1. Spirit Fanfics >
  2. Corte de medo e esperança. >
  3. Capítulo 3

História Corte de medo e esperança. - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olha eu aqui de novo!
O circulo íntimo todinho nesse capítulo!!! Espero que gostem!

Capítulo 3 - Capítulo 3


Rhysand e Feyre reuniram todos do círculo íntimo naquela tarde. Eles sabiam que seria uma conversa difícil, afinal, Amarantha interferiu na vida de todos ali de alguma forma, mas eles precisavam fazer uma frente unida o quanto antes.

- Então, vocês podem começar a explicar o porquê dessa intimação para nos reunimos com tanta urgência? - Foi Cassian quem começou. Ele estava sentado na grande mesa de jantar da casa de seus Grãos-Senhores, com sua filha, Kiara, sentada em seu colo tentando arrancar uma das adagas illyrianas da sua cintura, enquanto seu braço descansava despreocupadamente na perna de sua parceira: Nesta.

Não fora nada fácil para esses dois se entenderem. Todos sabiam que tinham sentimentos um pelo o outro, mas nenhum queria ceder.

As coisas começaram a dar certo para eles depois do jantar em que Feyre anunciou a sua gravidez. Nesta ainda estava afastada de todos e só foi pro jantar depois de Rhysand ameaçar fechar um antigo bar que ela frequentava. Então, quando Feyre disse para todos que estava esperando Rhaegan, todo o circulo íntimo foi parabenizá-los, menos Nesta.

Nesta ficou estranhamente calada e encarando o casal com uma expressão vazia. Quando Elain - Elain! - gritou dizendo que não suportava mais ver sua irmã morrendo por dentro, Nesta correu porta a fora sem dizer uma única palavra.

E Cassian, mais uma vez, correu atrás dela.

No bar que Rhys nunca se atreveu a fechar de verdade, ele a convidou para uns bons drinques e, contrariando tudo que Cassian esperava, ela disse sim.

Sob o efeito da bebida, Nesta contou para Cassian que estava feliz por Feyre, mais feliz do que se sentia há muito tempo. No entanto, ver sua irmã caçula brilhando com a gravidez, a lembrou que seu pai não estaria ali para vê-la e de todas as coisas terríveis que Nesta contribuiu para que acontecesse com Feyre. Ela disse que não merecia presenciar algo tão maravilhoso.

Quando Cassian disse que, de fato, ela não merecia Feyre. Nesta olhou para ele com os olhos cheios de lágrimas e se levantou com o intuito de ir embora... Mas ele a segurou e, então, a beijou.

Naquela noite a parceria se formou. Na manhã seguinte, talvez com medo de tudo que tinha sentido, Nesta fugiu e destroçou o coração de Cassian mais uma vez.

Após um mês escondida com a ajuda de Amren, Nesta procurou o parceiro. Quando pensou que ia explodir de tantas sensações - raiva, tristeza, alegria e alívio - por vê-la, Cassian sentiu : a única noite que tinham ficado juntos, contra todas as probabilidades, havia desencadeado a melhor de todas as consequências e agora eles teriam que resolver tudo.

Ainda atordoado, ele a beijou e falou o quanto havia sentido sua falta e que eles fariam isso funcionar. Nesta chorou em seus braços, dizendo que sentia muito, que estava com medo e que o amava com todo o coração.

E então eles continuam juntos, em um relacionamento que tinha tudo para ser disfuncional, mas que os completa de todas as formas possível.

- Consegui! - Disse Kiara que tinha a os cabelos loiros como o de Cassian, mas suas feições pertenciam a mãe. Ela segurava uma adaga do pai como se fosse a mais temida guerreira... Até ele pegá-la de volta. - Ei!!

- Kiara, você é muito tola! Como você anuncia a todos!? Estragou tudo! - Brandan, seu irmão gêmeo - falando em vencer as probabilidades? a Mãe os haviam abençoado duas vezes - disse indignado do lado de seu melhor amigo, Rhaegan, bem próximo a Azriel.

- Tolo é você! Eu não estraguei nada!

- Estragou o que? - Nesta interrompeu e eles olharam pra mãe com os olhos arregalados.

