1. Spirit Fanfics >
  2. Correndo com os lobos - Kiba e Tsuki >
  3. Aniversário do Neji

História Correndo com os lobos - Kiba e Tsuki - Capítulo 36


Escrita por: Blair_wolf

Capítulo 36 - Aniversário do Neji


Fanfic / Fanfiction Correndo com os lobos - Kiba e Tsuki - Capítulo 36 - Aniversário do Neji

Kiba's POV

Depois que Akamaru e eu finalmente voltamos pra casa e eu tomei um banho fiquei pensando em algumas formas de agradecer à Tsuki por ter salvado a gente e também tentei pensar em formas de dizer a ela o que realmente sinto mas não consigo pensar em nada, ninguém jamais me fez sentir isso e é claro que tem várias coisas que eu quero fazer. Antes eu julgava as meninas por só falarem desse assunto irritante e até ficava irritado com os meninos por entrarem nessa onda também mas eu admito que só me sentia assim porque tinha certeza de que esse tipo de coisa nunca fosse acontecer comigo e eu ficaria de fora do grupo mais cedo ou mais tarde... aí quando a Tsuki apareceu eu fiquei irritado por ser obrigado a ficar vigiando ela e olha pra mim agora... não sabia que era assim que as pessoas se sentiam mas o que mais me assusta é que eu vejo os outros acompanhados, Shikamaru e Temari, Neji e TenTen e até o Shino e a Aimi e fico me perguntando como eles conseguiram, quanta coragem eles tiveram pra finalmente falar como se sentem... Eu quero mesmo dizer a ela mas acabo pensando demais e aí tudo parece insuficiente ou exagerado, penso que ela também nunca teve isso mas não teve exemplos pra comparar ou se inspirar e tenho medo de que isso seja rápido demais pra ela... a última coisa que eu quero é que ela se assuste e se afaste.

Hana - Kiba será que você pode ir na sala só por um instante?

Kiba - Tá bom, tô indo - minhas costas voltaram a doer então não vou demorar muito, espero que não seja um tanto de gente que vai querer me abraçar ou me mandar vestir uma camisa

Assim que passei pela porta do corredor pensei que todos os ossos das minhas costas tivessem se quebrado pela força involuntária que fiz pra respirar quando vi quem está na sala, estou acostumado com essa sensação de falta de ar mas agora doeu mesmo

Tsuki - Tá tudo bem? - Eu quero muito me julgar pela forma que eu ajo quando ela tá perto, pareço um idiota apaixonado... mas eu sou isso mesmo né

Kiba - Eu tô bem. Você veio aqui me ver?

Tsuki - Claro, ou já esqueceu que eu disse que nunca vou te deixar? - Espero que eu não tenha ficado muito vermelho depois dessa

Kiba - Como poderia esquecer? Mas e você? Eu fiquei sabendo do que houve, você tá bem

Tsuki - Tô ótima, nada além de alguns arranhões que já não existem mais

Kiba - Que bom... Obrigado por tudo que você fez lá Tsuki, não deve ter sido fácil e eu e Akamaru só estamos aqui agora por sua causa - Ela estava normal até que eu disse isso, depois ela abaixou a cabeça e eu percebi que ela estava chorando - Tsuki, o que foi?

Tsuki - E-eu... achei que fosse te perder, fiquei com tanto medo de ter chegado tarde e... não tive poder suficiente pra te proteger - todas essas palavras foram sussurradas, parecia que ela não tinha força pra dizer e eu não sei como estou tendo forças pra ouvir - eu poderia ter evitado os golpes nas suas costas mas ele era muito forte... meu lobos, sua mãe, Hana e Kori estavam ocupados e eu era a única que poderia te ajudar mas nem pra isso eu fui forte o bastante... me desculpa Kiba... se não fosse por você, eu teria morrido ali também

Kiba - O que?

Tsuki - Você... você não lembra?

Kiba - Lembro de que?

Tsuki - ... eu me distraí com as coisas que ele estava falando e quando notei estava sufocando embaixo dele... eu ia morrer... eu quis morrer por ser incapaz de te ajudar - ela começou a soluçar - aí você jogou uma pedra nele e eu consegui sair... mesmo naquele estado você ainda tentou me ajudar e se não fosse por isso todo mundo teria morrido... obrigada por ter me salvado - eu não me lembro disso, não me lembro de nada depois que fui atacado

Kiba - Tsuki... - Fui até ela e tentei abraçá-la mas é difícil já que não estou em minha melhor forma

Tsuki - Kiba para, você não pode fazer força

Kiba - Isso não é nada perto da força que eu teria que fazer se eu acordasse e você não estivesse lá. Eu não me lembro disso mas tô realmente muito feliz que você esteja bem - Ela afundou o rosto no meu pescoço e senti o ar sair da boca dela em sinal de alívio

Tsuki - Eu também vim avisar que amanhã todos vão almoçar no Ichiraku pra decidir o que fazer no aniversário do Neji, eles disseram que você não precisa ir se não conseguir

Kiba - Se eu tomar um ou dois comprimidos vou numa boa, não posso perder as ideias que cada um vai dar pra surpreender o Neji... Por favor Tsuki não fica assim, nós estamos bem agora e eu tô aqui - Ela colocou as mãos nas laterais do meu corpo e me deu um abraço extremamente suave pra não me machucar mas foi bom mesmo assim

Tsuki - Então - Ela se afastou e secou as lágrimas - eu venho aqui amanhã de manhã e nós vamos pro Ichiraku, pode ser?

