História Coração Maligno - Fragmentados (Reescrita) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Alan Deaton, Chris Argent, Corey Bryant, Decaulion, Derek Hale, Isaac Lahey, Jordan Parrish, Ken Yukimura, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Scott McCall, Theo Raeken
Tags Bruxas, Darkfic, Lobisomens, Loucura, Magia, Romance Gay, Sacrificios, Theo
Visualizações 6
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Escolha x Sacrifício x Busca


Willow – Próximo ao por do Sol.



Havia muitos policiais nos vestiários do time. E o Técnico maluco dando piti e discutindo com vários policiais.

Isso poderia ficar melhor?

Estávamos reunidos na biblioteca.

Liam era Consolado por Hayden mas ele parecia mais furioso do que outra coisa. Kira parecia nervosa, assim como Stiles, os 3 com roupas do time ainda.

Lydia – Como estava lá dentro Liam?

Liam – Como você acha!? *Ele suspira* estava tudo quebrado, havia tido uma luta, e sangue...muito sangue. Mas não faz sentindo pq atacar o Scott!?

Willow – A pergunta é pq não atacar o Scott?!

Stiles – Pq ele é um alfa genuíno, só por isso.

Willow – Vocês não são lá muito inteligentes não é...

Lydia suspira.

Lydia – Eu entendo... Esquecemos o óbvio. Não estamos lidando com Quimeras ou lobos e sim com bruxas.

Liam – E qual a diferença?

Willow – Muita pulguento.

Théo – Bruxas são seres cruéis e impiedosos. E Will quer dizer que fomos tolos em realmente esperar que poderíamos relaxar, com o inimigo tão próximo.

Corey – Mas ainda não entendi pq o Scott. Ele não seria o elo mais forte.

Willow – Muito pelo contrário. Ele é um alfa e por isso é a base do grupo. No instante que ficou desprotegido se tornou vulnerável e sem o alfa...

Lydia – Estamos em xeque. Vulneráveis. E precisaremos usar qualquer pessoa a nossa disposição para encontrá-lo...

Stiles – enquanto isso eles montam armadilhas e nos analisam esperando para da o xeque mate.

Willow – Acabar com Scott e qualquer um que tentar ajuda-lo e ao mesmo tempo ganhar o jogo.

Mason – diabólico mais brilhante.

Kira – O que faremos?

Willow – Oque vocês vão fazer eu não sei? Eu não faço parte da alcatéia.

Liam – Então o que está fazendo aqui?! Se não vai ajudar some!

Hayden -Liam! Se acalma.

Willow – Ei! Eu não tenho culpa que você deixou o Scott sozinho!

Kira – Ninguém tem culpa! Mas foi um erro subestimar o inimigo e disso todos temos culpa.

Bufo

Stiles – Vou falar com o meu pai ...Quem sabe podemos descobrir algo.

Willow – Não vai ser o suficiente. As bruxas devem ter posto sobre ele um feitiço para encobri-lo...

Theo – E não vamos poder rastreá-lo. Nem pelo faro nem mesmo pelo modo banshee. Isso se não houver outras surpresas.

Liam – Temos que fazer alguma coisa! Ficar parados não adianta de nada!

Willow – Sim. Mas desespero não vai ajudar vocês. Ainda precisam estar cientes que mesmo que o encontrem, teriam que lidar com as armadilhas, além do mais não sabemos se elas possuem aliados.

Todos ficam em silêncio absorvendo a ideia da situação complicada que estavam.

Lydia – Precisamos do Derek e de todos que puderem contatar. E rápido.



Willow – Começo da noite



Chris e Derek discutiam os melhores lugares da cidade para se esconder um refém como Scott. Enquanto analisavam o mapa da cidade, aberto na mesa de Derek.

Stiles e Mason tentavam pensar numa saída mas era quase impossível.

Liam resmungava andando em círculos enquanto se culpa, e essa culpa se tornaria uma bomba de raiva e frustração.

Malia e Parrish procuravam onde podiam

Lydia tentava usar seu lance banshee mas não conseguia.

Suspiro olhando para eles... Tão frustrante.

Théo – Eles não vão conseguir salva-lo nesse ritmo.

Willow – Não mesmo

Théo – Pq está nervoso? Você não faz parte da alcateia e isso não é da sua conta...pq se importa.

Willow – Se as bruxas acabarem com eles posso se o próximo e não vai ser um anel que vai me ajudar

Théo – Que egoísta.

Diz divertido

Willow – É a penas a lógica da situação.

Théo – É claro.

Reviro os olhos

A mãe de Scott entra fazendo todos pararem por um instante.

Melissa – quando o encontrarem ele pode está ferido. Vou ajudar como puder.

Melissa ajudava como podia para se distrair.

As horas foram passando e ninguém conseguia nada.

Ela sorri

E sai em direção a parte de trás do loft. Antes que perceba a sigo.

