História Cosmic love - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias SHINee
Personagens Jonghyun Kim, KiBum "Key" Kim
Tags Cegueira, Cosmic Love
Visualizações 10
Palavras 405
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabs, Drama (Tragédia)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu não consegui decidir entre o Key e o Jjong, então vocês podem escolher por si só

Lembrando que isso pode causar um TW ruim por conta do Jjong, mas é só um desabafo artístico que eu achei que combinaria tanto com ele quanto com o Key. Se você ainda não está bem ou começou a ficar bem recentemente, ppr favor, não leia

Eu escrevi isso por que precisava
Coloquei eles por que não os tirava da cabeça

Mas a minha cura pode ser a sua doença
Aos que ficarem, boa leitura

Capítulo 1 - .your stars


Dizem que um abismo chama outro

Eu nunca desconfiei ser um até perceber estar completamente no escuro.

Culpei por anos o que eu julgava ser a maior injustiça da minha vida, os erros de outra pessoa que me fizeram sucumbir em estado catatônico de desespero e dor.


O que eu poderia fazer?


Sempre são atitudes egoístas que nos fazem ser mal vistos pelos outros e esse caso não foi diferente


Cansei de percorrer esses mesmo campos com a companhia de uma única pessoa, da mesma pessoa.

É cansativo demais estar cego pelas estrelas sem poder tocá-las uma única vez


Ninguém acredita por muito tempo em algo que não pode ter.

Ter por perto, ter para tocar, ter para cheirar, ter para amar.

Por perto para saber que é real, tocar para ratificar, cheirar para gravar, amar por que é inconsequentemente uma consequência hedionda.



É cansativo, eu já disse

É cansativo esperar que as estrelas estejam sempre com você, mesmo de dia

É difícil acreditar em algo que não se vê.


Pediram-me para acreditar no vento, no frio e no calor, no brilho que eu via no céu, toda a noite.

Atos são maiores do que palavras, do que qualquer coisa.

Mas quando se é cego, cegado pela devoção insana, o que se pode fazer além de debater-se no escuro eternamente?


É humano.


Nós cansamos, não queremos sentir dor por muito tempo

E não queremos estar fora da razão, ego ferido e machucado. Isso nunca

Mas eu achei que se me apaixonasse pelas estrelas elas poderiam, justamente por estarem longe, me dar o amor verdadeiro que nunca tive e que jurava nunca poder conquistar

Meu juramento estava certo


Tudo cega, cega demais.


Até as estrelas cansam uma vista que passou por sóis, luas, nuvens, planetas.

Talvez eu já estivesse cego quando encontrei as estrelas nos seus olhos, mas o que poderia fazer? Estava convencido de que estava são. Estava bem


Nunca estamos verdadeiramente bem

Passei meses no escuro depois.

Nem o vento, nem o sol, nem a lua e nem as suas estrelas me confortaram.

Nada pode tocar na escuridão de um coração despedaçado.


Mas foi percorrendo a escuridão que eu mesmo havia me colocado que descobri que você também estava lá.

Talvez todos estejam fadados a ter os olhos cegados por esse maldito céu


Maldito sejam as estrelas, as constelações.

Maldito seja meu coração e todo o seu amor cósmico.

E maldito seja você por ter estrelas tão cativantes, tão brilhantes.


Volte para o seu planeta, para a sua rosa. Eu não serei sua raposa aqui.


Notas Finais


essa drabs é inspirada em Cosmic Love do Florence&The Machines


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...