História Could This Be Love - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bernard Duarte, David Luiz
Personagens Bernard Duarte, David Luiz, Personagens Originais
Tags Romace David Luiz Drama
Visualizações 27
Palavras 2.106
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Esporte, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii meus amoress!!

Demorou mais saiu capitulo novo !!

Espero que gostem, comentem o estão achando, deem sugestões !!

BjssNarrado por Bruna
David foi pra cozinha e eu fiquei deitada no sofá e logo peguei no sono só acordei com David me chamando
- David: Acorda - beijou meu pescoço- preguiça - beijou novamente
- Só mais 5 minutos
- Amor o almoço está pronto - beijou novamente - fiz com tanto carinho pra você -beijou novamente - vamos senão vai esfriar - beijou novamente
- To indo. Você ta parecendo meu pai cuidando de mim quando eu era pequena
- Vem deixa eu te ajudar - falou me pegando no colo
- Não precisa disso, eu consigo andar.
- Eu sei disso, mas quero que você force a perna - falou me colocando na cadeira.
- Ta bem. Hum a comida ta com um cheirinho bom - Ele já tinha colocado meu prato
- Espero que você goste - Começamos a comer eu comi tudo menos o angu, não conseguia.
- Amor não vai comer o angu? – ele pergunto olhando pra o meu prato
- Não
- Prova só um pouco
- Não consigo
- Tá. Fecha os olhos
- Por quê?
- Vai fecha olhos
- Ta bom - fechei os olhos
- Agora abre a boca
-: Não David
-: Bruna abre a boca - diz autoritário e abro a boca ele colocou um pouco do angu na minha boca - E ai gostou?
- Hum até que não e tão ruim. - Assim termino de comer.
(...)
2 meses depois
Graças a Deus minha perna esta totalmente curada, mas em compensação o meu relacionamento com o David não indo muito bem, tivemos algumas brigas e ele também está tendo muitos jogos e eu muito trabalho, ainda mais agora que abri minha editora quase nem nós vemos direito, nós vemos de manhã e depois às vezes a noite quando eu chego cedo da editora. Só que hoje estou pensando em fazer uma surpresa para o David vou fazer um jantar pra ele.
Nem fui trabalhar hoje, mas ele pensa que eu fui, pra enganar ele sai junto com ele mas fui encomendar comida italiana pra o nosso jantar depois de fazer o pedido voltei pra casa e então isso eu arrumo a casa.
(...)
A comida chegou na hora certa, coloquei na cozinha e fui me arrumar coloquei um shortinho, uma camisa preta um sapato da mesma cor e fiz uma maquiagem leve e me escondi no outro quarto pra ele pensar que eu não estou em casa, escutei ele chegar, e mesmo foi direito tomar banho, enquanto ele estava no banheiro, fui colocar a mesa terminei de colocar a mesa e subi pra o nosso quarto ele já estava de roupa e de costa pra mim então peguei uma venda e o abracei por trás.
- Oi meu amor - falei dando um beijo em suas costas
- Nossa, amor já chegou - me deu um selinho - você está tão linda! Vai sair ?
-: Eu não, nós vamos jantar!
- Porque não me avisou antes!?
- Oh bobinho, nós vamos jantar!
- Espera aí deixa eu me arrumar
- Não precisa - falei indo até ele e o vendo seus olhos - fica tranquilo - peguei em sua mão e o guiei até a mesa do jantar e tirando sua venda - Ai está o jantar ele veio até nós - dei um selinho nele - gostou? - Ele nem respondeu e me puxou pela cintura e me beijou
- Eu te amo minha baixinha!
- Também te amo meu cabeludo! Vamos comer estou morrendo de fome
- Vamos sua morta de fome
Nós sentamos, começamos a comer e ele me fala como foi o dia dele, terminamos e fomos pra sala.
- Amor como foi seu dia?
- Ah, eu fui até o restaurante italiano, depois - ele me interrompe.
- Pera aí, você não foi trabalhar hoje?
