1. Spirit Fanfics >
  2. CORTEJA-ME. . . iMAGINES >
  3. INTENSO - Lavi Bookman.

História CORTEJA-ME. . . iMAGINES - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Um pedido de @Kiry_Bookman, além de ser uma idéia repentina de PWP feita por mim. Em agradecimento aos 64 favoritos que só notei agora, podia JURAR que nunca passaria dos 5 fav e vocês realizaram esse sonho... Eu só tenho que agradecer mesmo ;w; bem, tenham uma leitura saliente povo!

Capítulo 4 - INTENSO - Lavi Bookman.


Fanfic / Fanfiction CORTEJA-ME. . . iMAGINES - Capítulo 4 - INTENSO - Lavi Bookman.

❝ Lavi Bookman pode ser bem intenso quando queria... E [____] como seu "submisso podia provar muito bem desse fato. ❞

い Yaoi, Lemon, PWP ; not context.

────────────────────

Seus dedos ágeis deslizam por entre a pele branda sem pressa alguma, delicado e cuidadoso de início, porém intensivo durante o percurso, os de cabelos intensos como chamas avermelhadas encandecentes sabia como deixar seu corpo em total combustão, ao mesmo tempo que [____] sabia como deixar seu dadie em deleite com suas expressões manhosas, sem um mínimo de pudor existente. Mordeu o lábio inferior de forma sensual, não parando de encarar Tais orbes esmeraldas, lhe violando pela intensidade imposta no olhar do outro, que sentiu da sua provocação como uma afronta.

Como pode [____], com um semblante inocente e angelical perante seus amigos, podia ser tão fodidamente safado entre quatro paredes? Quem diria, um quarto cheirando a uma tensão sexual acumulada poderia muito bem modular um anjinho para um caído corrompido pelos prazeres de uma tentação antes nunca provada, Lavi sentia que estava lidando com um lobinh o em uma pele descarada de cordeiros. Mas quem disse que ele também é um santo? O ruivo jamais chegaria nesse patamar, o todo gentil, alegre e língua solta Bookman é apenas uma superfície muito bem posta, mediante a o que o verdadeiro Bookman pode fazer... Ele não é só um paquerador de quinta categoria.

─ Admirando de minha beleza, Bookman? ── Sorriu malicioso, ao mesmo tempo que se fazia de inocente. 'Puta merda... ' Esse [cor dos cabelos] ainda o deixaria louco, sorriu na mesma intensidade que o outro, havia ofegado de leve pelo aperto em suas coxas, ainda mais com  o ruivo sussurrando culposamente* em seu ouvido.

─ Só estou pensando em como te fuder direito, até você não andar amanhã. ── Deixou um gemido baixo escapar de propósito nos ouvidos do ruivo, que acabou arfando pelo rebolado que [____] havia dado perante sua excitação, ele só podia estar brincando com o fogo. E daí? Ele também amava se queimar quando esse fogo é Lavi, lhe metendo forte e fundo até que sua voz sumisse por completo. ─ Uh~

─ Mal posso esperar, Lavi. ── Lambeu os lábios lentamente, pelos deuses, aquilo havia sido a gota d'água. ─ AHN~ ♡! ── Gemeu de forma safada ao levar um tapa bruto em uma de suas coxas, um tanto perto de sua nádega. Ah, como amava quando as mãos do ruivo lhe batem em uma chibata quente e sem controle, queria ser marcado por esses tapas. 

─ Você é tão safadinho por gostar disso. ── Riu malicioso, mas antes que [____] pensar em provocar de volta, seus lábios foram atacados sem nenhuma delicadeza, as unhas do ruivo eram como lixas em sua pele ao se arrastar pela extensão de suas coxas, gemeu de forma manhosa, o jeito agressivo ao mesmo tempo habilidoso do ruivo deixava o jovem [cor dos cabelos] sem fôlego. ─ Uma putinha masoquista. ──  Disse entre o beijo, suas mãos subiram até chegar nas nádegas dele, apertando o local macio com gosto, [____] gemeu novamente entre o beijo. ─ Minha putinha masoquista...

