História Coração Masoquista - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Hoseok, Yoongi
Visualizações 133
Palavras 1.155
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey, amores! Tudo bem com vocês?

Então, vim trazer esse capítulo, cheirosinho pra vocês!

Espero que gostem!

Correção: @Smaxyjjk

Capítulo 10 - X


Fanfic / Fanfiction Coração Masoquista - Capítulo 10 - X

Eu estava tão nervosa para contar pro Hoseok que eu estava grávida. Eu não estou esperando nada vindo dele, mas espero que ele não surte. Eu realmente espero isso. Porque com ele ou sem ele, eu vou criar a minha criança, mas lógico que é essencial ter o pai presente.

Mesmo que ele não me apoie, eu sei que eu posso contar com os meus pais e com o Yoongi. Eu tenho certeza disso.

Mas está sendo tão estranho lidar com essa notícia porque, eu estou em um processo de divórcio (o qual o Hoseok nem assinou ainda) e uma criança vai dificultar tanto as coisas.

Suspiro e continuo olhando para Hoseok comendo. Ele não havia nem prestado atenção quando eu falei que eu e ele precisamos conversar, mas eu estou disposta a colocar um fim nisso.

E vai ser agora!

— Já que você não está nem aí pra nada, não é mesmo, então já vou direto ao assunto. – Suspiro criando coragem para falar a notícia. – Hoseok... Eu estou... – Fecho os olhos para falar de um vez. – Eu estou grávida!

Ouço o barulho de hashis caindo no chão, e ouço ele tossindo. Abro apenas um olho, e vejo ele ficando com o rosto vermelho. Corro até ele e começo a bater nas costas dele, até ele parar de tossir. Dou um pouco de água e volto a me sentar no lugar que eu estava.

“Céus... Eu estou tão nervosa” Penso e suspiro. Abaixo a cabeça por puro nervosismo. Eu sabia que aquilo iria se tornar uma briga, pois Hoseok sempre fora explosivo.

— Você... está grávida? – Ele diz baixo e manso.

Ergo a cabeça e olho para ele. Ele estava em êxtase, pois não esperava por essa notícia. Mas é lógico que não esperávamos receber essa notícia, até porque, nós não estamos por esse tipo de notícias.

— Sim... Eu fiquei sabendo hoje, quando fui buscar os exames.— continuo olhando para ele.

A expressão de Hoseok mudou completamente. Ele parecia que se lembrou de algo, e ficou completamente sério. Eu já estava ficando com medo.

— Como eu posso ter a total certeza que esse filho que você está esperando é meu? – Ele diz sério e frio.

Isso já é o fim do mundo. Ele só pode estar de brincadeira, né?! Como assim que ele desconfia que o filho não é dele? Ele é mesmo inacreditável.

— Pera... deixa eu ver se eu entendi direito. – me levanto da cadeira e logo dou uma risada. – Você está insinuando que esse FILHO que eu estou ESPERANDO não é SEU? – Digo ainda sem acreditar no que ele estava entendendo dizer.

Isso não poderia ser verdade. Não poderia mesmo! Ele estava desconfiando de mim. Isso só pode ser brincadeira. A última pessoa que eu tive relação sexual foi ele, foi ele!

— Sim, eu estou desconfiando – Ele diz também se levantando. – Você anda saindo muito, Jung Anny... você quer o que? Que eu não desconfie de você? – Ele suspira e passa a mão pelo os cabelos. – Você anda saindo direto com o Yoongi... VOCÊ PENSA QUE EU NÃO SEI, É? – Ele diz com a expressão raivosa.

Como ele estava sabendo que eu estava saindo com o Yoongi? Não é nem sair, e sim visitar o Yoongi. Ele estava mandando me vigiar? É isto? Aaaaaaa, minha cabeça está cheia de dúvidas agora!

— Você está me vigiando? É isto? – Digo olhando para Hoseok desacreditada. – Você acha que eu sou igual a você, Hoseok? Que vive me traindo, saindo e voltando pela a madrugada, huh? Você pensa que eu sou podre igual você? – Sorrio debochada. – Pois saiba, que eu não sou igual você não. Que não se contenta pelo o que tem em casa, e vai caçar outro aperitivo! Eu não sou igual você, porque simplesmente eu sou fiel. Yoongi é só um amigo e nunca aconteceu coisas dessas comigo e nem com ele, até porque nós não pensamos só em sexo! Hoseok, você é deprimente, impulsivo, egocêntrico, egoísta e vários outros adjetivos nessa categoria. – Tomo fôlego e logo volto a falar – Quando a gente estava namorando, eu pensei realmente que você era o homem da minha vida, que iria ser os pai dos meus filhos, que nós iríamos ser muito felizes. Eu realmente pensei isso! Mas depois que nós nos casamos, a sua imagem que eu tinha foi completamente por água abaixo. Eu não vejo mais a pessoa amorosa que eu via antes não! Sabe o que eu vejo? – Sorrio e chego mais perto dele. – Vejo um monstro, que é completamente doente por sexo, que não consegue ficar nem um dia sem transar. Sabe... você pode ter todas as dúvidas em questão à esta criança, mas eu sei realmente quem é o pai dela, eu sei realmente quem foi a última pessoa que eu tive relações sexuais, e sabe quem foi? – Digo olhando para ele. — Foi você!

Eu havia jogado um peso das minhas costas fora, aquilo já estava virando uma humilhação pra mim. Se ele pensa que não é o pai do meu filho, ele está completamente enganado, pois eu tenho a total certeza que ele é!

Saio de perto dele e vou para a sala e logo sendo seguida por ele. Eu sabia que ele queria falar alguma coisas, mas eu não iria deixar, ele teria que me escutar.

Me sento no sofá, ainda com o envelope em mãos, e logo ele senta na poltrona dele. Ele já estava tomando iniciativa para começar a falar.

— Você vai abortar essa criança! – Ele diz calmo demais. – Já que é para ser o monstro da história, vou fazer o meu papel direito.

Simplesmente aquilo já não me surpreendia mais. Eu já sabia do quão baixo Hoseok poderia ser, eu já sabia! Eu já esperava isso vindo dele.

— Eu não vou abortar! – olho pra ele. – Essa criança não tem culpa do nosso descuido. – Me levanto e passo por ele, e jogo o envelope em seu rosto. – Sabe o que é bom disso tudo? – Sorrio olhando para a minha barriga e coloco a mão por cima. – Que não vai ser só eu que vou sentir nojo, dó e desgosto de você... – levanto a minha cabeça e olho para ele com desprezo. – Seu próprio filho vai ter também!

Digo essas palavras e saio daquela sala. Eu já engoli tanta coisa de Hoseok, já sofri tanto na mão dele, e eu não iria deixar que isso acontecesse novamente! Não mesmo.

Agora só seria eu e o meu filho. O pai dele não quer dar assistência, problema é dele! Eu já sabia bem o porquê que Hoseok casou comigo, eu já sabia que era por causa dos números que eu tinha na minha conta e do patrimônio que eu tinha em meu nome, que meu pai havia colocado.

Hoseok é tão baixo. Ele é capaz de tudo para conseguir o que quer, ele não aceita um não! Na verdade... Ele nunca aceitou! Sempre quer as coisas do seu jeito, porque se não for do seu jeito, não vai ser do jeito de mais ninguém!


Notas Finais


E então, o que acharam?

Até o próximo capítulo!

Beijos amores! <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...