-Não, depois de voltar do restaurante, eu arrumei a casa toda e me arrumei pra o nosso jantar.
- Por você mentiu pra mim Bruna - falou apertando meus braços com força
- David você está me machucando
-Bruna me responde - apertou com mais força
- Não posso mais fazer uma surpresa pro meu próprio namorado!
- Mas você mentiu pra mim e eu odeio quando mentem pra mim
-David eu pensei que você fosse gostar, mas estou vendo que eu me enganei. ME SOLTA DAVID LUIZ - consegui me soltar dele - Como eu pude ter perdido meu tempo pra poder te fazer feliz, você queria o quê, que eu falasse "Amor, hoje eu vou fazer um jantar surpresa pra você" - falei ironizando - ah David vai se ferrar! - Terminei de falar e senti um lado esquerdo do meu rosto queimar, ele tinha me dado um tapa e não consegui conter as lagrimas - Você nunca mais toca em mim seu covarde. Está tudo acabado entre nós, esquece que eu existo e que fiz parte da sua vida eu tenho odeio de você.
Subi pro quarto peguei uma mala coloquei todas as minhas coisas nela e fui pra o outro quarto dormir lá e amanhã mesmo eu vou pra minha casa que já tinha comprado e só meu irmão sabia que eu tinha até então. Foi pra o outro quarto e me permiti chorar de dor, de raiva e de ter me enganado mais uma vez.
Enquanto isso na sala
Narrado por David
Eu não deveria ter falado aquilo pra ela muito menos eu ter dado um tapa nela que homem sou eu, eu não sou um homem de verdade eu bati na mulher eu amo eu sou um COVARDE, ela nunca vai me perdoa e muito menos querer me ver na vida dela, como eu foi um burro ela só quis fazer uma surpresa, será que ela vai quer me escutar?!
Subi as escadas fui ao nosso quarto e ela não estava, fui aos outros quartos e ela estava no mais distante e bati na porta.
- Bruna me perdoa, eu te amo, eu não deveria ter feito nada do que eu fiz, eu não quero te perder.
- David sai daqui!!! Eu não quero ouvir você e me esquece, você só foi mais uma ilusão na vida, eu não quero mais você, eu serei mais feliz sem você, você me perdeu pra sempre, eu pensei que você era um homem diferente, mas, você não passa de um COVARDE. SOME DAQUI SEU COVARDE SAI DA MINHA VIDA, PRA SEMPRE EU TENHO NOJO DE VOCÊ.
Aquilo que disse foi como uma facada no meu peito, ela é a mulher da minha vida e eu a perdi por uma burrada minha, como eu pude ser tão BURRO, eu a perdi pra sempre e ela está com nojo de mim.
Fui para o quarto tentei dormir, mas, não consegui, pois aquele quarto tinha o jeito tudo e lembrava ela, o travesseiro com seu perfume o porta retrato com a nossa foto perto da torre, comecei a lembrar das nossas noites, das nossas brincadeiras, da sua risada, o seu jeito que ela falava do irmão ela dizia que pra mim que ele era o super herói dela, por ele seria capaz de matar ou dar a própria vida por ele, como ela ama o que faz. Tudo nela me chama atenção em todos os gêneros, como eu pude ser tão cruel com ela.
(...)
Chorei tanto que acabei dormindo, acordei eram uma 10h30min levantei fiz minha higiene matinal e fui pra cozinha, mas, ela não estava lá tomei meu café, mas não era a mesma coisa sem a Bruna aqui na mesa estou me sentido tão vazio sem a Bruna, ela é tudo pra mim, terminei o café e fui ao quarto que ela estava bati na porta e a chamei.
- Bruna? - falei abrindo a porta, mas a cama estava arrumada e tinha uma carta com a aliança que dei a ela em cima do travesseiro.
Bilhete:
David, agradeço à Deus por ter te colocado em minha vida, na hora em que eu mais precisei. Nós dois estávamos na hora certa e no lugar certo. Naquele momento, tudo foi tão perfeito. Cada segundo que eu passei contigo, tentei aproveitar o máximo possível, pois sabia que seriam os últimos e foram os mais bonitos da minha vida. Adorava ficar ao teu lado, sentir seu abraço, o teu cheiro, teu calor, você! Seu beijo! Você fez parte de um momento maravilho da minha vida, você foi uma época na minha vida. Fostes um lindo anjo que veio perto de mim e fez - me esquecer de todo o sofrimento que eu estava passando. Eu te idealizei demais, e não vi que era hora de você partir. De repente você surgiu do nada e fez a minha esperança reascender. Foi lindo, foi mágico, foi como eu sonhei!
Só que dessa vez eu é que tive que ir. . .
Nem nos despedimos, acho que foi melhor assim. Se eu pudesse voltar e congelar o tempo, com certeza o momento escolhido seria o nosso primeiro beijo!
Mas já não há tempo. . .
Foi - se o tempo. Já não pertencemos um ao outro, tomamos rumos diferentes, mas pode ter certeza de que eu nunca vou esquecer - te, meu amor! Mas quando você for embora da minha vida aos poucos, podes ter certeza de que estarás levando um pedaço da minha ALMA, para todo o sempre. . .
Pois você é eterno! Não quero que tu tenhas pena de mim, ou penses que eu estou sofrendo por tua causa. Quero sim, que tu fiques feliz pelo simples fato de eu ter tido a oportunidade de tentar te cativar. Nunca pedi nada em troca, pois eu te tinha o tempo todo dentro de mim. Mesmo distante, dentro do meu universo, eu te buscava, eu te sonhava. E podes ter certeza, de que cada momento, de que cada pensamento meu, foi sincero. Você me cativou desde o primeiro segundo em que te vi. Tu não podes imaginar, o quanto eu fiquei feliz, em te ver nesse verão novamente. Eu pedi a Deus todos os dias para te trazer perto de mim outra vez. E nesse tempo que passou, dentro do meu coração só restou uma saudade. Sei que agora tenho que te deixar partir da minha vida, Não vou mentir que está sendo difícil pra mim, e mesmo que os nossos caminhos nunca mais se cruzarem, vou seguir em frente feliz, pois quando olhar para trás, você estará lá, fazendo parte de um momento especial do meu passado. Eu te desejo toda a felicidade do mundo, espero que tu encontres alguém que te complete, e que você possa ter a capacidade de se entregar a esse amor de tal maneira, como eu entreguei o meu coração á você.
Adeus David
Bruna.
Ao terminar de ler a carta eu não aguentei chorei, pois agora ela se foi pra sempre, minha baixinha se foi por culpa minha. Não tenho coragem nem de ir para o treino, não ai me focar.
Depois de tanto chorar fui ao meu quarto, pois ele infelizmente e agora era só meu, fui lavar o rosto, passo pelo closet e vejo a parte dela totalmente vazia.
-: Eh ela já levou tudo! - Vou pra parte mais fundo do closet e encontro uma blusinha dela, a pego e sinto seu cheiro.
- Oh Bruna você me faz tanta falta nunca amei ninguém como você meu amor
Estava distraído sentindo o perfume dela quando meu celular toca, vou ver quem era e vejo que era o Bê.
- Será que ele já sabe?!
Resolvo atender
Ligação On
- Alô!
-: Eaí David!
- Oi Bernard
- Tá tudo bem, sua voz não parece muito boa?
- To bem -menti- acho que estou gripando.
- Bru esta em ai porque eu liguei no celular e só chama
-Ela já saiu, ela deve estar ocupada - falei com um nó na garganta com vontade de chorar.
-: Hum se ela estive ai eu pedir pra ela ficar com a Suh não tá passando muito bem que hoje, então eu não vou poder ir pra o treino.
- Entendi.
-Ah já ia me esquecendo a você sabe aonde a Bru guarda os remédios dela a Suh está enxaqueca e ela toma o mesmo remédio a Bru e eu já passei em várias farmácias e nenhuma tem. Posso passar aí?
"Eu não tenho mais como esconder vou ter que falar a verdade"
- Bernard, eu a Bruna nós terminamos e ela foi embora.
- QUE? COMO ASSIM? Não fala nada eu to indo pra ai.
Ligação Off