Kiba - Perfeito, até amanhã Tsuki - Ela sorriu pra mim antes de ir embora, esse sorriso era diferente, era de alívio e era quase tão bonito quanto os outros... Eu preciso contar a ela antes que outra pessoa descubra ou pior, seja a causa dele, e aí seja tarde pra mim


Fomos os últimos a chegar no Ichiraku mas isso não importou muito, Akamaru não veio porque preferiu descansar um pouco, todos estavam esperando a gente pra começar a pensar em algo legal pro Neji mas não é tão fácil quanto parece, o Lee disse que quer fazer uma surpresa que ressalte a primavera da juventude mas todo mundo sabe que se tratando do Neji isso vai dar trabalho

Sakura - Você tá bem Kiba?

Kiba - Tudo ótimo, tomei uns remédios antes de vir

Sakura - Ótimo, agora voltando ao assunto, alguém tem alguma ideia? - Pedi uma água e o Naruto um lámen mesmo que ainda esteja cedo, as meninas pediram suco

Naruto - Calma aí, vocês têm certeza de que ele não vai chegar aqui do nada e descobrir tudo?

Hinata - Ele vai ficar ocupado a maior parte do dia, está ajudando meu pai a resolver alguns assuntos do clã

Lee - Maravilha!

Ino - Mas vocês querem fazer o que? Uma festa?

TenTen - Não, o Neji não gosta muito de festas, o lance dele é ficar mais reservado e treinar

Shikamaru - O de muitos aqui é...

Chouji - E se nós o levarmos pra comer no lugar que ele mais gosta?

Kiba - Não é uma má ideia

TenTen - Mas não tem nada a ver com ele

Lee - Ah gente qual é? Sempre comemoramos os aniversários, não deve ser tão complicado pensar em alguma coisa

Shino - Sempre pensamos em coisas diferentes para todos a cada ano, algum dia chegaria o momento em que as ideias simplesmente acabariam

Sai - Não costumo comemorar meu aniversário, infelizmente não sei como ajudar

Lee - Relaxa...E vocês? - Perguntou para Tsuki e Kori - Ah, falando nisso, quando é o aniversário de vocês?

Tsuki - O da Kori já passou, é dia 8 de março

Hinata - E o seu?

Tsuki - 7 de julho - Engasguei com a água

Naruto - Sério? Seu aniversário é no mesmo dia que o do Kiba e do Akamaru?

Tsuki - É? Eu não sabia disso

Kiba - Nem eu

Ino - O aniversário de vocês também tá chegando, fica um pouco mais fácil pra pensar em alguma coisa

Chouji - O que vocês duas faziam pra comemorar?

Tsuki - No da Kori a gente costuma ir pra algum lugar frio pra caçar iaques e no meu nós procurávamos algum lugar com cerejeiras e eu comia o máximo que conseguisse até alguém aparecer - Ela parecia animada mas ficou com o semblante meio triste depois disso

Kori - ~A gente não vai ajudar muito aqui Tsuki, é melhor darmos uma volta e deixar eles pensarem ~

Tsuki - Mas você não quer participar?

Kori - ~ Quero mas em que vamos contribuir ficando aqui? Não conhecemos muito bem o Neji ~ - Percebi que Kori queria tirar Tsuki daqui, deve ter algum motivo então entrei na onda dela

Kiba - vocês podem ir que a gente vai pensar em alguma coisa e depois chamamos vocês

Tsuki - Tem certeza?

Sakura - É, podem ir, quem sabe vocês não acabam pensando em alguma coisa também

Kori - ~ Anda vamos atrás daqueles patos que eu te falei ~ - Kori olhou pra mim e eu entendi que ela me explicaria mais tarde, elas saíram e nós continuamos lá

TenTen - O que rolou?

Lee - Ela ficou estranha de repente

Kiba - Não sei direito mas acho que a Kori sabe de alguma coisa, depois eu vou descobrir o que é

Ino - Então ok... mais alguma ideia?


Tsuki's POV

Eu queria ajudar a pensar em alguma coisa pro Neji mas eu não o conheço muito bem então acho que poderia acabar atrapalhando, talvez eu pense em alguma coisa enquanto caminhamos na floresta ou sei lá... Na verdade eu acho melhor pensar no que eu vou fazer, vou ou não contar pro Kiba que estou apaixonada por ele?

Kori - Você ouviu que você e o menino cachorro fazem aniversário no mesmo dia?

Tsuki - Ouvi e eu nem sabia, ele nunca falou nada e eu também não... Akamaru também faz aniversário no mesmo dia, só você ficou de fora

Kori - Não tenta mudar de assunto

Tsuki - Mas eu não-

Kori - Se você for contar a ele que está apaixonada poderia ser no aniversário de vocês, até lá você vai ter algum tempo pra decidir e vai ser um dia animado então se ele for te dizer que não sente a mesma coisa ou que não entende, não vai te afetar tanto já que todo mundo vai aparentemente te bajular o dia inteiro

Tsuki - Me parece uma boa ideia... só preciso saber como vou fazer isso

Decidi caminhar um pouco pela vila até encontrar o Kakashi e ver se ele tem alguma ideia do que eu posso fazer, tentei pensar em algo do livro mas acho que nada nele pode me ajudar agora. Encontrei o Kakashi perto de uma livraria e ele estava conversando com um homem muito alto de cabelos brancos que estava segurando uma revista feminina, eu nunca vi ele na vila antes mas o rosto dele é um pouco familiar

Tsuki - Olá Kakashi

Kakashi - Bom dia pra vocês, sinto muito não ter ido ver você e o Kiba nos últimos dias, está tudo bem com vocês?