- Ah, isso vai ser interessante... - o encantador de sombras deixou escapar.

- Seu bastardo! Não acredito que usou meus filhos para pegar a adaga! - Cassian rosnou pra Azriel.

- Bem, você perdeu a aposta e ainda sim se recusa a pagá-la. - ele deu de ombros.

- Foi uma aposta estúpida.

- A qual você começou - Rhys apontou com um sorriso divertido.

- Que aposta? - Nesta franziu o cenho - você sabe que não gosto de ser deixada no escuro.

- Algo envolvendo a envergadura de asas - Mor cantarolou de seu lugar da mesa.

- E você perdeu!? - Feyre e Nesta falaram ao mesmo tempo olhando pra seus respectivos parceiros chocadas.

- Bem, eu perdi por 0,25 milímetros, mas Cassian ali tem 1 centímetros inteiro a menos que Azriel. - Rhysand disse zombeteiro e todas as fêmeas presentes encaram o encantador de sombras com interesse.

- Pela Mãe! Maior que Cassian... - Nesta deixou escapar realmente chocada e depois corou fortemente com a declaração que acabara de fazer.

- Ah, menina, você fez eu ganhar meu dia - Amren gargalhava tanto que não conseguia respirar, enquanto Elain ao seu lado parecia um tomate e tentava a todo custo não olhar para Azriel.

- Tá vendo o que fizeram? O trato era não falar nada para as parceiras! - Cassian rosnou pra Azriel e Rhysand.

- Eu posso saber quem mediu? - Feyre disse olhando para o parceiro com semblante enciumado.

- Eu fui intimada para realizar essa tarefa intrigante - Morrigan disse levantando as mãos em sua defesa e Feyre relaxou a postura. Nesta ficou um pouco rígida, mas lembrou-se como um mantra "ela prefere fêmeas, ela prefere fêmeas ..."

- O que você ofereceu a esses traidorezinhos em troca? - Cassian disse olhando para os filhos.

- Algo sobre os melhores doces de Prythian. - O encantador de sombras sorriu em cumplicidade para as crianças.

- Trocado por doces, a humilhação nunca para...

- Ora, papai, não são qualquer doces... São os melhores doces de Prythian! - Kiara disse como se fosse a coisa mais óbvia do mundo.

- E agora a gente não vai receber por sua culpa! - chiou Brandan.

- É... Não foi muito inteligente da sua parte, Kiara. - Rhaegan balançou a cabeça em reprovação, o que deixou a menininha vermelha de raiva.

- Cale a boca, Rhaegan, você é um chato!

- Kiara! - Seus pais repreenderam ao mesmo tempo.

A relação de Kiara e Rhaegan era intensa. Brigavam muito, mas havia algo como um senso de dever e proteção que os unia.

- Bem, acho que Rhys e Feyre nos reuniram por algum motivo específico. - Elain se pronunciou pela primeira vez e quando encarou sua irmã e seu cunhado, eles perceberam que ela já sabia do que se tratava.

- Crianças, vocês deveriam ir brincar lá fora. - Feyre disse com a voz gentil.

- Mãe, acho que devo estar presente nessa conversa e acredito que meus primos devem escutar também.

Rhysand percebeu que o filho falava com a maturidade que ele havia pedido que tivesse e ficou orgulhoso.

- Rhae tem razão, Feyre querida. - e com um suspiro disse:

- Amarantha está voltando.

Ele contou sobre os sonhos do filho e da mensagem que a mulher deixou.

- Eu não consigo acreditar que ela ainda tá viva! - Mor disse se levantando e andando de um lado para o outro na sala. - Como??

- Eu não sei - O Grão - Senhor disse com sinceridade.

- Precisamos aumentar o treinamento de Rhaegan - Feyre disse olhando para todos - e acredito que seria bom fazer o mesmo com Kiara e Brandan. -Ela encarou a irmã que ficou pálida com a ideia de seus filhos em perigo e segurou a mão de Cassian com força.

- Está tudo bem, Nesta. Eu mesmo os treinarei. - Ele encarou a parceira e lhe deu um selinho rápido - começarei com treinamento illyriano em breve. - Ele disse para Feyre e Rhysand e as crianças vibraram baixinho.