Capítulo 15 - Adeus David


Fanfic / Fanfiction Could This Be Love - Capítulo 15 - Adeus David

 

Pov Bruna

David foi pra cozinha e eu fiquei deitada no sofá e logo peguei no sono só acordei com David me chamando

- David: Acorda - beijou meu pescoço- preguiça - beijou novamente 

- Só mais 5 minutos 

- Amor o almoço está pronto - beijou novamente - fiz com tanto carinho pra você -beijou novamente - vamos senão vai esfriar - beijou novamente 

- To indo. Você ta parecendo meu pai cuidando de mim quando eu era pequena

- Vem deixa eu te ajudar - falou me pegando no colo

- Não precisa disso, eu consigo andar. 

- Eu sei disso, mas quero que você force a perna - falou me colocando na cadeira. 

- Ta bem. Hum a comida ta com um cheirinho bom - Ele já tinha colocado meu prato 

- Espero que você goste - Começamos a comer eu comi tudo menos o angu, não conseguia. 

- Amor não vai comer o angu? – ele pergunto olhando pra o meu prato

- Não 

- Prova só um pouco

- Não consigo 

- Tá. Fecha os olhos 

- Por quê?

- Vai fecha olhos 

- Ta bom - fechei os olhos 

- Agora abre a boca 

-: Não David 

-: Bruna abre a boca - diz autoritário e abro a boca ele colocou um pouco do angu na minha boca - E ai gostou?

- Hum até que não e tão ruim. - Assim termino de comer.

(...)

2 meses depois

Graças a Deus minha perna esta totalmente curada, mas em compensação o meu relacionamento com o David não indo muito bem, tivemos algumas brigas e ele também está tendo muitos jogos e eu muito trabalho, ainda mais agora que abri minha editora quase nem nós vemos direito, nós vemos de manhã e depois às vezes a noite quando eu chego cedo da editora. Só que hoje estou pensando em fazer uma surpresa para o David vou fazer um jantar pra ele.

Nem fui trabalhar hoje, mas ele pensa que eu fui, pra enganar ele sai junto com ele mas fui encomendar comida italiana pra o nosso jantar depois de fazer o pedido voltei pra casa e  então isso eu arrumo a casa.

(...)

A comida chegou na hora certa, coloquei na cozinha e fui me arrumar coloquei um shortinho, uma camisa preta um sapato da mesma cor e fiz uma maquiagem leve e me escondi no outro quarto pra ele pensar que eu não estou em casa, escutei ele chegar, e mesmo foi direito tomar banho, enquanto ele estava no banheiro, fui colocar a mesa terminei de colocar a mesa e subi pra o nosso quarto ele já estava de roupa e de costa pra mim então peguei uma venda e o abracei por trás.

- Oi meu amor - falei dando um beijo em suas costas 

- Nossa, amor já chegou - me deu um selinho - você está tão linda! Vai sair ?

-: Eu não, nós vamos jantar! 

- Porque não me avisou antes!?

- Oh bobinho, nós vamos jantar!

- Espera aí deixa eu me arrumar 

- Não precisa - falei indo até ele e o vendo seus olhos - fica tranquilo - peguei em sua mão e o guiei até a mesa do jantar e tirando sua venda - Ai está o jantar ele veio até nós - dei um selinho nele - gostou? - Ele nem respondeu e me puxou pela cintura e me beijou 

- Eu te amo minha baixinha!

- Também te amo meu cabeludo! Vamos comer estou morrendo de fome 

- Vamos sua morta de fome 

Nós sentamos, começamos a comer e ele me fala como foi o dia dele, terminamos e fomos pra sala. 

- Amor como foi seu dia?

- Ah, eu fui até o restaurante italiano, depois - ele me interrompe. 

- Pera aí, você não foi trabalhar hoje?

-Não, depois de voltar do restaurante, eu arrumei a casa toda e me arrumei pra o nosso jantar. 

