História Corações Em Guerra - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 65
Palavras 1.932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Harem, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Dedico estas notas, para parabenizar o Bangtan, que estão recebendo muitos prêmios, graças ao seus maravilhosos trabalhos! <3

Boa leitura.

Capítulo 3 - O Contrato


Fanfic / Fanfiction Corações Em Guerra - Capítulo 3 - O Contrato

Ao início da reunião, em uma longa mesa ao centro da sala, com cerda de vinte cadeiras, bonitas por sinal. Fiquei na ponta esquerda da mesa, o dono da empresa,  Bang Si-Hyuk, ficara na outra ponta à direita. Os meninos do Bangtan, sentaram-se ao lado esquerdo da mesa, junto a um promotor, empresário e um assessor de imprensa. Aos outros nove assentos à minha direita, foram tomados por advogados e testemunhantes, para concretizar os acordos e assinaturas de documentos nessa reunião.

Jin e Namjoon, abraçaram-me, antes de tomarem seus assentos, tentando aliviar a clara tensão e nervosismo aparente em meu rosto.

–Vai dar tudo certo, Candy. - disse Jungkook, com um sorriso reconfortante.

–Obrigada, Kookie... - Sorri sem graça.

–Apenas seja, amigável, profissional e confiante, e Hyuk vai adora-la! - Jimin falou sorrindo, e piscou quando o olhei, tentei manter o foco no momento.

–Nem sei como agradecê-los meninos, por toda essa oportunidade e... - Taehyung me interrompeu antes que eu perdesse a compostura.

–Não precisa agradecer pequena... Estamos a sua disposição sempre. - ele sorriu sincero e fofo.

–E você já é praticamente, parte da família Bangtan! - Hoseok sorriu, aparentemente animado. - Pelo menos, eu particularmente, já lhe considero muito muito muito. - ri confortada pela animação dele.

–Obrigada, também considero vocês muito importantes para mim. - sorri. 

Após SiHyuk chegar, todos o cumprimentamos, e nos sentamos. Todos me deram boas-vindas, e começamos a discutir minha entrada na carreira de K-popper, dentro da respectiva empresa. E começou então as explicações sobre os termos oficiais principais do contrato com a BH Entreteriment.

–Após assinar o contrato, estará concordando com os ternos e regras da BigHit Entreteriment. - começou Hyuk:

"Todas as músicas, coreografias e atividades carreirísticas feitas pelo(a) senhor(a), será também da responsabilidade e administração da empresa. Nenhuma ação comprometedora ou 'polêmica' pode ser exposta, sem a autorização do dono e proprietário direto da B.H.E.
Suas informações e vida pessoal, pode ser continuada de forma intima, porém, se de alguma forma, um assunto pessoal gerar repercussão em mídia, virará assunto profissional da empresa, e deverá ser tratada diretamente com o chefe e dono da B.H.E.
Tomamos consciência também, de nossas responsabilidades como uma instituição responsável pelos artistas, sendo assim, concordamos em ter responsabilidade por qualquer dano ao artista em meio a shows, ensaios ou atividades profissionais dentro de trabalho.
Em caso da quebra de regras e/ou termos profissionais, temos o direito de processá-lo(a), ou demiti-lo(a) da empresa, até segunda ordem."

Ao fim dos documentos e papéis, havia locais para a assinatura  do artista e do chefe. Re-li várias vezes os termos, regras e concordâncias, assim como cada um dos advogados presentes. Assinei ao fim de todas as folhas, e SiHyuk fez o mesmo. Ao fim, os advogados assinaram a folha de presença e testemunha do processo.

–Bem-vinda à empresa Lee Candy. - Hyuk apertou levemente minha mão, com um sorriso aparentemente feliz no rosto.

–Obrigada senhor SiHyuk. - retribui o gesto.

–Eu que agradeço por se juntar a nós.

 

Voltamos para casa, e fomos recebidos por Mejiwoo, irmã de Hoseok. Ela parecia animada por estar de volta, e ficou ainda mais animada ao me ver.

–Olá, eu sou a Mejiwoo, estava muito ansiosa para conhecer a nova Maknae da família Bangtan!! - ela dispensou a enrolação, e me abraçou.

–O-olá. - sorri tímida, como sempre que conheço pessoas novas. - O prazer é meu em conhecer você Mejiwoo, meu nome é Lee Candy.

–Que fofa, pode me chamar de Jiwoo se quiser. - ela me soltou e sorriu.