Segurou os cabelos vermelhos com força o fazendo grunhir, sabia que ele gostava quando correspondia seus atos selvagens, ambos estavam de frente para o outro na cama, mas agora [____] simplesmente ficou em cima de Lavi, estando no colo do mesmo, mordeu o lábio inferior novamente ao sentir a protuberância roçar entre sua bunda, rebolou causando uma fricção torturante, Lavi não deixou de suspirar e gemer baixo a cada nova rebolada.

─ Sua putinha, será mesmo? ── Provocou, rebolando mais lentamente. ─ Eu nunca disse que sou seu... Será que vamos ter que dar um jeito nisso? ── As mãos do ruivo apertaram sua bunda novamente, o fazendo se esfregar por entre sua ereção, gemeu junto ao parceiro ─ Hm~

Agradecia tanto por ninguém da Ordem Negra estar em algum dormitório próximo ao do ruivo, na qual ambos estavam praticamente se tocando na intenção de gemerem como se não houvesse um amanhã; ainda mais com [____] sendo tão escandaloso... Kanda não gostou nada disso na última vez em que ouviu dos sons.

─ Pois farei você dizer. ── Se ergueu um pouco, sendo encostado na partidura dav cama, ambos os labios alheios próximos se desejam por mais um beijo intenso e luxurioso. ─ Irei fodê-lo até que peça por misericórdia, pequeno. ── Disse, voltando a atacar os lábios que tanto lhe deixa viciado a cada novo beijo.

A partir Dalí, não existia mais provocações.

Havia pego no tecido da blusa social de [____] o puxando com bruscidão, a forma como a mesma se abriu parecia que os botões voariam para longe, tão pouco ligava se Lavi fosse rasgar suas roupas, ser saciado pelo ruivo era sua única preocupação por agora. Gemeu quando um de seus mamilos já havia sido atacado pelos lábios salientes, enquanto o outro para não se sentir solitário, era apertado por uma das mãos raivosas e famintas de Bookman. Somente este toque levava [____] a loucura, pôs sua mão nos cabelos carmesim novamente, apertando-os a cada reação de prazer como se pedisse por mais dele.

Foi para o outro mamilo fazer o mesmo processo, lamber a ponta rija em meio aos seus dentes que passam de leve pelo local sensível, sua mão havia trocado de lugar indo para o outro mamilo, já maltratado pela boca esfomeada do ruivo arteiro. Sairia cheio de marcas por culpa de Lavi, mas naquele momento [____] não se importava. Gemeu não tão alto quando Lavi mordeu seu pescoço com vontade, como se fosse um lobo marcando seu território, sua presa.

─ Queria tanto te fuder e admirar teu corpo nu, mas não temos muito tempo Babie. ── Beijou o [cor de pele] mais um pouco, parando entre o beijo. ─ Amaria fazer todas preliminares com você, mas não estamos em um lugar apropriado. ── Para a tristeza de [____] ele estava certo, qualquer um poderia muito bem subir e isso não seria nada bom para os dois, já basta Kanda que quase deu com a língua no trambole ao ouvir [____] gemer alto no quarto de Lavi ao lado do japonês.

─ E o que espera? ── Indagou um tanto impaciente, queria acabar com aquilo logo. ─ Me foda, forte e fundo Lavi. ── Chamou pelo ruivo com a voz atolada pelo próprio tesão, que se dane as preliminares, precisava de Lavi naquela cama e agora.

A necessidade gritava mais alto, não exitaram em baixar as roupas de baixo um do outro, Lavi havia retirado seu cinto e jogado em qualquer canto, [____] havia se levantado um pouco para poder ter suas calças abaixadas junto a box, mas não exitou em fazer o mesmo com as peças do ruivo; praticamente lambeu os lábios ao ver o membro dele indo para fora em único pulo.

─ Acho que posso fazer um coisa antes. ── Se jogou no ruivo o fazendo deitar novamente, suas mãos fizeram uma trilha perigosa enquanto descia seu corpo até onde queria, ficou de frente para a ereção de Bookman, não deixando de ficar bem curvado, deixando sua bunda um tanto empinada para o ruivo, aproveitou para abaixar as próprias calças revelando sua retaguarda, que estava louca para receber uns tapas do ruivo.

Assim como o dono dela.