Tsuki - Não se preocupe, estamos bem

Kakashi - Que bom que tudo deu certo - O homem ao lado dele tossiu chamando nossa atenção - Ah sim, este é o Mestre Jiraiya, foi ele quem treinou o Naruto - Ele disse em um tom um pouco preocupado e revirou os olhos

Jiraiya - Bom dia senhorita, sei que faz um tempo que não venho pra cá mas eu nunca te vi por aqui

Tsuki - Eu sou nova aqui - Agora que ele tá mais perto eu me lembrei de onde o conheço - Espera, você é mesmo o Mestre Jiraiya?

Jiraiya - O próprio, em carne, osso e outras coisas mais... Já ouviu falar de mim eu presumo

Tsuki - Foi você quem escreveu Jardim dos Amassos, não foi? - O rosto dele ficou levemente corado

Jiraiya - Então você conhece minhas obras... quem diria - riu nervoso

Tsuki - Eu só li um livro na verdade, Kakashi me emprestou mas eu nunca consigo terminar

Jiraiya - Mas o que achou?

Tsuki - A história é maravilhosa, a princesa é minha personagem favorita e eu simplesmente adorei a forma que o livro descreve cada detalhe - Ele ficou ainda mais vermelho e continuou rindo

Jiraiya - Eu nunca tinha ouvido isso de uma mulher antes, eu nem sei bem como reagir - Caramba, já que ele escreveu o livro ele pode me ajudar a pensar em como vou falar pro Kiba e também pode me ajudar a entender algumas partes que eu ainda tenho dúvidas

Tsuki - Já que está aqui, poderia me ajudar a entender melhor algumas partes e a pensar em formas de colocar em prática? - Ele ficou muito vermelho e o Kakashi olhou pra mim com uma cara esquisita, parecia assustado

Jiraiya - B-bem e-eu posso ajudar no que quiser, pra onde vamos?

Kakashi - Espera aí - ele se aproximou da gente

Jiraiya - Para de atrapalhar, não está vendo que estou resolvendo o enredo do próximo livro? - Ele quase gritou com Kakashi e depois voltou a olhar pra mim - Mas e então, no que você tem dúvida exatamente? - Ele saiu andando e nós duas fomos junto

Tsuki - Como faço pra transformar a paixão em algo a mais?

Jiraiya - Ah então está apaixonada? Isso é bom - Não sei se ele foi totalmente sincero

Tsuki - Sim, descobri isso recentemente mas não sei o que fazer agora, se eu contar ele pode se afastar e se eu não contar pode me fazer mal... Não sei o que fazer e como fazer

Jiraiya - Realmente é complicado quando é de verdade, nos livros sempre parece simples porque os personagens são controlados pelo autor mas eu entendo que quando é de verdade a situação muda, você tem medo de ser rejeitada e perder para sempre a pessoa que ama, nos dois cenários você poderá sair perdendo

Tsuki - Exatamente! Não quero ficar longe dele, não posso... E eu realmente gostaria de tornar a relação que já temos em algo mais...

Jiraiya - Profundo

Tsuki - Isso! Mas estou com medo da reação dele e de que eu não seja a única que se sente assim perto dele, mesmo não tendo coragem eu fico ansiosa de pensar que estou perdendo tempo pensando e quando finalmente me decidir pode ser que seja tarde pra mim

Jiraiya - Se tem uma coisa que aprendi na vida é que não se pode forçar ninguém a te amar, não importa o quão profundamente você ame essa pessoa, se realmente quiser a felicidade dela tem que deixar ela ser feliz mesmo que não seja com você. Essas palavras podem não ser muito reconfortantes mas é a verdade e o conselho que eu dou a você é dizer a ele, não se importe com o que ele irá pensar ou em como irá reagir, há poucas coisas mais bonitas na vida do que ouvir a declaração de amor de uma mulher apaixonada... Você vai se sentir bem depois disso independente do que acontecer e, honestamente, o azar vai ser dele se ele não valorizar suas palavras

Tsuki - Eu realmente gosto muito dele

Jiraiya - É difícil confiar em homens, eu confesso, mas se ele sentir a mesma coisa que você sente, eu invejaria sua sorte. A coisa mais difícil é ser correspondido mas você nunca saberá se é ou não se não perguntar ou contar como se sente.

Tsuki - Tem razão, vou contar a ele

Jiraiya - Excelente! Depois me conte como foi

Tsuki - Mas e depois? Se ele disser que sim ou que não?

Jiraiya - Se ele disser não, tente seguir outro caminho, no início é ruim mas tudo vai passar. Se ele disser sim... aí você beija ele - Ele piscou e fez um sinal de positivo

Tsuki - Eu pensei nisso mas é que... eu não sei...

