História Cotidiano


Escrita por:


Sinopse:
Bakugou Katsuki não era um cara fácil.
Ao contrário do furacão explosivo, Izuku era a educação em forma de pessoa.
E ambos teriam de aprender a lidar com suas próprias diferenças para fazer aquilo dar certo.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 40.105
Favoritos 1.163
Comentários 210
Listas de Leitura 340
Palavras 23.724
Terminada Sim
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Shouto Todoroki
Tags Bakudeku, Deku, Kacchan, Katsudeku

Fanfic / Fanfiction Cotidiano
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
O primeiro passo
18
5.375
761
 
2.
O segundo passo
18
4.571
1.771
 
3.
O terceiro passo
19
4.131
2.079
 
4.
A reconciliação
12
3.701
1.377
 
5.
O quarto passo
10
3.610
1.737
 
6.
O quinto passo
29
3.411
3.140
 
7.
O sexto passo
21
3.161
1.966
 
8.
O desentendimento
10
2.887
1.505
 
9.
O sétimo passo
18
2.887
2.997
 
10.
O oitavo passo
14
2.714
2.066
 
11.
O maior passo
31
2.950
2.728
 
12.
Bônus: O próximo passo.
10
707
1.597

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por sunsae
Capítulo 11 - O maior passo
Usuário: sunsae
Usuário
Fanfics com ponto de vista no Katsuki, se eu amo muito???? Por onde começar??
Cotidiano. Acho que esse foi o fato que eu gostei mais, o fator de que era uma coisa cotidiana, o dia a dia normal de um casal felizmente não como qualquer outro. E bom, acompanhar o cotidiano deles dois no ponto de vista do Katsuki foi uma coisa pra lá de satisfatória, de modo que por meio da narração tão gostosa, eu me sentia como se estivesse ali em um cantinho , observando o desenvolvimento da relação deles dois.

Deixa eu falar uma coisa que eu adoro em bakudeku é o fato do quanto é uma relação extremamente desenvolvida, no sentido relacionamento porque (pra mim) vai muito além de acompanhar o Katsuki amadurecendo e mudando, olhando o mundo por outros olhos, se arrependendo do que fez, mas é também uma relação baseada no perdão. A capacidade do Midoriya de perdoar o Kacchan e fazer com que ele se perdoe também sabe, porque mesmo com toda aquela idolatria, a necessidade da amizade que eles dois tinham, o Midoriya ainda assim sabia reconhecer os feitos do Katsuki antes e foi capaz de perdoá-lo por isso pra que eles pudessem crescer juntos. É justamente por isso que eu gostei tanto de ler Cotidiano, pela forma perfeitamente retratada na escrita maravilhosa e impecável de uma forma que me vi tão preso aos acontecimentos que quando eu cheguei ao final eu tava plenamente satisfeito pelo resultado mas almejando por mais, por mais alguma dessas ceninhas tão adoráveis sobre o Katsuki crescendo pelo e para o Midoriya e igualmente o relacionamento deles.

Em especial preciso ressaltar o quanto a reação do Todo me assustou um pouco em uma tentativa de acabar com o relacionamento deles dois porque realmente me foi algo muito inesperado vindo dele (e como felizmente todobakudeku shipper não pude deixar de ficar um pouco chateado pelo fim dele a a a a), mas foi bom ver que no final ele acabou por notar que foi totalmente infantil e foi até capaz de apoiar o Katsuki nesse relacionamento que eles estavam levando.

O Bakugou ter comprado as alianças é uma coisa que eu sempre tenho na minha cabeça, sério, você não tem noção do gritinho que eu dei ao ver isso aqui porque arrogância à parte, quando se trata do namoradinho dele, ele é uma amoeba de tão mole de amor pelo Mido e definitivamente é a coisa mais a cara dele fazer isso como algo muito além de um valor simbólico, como uma parte do Midoriya ali ou qualquer coisa disso, mas também porque querendo ou não ele vai ter sempre esse de quê de possessividade e se for assim que ele vai mostrar pros quatro cantos do mundo que o Deku é dele, então assim será.

