História Corações de Papel - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps"
Personagens Felps, Personagens Originais
Tags Febriel, Felps, Gabriel
Visualizações 23
Palavras 575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá olá a todos!
Vamos ler?

Capítulo 8 - Novas amizades?


Gabriel colocou sua mochila do lado da sua cama e tirou o par de tênis que usava e se deitou na cama, ele não parecia mais tão triste "deve ser legal dividir o quarto com alguém" ele pensou

Gabriel: E ai?

Felps: Oi?

Gabriel: É...

Eles não sabiam oque falar, estavam tímidos, o clima é constragedor para ambos, até Gabriel decide quebrar o gelo:

Gabriel: É... como você veio parar aqui?- Perguntou Gabriel sem jeito

Felps: An... Meus pais me maltratavam, ai minha professora descobriu e ela e a minha diretora fizeram uma denúncia... E você, como veio parar aqui?

Gabriel: O mesmo motivo, agora eles estão sendo "reabilitados"

Felps: Como assim?

Gabriel: As pessoas vão para casas de acolhimento quando os pais as maltratam ai  tentam reabilitar o pais para que eles possam cuidar dos filhos novamente, quando não tem jeito de reabilitar os pais ou quando eles morrem e não parente próximos as crianças são transferidas para orfanatos, aqui é uma casa de acolhimento e um orfanato.

Felps: Ah... quantos anos você tem?

Gabriel: Eu tenho 14, nasci em março 

Felps: Eu também tenho 14, nasci em julho

Após isso o silêncio se restaura, eles ficam em silêncio, Felps decide olhar melhor Gabriel para perceber seus detalhes, Gabriel tinha cabelo grande e ondulados na ponta, dava para ver que começava a crescer barba

Gabriel: Você está me olhando?

Felps: É...- Merda oque eu falo?- Sim...

Gabriel fica corado por saber que ele estava olhando para ele, principalmente alguém bonito e fofo como Felipe

Gabriel: Carlos disse para a gente descer para comer o lanche da tarde... Vamos?

Felps: Sim!

Felps estava morrendo de fome, Gabriel também. Felps abre a porta e tropeça no desnível entre o quarto dele e o chão do corredor, ele puxa a camiseta de Gabriel como um reflexo para não cair, isso fez com que os dois caissem no chão, Gabriel fica encima de Felps, eles ficam se encarando a poucos centímetros de distância um do outro, Gabriel vai se aproximando para mais perto até que...

Felps: Gabriel-Diz Felps em um tom suave-Desculpa por cair encima de você...

Gabriel: A... não foi nada-Ele fala meio sem graça...

Felps: Vamos descer?

Gabriel: Vamos...

No percurso Gabriel ficou calado, estava morrendo de vergonha, Felps reparou que Gabriel estava envergonhado então prefiriu não falar nada.

Ao chegar na sala de jantar todos estavam sentados na grande mesa, eles olharam para Felps que prestou atenção no menino loiro que mordeu os lábios deixando Felps com vergonha, os outros rostos eram amigáveis.

Carlos: SAIKO TU NUM SABE FAZER UM SUCO!

Todos ouviram Carlos gritando na cozinha

Rodrigo: E TU QUE QUEIMO O PÃO!

Após isso eles pararam de gritar mas dava para ouvir vozes falando baixo, e no final ouviram um som de beijo na outra sala.

Felps e Gabriel se sentaram, um ao lado do outro, do outro lado de Felps tinha uma garota sentanda que o cumprimentou

Gabriela: Oi! Eu me chamo Gabriela!

Felps: O-oi

Felps numca falou com uma garota que o cumprimentou primeiro...

Gabriela: Bem vindo para aqui! 

Felps: Obrigado!

Gabriela: Ei- Disse ela sussurrando- Cuidado com o Cellbit ou Rafael... Aquele loiro oxigenado já passou por mais de 6 casas de acolhimento por que tentou abusar de pessoas, ele já tentou me abusar mas eu não deixei... Não sei como o Pac gosta dele... O Pac é o Tarick, aquele garoto olhando pro Cellbit como se ele fosse um deus grego.

Felps: Que horror!

Cellbit: Olá! Seje bem vindo-Disse Cellbit com um tom bondoso- Do que vocês estão falando?

Gabriela: Nada!

Cellbit: Ok...

.

.

.

.

.

.

.

.

Estou tão confuso quanto um surdo em um show de música, oque resta para mim?


Notas Finais


Tchau Tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...