–Obrigada. - sorri também, e Jimin chegou apoiando o braço em meu ombro.

–E agora temos, uma pessoa ainda menor nessa casa. - Jimin riu, satisfeito por poder me 'zoar'.

–Aigoo - cruzei os braços, tentando parecer brava, mas nunca dava certo.

–Já perceberam que, ela fica ainda mais fofa quando está brava? - Tae surgiu, bagunçando meu cabelo.

–Não deixa de ser verdade... - Jungkook falou, e pareceu envergonhado logo depois, corei e ajeitei meu cabelo, jogando o mesmo para o lado.

–Aigoo...Parem por favor. - ri sem graça, escondendo o rosto com as mão.

–Bem-vinda a família. - Hope, Jin e Namjoon falaram em conjunto, como se isso fosse apenas o começo.

–Isso porque, eles ainda estão sendo simpáticos com você... - Yoongi falou, tirando minha mão do rosto.

–É...Onde fica meu quarto mesmo? - Perguntei corada, e fui para o lado de Jiwoo, sabendo que nossos quartos eram ao lado do outro.

-Vem Candy, eu te mostro, somos vizinhas de quarto, ainda bem. - riu ela, me levando pela casa, até chegar à porta do quarto.

Quando abri a porta de meu quarto, fiquei maravilhada. Era muito maior que meu antigo quarto, e fora decorado com tons de preto e branco. Na minha cama, havia presentes com um cartão de boas-vindas, me emocionei na hora, mas engoli a emoção, detestava chorar. Do lado direito, havia um closet, já preenchido com algumas roupas novas, aparentemente dadas pela B.H, com um grande espelho em uma das portas. Do lado direito, uma porta para o banheiro, era uma suite, e mais ao lado da cama, uma mesa para estudos e computador, com uma pequena estante de mesas na lateral.

–Uau...oque... - Ainda não sabia oque falar sobre meu novo quarto, era mais do que esperava, totalmente.

–Sim eu sei, ajudei a decorar, imaginei que gostasse de preto e branco, por conta de suas roupas nas fotos que o Hope me mandou antes de voltarem pra Seul. - Ela disse, se sentindo orgulhosa do próprio trabalho. - Ficou ainda melhor que o meu.

–Uau...obrigada Jiwoo, e agradeço a eles também. - sorri e abracei ela de lado, como forma de carinho para agradecer.

–Não há de quê, Candy, todos já adoramos você, você merece. - ela sorriu, e foi para o quarto dela.

Fechei a porta do quarto, deixando minha bolsa no cabideiro perto do closet, procurei por toalhas, e entrei no banheiro. Em tons de preto e branco também, com um espelho enorme na parede direita perto da pia, uma banheira na parede de trás, e um espaçoso box com ducha à esquerda.
Despi-me e tomei uma ducha quente, estava anoitecendo e ficando frio, achei melhor me aquecer um pouco para aliviar a temperatura irregular do meu corpo. Enrolei-me na toalha, e fui até o closet, escolhendo uma roupa simples: Uma camisa de mangas longas cinza escuro, short de algodão preto, e uma sapatilha preta de pano. Fiz um rabo de cavalo nos meus longos cachos, e deixei o rosto limpo.
Sentei na cama, e comecei a abrir os presentes dos meninos. Jin deu-me um diário com chave, para que eu me sentisse mais liberta em compor músicas, ou compartilhar pensamentos nos papéis. Namjoon, foi uma das fotos que havíamos tirado, emoldurada, deixei-a na mesa de estudos para decorar. Hope deu sapatilhas de balé, junto de um bilhete para ensaiar dança com ele e os meninos. Yoongi, deixou uma pulseira com "Little Girl" gravado na parte de metal, no meio do couro preto da pulseira. Jimin deu-me um colar, com pingente de lua, que aparentemente se completava com um sol, que ele ficara, e havia gravado "eet", metade da palavra Sweet. Taehyung, deu um cordão de prata, com pingentes formando "Pretty" no centro do mesmo. E por fim, Jungkook, o melhor: Flores margaridas, com muitos salgadinhos e doces, com o bilhete "Nada melhor do que ganhar comida, melhor carinho sempre.", ri sozinha após ler o presente de Kook.