Adorei muito inclusive acompanhar todos esses passos do Katsuki e muito legal também ver que muitas das vezes ele dava um passinho discretamente pra trás pra seguir mais uns dois pra frente nskskks

As cenas deles dois juntos foram uma coisa totalmente adorável que à medida que eu ia lendo eu ficava numa confusão entre como continuar lendo se eu não consigo parar de morrer de amores por esses dois e o apoio dos pais que você escreveu nesse penúltimo capítulo também me tirou um belo de um sorrisinho porque eu amo tanto ver o apoio familiar em um relacionamento e claro meus pais, Mitsuki e Masaru porque eles dois são a coisa mais linda do mundo, meu maior otp hetero de bnha e sem esquecer da Inko, minha outra mãezona. Eles três juntos, fazendo apostas, degustando da união dos filhos foi a melhor coisa que eu pude ler e tive aquela bendita sensação de que o mundo tava mais certo e tudo tava alinhado skksks

E acho que nem preciso falar do lemon pra fechar com chave de ouro né, sinceramente depois de tudo isso, a necessidade de um lemon era mínima, completamente pequena quanto a minha necessidade por mais um capitulozinho, mas como eu não recuso um, a primeira vez deles foi tão bonitinha que aaaaaaa. Talvez Cotidiano tivesse que acabar mesmo porque se não ia ser eu que iria me acabar.
Ver a preocupação do Kacchan e todo aquele cuidado retratado de outra forma só me fez ficar mais apaixonado ainda por esses dois e sinceramente, antes que eu prolongue esse comentário pra uma coisa gigantesca, obrigado por me proporcionar essa leitura deliciosa. Inclusive ver que no primeiro capítulo você falou que provavelmente iria acabar por não finalizar e ver essa coisinha linda com início, meio e fim me faz deixar mais um parabéns por você ter terminado e principalmente por eu não ser obrigado a lidar com a falta de final dessa história linda.

O que eu não falei aqui, eu espero que você pegue implícito pois tanto escrita quanto história estão, novamente, de parabéns. Uns vários beijinhos e é isso aí! ♡ ♡


- INCLUSIVE meu deus que tortura foi ver meu midoshin não ficando junto AAAAAAAAAAAAA meu nenemzinho do Shinsou, mas fiquei muito feliz que mesmo com todo o ocorrido eles continuaram amigos gRrrRrRR sou tão frágil por esse garoto, PROTECT HIMMMMM -
Postado por saddeku
Capítulo 11 - O maior passo
Usuário: saddeku
Usuário
Vou dizer mais uma vez: parabéns pelo trabalho.

Sua escrita me prende, é um sofrimento acabar cada capítulo -qq
Vou esperar por mais de você, pode deixar, tô vendo que cê ainda tem bastante pra continuar com outras fics.
AGRADEÇO POR SACIAR MINHAS NECESSIDADES DE UM BOM KATSUDEKU.
Cara, e como é difícil encontrar alguém talentoso que escreva pra BNHA! Acho que tirei a sorte grande ao encontrar você, hehe. Espero que continue pelo caminho dos shipps gostosos (rs, tem gente que não sabe shippar rsrs) e que eu possa aproveitar mais algumas das suas "obras".

Sobre a sua escrita:
Admito que invejo sua capacidade de escrever, tanto quanto a de desenvolver os personagens de forma impecável. O que mais me chamou a atenção foi a forma como você manteve a personalidade deles intacta durante a trama, e ao mesmo tempo fez com que mudassem certos comportamentos, focando em detalhes que fizeram uma diferença maravilhosa.
Talvez eu esteja fazendo mais do que realmente é, mas te admiro, meu amor!

Sobre esses dois amorzinhos:
Isso é o que eu chamo de um casal muito quente.

E espero que o Kacchan cuide muito bem do Izuku daqui pra frente, porque senão já sabe: O PRINCESO SHINSOU TÁ AGUARDANDO A DISPONIBILIDADE DO MEU BEBÊ