- Vocês irão falar para os outros grão - senhores? - Foi Azriel quem perguntou.

- Não acho que seria uma boa ideia, eles poderiam ir atrás de Rhaegan - Morrigan disse temerosa.

- De mim? - O menino arregalou os olhos.

- Sim. A reunião em que Feyre anunciou a gravidez eles perceberam o tamanho do poder de Rhae, se eles souberem que Amarantha está se comunicando de alguma forma com ele, o alvo vai se tornar irresistível.

- Eles não vão tocar no meu filho - Rhysand rosnou.

- Eu já acredito o contrário. - Nesta começou - não conseguiremos enfrentar Amarantha sozinhos. Precisamos de toda ajuda que conseguimos. Se formos honestos desde do início, eles não vão se recursar.

- Eu concordo com a menina. Nosso erro no passado foi agirmos separados e cheios de intriga, tornou tudo mais fácil para aquela louca. - Amren opinou

- Não sei... E Tamlin e Beron? - Cassian perguntou.

- Lidaremos com eles. - Feyre começou - Tamlin não tem recursos pra nos enfrentar e Beron não tem coragem. Precisamos garantir a lealdade dos outros Grão-Senhores, Tarquin, Helion, Thesan e Kallias devem ficar do nosso lado.

- Eu posso falar com Lucian e pedir que ele compareça a reunião com Tamlin - Elain começou e corou quando todos os adultos a encararam com curiosidade. - Eu... Eu tenho falado com ele por cartas... Eu tenho tentado conhecê-lo.

- Você não precisa se explicar, Elain. - Feyre disse enquanto percebia as sombras de Azriel aumentarem um pouco - Eu ficaria muito grata se você falasse com Lucian. Há tempos estou sem qualquer notícia dele.

- Então, marcaremos uma reunião com todos - Rhysand massageou as têmporas já pensando na dor de cabeça que teria.

- Tio Rhys, mas você promete que Rhae estará seguro, certo? - Kiara perguntou finalmente desviando o olhar de Mor e pegando o adulto despreparado.

- Aí Kiara, você é doidinha, não acabou de chamar o Rhae de chato? - O irmão a provocou.

- Bem, ele continua chato, mas a tia Mor estava tão preocupada!

- A tia Mor também disse que ele era super poderoso, mas eu o venci em uma luta e sou 3 meses inteirinho mais novo que ele! - Brandan disse provocando Rhaegan.

- Não venceu, não! - as outras duas crianças disseram juntas.

- A gente só parou de lutar porque minha mãe me chamou!

- Acho que isso conta como desistência, certo papai? - Brandan perguntou a Cassian que gargalhou.

- Acho que sim, Bran, mas você poderia vence-lo de forma mais justa, não acha? - Cassian disse.

- Claro que poderia!

- Tio Cassian, por favor, Brandan é três meses inteiros mais novo que eu. Eu o venceria em um piscar de olhos!

- Tudo bem, tudo bem ... Guardem a energia para os treinamentos - Nesta disse tentando encerrar a discussão.

- Rhysand, vou em Sob a Montanha tentar conseguir qualquer informação. - Azriel disse de repente e encarou o Grão-Senhor de forma que deixasse claro que não havia como voltar atrás nessa decisão.

- Tome cuidado, encantador de sombras. - Rhysand disse - É um local muito ardiloso. Se eu não tiver notícia sua até amanhã esse horário, irei atrás de você.

Azriel assentiu em concordância e atravessou.

- Mor, preciso que você cuide da reunião o quanto antes possível... - Rhysand começou e parou de repente sentindo um puxão em sua blusa. Era Kiara.

- Tio, o senhor ainda não me prometeu. - Ela o encarava com intensidade.

- Rhaegan estará seguro, bonequinha. Eu prometo pela minha vida. - Ele respondeu e pediu a Mãe para que conseguisse cumprir essa promessa. 


Notas Finais


E aí?? É bem doido escrever uma cena com tantos personagens kkkk
O que vocês acharam??
Por favor, não me deixem falando só kkk até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...