História Cotidiano - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Aioros de Sagitário, Kanon de Gêmeos, Saga de Gêmeos
Visualizações 33
Palavras 642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Casa


Aioros e Saga foram levados para um enorme salão com algumas pilastras e um único trono no fim, de frente para uma porta pequena. O de cabelos negros os deixou do lado do trono enquanto se sentava irritado.

Enquanto caminhavam, ouviram alguém falar sobre uma invasão estranha que veio junto com o raio. Com o canto do olho, Aioros viu que Saga tentava discretamente quebrar as correntes, mas a cada tentativa elas emanavam uma luz estranha.

O sagitariano respirou fundo pensando em como fugir dali e levar Saga com ele, porém com o outro geminiano do lado dele extremamente irritado, se movesse um dedo acabaria apanhando.

Enquanto pensava em como fugir, ouviu uma gritaria próxima e um buraco na parede longe foi aberto, revelando Kanon, Dohko, Afrodite, Mu, Shaka e Shura.

Aioros sorriu vendo o Saga da outra linha do tempo se levantar irritado.

-NÃO DÊEM MAIS UM PASSOU OU MATO OS DOIS. - Ele gritou indo até o meio dos dois do seu lado, segurando o pescoço deles.

-TIRA AS MÃOS DELES. - Kanon gritou em resposta sendo segurado pelo Dohko.

Antes que alguém pudesse responder, uma luz branca iluminou todo o local, assustando a todos. No centro do salão um homem apareceu, era igual ao Aioros, porém seus cabelos eram um pouco maiores e com mexas brancas, os olhos estavam cinzas e era um pouco mais baixo, além do enorme cosmo que emanava dele.

Aioros presumiu que aquele era ele de outra linha do tempo e que com certeza estava igual. Viu que era encarado por ele, mas ao poucos o olhar do seu eu foi para o Saga.

-Saga seu merda. - O homem foi até o de cabelos pretos o puxando pelo braço para longe.

-A-Aioros... - O geminiano murmurou sorrindo.

-Qual o seu problema? Arrumando confusão em outras linhas do tempo só para chamar atenção. Eu estava em missão, você me atrapalhou. - O sagitariano chamou a atenção dele fazendo todos olharem sem entender nada.

-Sinto muito. - O geminiano falou sorrindo. - Mas meu plano ia dar certo, eu ia ter um de você a minha disposição.

-Cala a boca antes que eu te de um soco. Pode desfazer aquelas ilusões do Shion e Atena agora, peça desculpas e solte eles. - O sagitariano falou fazendo os outros segurarem a risada.

-Você sabe que eu não faço isso. - Saga reclamou e teve seus cabelos puxados novamente. - Ok Ok, desculpa...

O geminiano estalou os dedos e as correntes desapareceram, Aioros voltou ao normal e Atena e Shion apareceram ali. O Saga daquela dimensão olhou para o outro irritado e começou a falar.

-Isso tudo foi porque você não aguenta esperar pelas missões do Aioros acabarem? - Saga falou puxando o Aioros normal para perto.

-Bem, quando não se tem um Kanon para te fazer companhia e o amor da sua vida está a meses sem mandar notícias. - O geminiano moreno justificou.

-Ata, concordo com você então. - O geminiano loiro falou e levou um tapa no braço do Aioros. - Ei, eu disse que concordo, não que faria o mesmo. E Saga, espero não te ver mais.

-Eu também. - Aioros falou ouvindo o outro sagitariano rir.

-E não vai. Eu vou levar ele para casa. - O sagitariano mais baixo falou puxando o Saga pelo braço. - Vou deixar vocês em casa. Até.

O sagitariano menor sorriu para eles e estalou os dedos, uma luz forte cobriu toda a sala, cegando a todos por um tempo, até que se dissipou. Aioros se viu no quarto na casa de gêmeos, Saga e Kanon estavam na frente dele tão atordoados quanto ele. O sagitariano olhou para o lado na cama e viu ela coberta de doces e salgados, mesmo de longe consegui ver uma carta escrito: "Desculpa, isso é para recompensar, tchau querido Aioros."


Notas Finais


Desculpa a demora para postar algo e se esse "fim" ficou muito ruim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...