Seu olhar pairou sobre Bookman, este que já demonstrava ânsia para que [____] fosse mais rápido, portou do comprimento com uma de suas mãos em movimentos sobe e desce relugar, o ruivo acabou por deixar gemidos roucos e baixos saírem, mas um destes havia sido alto no momento em que o de baixo lambeu o falo; aquilo é mais que uma aprovação do ruivo, que tornou a olhar para [____] com instensidade, exigindo em silêncio que o mesmo fosse logo com isso. Sorriu maldoso pelo olhar do outro, já abrindo sua boca ao membro do ruivo de uma vez; o que retirou um gemido longanimo e arrastado, além de ter escapado um tanto alto.

─ [____]! A-ham... ── Se arrepiou com o gemido do outro, Lavi não era o único a se sentir afetado pelas suas reações, [____] achara esse som maravilhoso, se dispôs a a fazer os movimentos vai e vem, gerando um belo som erótico mesclado com os gemidos nem tanto contidos pelo ruivo. ─ Uh-mmm- B-bom.. ── O olhar direcionado para o ruivo enquanto lhe fazia uma oral apenas tornava tudo mais excitante, ousou segurar os cabelos [cor ; tamanho ; tipo ] com firmeza,o instingando a ir mais rápido, não impediu o ruivo de fazê-lo, apenas deixou que ele tomasse a velocidade. ─  a-AH i-isso ah- ~

Inclinou a cabeça para trás, os lábios quentes do amado envolto de seu membro era como estar no paraíso, sua sucção era firme e rápida, o útil ao agradável para o bel prazer do ruivo um tanto frágil pela posição imposta. Todavia, [____] retirou suas mãos dos cabelos dele, e para sua frustração parou com a oral em seu membro, gemeu frustrado se perguntando o motivo dele ter parado, mas nem teve tempo de questionar quando [____] subiu em seu colo, afoito.

─ Se for gozar, vai ser dentro de mim ── Rebolou ousado, descendo o membro entre suas nadegas expostas sem penetração, ambos gemeram em expectativa, Lavi não deixou de sorrir de lado com tamanha ousadia de seu parceiro.

─ Então sirva-se. ── Disse de forma totalmente sugestiva, sabia que [____] tinha pressa e que ele não iria aguardar para se preparar antes de ser penetrado, já haviam feito coisas do tipo antes. ─ Sirva-se se a vontade, minha putinha. ── Gemeu um tanto contido pela forma rouca e sedutora que Lavi falou, nunca amou tanto ser chamado daquela maneira pelo ruivo como agora.

Como resposta a permissão do outro, pincelou a glande em sua entrada, posicionando a mesma, um gemido mesclado com um grito extasiante saiu pela sua garganta, Lavi acompanhou com um gemido alto, mas não tão escandaloso como [____], por causa da falta de preparação sua entrada estava extremamente apertada, se conteve para não se mover de uma vez até que ele ficasse aleijado.

─ N-NYAH! TÃO GRANDE LAVI~♡! ── Não tinha vergonha alguma em gemer e gritar alto, começou a rebolar em busca de mais contato, a dor era grande mas para si o prazer era muito maior. ─ A-ah Lavi tão bom... ── Rebolou com mais intensidade, necessitava de mais, muito mais. ─ P-por favor s-se mexa Lavi... Dadie... ── Implorava enquanto rebolava inquieto, queria que [____] se acostumasse primeiro, mas se ele pediu... 

Quem seria Lavi Bookman para negar?

Apenas trouxe ele mais em cima de si, suas mãos se serviram como apoio para fazer [____] subir e descer, mas ele já iniciou com uma decida forte que fez o de cima gemer alto e manhoso, fez o movimento novamente gerando um gemido ainda mais alto, raios! Isso era tão bom para Lavi. Dessa vez incentivou [____] a subir e descer rapidamente sobre seu membro, sem delicadeza alguma, pois é desse jeito que ele gosta e o ruivo era o único que podia dar isso a ele. Gemeu de forma safada ao receber um tapa em uma de suas nádegas, já sendo apertadas com força pelas mãos do ruivo.