Jiraiya - Não sabe como? Mas não é difícil, na verdade é praticamente instintivo, você vai saber o que fazer na hora mas comece se apoiando nele e segure o cabelo dele também, isso é bom, e depois é juntar os lábios e vocês vão encontrar um ritmo agradável sozinhos e aí as coisas podem ir aprofundando e - Do nada uma sombra carregada de ódio apareceu atrás dele - AÍ! Mas o que? Tsunade?! - Ela bateu muito forte nele

Tsunade - O que está fazendo? Ficou louco?! Falando bobagens pra uma garota no meio da rua em plena luz do dia?

Jiraiya - Ela me perguntou... Espera, garota?

Tsunade - Ela tem 17 anos seu pervertido

Jiraiya - O que?

Tsunade - Não devia ouví-lo Tsuki, vamos eu quero falar com você. Depois nós conversamos Jiraiya - Ela me pediu para acompanhá-la e fomos até o escritório dela

Tsunade - O que deu na cabeça dele pra te falar aquelas coisas daquele jeito? Parece ter perdido a noção

Tsuki - Na verdade eu perguntei a ele...

Tsunade - Você o que?

Tsuki - É que eu queria saber umas coisas e ele era a pessoa certa pra me responder

Tsunade - Jiraiya não é a única pessoa do mundo que consegue responder algumas perguntas e se suas perguntas eram relacionadas com aquilo que eu ouvi você deveria ter perguntado a qualquer outra pessoa e não àquele pervertido

Tsuki - Só queria saber o que tem que fazer quando eu for beijar alguém

Tsunade - Ora então você já está pensando nisso?

Tsuki - Talvez eu precise saber já que vou continuar aqui

Tsunade - Antes de qualquer coisa não se sinta pressionada a fazer isso, caso contrário a experiência não será agradável pra ninguém. Mas até que aquele idiota está certo, é instintivo e menos complicado do que parece, o ritmo flui naturalmente mas nem sempre as coisas se aprofundam e isso é normal, para tudo tem momento

Tsuki - Entendi, obrigada

Tsunade - Agora o assunto que eu realmente quero tratar com vocês duas... Vocês se adaptaram muito rapidamente à rotina aqui na Aldeia da Folha e pelo visto planejam ficar, eu estava pensando em dar a vocês o título de cidadania que comprova que são daqui, o que acham?

Kori - ~Sério mesmo?~

Tsuki - Isso é... é sério mesmo?

Tsunade - Sim mas infelizmente isso requer algumas exigências

Tsuki - Quais?

Tsunade - É necessário contribuir com alguma coisa na Vila para ser aceito como cidadão, muitos estrangeiros vêm trabalhar aqui e acabam ficando permanentemente mas só são aceitos pois estão trabalhando ou construindo família, apesar da nossa conversa eu acredito que esse ainda não seja seu foco então vocês terão que trabalhar aqui para ser cidadãs

Tsuki - Mas em que podemos trabalhar? Não sei o que eu e Kori conseguiríamos fazer de trabalho

Tsunade - Vocês duas estão treinando com Kiba e Akamaru há bastante tempo, eu vi o desempenho notável de todos vocês e acabei tendo uma ideia, acredito que vocês tenham potencial para serem consideradas gennins ou até mesmo chunnins mas mesmo sendo a Hokage não posso sair dando títulos a qualquer um. Para um estrangeiro receber uma patente ninja ele deve cumprir serviços que provem sua contribuição como tal para depois ser avaliado pelo conselho e aceito como Ninja da Folha então eu pensei em dar a vocês algumas tarefas para ajudar nesse processo visto que vocês se saíram muito bem me alertando sobre aquelas pessoas vendendo drogas aqui perto

Tsuki - Calma, então você quer mesmo que a gente fique aqui não só como cidadãs mas como ninjas pra proteger a vila?

Tsunade - É o que eu gostaria, e vocês?

Kori - ~Essa foi a melhor coisa que eu ouvi hoje ~

Tsuki - Isso é... muito mais do que sonhamos, é claro que queremos

Tsunade - Maravilha! Eu pensei que vocês poderiam começar fazendo as rondas no lado externo da vila, como você consegue mudar de forma você e Kori poderiam andar pelas florestas que cercam a aldeia sem serem notadas caso haja alguma ameaça vindo de longe e também seria bom pra vocês ficarem mais em um ambiente familiar

Kori - ~Caramba isso é perfeito ~

Tsuki - Sim, é ótimo!

Tsunade - E também podem ajudar os alunos da academia a identificar os sinais em campo aberto, ninguém melhor pra ensinar a reconhecer rastros do que quem está particularmente acostumado a seguí-los

Tsuki - Eu simplesmente amei, as duas coisas... é perfeito

Tsunade - Fico muito feliz que tenham gostado! Vocês vão começar no dia 9, segunda feira, tudo bem?

Tsuki - Sim, claro

Tsunade - Depois peço para Shizune levar o cronograma de vocês, podem ir

Tsuki - Kori!

Kori - Sim! Agora é sério mesmo, não somos só nós que queremos ficar, a Senhora Tsunade quer que a gente fique

Tsuki - Eu nem sei como reagir! Você já tinha pensado em algo assim alguma vez na sua vida?