- Por você mentiu pra mim Bruna - falou apertando meus braços com força 

- David você está me machucando 

-Bruna me responde - apertou com mais força 

- Não posso mais fazer uma surpresa pro meu próprio namorado!

- Mas você mentiu pra mim e eu odeio quando mentem pra mim 

-David eu pensei que você fosse gostar, mas estou vendo que eu me enganei. ME SOLTA DAVID LUIZ - consegui me soltar dele - Como eu pude ter perdido meu tempo pra poder te fazer feliz, você queria o quê, que eu falasse "Amor, hoje eu vou fazer um jantar surpresa pra você" - falei ironizando - ah David vai se ferrar! - Terminei de falar e senti um lado esquerdo do meu rosto queimar, ele tinha me dado um tapa e não consegui conter as lagrimas - Você nunca mais toca em mim seu covarde. Está tudo acabado entre nós, esquece que eu existo e que fiz parte da sua vida eu tenho odeio de você.

Subi pro quarto peguei uma mala coloquei todas as minhas coisas nela e fui pra o outro quarto dormir lá e amanhã mesmo eu vou pra minha casa que já tinha comprado e só meu irmão sabia que eu tinha até então. Foi pra o outro quarto e me permiti chorar de dor, de raiva e de ter me enganado mais uma vez.

Enquanto isso na sala 

Pov David

Eu não deveria ter falado aquilo pra ela muito menos eu ter dado um tapa nela que homem sou eu, eu não sou um homem de verdade eu bati na mulher eu amo eu sou um COVARDE, ela nunca vai me perdoa e muito menos querer me ver na vida dela, como eu foi um burro ela só quis fazer uma surpresa, será que ela vai quer me escutar?!

Subi as escadas fui ao nosso quarto e ela não estava, fui aos outros quartos e ela estava no mais distante e bati na porta.

- Bruna me perdoa, eu te amo, eu não deveria ter feito nada do que eu fiz, eu não quero te perder.

- David sai daqui!!! Eu não quero ouvir você e me esquece, você só foi mais uma ilusão na vida, eu não quero mais você, eu serei mais feliz sem você, você me perdeu pra sempre, eu pensei que você era um homem diferente, mas, você não passa de um COVARDE. SOME DAQUI SEU COVARDE SAI DA MINHA VIDA, PRA SEMPRE EU TENHO  NOJO DE VOCÊ.

Aquilo que disse foi como uma facada no meu peito, ela é a mulher da minha vida e eu a perdi por uma burrada minha, como eu pude ser tão BURRO, eu a perdi pra sempre e ela está com nojo de mim.

Fui para o quarto tentei dormir, mas, não consegui, pois aquele quarto tinha o jeito tudo e lembrava ela, o travesseiro com seu perfume o porta retrato com a nossa foto perto da torre, comecei a lembrar das nossas noites, das nossas brincadeiras, da sua risada, o seu jeito que ela falava do irmão ela dizia que pra mim que ele era o super herói dela, por ele seria capaz de matar ou dar a própria vida por ele, como ela ama o que faz. Tudo nela me chama atenção em todos os gêneros, como eu pude ser tão cruel com ela.

(...)

Chorei tanto que acabei dormindo, acordei eram uma 10h30min levantei fiz minha higiene matinal e fui pra cozinha, mas, ela não estava lá tomei meu café, mas não era a mesma coisa sem a Bruna aqui na mesa estou me sentido tão vazio sem a Bruna, ela é tudo pra mim, terminei o café e fui ao quarto que ela estava bati na porta e a chamei.

- Bruna? - falei abrindo a porta, mas a cama estava arrumada e tinha uma carta com a aliança que dei a ela em cima do travesseiro. 

Bilhete

 David, agradeço à Deus por ter te colocado em minha vida, na hora em que eu mais precisei. Nós dois estávamos na hora certa e no lugar certo. Naquele momento, tudo foi tão perfeito. Cada segundo que eu passei contigo, tentei aproveitar o máximo possível, pois sabia que seriam os últimos e foram os mais bonitos da minha vida. Adorava ficar ao teu lado, sentir seu abraço, o teu cheiro, teu calor, você! Seu beijo! Você fez parte de um momento maravilho da minha vida, você foi uma época na minha vida. Fostes um lindo anjo que veio perto de mim e fez - me esquecer de todo o sofrimento que eu estava passando. Eu te idealizei demais, e não vi que era hora de você partir. De repente você surgiu do nada e fez a minha esperança reascender. Foi lindo, foi mágico, foi como eu sonhei!