─ A-AH! LAVI F-FAÇA DE N-NOVO AH~♡ I-ISSO- HUM! ── Gemia aprovando os tapas de recbia naquela região, por causa da penetração bruta algumas lágrimas desciam de seus olhos pela dor, um verdadeiro masoquista. ─ O-OH! M-MAIS LAVI, MA-AH !!── Outro tapa havia sido desferido em si, sua expressão era de ouro prazer e safadeza, quando sentiu o ruivo parar ficou um tanto confuso, sua visão voltou ao foco. ─ Eh? Lavi? A-ah o que você, Lavi- ── Sua posição havia sido retirada bruscamente, soltou gritinho de susto ao ter seu rosto contra o travesseiro, seu corpo tensionou ao notar a posição em que estava.

Ficou de bruços — de quatro — para o ruivo que nada dizia, gemeu ansioso quando o membro grande do mesmo roçou sua entrada, acabou empinando mais a bunda como resposta a provocação do ruivo. Gemeu alto novamente quando ele havia penetrado sua si, de uma só vez.

─ OH LAVI, AAAHNN~♡ ── Revirou os olhos em extase, havia afundado seu metade de seu rosto no travesseiro, ouviu um riso rouco do ruivo que fez seu corpo estremecer.

─ Vai negar que é minha putinha agora, hm? ── Gemeu com mais um tapa do ruivo, sendo esse um tanto mais forte que os outros. ─ Responda agora, você é minha ou não é? Vamos barbie. ── Mais um tapa forte havia sido desferido na outra nádega, ficaria sem sentar direito por um bom tempo, mas nunca se arrependeria de nada.

─ S-sua, e-eu so-sou só sua, p-por f-favor f-foda sua putinha. ── Suas palavras haviam simplesmente saído, não tinha mais consciência de seus atos senão para mover seus quadris em busca de mais prazer, torcia para que Lavi não fosse mau e atendesse ao seu pedido. De fato, ele foi bondoso.

Retornou às estocadas, dessa vez indo muito mais fundo e rápido devido a maior facilidade da posição, [____] gemia como se não houvesse amanhã, movendo seu quadril contra o ruivo para que ele fosse ainda mais fundo; pouco importava quem fosse ouvi-los, a cama até mesmo rangia, batendo contra a parede como se seus gemidos não fossem altos o suficiente. Sentia que poderia entrar ao ápice quando o ruivo pegou em seus cabelos com força, forçando-o a olhar para o mesmo enquanto gemia loucamente. 

─ M-MAIS I-ISSO- AAAAH LAVII~ ♡ ── Gemeu longanimo ao sentir sua prostrata sendo atingida, o ruivo tornou a fazer novamente, ameaçando sair, porém penetrando [____] de uma vez novamente, acertando seu ponto doce em cheio. ─ O-OOH AÍ LAVI- HUM~ ♡ ── Se antes não tinha pudor, agora nem controle havia mais.

─ [____]- h-hm, d-droga.. ── Desferiu outra mordida no ombro do [cor dos cabelos], o que fez ele gemer mais enquanto seus foram um tanto abafados. ─ T-tão apertado! ── Gemeu rouco no ouvido de [____], que em resposta passou a rebolar desesperadsmente, Lavi sabia que ele estava quase em seu limite, pois o próprio ruivo também estava.

─ L-LAVI! E-EU VOU-AH

─ E-eu sei... V-amos juntos. ── Virou o corpo de [____] de frente para si, o mesmo já não se aguentava de bruços sobre a cama, voltou a estoca-lo o máximo que podia, foi a loucura quando a cavidade se contraiu contra o seu membro, havia sido o stopim. ─ [____]! ── Acabou chegando ao seu ápice, chamando pelo outro durante o processo, o [cor de pele] apenas gemeu alto e arrastado quando chegou ao seu ápice, suas testas se colidiram de leve uma a outra, ambos estavam ofegantes... Mas logo sorriram de arrependimento nenhum.

Como em todas as outras fodas.  


Notas Finais


Curto, mas também dei meu máximo pra que não ficasse ruim uwu. Sim, eu sou uma tremenda pervertida do cara#/0, mas você que leu é mais ainda hehe~ em referência ao horário do pecado 3:00 peguem ai =w=)

Bem, gostaram? Essa é minha forma de fazer HOT, não é ruim, isso pelo menos eu não acho tão ruim assim uwu.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...