1. Spirit Fanfics >
  2. Corrida maluca >
  3. Grand Canyon

História Corrida maluca - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Grand Canyon


Fanfic / Fanfiction Corrida maluca - Capítulo 3 - Grand Canyon

              “Eu odeio trouxas”, Draco disse apenas para ver os lábios de Potter apertarem um pouco. Honestamente, era como se os trouxas estivessem tentando incentivar o ódio de Draco. Primeiro, houve o casal barulhento. Eles estavam conversando alegremente durante toda viagem entre si e com todos ao seu redor.Em seguida , um homem, que adormeceu imediatamente ao chegar ao seu lugar e rapidamente   começou a roncar. Draco  havia despertado doze vezes, chutando o encosto do assento, apesar das advertências de Potter. O silencia nunca durou por muito tempo. Se Draco tivesse uma varinha ele silenciaria;permanentemente o cretino.

              “Malfoy , se você me disser o quanto odeia trouxas ou o quanto odeia esta corrida ou o calor, suas roupas trouxas ou a qualidade do ar ou qualquer outra coisa , eu vou bater em você.

              “Eu te odeio, Potter” disse Draco.

               Os olhos de Potter brilharam . “você é um idiota.”

                 Draco tremeu. “crianças”, Potter, olha a linguagem. Há crianças presentes. Sem mencionar o seu público. Draco acenou com a cabeça em direção ao watcherbee, que havia  se fixado no teto do ônibus . Na palavra “criança”, Potter realmente olhou por cima do ombro se sentindo culpado. Os anjinhos no assento atrás dele obviamente o ouviram.

                   “Ele disse uma palavra ruim! Você o ouviu , mãe? “

                  Apesar de sua mãe não poder ouvi-los, as crianças continuaram  a berrar para chamar-lhe a atenção até que ela rosnou para elas se sentarem e calarem a boca. Potter disse que ela tinha fones de ouvido nos ouvidos que a impediam de ouvir os pedidos constantes e irritantes de seus filhos.

                 “Lembre-me de parabenizar a mãe deles quando sairmos deste veículo infernal, Potter,” disse Draco.

                  Seu parceiro deu um longo suspiro e levantou dois dedos para esfregar a ponta do nariz, batendo um pouco os óculos. “por quê?”

                     “Os filhos dela destruíram sozinhos o meu desejo de procriar. A linhagem Malfoy pode morrer.”

                    Francamente, Draco gostava de divertir Potter ainda mais do que ele gostava de irrita-lo, embora ele lava-se este segredo para o túmulo. Era difícil, no entanto, e na maioria das vezes parecia acidental.  “ Você não acha que está exagerando? Eles são apenas crianças.”

               Draco zombou. Aqueles  “apenas garotos” atormentaram Draco muito mais do que o ronco e o Casal Tagarela. “Quando eu era criança, fiz o que me disseram, sentei-me em silêncio na cadeira e lia  um livro. “ disse Draco, olhando furiosamente para o menino, que mostrou a língua para Draco e começou uma guerra simulada. Draco revirou os olhos e desviou o olhar.

                      Por alguma razão, Potter estava dando a ele um olhar compreensivo. Ele fazia isso com freqüência e isso irritava Draco quase tanto quanto  o olhar de Nigel, o domador de dragões, estava dando a Potter.

                   “Eu acho que o seu fanboy quer alguma coisa ,” Draco disse suavemente. Draco sentou-se na janela para olhar a paisagem e Potter sentou-se ao lado de Draco e um assento vazio ao lado de Potter segurava a mochila com suas vestes auroras,mapas e vários outro itens relacionados a corrida. Do outro lado do corredor estreito, estavam Nigel e Brendan. Nigel frequentemente se inclinava pelo espaço aberto para conversar com Potter um grande aborrecimento para Draco.Draco sempre se perguntava sobre as tendências sexuais de Potter desde que se tornou seu parceiro, especialmente após o infame rompimento de Potter/Weasley . 

             Nigel pegou alguns panfletos de turistas no ponto e ônibus e insistiu em fazer perguntas insanas a Potter, como se Potter tivesse algum conhecimento . O rosto sério de Nigel sorrido para Potter .Honestamente, o culto ao herói já estava ficando velho.   Draco teria que lembra a Potter que Nigel era seu concorrente , e por tanto seu  inimigo. Brendan estava dormindo com a cabeça apoiada no paletó enrolado. Pena que Nigel não seguia o exemplo do parceiro.

