1. Spirit Fanfics >
  2. Corazones Invencibles >
  3. Capítulo Um

História Corazones Invencibles - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa é minha primeira fanfic Jikook,espero que gostem!

Capítulo 1 - Capítulo Um


México

Água Azul

O dia estava ensolarado e a manhã estava fresca, Jimin passeava pelo centro da cidade com um grande sorriso no rosto, admirando tudo por onde passava.

Jimin usava uma roupa leve e fresca, junto com um chapéu na cabeça, se protegendo do sol, já que sua pele era branca como neve e sua pele ficava vermelha com facilidade.

Em suas mãos, Jimin tinha uma cesta com algumas frutas, pães e bolos. E ao passar por um grande canteiro com flores, Jimin colheu algumas flores e colocou na cesta.

Jimin voltou a andar calmamente pelo centro da cidade, cumprimentando alegremente algumas pessoas que lhe cumprimentava.

Sorrindo animado, Jimin foi em direção a praia, e se sentou na areia, tirando seu calçado, para sentir a areia em seus pés.

Como tinha levado um livro para ler, Jimin ficou ali um bom tempo apenas lendo o livro e ouvindo as ondas do mar.

                             [...]


—Kai, bem vindo de volta.Como foi de viagem?—Sr.Park,pai de Jimin pergunta.

—A viagem foi ótima, aproveitei muito esses dias em que estivesse em Londres, e confesso que senti saudades daqui.

—É muito bom que estava animado por voltar. Aceita beber algo?—Pergunta Sr.Park.

—Um whisky por favor.

—Me acompanhe por favor.

Na casa de Jimin, o pai do mesmo recebia alegremente o noivo do seu filho que acabava de voltar de uma longa viagem de negócios até Londres.

Sr.Park estava feliz, pois em breve seu filho ia se casar com alguém com o mesmo nível social que o da sua família, e com muito dinheiro.

Sua esposa, tinha escolhido Kai para ser o noivo de seu filho, pois os pais do mesmo serem amigos de longa data da família, além de serem donos de uma grande empresa e donos de muitas terras.

Sr.Park guia Kai até a sala onde encontra sua esposa sendo servida por uma das empregadas, que logo se retira da sala.

—Kai meu querido, fico feliz em te ver novamente.—Sra.Park diz sorrindo.

—Também fico feliz em te ver novamente, é bom estar de volta.

—Por favor, fique a vontade Kai.—Sr.Park diz sorridente.

—Obrigado, a propósito, onde está o Jimin? Vim aqui justamente para ver ele.

—Infelizmente o meu filho não está Kai, meu filho tem o espírito livre, assim posso dizer, ele gosta de passear por aí. Se tiver sorte, pode ver ele quando ele chegar.—Diz Sra.Park

Kai sorriu animado, afinal era apaixonado por Jimin desde a primeira vez que o viu, e quando os pais do mesmo fizeram a proposta de se casar com Jimin, aceitou sem pensar duas vezes.

Kim Jong-in vinha de uma família rica, seus pais tinhas construído uma grande empresa, e seus pais eram donos de muitas propriedades e de muitas fazenda, sendo assim uma das famílias mais ricas da cidade.

Kai tinha 23 anos e era dono de uma incrível beleza. Tinha os cabelos castanhos, os olhos claros e a pele morena. Era bonito e tinham todos aos seus pés, mas no momento só tinha olhos para Jimin.

—Eu espero mesmo vê-lo, trouxe um presente para ele. Espero que ele goste.

—Tenho certeza de que o Jimin vai amar o seu presente Kai, afinal, em breve vocês vão se casar.—Sr.Park

—Eu queria falar sobre isso também. Pra quando podemos marcar a data do casamento?

—Em breve meu querido, podemos fazer uma grande festa para você fazer o pedido oficial ao Jimin, e depois marcar a data do casamento.
—Sr.Park

—Pra mim é perfeito.

Kai sorriu animado com a idéia, e logo estava acertando os detalhes da festa de noivado e do casamento, que seria em breve.

[...]


JungKook estava aflito, afinal o seu pai estava entre a vida e a morte. O moreno olhava aflito para o médico examinando seu pai, a espera de respostas.

O Senhor Jeon estava a dias sobre uma cama, e lutava pela sua vida para não ver o seu único filho sofrendo.

JungKook suspirou aliviado por um momento, antes de encarar o médico que lhe olhava com pena, depois de terminar de examinar o Senhor Jeon.

—Como está meu pai doutor? Me dê uma boa notícia por favor.—Jungkook pergunta desesperado

—Sinto muito, mas seu pai não vai aguentar muito tempo.

—Ele não pode sei lá, fazer algum tratamento? Eu não posso perder o meu pai.—Pergunto com meus olhos marejados

—Sinto muito JungKook, mas o câncer do seu pai já está muito avançado. Acho melhor se despedir dele, seu pai tem poucas horas de vida.

JungKook se aproximou da cama em que o pai estava deitado, e se ajoelhou perto perto da cama, e pegou a mão do pai.

O Senhor Jeon olhou para o filho que estava prestes a chorar, e tentou se sentar na cama, mas o filho não permitiu que o mesmo se levantasse.

— Por favor papai, não se esforce.

—Meu filho, eu sei que a minha hora chegou, então quero te pedir que cuide de tudo quando eu partir. Todos os meus bens agora estão em seu nome, cuide de tudo por mim, sei que você é capaz de fazer isso.

—Shii, não fale mais nada papai. Por favor, eu preciso de você aqui comigo.
—Jungkook chora

— JungKook, quero te pedir uma coisa.

—Pode falar papai, só não me peça para ficar triste quando o senhor partir.

—Quero que encontre alguém que te ame e te faça feliz. Quero que seja feliz assim como eu fui com a sua mãe.

—Você e a mamãe foram tão feliz juntos, queria que lá estivesse aqui agora.

—Ela está aqui meu filho, ela sempre vai te guiar onde você for. Só me prometa que vai encontrar alguém especial e ser feliz com ela, igual eu fui com a sua mãe.

—Eu prometo papai, não vou decepcionar você e a mamãe.

JungKook não sentiu mais o aperto em sua mão, e abaixou a cabeça começando a chorar, triste pela partida do pai.

O moreno levantou a cabeça e vi que seu pai tinha partido com um sorriso no rosto, e sorriu por um momento, antes de se levantar e abaixar a cabeça, começando a rezar pela aa do seu pai.

—Eu prometo papai, vou dar muito orgulho para você.

JungKook sorriu e abaixou perto do pai e deu beijo no rosto do mesmo, antes de sair do quarto e ir cuidar do velório.

Estava triste pela morte de seu pai, mas sabia que seu pai ia ser sempre seu anjo da guarda, junto com a sua mãe, independente de onde eles estiverem.




Continuo?


Notas Finais


Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...