1. Spirit Fanfics >
  2. Countryhumans - Quando As Luzes Coloridas Se Apagam >
  3. One-shot

História Countryhumans - Quando As Luzes Coloridas Se Apagam - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Um dia eu vi uma imagem do Venezuela beijando o Urss, ai eu pensei, isso daria uma boa história.

Boa leitura

Capítulo 1 - One-shot


Fanfic / Fanfiction Countryhumans - Quando As Luzes Coloridas Se Apagam - Capítulo 1 - One-shot

     Lá estava o venezuelano, se movendo no mesmo ritmo que as luzes coloridas do Club piscavam.

   Venezuela sabia que essa não era a forma mais digna de ganhar o pão de cada dia, mas também sabia que era a mais fácil.

   Ele não sentia vergonha do que fazia, muito pelo contrário, poderia fazer isso a noite toda, ele sabia que quanto mais tempo ficasse ali mais dinheiro ele iria ganhar. E se ele tiver bom desempenho talvez até pudesse escolher quem o levaria pra cama.

   Um homem se aproxima do palco onde o sulista estava e o olha de cima a baixo.

   – Eu ouvi falar de você Venezuela, hehe.– Era um homem velho, esses eram os que melhor pagavam, porém Venezuela odiava ter relações com eles.– Que tal irmos a um lugar mais reservado?

   Venezuela apenas o ignorou e continuou fazendo sua performance, arriscando um giro completo na barra de Pole Dance e em seguida fazendo um movimento de cima a baixo com o membro dentro da cueca de couro, a qual era aberta atrás, o que acabou arrancando suspiros de vários homens e mulheres no local.

   Venezuela olha para a "platéia", ninguém lhe chamava atenção, até seus olhos pousarem em um homem, visivelmente era um país.

   Urss, notava-se seu tapa olho com o símbolo do socialismo e a expressão fria, ele havia ido beber para pensar um pouco, estava funcionando mesmo com seu olhar preso em um certo venezuelano, o qual o observava de longe com grande curiosidade.

   Urss abaixa o olhar, sabia que não teria coragem ou se quer chance com outro país mesmo sendo a segunda potência mundial, tudo por causa da Segunda Guerra, ele já havia aceitado isso a muito tempo.

   O soviético da um pequeno gole em sua garrafa de Vodka, tinha uma grande resistência a álcool, porém sabia seus limites e não pretendia ficar bêbado fora de casa, seria pior para sua reputação.

   O mesmo suspira e passa a mão no rosto, "talvez já esteja bom por hoje".

   Quando o mesmo ia se levantar...

   – Olá quem é você?– Era Venezuela falando com uma voz doce, o mesmo estava ainda de pé porém com ambas as mãos apoiadas nos ombros de Urss, o qual estava confuso.

   – O-Oque?– Urss fala tenso. Era a primeira vez que alguém se aproxima dessa forma de si.– O que você...

   – Eu quero algo que você tem...– Venezuela sussurra no ouvido do mesmo enquanto desliza a mão no pescoço do soviético.– Que tal nós irmos para o quarto 11?

   – Nós...!?– Urss ouviu falarem que Venezuela era o stripper mais difícil do Club, e poucas pessoas já transaram com ele.– Err... Bem...

   – A qual é...– Venezuela lambe o pescoço dele, e alisa a parte interna da coxa de Urss, parando sua mão sobre o volume na calça do mesmo.– Você está querendo isso tanto quanto eu não é mesmo?

   Urss suspira em êxtase. Ele toma coragem e segura a cintura do venezuelano.

   União Soviética o guia até o quarto 11 sugerido por Venezuela, passando por uma multidão de pessoas, as quais alguns homens olhavam o soviético com inveja.

   Após passar pelas pessoas, Urss passou por um corredor olhando para os lados, ele era um pouco mais escuro com somente letreiros vermelhos, e no final do corredor estava o quarto de número 11.

   Urss tenta abrir a porta porém ela estava trancada.

   – Aqui está a minha chave.– Venezuela sorri com um dos braços em volta do abdomen de Urss enquanto erguia a chave para o mesmo.

   O soviético nem acaba de abrir a porta e Venezuela ataca seus lábios ferozmente, o empurrando para dentro do quarto e trancando a porta.

   Urss respira fundo e Venezuela beija seu pescoço enquanto levantava sua blusa. Venezuela guia Urss até a cama que havia no quarto e faz Urss se sentar na mesma.

   Em seguida Venezuela segura a barra da calça de Urss e aperta a mesma enquanto aprofunda o beijo. Porém após dois minutos Venezuela separa o mesmo.

   – Vamos ver...– Venezuela estava quase abaixando as calças de Urss porém o mesmo segurou o pulso do sulista. Venezuela olhou para o mesmo e percebeu que ele estava mais sério.– O que houve?

   – Eu não devia estar aqui...– Urss responde o olhando, até que lembra o que o venezuelano estava vestindo, Urss se levanta, igualmente Venezuela.

   Venezuela estava confuso. Urss retira seu casaco e o coloca no venezuelano, que estava um pouco aéreo pensando no porque dele ter parado derrepente.

   – Hum? O-Oque?-

   – Err, aqui...– Urss estende cinco mil rublos russos para Venezuela que o olha assustado.– Desculpe por tomar seu tempo.

   O soviético põe o dinheiro em cima da cama, porém quando ia se levantar seu pulso é agarrado.

   – H-Hey! Nós nem transamos...– Venezuela diz um pouco inquieto.– Isso não é justo.

   – Me desculpe, eu não consigo fazer isso...– Diz Urss.

   Venezuela fica quieto mas ainda sim segurava o pulso de Urss.

   – Porque?– O venezuelano estava muito confuso, ninguém havia negado uma foda com ele antes.

   – Você é jovem, bonito, e com certeza só escolheu trabalhar aqui pois não tinha escolha.– O soviético responde.

   – ...– Venezuela solta o pulso dele e pela primeira vez abaixa a cabeça para alguém, não sabia o que fazer ou dizer.

   – ...– Urss pega uma caneta em seu bolso e anota no braço de Venezuela uma sequência de números.– Esse é o meu número caso queira conversar.

   Urss deixa o quarto calmamente, deixando o venezuelano imerso em seus pensamentos.

   "Talvez o caminho mais longo não seja tão ruim".


Notas Finais


Eu ia fazer uma história com vários capítulos, mas o tempo não ajuda.

Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...