Arrumei meus presentes, e deixei os doces e salgados na mesa de estudos, ficando em mãos apenas um dos salgadinhos, a qual sai do quarto e desci para a sala com.
Todos estavam reunidos entre a sala, e o grande balcão que dividia a cozinha e a sala. Jin estava deitado com a cabeça no colo de Namjoon, Yoongi estava jogado em uma poltrona, Hope e Mejiwoo estavam na cozinha lanchando, Jimin e Tae estavam em pé, aparentemente fazendo palhaçadas, e Jungkook sentara em cima do balcão, tirando os fones dos ouvidos assim que me viu aproximar.

–Ayoo, Kookie. - Sorri e pedi ajuda para subir no balcão também.

–Gostou dos presentes? O meu foi o melhor, pode admitir, não vou me achar demais. - rimos.

–Creio que foi mesmo. - sorri sem graça novamente. - trouxe um comigo até, quer dividir? - falei abrindo o pacote de salgadinhos e oferecendo para ele.

–Seria ótimo. - riu, e me perguntava o porque sempre ria quando ele fazia o mesmo.

–Eles sempre são assim? - perguntei me referindo as palhaçadas de Jimin e Taehyung.

–Na maior parte do tempo sim...sempre mesmo.

–Espero me acostumar com vocês sem problemas. - ri abaixando a cabeça, escondendo a timidez.

–Você vai sim, somos uns amores sabe. - ele brincou, e eu cutuquei seu braço com o cotovelo, rindo.

–Acha que as pessoas vão...gostar de mim quando debutar? - perguntei nervosa, ainda com a cabeça baixa.

–Eu já gosto... - levantei a cabeça para olha-lo. - Digo, nós gostamos de você, o público certamente vai adorar você S/N.

–A-ah...obrigada, a opinião de vocês significa muito pra mim. - sorri envergonhada.

–Estamos sempre aqui, para oque precisar, pequena. - ele colocou a mão em minha cabeça, novamente brincando com meu tamanho.

–Aigoo, vocês que são altos demais. - segurei o braço dele, tentando afastar o mesmo, mas começamos a "brigar" para ele continnuar brincando com minha altura.

–Jimin é maior que você, isso claramente está errado. - ele ria.

–É sim, para mim sim. - entrelaçamos as mãos sem querer, ainda com ele tentando brincar comigo.

–E-eita, calma ai gente. - Hope e Jiwoo falaram em tom alto para escutarmos, e os outros acabaram olhando para nós.

–Jungkook, a baixinha mal chegou, e você já quer matá-la! - Jin tentou brigar com Kook, mas ria demais para isso.

–Eu sei de que ele quer matá-la. - Soltou Namjoon, e Jin deu um tapa no mesmo. - Ow!

–Que? - Kook corou, Jimin, Tae e Yoongi pareciam atentos.

–Como assim? - perguntei nervosa, imobilizada sem saber como soltar as mãos de Jungkook.

–Aigoo, até parece que o Hyung Maknae tem talento pra isso. - Yoongi bufou.

–Cala a boca Min Yoongi! - Jungkook falou se sentindo desafiado e constrangido ao mesmo tempo.

–Ta bom, ta bom, vamos deixar eles em paz gente, né Appa? - Hobi esperou a confirmação de Namjoon, e eu continuava vermelha.

–Adoro vocês Hyungs, mas as vezes são tão bobos. - Jungkook desceu do balcão, e me ajudou a descer, me puxando pra perto, senti minha respiração falhar.

–EPA EPA, CALMA GENTE. - gritou Jimin, e me afastei dele rapidamente, indo até Jin e Namjoon, e Jin se sentou no sofá, me acolhendo em um abraço paterno.

–Viu, você assustou a garota Jungkook-ah! - Tae bricou, mas Jungkook pareceu se ofender, e saiu da sala, indo em direção ao seu quarto após subir as escadas.

–O-oque aconteceu agora?... - perguntei, confusa.

–Brincadeiras de mal gosto querida... -Jin respondeu lançando um olhar de repreensão para os outros.

–Porque o Hoseok, chamou o Namjoon de Appa?... - ainda estava processando tudo.

–Eu e o Namjoon somos os considerados pais nessa casa...acho que não tem problema você saber, já que é da família agora, e vai guardar os segredos, certo? - eles me olhavam.

–Namjin é real? Lógico que vou guardar os segredos! - sorri mais feliz pela revelação.

–Obrigado. - Jin e Namjoon sorriram.

Após algumas horas, todos fomos para os quartos, dormir, após o longo dia passado. Mas começava a ter sonhos estranhos, a qual não sabia explicar...


...


Notas Finais


Obrigada por lerem, agradeço a todos que me apoiam ao escrever.

Beijos leitores <3.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...