Kori - Claro que não, eu sempre achei que continuaríamos andando pelo mundo até que alguma de nós finalmente fosse aceita em uma alcateia mas isso... Estamos mesmo fazendo parte de uma coisa importante, proteger de verdade não só nossos amigos mas uma vila

Tsuki - Nem sei descrever o que eu tô sentindo agora

Kori - Eu sei exatamente. Vamos aproveitar essa energia feliz correndo atrás de algum bicho grande

Tsuki - Anda, vamos! - Saímos correndo pela vila até chegarmos perto do lugar que o Kiba gosta de ir na floresta, estamos tão felizes que nem sei do que eu seria capaz de fazer agora

Por um tempo foi como se nós duas ainda estivéssemos vivendo nossas vidas de antes brincando e pulando como filhotes que nunca cresceram, eu quase morri de rir quando Kori pulou em um monte de borboletas e várias delas entraram na boca dela, mesmo essas coisas que fazíamos todo dia estão diferentes agora porque sabemos que não tem mais problema ficarmos tão perto de uma vila, ninguém vai nos tratar daquele jeito mais e a partir daqui tudo vai ser bem maior que os sonhos que tivemos

Kori - Como consegue pular desse jeito?

Tsuki - Não sei, mas não vou parar

Kori - Os coelhos fizeram mesmo uma mudança em você... Opa, espera... Esse cheiro - Um cheiro bem familiar nos alcançou de repente, nunca pensei que o sentiria outra vez mas aqui está

Tsuki - Não pode ser

Kori - E não é que é mesmo, faz quanto tempo?

Tsuki - Ele está mesmo aqui! Vem vamos procurar

Kori - Vai devagar - Simplesmente saí correndo tentando encontrá-lo, será que esse dia pode ficar melhor?

Corri até o lago que Kiba me levou da primeira vez que me trouxe na floresta e finalmente encontrei; ele não mudou muito mas está maior do que eu me lembrava, continua incrível como sempre mas parece bem mais intimidador que antes, pensei que nunca mais fosse vê-lo

Tsuki - Koda! - Corri até ele sem pensar

Koda - Tsuki? Meu Deus, então eu não me enganei e você está mesmo aqui

Tsuki - Eu pensei a mesma coisa - Rimos - Não acredito que é mesmo você

Koda - Faz tanto tempo, eu senti tanta saudade de você e da Kori, onde ela está?

Kori - Aqui, senhor indomável, estou aqui

Koda - Vocês cresceram muito desde aquela vez, eu mal reconheci vocês

Tsuki - Você também cresceu, olha só pra você, parece que agora virou mesmo o senhor indomável, sério - riu

Koda - Lembrei da Kori há algum tempo quando finalmente decidi enfrentar o alfa da minha alcateia

Tsuki - Mentira, você enfrentou o Kovu? E eu não estava lá pra ver?

Koda - Foi bem depois que você partiu, eu percebi que estava mais forte e decidi enfrentá-lo, lembrei da Kori quando ganhei dele

Tsuki - Ah meu Deus eu queria mesmo ter visto isso, então você agora é o alfa daquela alcateia, isso é fantástico

Koda - Na verdade eu preferi fazer outra coisa com a minha vitória, não estava pronto para liderar os mesmos lobos que te trataram daquela maneira e decidi deixar aquele bando, eu poderia ter feito isso antes mas eu queria provar para os outros que Kovu não é mais o lobo adequado para se seguir

Tsuki - Você é incrível

Koda - Mas e vocês? O que estão fazendo aqui, pensei que não viriam para o País do Fogo

Kori - Longa história, vou deixar vocês conversando, vou ver como os outros estão lá Tsuki - Ela voltou em direção à Vila

Koda - Outros?

Tsuki - Tanta coisa aconteceu depois que eu fui embora, um dia Kori e eu acordamos em uma vila aqui perto

Koda - Caramba eu imagino sua reação, deve ter sido assustador

Tsuki - Foi mesmo mas depois foi maravilhoso, as pessoas dessa vila não são como os outros humanos e nos tratam realmente bem, somos parte daqui agora

Koda - Sério? Eu sei o quanto isso é importante pra você e fico mesmo feliz que tenha finalmente encontrado um lugar pra ficar

Tsuki - Nossas vidas ficaram realmente boas mesmo depois de tudo

Koda - Sim mas às vezes eu penso em como poderia ter sido se Kovu não tivesse interferido no que planejamos

Tsuki - Também penso isso mas acho que foi melhor desse jeito, não gostaria de expor nossos filhotes àquele ambiente

Koda - Concordo totalmente, a vida deles teria sido insuportável... Mas e depois que você foi embora? Não conheceu outro lobo? Não achou encontrou um parceiro ainda?

Tsuki - É complicado, você sabe como eu sou, como eu era na verdade, sabe que eu sou humana também e agora que moro em uma vila as coisas mudaram, não tem lobos pra me oferecerem filhotes fortes e uma alcateia feliz... mas tem humanos legais e... eu me apaixonei

Koda - Nossa! E como isso funciona com os humanos?

Tsuki - Boa pergunta, eu sei na teoria mas não consigo fazer nada a respeito, não contei a ele ainda

Koda - Mas antes disso, como ele com relação a todas as suas partes? Você não é apenas um ser humano assim como não é apenas uma loba, como ele está lidando com isso?