               “Potter, “ Draco falou :”Estou com sede”.

                  Potter suspirou e parou de conversar com seu fanboy, a fim de tirar uma garrafa da mochila e entregá-la a Draco.

                 “Está quente” Draco reclamou , franzindo o nariz.

                A mandíbula de Potter se apertou e Draco se arrependeu de não ter anotado quantas vezes ele fez isto acontecer. “Sinto muito, Majestade,mas não temos acesso a feitiços de refrigeração ou gelo para acalmar seu paladar  abusado. Lide com isto.

                 “Onde eles estão?” Ron perguntou, deitado no sofá com uma cerveja amanteigada  recém-aberta.

                 “Bright Angel Point, Grand Canyon, Arizona”, disse Hermione.

                  “Parece dificl, “disse Ron.

           “Eles têm que andar de mula até o fundo do Canyon “ disse Neville. Harry e Draco estão na liderança, seguidos pelos domadores . Não é muita corrida no momento. Olhe o quão lentamente essas mulas andam.

                  Ron riu . “Eu só posso imaginar o quanto Malfoy está reclamando. “

             “Harry e Draco e Brendan e Nigel chegaram primeiro ao Phantom Ranch! Disse Dereck . Eles parecem exaustos, não? Não acho que a viajar com trouxas não foi um boa idéia. Brendan viu a caixa que contem a segunda pista!”

            “Malfoy parece  que está pronto para enfeitiçar alguém , comentou Neville.

              “Ele não parece sempre assim?” Ron respondeu secamente.

            Hermione silenciou quando o rosto de Dereck encheu a tela. “a pista diz: afundar ou nadar. Os participantes têm que escolher entre dois desafios! No afundar, eles precisam viajar para este conjunto de cachoeiras.” A vista mudou para mostrar três cachoeiras   surgindo sobre rochas de cor avermelhadas e derramando em pequenas piscinas. “Eles precisam subir até a piscina mais alta, mergulhar até o fundo e recuperar um baú de metal. Como não podem usar magia, será necessária a força combinada de ambos os parceiros para trazê-lo a superfície. E o outro desafio do  SWIM envolveu nadar através do rio Colorado e recuperar outra caixa de metal dos galhos de uma árvore. “

            Harry e Draco optaram por mergulhar na piscina enquanto Brendan e Nigel optaram por nadar. Harry estava exausto. Apesar de estarem sentados a maior parte da viagem, tanto em um ônibus trouxa quanto em uma traseira de mula, ainda havia sido bastante estressante e desgastante. O calor não ajudou em  nada. Ele não queria nada mais do que engatinhar em uma cama macia e dormir por uma semana.  Pelo conjunto zangado dos lábios de Malfoy, seu parceiro sentiu o mesmo. “Vamos acabar logo com isso,” Malfoy disse categoricamente. Harry estava um pouco preocupado com ele, francamente . Os dois haviam comprado chapéus antes de partir para o desfiladeiro, mas mesmo assim não protegia toda a pele do sol. Os braços e pernas de Malfoy estavam rosados e começando a escurecer. Harry se saiu um pouco melhor, pois sua pigmentação era mais escura. À noite ele sabia que a queimadura de sol seria angustiante.

             As rochas que margeavam as cachoeiras eram escorregadias e a maioria das pedras naturais havia sido desgastada pela erosão. Malfoy ficou perto de Harry e duas vezes o empurrou estrategicamente de volta para a parede quando ele escorregou. Ou Malfoy tinha mais certeza de seus pés ou simplesmente aprendeu com os erros de Harry e usou mãos e pés diferentes, pois nunca cometeu erros. As sombras estavam se alongando quando finalmente chegaram á piscina, encharcada pela névoa e ofegando com o esforço.

           “Qual a profundidade que você acha que é?” Harry perguntou enquanto tirava o chapéu e tirava a mochila.

           “Apenas uma maneira de descobrir”, Malfoy respondeu e o empurrou.

              Harry abriu caminho até a superfície e cuspiu água da boca. “Seu desgraçado!” ele gritou. “eu nem tirei meus sapatos!”

                Malfoy riu e depois sorriu para o watcherbee , que pairava ao lado de seu ombro. “Como está a água?”

