História Corações de Papel - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps"
Personagens Felps, Personagens Originais
Tags Febriel, Felps, Gabriel
Visualizações 16
Palavras 660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Coloquei capa pra fanfic, eu que fiz o que acharam?
Bem...
Boa leitura!

Capítulo 6 - Um novo lar?


Glória: Eu sou Glória Alvez, trabalho no conselho tutelar e eu recebi uma  denúncia  dizendo que seu filho está sendo mal tratado! Oque é evidente pelos machucados dele!

Pai do Felps: Felipe como você pode! Quando essas mulheres sairem daqui você irá apanhar tanto...

Gloria: Já basta! Iremos levar seu filho para uma casa de acolhimento até vocês serem julgados pelos seus atos!

Mãe do Felps: Quem é você para se intrometer na criação do meu filho?

Glória: A mulher que vai te colocar atrás das grades por mal trato de incapaz!

Os pais de Felps ficam em silêncio, sabem que se resistirem eles serão presos. Se entregarem Felps logo para a assistente social talvez eles não seriam presos.

Os pais de Felps decidiram deixar ele ir(CADE A TRETA), arrumaram as coisas dele, Felps junto com  Glória vão para a Casa de Acolhimento de Americana (cidade natal Felps, a propósito fica perto da minha cidade, só isso msm Y-Y)

No momento da despedida Felps agradeceu a diretora e a Loide e nem olhou para os olhos de seus pais, ele só queria ir para longe deles o mais rápido possível naquele momento.

Chegando na casa de acolhimento 

Felps desce do carro de Glória com 2 malas e uma sacola de pano (tipo aquelas de mercado) azul com o desenho de gotas de AQUA, por fora o prédio era como uma casa de estilo clássico europeu toda feita em tijolos e  pintada de uma amarelo pastel, o local tinha janelas grandes, dava para ver como era dentro do prédio.

Glória: Bom é aqui! Não é um hotel 5 estrelas mas aqui é confortável e aconchegante.

Felps: É-é bem bonito aqui por fora!

Glória: Então vamos ver por dentro

Glória abre o portão com cuidado, então eles passam pelo jardim que tem alguns bancos embaixo de ipês de diversas cores ( Caso você não saiba oque é um ipê, VOCÊ É BURR... Ipê além de marca de detergente é uma espécie de árvore nativa do Brasil que dá flores na primavera, ai cada ipê tem uma cor, tem rosa, amarelo e o caralha 4... Minhas fanfic tb tem coisa útil tá) dava para ver as pétalas nos bancos, mais para frente tinha um caminho que se dividia em 3, um levava para uma fonte, outro para um coreto e o outro para a entrada do prédio

Glória: Aqui tem apenas crianças e adolecentes entre 10 e 16 anos, essa medida é para evitar super lotação

Felps: Quem financia tudo isso?

Glória: Um senhor chamado Carlos Sanches dono de indústrias farmacêuticas

Felps achava lindo saber que alguém pagava para dar uma vida boa para pessoas que ele nem conhecia ou daria algo em troca.

Felps: Onde ele mora?

Glória: Campinas!

Campinas era bem maior que Americana e mais rica também, faria sentido ele morar lá...

Glória: Vamos entrar ou ficar aqui fora?- Disse Glória indo até a porta e a abrindo para Felps que entrou rapidamente no prédio.

Dentro do prédio tinha uma escada que levava ao segundo andar, na parede da esquerda uma porta que levava a uma biblioteca, na direita tinha uma porta que levava a sala de jantar e cozinha, na parede da escada tinha 2 portas uma que ia ao quintal e outra estava fechada, na sala onde Felps estava tinha 3 sofas grandes e uma televisão.

Felps: Aquela porta é de que lugar?- Felps se referia a porta fechada.

Glória: Leva ao escritório da administrador daqui que se chama Carlos! Lá também tem o quarto do cuidador que é o Rodrigo.

Carlos: Olá a Glória! Esse é Felipe?

Carlos tinha saído de seu escritório naquele momento, ele era baixinho e tinha cabelo até os ombros.

Glória: Sim! Bem agora tenho que ir...

Felps: Ok... Até mais 

Carlos: Mas já? Bem, não vou insistir, tchau tchau.

Glória saiu do prédio e deu para ouvir ela ligando seu carro e indo embora

Carlos: Olá meu nome é Carlos, seje muito bem vindo! Vou te apresentar aqui e as pessoas...

.

.

.

.

.

.

Talvez agora tudo mude... Eu não sei como agir agora, me sinto sozinho igual antes... mas agora sei que estou protegido...



Notas Finais


Desculpa por ter demorado 2 dias para postar, eu tava com preguiça _-_
Espero que tenham entendi as referências ksks
Bem... Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...