Tsuki - Ele parece não ter problema algum com isso... somos muito próximos mas eu quero mais

Koda - Então não perca tempo Tsuki! Você merece muito mais do que qualquer um possa te oferecer mas se é isso que você quer então vá pegar! Amor é como correr atrás de um cervo, se você realmente o quiser não pode parar de correr atrás dele e não deve desistir só porque tem concorrência aparente, aprendi as duas coisas na prática


Kiba's POV

Já pensamos no que vamos fazer pro Neji, vamos evitá-lo até ele decidir ir treinar onde ele sempre fica e aí todo mundo aparece com os presentes, não é a primavera da juventude que o Lee queria mas é algo que o Neji vai gostar.

Hinata - Agora precisamos falar com a Tsuki

Naruto - Onde será que ela está? - Senti o cheiro da Kori se aproximando

Kiba - E aí Kori

Kori -~ Eu resolvi levar a Tsuki pra dar uma volta porque sempre quando o aniversário dela está chegando ela fica esquisita, ela fica bem animada mas a verdade é que tem alguma coisa que incomoda ela, todo ano é a mesma coisa e acho que ela sonha coisas ruins, sempre vi ela chorar dormindo principalmente no dia anterior ao aniversário. Acho que o assunto a afetou um pouco mais do que o normal, ela nunca comemorou aniversários com outras pessoas antes ~

Kiba - Entendi... É a primeira vez que ela vai ter uma coisa assim, faz sentido

Shikamaru - Onde ela tá, Kori?

Kori - ~Eu deixei ela colocar o papo em dia com o Koda, faz muito tempo que eles não se veem ~

Kiba - Koda? Quem é Koda?

Kori -~ O único além de mim que nunca se importou com a outra parte da Tsuki, nós poderíamos ter ficado na alcateia dele se o antigo alfa não fosse um idiota, Koda chegou a discutir sério com ele pra Tsuki poder ficar ~

Kiba - Então ele era amigo de vocês, entendi

Kori - ~Sim, era um dos poucos mas era o único lobo que gostava da Tsuki, eles até estavam combinando de ter filhotes ~ - Minha visão embaçou

Kiba - O-o q-que?

Naruto - O que ela disse? A Tsuki tá onde?

Kiba - E-ela tá com o Koda

Lee - Quem é esse?

Kiba - A-migo dela, eles iam... ter filhotes - Todos ficaram tão perplexos quanto eu

Kori -~Tudo teria dado certo se não fosse pela alcateia dele, tivemos que ir embora mas agora ele disse que ganhou a luta e finalmente se tornou o alfa ~ - Eu não sei como reagir, meu cérebro não tá funcionando - ~ Hm, parece que ela trouxe ele pra cá~

Meu corpo virou sozinho e eu vi a Tsuki em sua forma de lobo acompanhada de um lobo de pelos bege, preto e marrom, ele olhava tudo e andava um pouco abaixado mas ela ficava passando na frente dele animada com tudo, ele parecia desconfiado mas depois começaram a correr um atrás do outro como se fossem cachorrinhos. Tsuki viu onde estávamos e foi chegando perto mas o lobo não parecia querer vir com ela então ela voltou até ele e praticamente o empurrou até aqui

Tsuki -~ Esse é o Koda, ele é um amigo nosso, trouxe ele pra conhecer vocês~

Kiba - E-esse é o Koda? - Lobos são animais bonitos mas esse... eu tô mesmo com ciúme de um lobo, que vontade de chorar

Tsuki -~ Relaxa, eles são meus amigos, você pode vir aqui que ninguém vai implicar ~- ela disse a ele

Koda -~ É que eu nunca estive tão perto de tantos humanos antes, você foi a única, é muito novo pra mim ~ - A voz dele parece a de um daqueles lenhadores de filme

Tsuki - ~ Todos são legais e não são como os outros, são minha família. ~ - Ela nos apresentou a ele mas eu não prestei atenção, só consigo pensar no que Kori disse, então ela já teve um relacionamento antes...

Koda - ~ É realmente incrível, você conseguiu mesmo Tsuki realizou seu sonho, estou muito feliz que tenha conseguido ~

Tsuki - ~ E você também, vai ser um ótimo alfa e pai, eu sei que vai ~

Koda - ~ Você é o Kiba, certo? Tsuki falou bastante de você, fiquei impressionado quando ela me contou sobre os pumas, você é muito forte por ter sobrevivido ~ Ele fala como se teria sido capaz de acabar com eles em um minuto

Kori - ~ Mas e aí, senhor indomável, o que pretende fazer agora? ~

Tsuki - ~ Koda está procurando território para começar a alcateia dele, com os filhos dele. ~

Koda - ~ Algo bem longe de Kovu e os outros, quero criar lobos fortes e que saibam como tratar os outros animais e até mesmo os humanos, você sabe, o plano de sempre~ - Só senti um frio na coluna

Kori - ~ Vá para perto da Vila da Fumaça, o território lá está disponível agora e é bem grande, vai poder fazer o que quiser~

Koda - ~ Vou pra lá daqui a pouco, estou esperando Inako ~

Kori - ~Inako?~

Tsuki -~ É a companheira dele, ele a conheceu um tempo depois que fomos embora e planejaram construir a alcateia juntos~ - O alívio que eu senti até fez minhas costas doerem

Koda -~ Mas não foi nada parecido com o que Tsuki e eu combinamos, eu realmente amo Inako e ela foi a razão que me levou a enfrentar Kovu e seguir minha vida, nossa alcateia vai ser controlada pelo amor dela e por toda força que eu tenho ~

Kori - ~Eu consigo sentir a força disso, boa sorte pra vocês~

Koda - ~ Eu preciso ir encontrá-la, foi muito bom rever vocês duas e conhecer seus amigos, boa sorte na nova vida de vocês e Tsuki, pense sobre o que conversamos ~ - Ele saiu andando até desaparecer ao longe no meio das árvores

TenTen - Ele é bem elegante

Ino - E grande, se eu o tivesse visto no meio da floresta teria tomado um susto daqueles

Shikamaru - Ele não me pareceu agressivo, ele disse alguma coisa Kiba?