               “Congelando, seu maluco!” Harry arrancou um sapato e jogou em Malfoy, que e desviou com um golpe preguiçoso do braço. O outro rapidamente o seguiu e ele olhou para Malfoy quando seu parceiro irritante puxou a camisa preta sobre a cabeça e a colocou  cuidadosamente sobre uma pedra.

            Harry encheu seus pulmões e depois mergulhou sob a água, puxando-se para baixo. Felizmente, a piscina não era terrivelmente profunda, apenas cerca de três metros ou mais.  Uma caixa de metal  repousava no fundo rochoso. Harry nadou e tentou levantá-lo, mas ele só conseguiu levantar um lado antes de soltá-lo e retornar à superfície.

                  “Está aí”, disse ele quando recuperou o fôlego. Ele quase o perdeu de novo ao ver Malfoy, vestido apenas somente o short trouxa preto e parado na beira da piscina. “Definitivamente, nós dois precisaremos trazê-lo à tona.”

                    Malfoy assentiu e saiu da beira de perto de Harry,borrifando-o com um grande jato de água. A cabeça loira apareceu ao lado dele depois de um momento. “Preparado “ foi tudo o que Malfoy disse.

              Sem outra palavra, os dois mergulharam. Lutar o peito pesado contra a superfície acabou sendo mais difícil do que se imaginava. Mais dois mergulhos permitiram localizar um local provável e eles levantaram o baú na borda antes de voltar para o ar.

                    “Eu mataria pela minha varinha”, disse  Malfoy ,ofegante.

                 Harry apenas assentiu. A tarefa levaria momentos com um feitiço de cabeça de bolha e um feitiço de levitação. Não pela primeira vez, ele abençoou a existência da magia.Eles mergulharam mais uma vez e finalmente empurraram o baú sobre as rochas. Harry mal teve forças para se soltar da água. Surpreendentemente, Malfoy pegou sua mão estendida e permitiu que ele o arrastasse para fora da piscina. Eles se espalharam ao lado da caixa por um momento, recuperando o fôlego, e então Harry abriu a trava e a abriu.

                 Um envelope preto repousava no fundo. Draco abriu e pegou um cartão postal trouxa. Veja o Grand Canyon! Foi escrito em letras amarlas brilhantes em uma foto de rochas estriadas. Malfoy bufou e virou. Harry se inclinou para ler os escritos.

            Este cartão é uma chave deporta. Ele será ativado dois minutos após o primeiro toque de uma mão humana. Segure firmemente.

                  Harry agarrou um canto do dispositivo e Malfoy segurou o outro. Merda! Nossas coisas! Harry chorou de repente. Ele soltou-se e correu para pegar seus itens descartados- sua mochila e sapatos, roupas, calçados e chapéus , e correu para trás no momento que em Malfoy estendeu a mão para agarrar seu pulso e pressionar o cartão contra sua pele.

                      Draco sentiu náuseas. Viajar por portal, em cima de golpe de calor, seguido de submersão em água fria,o fez cambalear contra Potter, que se preparou para impedir que caíssem.

                   “Parabéns, Harry e Draco!” A voz de Dereck era alta e fez uma dor de cabeça começar a abater terrivelmente em algum lugar perto do tímpano direito de Draco. “Você é o primeiro time a terminar o desafio. E como vencedores deste desafio, vocês também estão seguros  contra a eliminação nesta rodada.Como recompensa adicional, você recebeu o uso da maior cabine aqui no Phantom Ranch, além de ter uma refeição particular em vez de comer na área comum com os trouxas e os outros concorrentes. Parabéns, rapazes, e nos vemos de manhã”.E com isso Dereck e sua pequena comitiva saíram da cabine e Draco caiu na cadeira mais próxima.

            “Esta é a  maior cabine?” Potter perguntou, olhando em volta para suas acomodações. Ele permaneceu no centro da sala, segurando seus pertences. Além da cadeira na qual Draco estava sentado, havia uma pequena mesa de aparência imunda,um lavatório com um a bacia e uma jarra, uma prateleira contendo quatro livros e duas pequenas camas  empilhadas uma em cima da outra.

             “Essas são as duas camas , sim?” Draco perguntou perplexo.

               Potter assentiu.”Beliches. Eu fico com a de cima”.

