1. Spirit Fanfics >
  2. Coreofilia >
  3. Sedução

História Coreofilia - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente, eu tava zoando com os amigos que eu tenho atração por mulheres que rebolam, ai fui jogar no google e me deparei com essa palavra "coreofilia", e agora estou aqui escrevendo uma fanfic. Espero que gostem! <3

Capítulo 1 - Sedução


Rebeca sempre admirou a dança, a forma como o corpo se move, a expressão dos dançarinos, a música de fundo, ela sempre admirava com os olhos brilhando, por mais que não soubesse dançar ela se satisfazia assistindo outros dançarinos. Ao fazer 18 anos, começou a frequentar apresentações de dança, mas nunca tinha visto uma apresentação com uma mulher, e até onde ela se conhecia, sempre dizia que era hétero.

Mas por que estou contando essa história? Vou deixar que a Rebeca narre.

Bem, quando eu soube de um novo show envolvendo pessoas do sexo feminino e masculino, tanto em dupla quanto individual, fiquei entusiasmada pois nunca tinha comparecido a uma apresentação com variedades. O ingresso foi meio caro, mas eu sabia que precisava assistir ao vivo esse evento e que valeria a pena.

Com o passar dos dias, trabalhei bastante, e finalmente chegou o fim de semana, e lá estava eu, toda elegante, com um vestido vinho, de salto, os cabelos pretos alisados, só me faltava um batom vermelho nos lábios para finalizar e foi isso que fiz. Ao colocar o batom chamei o uber para ir ao local, a explicação para eu estar tão arrumada, era porque não era um show qualquer, eram dançarinos famosos, e o local era chique.

Ao chegar lá, havia muitas pessoas, todas arrumadas e a maioria com algum par. Havia um carpete vermelho pela entrada, que levava ao local por dentro, após entregar o meu ingresso eu entrei lá e me sentei esperando dar a hora do show, o local era gigante, parecia como um teatro, com um palco lá na frente, e várias cadeiras ao redor do salão. Eu estava sozinha, não tinha amigos ou qualquer companhia para chamar, ninguém curtia dança.

Quando o show se iniciou, lá estava o apresentador e não demorou muito até que ele chamasse os dançarinos e eles começassem a dançar, iniciou com casais onde os dois dançavam alguma música e sua coreografia. Comecei a ficar feliz, entusiasmada, meu corpo arrepiava todo vendo todos aqueles movimentos e aquela musica de fundo que tomavam conta do salão inteiro.

Quando chamaram as dançarinas para realizar uma coreografia sozinha, meu coração começou a saltitar, quando a primeira dançarina começou a dançar, o corpo dela, sua vestimenta, os detalhes de seu corpo me chamaram muita atenção, aos poucos minha mente já estava sexualizando ela toda, ela também usava um batom vermelho como meu. E como todos sabem, vermelho é uma cor muito chamativa.

Após terminar a sua coreografia, ela não se retirou do palco, invés disso, uma mulher com uma roupa idêntica apareceu, e elas começaram a dançar juntas, o movimento que as duas faziam, a forma que uma passava a mão na outra começou a me atiçar. Ao fim da dança a boca das duas se aproximaram, como se fossem se beijar, mas não se beijaram, e assim o apresentador apareceu para dizer que estava na hora do intervalo, e que em poucos minutos eles voltariam.

Aproveitei esse momento para ir ao banheiro, ao me retirar dos bancos apertados do salão, fui seguindo as placas com setas para o banheiro. Ao chegar diante a porta do banheiro, achei estranho pois não havia ninguém em volta, mas havia muitas roupas de apresentações jogadas no chão, mas ignorei e entrei.

Quando fui lavar a mão e ajeitar meu cabelo, alguém abriu a porta e eu pulei de susto.

- Quem é você? - Disse a mulher.

Meus olhos ficaram arregalados quando vi que era a mulher da ultima apresentação diante a mim.

- Me chamo Rebeca. - Eu disse, tentando disfarçar o nervosismo.

- Ok... Rebeca, mas o que você está fazendo aqui? - A mulher riu.

- Aqui é o banheiro, eu estava procurando por um.

- Ah, na verdade você ta no banheiro privado dos convidados para o show.- Ela riu de novo.

Nesse momento que fiquei constrangida, meus pés se aproximaram, meu corpo encolheu e eu olhei para o lado me desculpando bem baixinho.

- Não tem problema anjo. - Ela se aproximou do meu rosto e colocou a mão sobre a minha bochecha.

Eu não sabia onde estava com a cabeça, mas ao ver os olhos dela perto dos meus, seus lábios com aquele batom vermelho, eu avancei e a beijei. 

Nos beijamos por uns segundos, e então ela abriu os olhos, e perguntou:

- O que está fazendo?

Naquele momento o constrangimento voltou, e eu fui em direção a porta para tentar fugir, mas ela se inclinou para tras trancando a porta.

- É isso que você quer? - Ela disse enquanto passava a mão pela minha cintura.

Eu, sem reagir, não disse nada, apenas comecei a beijar ela e também passar a mão pelo seu corpo. Ela tirou meu vestido enquanto beijava meus seios, e eu fui me inclinando para trás até subir em cima do balcão.

Ela voltou a me beijar, e começou a passar a mão por dentro da minha calcinha, com aqueles dedos finos, ela fazia movimentos que me relaxavam, aos poucos começou a penetrar eles em mim, e eu comecei a gemer baixo, então foi quando ela segurou minha boca, e fez um gesto para que eu não fizesse muito barulho.

Retirou minha calcinha aos poucos e começou a beijar minha vagina, passou a língua para molhar ao redor, e começou a me chupar. Era a primeira vez que eu começava a me sentir excitada com oral, entre vários homens que eu já tinha transado, era a primeira vez.

Várias coisas se passavam pela minha cabeça, e ao olhar ela abaixada me chupando, eu sorria e tentava não gemer.

Então foi quando escutamos várias pessoas do lado de fora se organizando, o tempo de intervalo já tinha acabado.

Ela rapidamente se levantou, e disse que eu deveria ir. Eu corri para colocar o vestido e logo após isso, ela me entregou um bilhete, e então nos despedimos com um beijo e eu voltei para o salão.

O show ja estava começando e eu abri o bilhete, e lá esta um número, imaginei que seria o número dela, mas afinal como será que ela se chama? Ela não me contou. Eu já não conseguia focar nas apresentações seguintes, e não parava de pensar em como vai ser após isso tudo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...