Kiba - Ele está procurando território pra formar uma alcateia com a companheira dele... ele é legal - odiei dizer isso mas é verdade, ele não tem defeitos

Naruto - Cara eu senti a dor por você - ele sussurrou pra mim

Sakura - Ok então a gente se encontra lá amanhã cedo - Eu não prestei atenção em muita coisa e quando me dei conta estava caminhando pra algum lugar com Tsuki e Kori, expliquei mais ou menos o que vamos fazer e acho que deu pra entender, elas foram pra casa e a primeira coisa que fiz quando cheguei na minha foi entrar no chuveiro.

Eu sabia que a possibilidade dela ter alguém existia mas eu não esperava que ela tivesse mesmo, e daquela vez eu falei brincando que ela poderia ter mais interesse no Akamaru do que em mim mas ela já teve um relacionamento com um lobo, e pelo visto foi uma coisa séria pra eles combinarem de ter filhotes... Eu não consigo assimilar isso direito, eu sei que ela é as duas coisas mas é difícil imaginar a Tsuki que passa o dia todo comigo me mostrando alguns lobos e me dizendo que são os filhos dela, eu não pensei nessa possibilidade, pra mim ela nunca tinha interagido socialmente então nem cheguei a pensar que alguém pudesse ter tocado nela - ah meu Deus será que - até onde exatamente eles seguiram os planos de ter filhotes?


Tsuki's POV

Kori e eu fomos pro lugar que o Kiba falou e ficamos esperando até que todos chegassem, o plano é ficar aqui até ele aparecer aí nós saímos de trás dos arbustos e entregamos os presentes, eu não sabia o que comprar então dei dinheiro pra Hinata e ela me entregou um embrulho, seja o que for acho que ele vai gostar. Ontem foi um dia perfeito e eu tinha tomado coragem pra falar com o Kiba sobre tudo mas ele estava muito esquisito então resolvi seguir a ideia da Kori e contar no nosso aniversário, hoje ele ainda parece meio estranho mas não faço ideia do que é, quando perguntei se o Akamaru está bem ele mal me respondeu.

Depois de um tempão esperando, algumas meninas chegaram e se esconderam perto da gente, eu vi pela cara da Sakura que não era pra elas estarem aqui mas elas estão e não dá pra fazer nada infelizmente, elas até que estavam se comportando mas tinha uma delas, uma loira, que não saiu de perto do Kiba nem por um segundo sequer e ele não pareceu incomodado, é claro que eu fiquei com ciúmes mas tentei agir normalmente como o Sai disse que era pra fazer e achei melhor ficar longe deles mas não teve um momento em que não pensei nas coisas que aquela menina poderia estar dizendo pra ele. Depois de esperar por uma eternidade o Neji finalmente chegou e nós fizemos exatamente como planejado, foi muito engraçado quando o Lee pulou do arbusto, ele tentou fazer alguma coisa que não deu certo e acabou caindo em cima do Neji mas no final deu tudo certo, o Neji gostou bastante e depois ele foi com o Lee, a TenTen e o Gai pra algum lugar, todo mundo foi embora mas a pessoa que eu realmente queria que sumisse ainda estava lá, a menina loira continuava conversando com o Kiba e ele estava rindo muito com ela, eu não sei se o que eu senti mais foi raiva ou vontade de chorar mas foi horrível.

Eu esperei um bom tempo até ela ir embora mas ela não foi então fiz o que o Koda tinha falado de não desistir quando tem concorrência e perguntei ao Kiba se nós íamos juntos pra casa dele ou se era pra eu esperar lá, não sei porque mas a menina ficou muito incomodada com isso e se despediu dele na hora, eu devia ter feito isso antes, Kiba me olhou meio confuso

Kiba - Você quer ir pra minha casa? Por que?

Tsuki - Não sei... só não quero ficar sozinha na minha com a Kori - Na verdade eu não estava querendo dormir em casa, não me lembro com o que sonhei mas acordei com uma sensação ruim e não quero dormir sozinha, sei que não vamos poder dormir como antes por causa das costas dele mas só de ele estar lá já muda tudo

Kiba - Beleza então, se você quiser dormir lá é melhor pegar algumas roupas antes - Concordei e fomos pra minha casa pegar minhas coisas e fomos pra dele logo depois


Kiba's POV

Fiquei o dia inteiro corroendo minha mente com preocupações sobre a Tsuki e a vida dela antes de vir pra cá e mal aproveitei a surpresa do Neji por causa disso, um monte de coisa passou pela minha cabeça e eu me permiti ser torturado pela minha própria imaginação, quando me dei conta já era final da tarde e a Tsuki tinha me perguntado se iríamos juntos pra minha casa ou se era pra ela me esperar lá, ela nunca tinha se convidado assim antes e eu percebi que ela parecia meio triste então pensei que pudesse ter alguma relação com os sonhos de aniversário que Kori disse. Quando chegamos na minha casa ela foi ver o Akamaru no quarto da Hana e eu fiquei no meu mexendo nas minhas kunais, mas eu continuei pensando mesmo era na pergunta que não sai da minha cabeça, eu poderia perguntar a ela mas não sei se é... não sei se eu posso perguntar isso

Tsuki - O que você tá fazendo?