            Draco piscou para ele, a palavra que evocava imagens que ele não precisava no momento, com as roupas encharcadas de Potter grudando em todas as curvas e seus cabelos escuros começando a enrolar enquanto secava. Felizmente, Potter não pareceu notar o silencio de Draco quando ele se aproximou e jogou a mochila no beliche superior. Ele jogou a camisa, o chapéu e os sapatos de Draco na cama inferior e jogou seus próprios sapatos molhados no chão. “Espero que estejam secos amanhã”, ele disse e deu a Draco um olhar aguçado.

               Draco estava preste a responder quando a porta se abriu e um punhado de pessoas entrou com pratos cobertos de comido, que eles colocaram sobre a mesa. “Aprecei a sua refeição, pessoal”, disse uma mulher mais velha antes de saírem novamente. Apesar do desejo de Draco de zombar da comida trouxa, o cheiro era divino. Ele estava faminto.

             “O que é isso?” Potter perguntou.

              “Um par de enormes pedaços de carne. Suponho que seja carne. Batatas grandes e Salada. E o que é  essa coisa amarela?”

              Potter se aproxima para espiar por cima do ombro. “Espiga de milho. Você nunca viu uma?”

              “Eu deveria conhecer?”

             “Eu não sei. Está bom”.

             Draco decidiu que aceitaria a palavra de Potter. Ele aproximou a cadeira da mês e pegou uma faca para abrir uma batata e colocar um pouco de manteiga por cima. Uma batida soou na porta quando Draco  esmagou a manteiga derretida na Brancura macia.

          “Entre, Potter disse enquanto caminhava para pegar a outra cadeira e arrastá-la para a mesa.

           Um garoto magro e adolescente estava parado na porta “Senhor Harry Potter e Draco Malfoy?”

          “Sim”, disse Potter.

         “Eu trouxe isso, junto com um lembrete para não sair desta cabana até de manhã. “ Ele estendeu uma caixa longa e fina. Potter pegou e agradeceu.

         O garoto sorriu e apertou as mãos no que parecia um gesto nervoso. “Isso é tão emocionante. Eu sou um grande fã , senhor”.

         “Sua comida está ficando fria, Potter “, Draco disse em voz alta.

           O garoto tossiu com um olhar de Draco e saiu pela entrada. “Eu vou embora. Boa noite, senhores!”

          Potter lançou a Draco um olhar descontente, mas Draco o ignorou e perguntou:O que há na caixa?”

           “Nossas varinhas”

          Draco levantou-se tão rapidamente que sua cadeira quase tombou. “Graças a Deus! Me de isso! “Ele pegou sua varinha e  imediatamente lançou um feitiço de secagem em suas roupas antes de conjurar uma escova e correr para o espelho sobre o lavatório para arrumar o cabelo.

            Potter sentou-se à mesa e abriu sua própria batata. Seus olhos se encontraram no espelho e Potter sorriu. “inacreditável. Você se preocupa coma aparência de seu cabelo ao invés de comer uma refeição decente.”

              Draco apenas zombou dele distraidamente e lançou vários feitiços de secagem e condicionamento em seus cabelos antes de voltar para a mesa. A manteiga derretera por todo seu  prato,misturando-se aos sucos de bife. A boca de Draco ficou com água na boca. Ele se sentou e esfaqueou o garfo na massa amanteigada antes de levá-lo à boca e fechar os lábios ao redor. O sabor era maravilhoso e ele fez um barulho de puro êxtase. Ele abriu os olhos enquanto mastigava para encontrar Potter olhando para ele com a mandíbula aberta. Draco engoliu em seco e franziu a testa. “O que é isso, Potter  ? Eu já comi comida trouxa antes”.

             Potter desviou os olhos e balançou a cabeça. “Nada “. A faca de Potter cortou um pedaço de bife e Draco observou enquanto Potter colocava em sua boca. Cílios escuros se fecharam sobre os olhos verdes  e Potter soltou um suspiro de prazer que fez Draco se sentar com um sobressalto. Ele imaginou aquele som fora de contexto e teve que tomar um gole de água para esconder seu rubor repentino.

              Ele percebeu que Potter estava completamente seco, mesmo que Draco não o tivesse ouvido lançar feitiços. O bastardo estava ficando complacente demais com o uso de feitiços não verbais. Foi tão fácil para ele. Draco o invejou.

              Uma garrafa de vinho fora fornecida com o jantar. Draco retirou  a rolha, derramou um copo e olhou de soslaio para Potter, que balançou a cabeça.

             “Eu já estou cansaço.Isso me faria dormir”.

