frente à frente de Jungkook.


—Porque não deixa esse cara pra lá? —Ele perguntou com uma expressão irritada, seus olhos pareciam transbordar raiva eu diria.


Fala sério, qual o problema dele? 


—Eu preciso perguntar uma coisa pra ele! —Respondi firme, tentando me soltar dele, mas, era algo quase impossível. 


—Brigou com a Lisa, ao invés de tentar falar com ela, vai atrás desse garoto? —Questionou.


Uma pergunta que me deixou um pouco estática e pensativa, eu realmente deveria ter ido falar com ela, mas... não fui eu que disse coisas grosseiras. Ela feriu meus sentimentos, eu não precisava  que ela me falasse que eu estava obcecada pelo Jungkook. Talvez ela não tivesse mentido nisso, mas ela não tinha esse direito.


—Ah, céus! —Bufei, me sentindo péssima por tudo. —Está tudo começando a sair fora do controle.


—Tudo bem, eu estou aqui para você. —Ele sorriu. 


Jeon me abraçou cuidadosamente, grudando nossos corpos enquanto suas mãos acariciavam meus cabelos, seu cheiro único invadia minhas narinas me deixando mais ainda abóbada. Eu amava quando ele me tratava tão bem assim, eu amava poder o tocar, era um dos momentos mais preciosos e memoráveis que eu tinha.


Alunos do colégio passavam entre nós, muitos já nem se importavam, pois apesar de Jeon ser bastante popular e estar com Hana, era de costume ele me tratar bem assim na frente de todos.


—O que quer fazer hoje a tarde? —Se afastou de mim levemente.


Fiquei o encarando por alguns segundos sem conseguir sequer dar uma resposta, algo me incomodava por dentro, e uma simples pergunta dele me faria dizer tudo.


—Porque está me olhando desse jeito? Eu reconheço bem esse olhar. —Franziu as sobrancelhas.


—Não sei se digo...


—Fala logo.


—Eu sei que Hana é quase sua namorada mas... —Pensei um pouco. —Talvez eu seja ridícula dizendo isso mas porque a chamou pelo apelido que você deu a mim?


—Eu chamei? —Perguntou confuso. 


—Esquece. —Revirei os olhos e comecei a andar, o deixando para trás.


—Ei gatinha, só estou brincando. —Deu uma risada, me puxando de novo para um abraço. —Eu não vou mais a chamar assim, não sabia que se importava com isso.


—Eu não me importo tanto, eu só… eu não sei.


—Você fica linda com ciúmes. —Apertou minhas bochechas.


—Não estou com ciúmes! —Respondi o empurrando.


Bom, talvez eu estivesse, mas isso não vinha ao caso agora.


—Então, que tal irmos almoçar e passar o resto do dia todo juntos? Quero recompensar por ontem. 


—Hum, não tem nenhum compromisso com Hana? —Cruzei os braços. 


—Não. —Riu. —Vem, vamos logo ciumenta! —Puxou minha mão, me levando em direção ao estacionamento onde estava seu carro.



Hoje o dia seria incrível!


Seria apenas Jungkook, eu, e todas as borboletas que ficam em meu estômago quando estou perto dele.


Notas Finais


Até breve💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...