Kiba - Pensando

Tsuki - Você parece irritado

Kiba - Não tô é que... acho que só tô cansado

Tsuki - Você quer falar alguma coisa? Essa é a cara que a Kori faz quando tem alguma coisa pra falar mas não sabe se deve - Não consigo esconder nada dela, perfeito

Kiba - Não é nada importante

Tsuki - Tem certeza? Pela sua cara parece ser um pouco, seja lá o que for pode me falar - Não acredito que vou mesmo perguntar

Kiba - É que ontem você apresentou o Koda pra gente e a Kori falou um pouco sobre ele, que vocês eram muito amigos

Tsuki - Sim, até eu e Kori irmos embora por causa da alcateia dele

Kiba - Essa parte eu entendi mas ela disse que vocês eram... meio que um casal

Tsuki - Eu não diria isso, tínhamos combinado de ter filhotes já que nós dois somos muito fortes mas os únicos que podem procriar numa alcateia são os alfas e ele ainda não era um e a alcateia dele me odiava então Kori e eu fomos embora

Kiba - Mas vocês... - Eu não consigo perguntar, que droga - Vocês tentaram?

Tsuki - Não tinha como convencer ninguém de lá a me aceitar

Kiba - Não é isso, você já... - Calma, deixa eu pensar em um jeito não muito rude de falar - já fez alguma das coisas do livro do Kakashi? - Pronto falei, não dá pra voltar

Tsuki - Quer saber se eu sou virgem?

Kiba - Não precisa responder se não quiser

Tsuki - Sou, e você?

Kiba - E-eu? sim

Tsuki - Era isso?

Kiba - Era - O clima ficou muito esquisito mas também olha a pergunta que eu resolvi fazer, decidi sair dali e fui tomar banho mas eu tô me sentindo muito melhor agora que eu sei


Tsuki's POV

O Kiba queria saber se eu sou virgem? Por que? Não sei se é uma coisa comum de se perguntar mas tudo bem, ainda bem que sonho não conta se não eu teria que responder que não ainda mais porque todos são com ele e isso eu não conseguiria dizer na cara dele. Depois que ele saiu eu não pude evitar em lembrar deles, de cada um dos sonhos que eu já tive e comecei a sentir minha barriga ardendo, lembrei daquele dia e de como eu só fui entender bem depois

Kiba - Tá tudo bem aí? - Me virei e ele estava entrando no quarto, tinha acabado de sair do banho, o cabelo dele está molhado e ele só está usando uma calça vermelha um pouco larga, de novo senti minha barriga arder

Tsuki - O-oi? Tudo ótimo

Kiba - Que bom - Ele veio pra perto de mim rápido e eu arrepiei, até um minuto atrás eu estava lembrando dos meus sonhos e agora ele chega fazendo isso, eu estava sentada na cama dele e ele chegou perto pra pegar uma blusa que estava embaixo do travesseiro

Kiba - Tsuki... - ele praticamente sussurrou no meu ouvido - Você tá com um cheiro diferente... mais - ele chegou muito perto do meu pescoço e começou a me cheirar - mais doce - ele sabe

Tsuki - Você também tá com um cheiro diferente - não consegui dizer isso direito, saiu fraco... o cheiro dele tá bem mais forte

Ele chegou perto o suficiente pro meu nariz encostar de leve no pescoço dele e eu comecei a enlouquecer, ele tá tão perto que eu poderia fazer só um movimento e todos os meus sonhos não seriam mais sonhos mas eu não consigo me mexer.


Kiba's POV

Voltei pro quarto e a Tsuki tava diferente, o rosto dela tava um pouco vermelho e quando eu cheguei perto dela senti um cheiro diferente, era o cheiro dela mas é muito mais forte e doce, quanto mais perto eu chegava mais forte ficava e quando eu vi eu estava com o rosto praticamente enfiado no pescoço dela e ela também estava assim, eu me sinto atraído por ela mas isso foi como se ela fosse um ímã e eu fosse incapaz de resistir, foi do nada mas eu nunca me senti tão excitado em toda minha vida e se eu me movesse um pouco mais os sonhos que tive seriam realizados. Ela colocou a mão no meu ombro e eu peguei o pulso dela, fiz ela deitar na cama e consegui prender ela embaixo de mim, na verdade eu não fiz esforço algum já que ela não resistiu. Olhei pra ela embaixo de mim e apertei o pulso dela um pouco mais forte, ela colocou a outra mão no meu peito e eu aproximei meu rosto do dela, eu vi ela fechando os olhos e eu ia mesmo beijá-la, cheguei perto, muito perto, mas não achei certo. Eu gosto mesmo dela e não posso fazer simplesmente o que eu quero, a soltei e saí de cima dela, peguei minha blusa e fui pra cozinha, se eu quiser fazer isso outra vez vou ter que contar a ela antes e não me aproveitar das oportunidades mas até lá, vou ter que me controlar.

Continua...


Notas Finais


O próximo capítulo vai sair no dia 12 😔✊🤧


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...