               Draco deu de ombros e serviu um copo pata ele, de qualquer maneira. “Não temos nada para ficar acordado.”

             “Ponto .Você quer que eu cure sua queimadura solar?” Potter apontou para Draco com o garfo. Só então Draco percebeu que sua pele estava formigando de vermelhidão. A natação combinada com o ar mais frio da cabine a tornara menos perceptível.

           Draco fez uma pausa,mas depois assentiu.Potter a se levantar, mas Draco balançou a cabeça e deu um sorriso quase afeiçoado. “Coma primeiro, idiota. Pode esperar.”

              Potter  deu de ombros e voltou a comer . Quando eles terminaram de comer, Potter se levantou e andou em volta da mesa enquanto Draco puxou sua cadeira para dar acesso a Potter. Potter se agachou e tocou seus dedos levemente na rótula avermelhada de Draco. Ele estremeceu – até o toque era doloroso.

             “Desculpe”, disse Potter. “isso pode doer um pouco”.

             Picadas? Antes que Draco pudesse protestar, Potter lançou um feitiço e uma onda de formigamento pairou sobre as pernas de Draco. Quando a sensação desapareceu, a sensação de queimação se foi, substituída por uma dor calmante.

              “Melhor?” Potter perguntou, levantando uma sobrancelha.

             Draco assentiu, não confiando em si mesmo para falar .Potter era  terrivelmente atraente quando estava sendo heróico, mesmo que esse heroísmo estivesse limitado a salvar Draco dos efeitos dos danos solares. Potter se levantou e fez o mesmo pelos braços de Draco  e por sua nuca. Draco pensou ter sentido as pontas dos dedos de Potter roçarem sua pele por um momento depois de lançar o feitiço , mas se convenceu de que o havia imaginado. Independente disso, o ar na pequena cabine repentinamente pareceu sufocante        Uma batida soou na porta e Potter a abriu pata admitir a equipe de funcionários, que levou os restos do jantar e lhes deu boa noite. Quando eles se foram, Draco havia transfigurado seu short trouxa em uma calça de pijama. Ele arrastou os lençóis para trás e se arrastou entre eles, estremecendo com a textura áspera e lançando um feitiço para erradicar quaisquer vermes remanescentes na cama.

           Potter usou a escada ao pé da cama para subir no beliche superior. Draco admirou a flexão de suas pernas enquanto passava e então se preparou com o alarme enquanto a cama inteira se mexia. Ele temia que isso desmoronasse quando Potter ajustou seu peso e começou a se mover,  provavelmente tirando o resto de suas roupas e ... A boca de Draco ficou seca. Ele fechou os olhos com força e bateu a cabeça no travesseiro, sabendo que ele teria essa imagem em mente pelo resto da noite.

      “Boa noite, Malfoy.”

       “Boa noite, Potter.”

          Harry acordou na manhã seguinte e encontrou Malfoy já vestido e sentado à mesa, que estava coberta com todos os equipamentos variados. A mochila vazia de Harry estava no chão. Harry sentou-se e esfregou os cabelos antes de remexer no travesseiro seus óculos e varinha.    

               “O que você esta fazendo?” ele perguntou. Apesar do resto, ele ainda se sentiu cansado.

          “Fazendo um inventário. Como eles nos enviaram a um calor escaldante, é lógico que eles nos levem a algum lugar terrivelmente frio a seguir. Se eles pegarem nossas varinhas novamente, eu gostaria de estar preparado.”

            Harry puxou seu jeans e se perguntou por que as bochechas de Malfoy estavam cor de rosa. Ele franziu a testa. “Você ficou com queimaduras no rosto? Pensei que seu chapéu o protegesse..”

              “Não, eu não queimei meu rosto,” Malfoy retrucou . “Agora preste atenção”.     Ele enfiou os itens dentro da mochila .

                Um rap agudo soou na porta. “Café da manhã em dez minutos. Vocês dois se encontrarão no refeitório.”

              “Tudo certo!” Harry gritou. Ele olhou para Malfoy e depois puxou uma camiseta limpa sobre a cabeça. Esta era azul pálido e tinha o Auror estampado na frente em ouro. Malfoy parecia frio e fresco em uma calça branca de botão e cinza. Ele deve ter transfigurado suas roupas . “Está pronto?”

               Malfoy assentiu e se levantou. “Vamos ver quem foi eliminado .”

        

      Continua no próximo..

   

         

 

 

 

  

   

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...