Ela estava chorando em um canto.

Merda.

Não tenho ideia do que fazer ou dizer. E por isso tento sair mas ela se vira para trás.

Que ótimo saída de mestre gênio.

Melissa – Willow...

Will – Me desculpe...eu...

Ela sorri

Melissa – Vai ficar tudo bem...Scott é forte. E eu confio nos amigos dele.

Diz pondo a mão no meu ombro e saindo.

Mais que merda!

Todos discutiam e conversavam. Enquanto Melissa mexia em sua própria mochila cheia de remédios e algumas ervas.

Suspiro

Algo me diz que vou me arrepender disso

Willow – Acho que sei como encontrar Scott.

Todos param e me encaram.

Liam – então diz de uma vez

Lydia – Willow...

Willow – Usando magia.

Kira – Então...

Lydia – espera! Eleonor disse que se usar magia nunca poderia ser normal! Você disse que era isso que queria! Não ter nada haver com o sobrenatural.

Melissa – Willow...não pode fazer isso! E a sua vida!

Sorrio

Willow – Nunca tive muita mesmo... E se trata de sobrevivência. Não de generosidade. Se vocês caírem elas viram atrás de mim. Ou de toda Beacon Hill. É só questão de tempo.

Lydia me fuzila. Mas fica em silêncio

Melissa – Tem certeza? * Faço que sim com a cabeça* então como posso ajudar?



Autor Pov



Um espaço foi aberto no centro da sala. Lydia estava sentada de joelhos com uma caneta e caderno de desenho.

Willow está atrás dela tocando suas costas. A volta deles 4 velas ritualísticas.

Os olhos de Lydia estavam sem brilho e opacos. Asssim como os de Willow.



Théo POV




Esse plano é inteligente mas a muitas variáveis. A verdade que a chance de dar errado é alta. E a probabilidade de que os dois morram é maior ainda.

Melissa – E agora.

A encaro

Théo – Espera e torce que as habilidades naturais mágicas de Willow sejam o bastante se não...

Melissa – Os 3 morrem...

Liam – Então, é só espera? Não podemos fazer nada?!

Bufo

Théo – Você sabe usar projeção astral?

Liam – Claro que não!

Théo – Então cala a boca e senta essa bunda , está atrapalhando.

Liam – Você não manda em mim!

Melissa – Liam! Senta e fique quieto!

Ele me fuzila mas senta.

Malia – Isso é chato...

Kira – precisamos torcer por eles.

Théo – Lamento mais eles precisam mais do que isso.

Melissa – O que quer dizer?

Theo – Willow é naturalmente talentoso mas não tem experiência. Diferente dessas Bruxas. Além disso se uma delas puder usar projeção astral. Eles não terão a mínima chance.

Lydia começa a desenhar, fazendo vários rabiscos e os jogando no chão.

Stiles pega um dos desenhos e sorri.

Stiles – Ela está desenhando a escola e *ele olha para baixo olhando os outros desenhos* toda Beacon. Mas esses desenhos não parecem nem um pouco os da Lydia.

Théo – Não é como se eles tivessem tempo para uma obra prima, Stiles. Willow está a projetando por toda a cidade.

Malia – Pq isso?

Stiles – Pq as bruxas encobriram algum lugar para prender Scott e esse lugar, a Lydia não vai poder desenhar.

Théo – Parabéns pequeno Minion.

Stiles – Vai a merda.

Kira – Então em breve encontraremos Scott.

Théo – Duvido muito.

Argent – Se elas são tão inteligentes bastava encobrir mais de um lugar então nós dividir e nos atacar

Théo – Mas isso requer poder. E assim vamos conseguir descobrir o quão forte elas são e quantas.

Stiles – Duvido que seja tão simples.

Théo – E não é. Na pior das situações elas usariam talismãs. Tanto como armadilha como para encobrir alguns lugares afastados e nos distrair.

Malia – Talismãs?

Argent – São ferramentas mágicas, substituem feitiços porém com efeitos mais fracos. E alcance menor mas geralmente são usadas para matar os alvos das bruxas ou amaldiçoar.

Théo – Bem...estou contando com o fato delas serem poderosas e criativas e se sair como eu penso.

Argent – Seremos alvos fáceis.

Malia – É simples as encontramos e rasgamos suas gargantas.

Derek – Bruxas não lutam corpo a corpo. E sim a distância. Enquanto se escondem.

Malia – Então são covardes!

Théo – Elas são brilhantes e antes que perceba vai está morta, não esqueça os espectros.

Ela bufa.

Derek – Algum plano de como derrota-las?

Melissa – Tem que ter algum jeito...

Diz já ficando nervosa

Suspiro

Théo – Eu tenho um plano.

Stiles – Você?!

Théo – Sim, STI eu tenho. Só espero não morrer por conta disso.


Notas Finais


Espero que gostem

By
Lu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...