Só que dessa vez eu é que tive que ir. . .

Nem nos despedimos, acho que foi melhor assim. Se eu pudesse voltar e congelar o tempo, com certeza o momento escolhido seria o nosso primeiro beijo!

Mas já não há tempo. . .

Foi - se o tempo. Já não pertencemos um ao outro, tomamos rumos diferentes, mas pode ter certeza de que eu nunca vou esquecer - te, meu amor! Mas quando você for embora da minha vida aos poucos, podes ter certeza de que estarás levando um pedaço da minha ALMA, para todo o sempre. . .

Pois você é eterno! Não quero que tu tenhas pena de mim, ou penses que eu estou sofrendo por tua causa. Quero sim, que tu fiques feliz pelo simples fato de eu ter tido a oportunidade de tentar te cativar. Nunca pedi nada em troca, pois eu te tinha o tempo todo dentro de mim. Mesmo distante, dentro do meu universo, eu te buscava, eu te sonhava. E podes ter certeza, de que cada momento, de que cada pensamento meu, foi sincero. Você me cativou desde o primeiro segundo em que te vi. Tu não podes imaginar, o quanto eu fiquei feliz, em te ver nesse verão novamente. Eu pedi a Deus todos os dias para te trazer perto de mim outra vez. E nesse tempo que passou, dentro do meu coração só restou uma saudade. Sei que agora tenho que te deixar partir da minha vida, Não vou mentir que está sendo difícil pra mim, e mesmo que os nossos caminhos nunca mais se cruzarem, vou seguir em frente feliz, pois quando olhar para trás, você estará lá, fazendo parte de um momento especial do meu passado. Eu te desejo toda a felicidade do mundo, espero que tu encontres alguém que te complete, e que você possa ter a capacidade de se entregar a esse amor de tal maneira, como eu entreguei o meu coração á você.

Adeus David

Bruna.

Ao terminar de ler a carta eu não aguentei chorei, pois agora ela se foi pra sempre, minha baixinha se foi por culpa minha. Não tenho coragem nem de ir para o treino, não ai me focar.

Depois de tanto chorar fui ao meu quarto, pois ele infelizmente e agora era só meu, fui lavar o rosto, passo pelo closet e vejo a parte dela totalmente vazia.

-: Eh ela já levou tudo! - Vou pra parte mais fundo do closet e encontro uma blusinha dela, a pego e sinto seu cheiro.

- Oh Bruna você me faz tanta falta nunca amei ninguém como você meu amor 

Estava distraído sentindo o perfume dela quando meu celular toca, vou ver quem era e vejo que era o Bê.

- Será que ele já sabe?!

Resolvo atender 

Ligação On

- Alô!

-: Eaí David!

- Oi Bernard 

- Tá tudo bem, sua voz não parece muito boa?

- To bem -menti- acho que estou gripando.

- Bru esta em ai porque eu liguei no celular e só chama 

-Ela já saiu, ela deve estar ocupada - falei com um nó na garganta com vontade de chorar.

-: Hum se ela estive ai eu pedir pra ela ficar com a Suh não tá passando muito bem que hoje, então eu não vou poder ir pra o treino.

- Entendi. 

-Ah já ia me esquecendo a você sabe aonde a Bru guarda os remédios dela a Suh está enxaqueca e ela toma o mesmo remédio a Bru e eu já passei em várias farmácias e nenhuma tem. Posso passar aí?

"Eu não tenho mais como esconder vou ter que falar a verdade"

- Bernard, eu a Bruna nós terminamos e ela foi embora.

- QUE? COMO ASSIM? Não fala nada eu to indo pra ai.

Ligação Off



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...