História Coutryhumans: Híbridos - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anne, Brasil, Countryhumans, Estados Unidos, Livia, Maria Eduarda, Rayssa, União Soviética
Visualizações 31
Palavras 1.619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Capítulo 1


Terceira Pessoa

No fim da noite fria e conturbada pela guerra e conflitos, os ventos ateus das montanhas que estavam em paz, três amigos em cima de um monte vendo o Nascer Do Sol  encherem seu olhos de luz e alegria.

A.K: Como é bom o sol!

Dalila: Sim.

Sentados na grama fria aproveitando os raios inocentes de uma linda manhã anda fria, uma mistura de medo e conforto foi implantado no mundo.

Angelo: Que pena que não é assim todo dia.

O menino de cabelos marrons que estavam sendo balançados pelo vento fresco comentou olhando para as duas meninas.

A.K: Se tivesse toda essa paz, um dia iria ficar chato. Devemos agradecer que existe conflitos!

A menina negra responde o garoto ainda observado ela.

A.K: Claro, não queremos que essa guerra dure para sempre, mas o suficiente para pelo menos não fazer essa coisa no futuro. Infelizmente o que estou falando não vai resolver daqui alguns anos mais deixa pra lá.

A negra levanta e se limpo.

A.K: Bem, melhor irmos logo! Antes que ____ nos bosque puxando nossas orelhas.

A.K ajuda seus amigos a se levantarem, os dois se limpam e ri do comentário da mesma.

Dalila: Você tem razão.

Os três jovens vão para a casa no fim do monte. É uma casa simples de dois andares com muitas paredes brancas com fotos de muitos países(presente naquele tempo), ____ esperando eles e batendo o pé no chão de madeira da casa.

____: Por que não estavam na cama?

A.K: Queríamos ver o nascer do sol!

A.K da uma resposta honesta e educada.

Dalila: Sim, você tinha que ver estava lindo.

____: Eu não tenho tempo pra isso!

Os jovens ficam tristes com ____, então a mais velha tenta combate-o de frente.

A.K: Você só pensa em trabalho...mau tem tempo pra nós!

____ olha para a A.K.

____: A.k, não começa.

A.K: Como não começar se eu só estou falando a verdade. Tá eu sei que proteger o mundo é o seu dever mas proteger os filhos também!

____: Eu não tenho filhos!

A.k: Nós somos seus filho.

____: vocês são apenas crianças!

A.K: QUE DEVEM SER PROTEGIDAS E QUE MERECEM TER UM PAI MELHOR DO QUE VOCÊ.

A mais velha aumente a voz começando a ficar com raiva.

ONU: EU JÁ FALEI NÃO SOU SEU PAI!

A.K: ENTÃO PORQUE NOS ADODOU?

____: POR QUE...por que...por que.

O homem fica sem resposta.

____: ... Vocês tem poderem, por isso adotei vocês.

Dalila: Por interesse?

A.K: Não...pode...Não...não...não, não, não NÃO NÃO NÃO NÃO.

A mais velha sai correndo pro seu quarto e bate a porta forte que faz a casa tremer um pouco.

.

.

.

.

Suas esperanças de que ____ iria melhorar acabou, ela esta vazia por dentro, ela não sabe o que é realmente amor de paterno, ela não sabia se o amor realmente existia, bem mais ela era só uma criança de 6 anos, logo seu trabalho ira começar.

.

.

.

 

[Quase no fim da Segunda Guerra Mundial]

 

Segunda Guerra Mundial: Iniciou mesmo com o a invasão dos corredores poloneses, então Grã-Betania e França foi obrigados a entra em mais uma guerra...Mais uma guerra com o mesmo inimigo..Alemanha, que nessa época se chamava Terceiro Reich e foi comandado por Aldof Hitler e seguia a ideologia Nazista. Estados Unidos teve que entrar junto com aliados e União soviética também, e com isso foi criada essa frase "O meu inimigo é amigo do meu amigo então ele é meu amigo." ou "Eu e meu inimigo temos um inimigo igual, então vamos nós juntar para vence ele...mas depois voltaremos a ser rivais" bem essa segunda frase resume a relação de Estados Unidos e União Soviética na Segunda Guerra.

 

-ONU POV-

Ando em um corredor frio fazendo me arrepiar. Minhas emoções estão a flor da pela, dá para percebe minha alegria de velos novamente depois de muito tempo, mas ainda estou com medo de que certas pessoas não queiram me ver depois da nossa última vez que me viu. Chego a uma porta grande e dois guardar abrem ela e no outro lado vejo 3 cientistas.

Guarda: Bom dia senhor ONU.

ONU: Bom dia.

Esconde minha alegria e vou até um cientista.

ONU: Como vai eles?

Cientista: Bem! Fisicamente e mentalmente, eu acho.

ONU: Por que você acha?

Cientista: Uma delas não esta se  d um trauma...que tem ave com o senhor.

ONU: Já era de se espera!

Fico triste com a noticia.

Cientista 2: Podemos descongelalos?

ONU: Pode.

Cientista 2: Processo de descongelamento em 3...2........1

Um vento forte e muito frio sai das cabines, eu fecho e cubro o olho e depois de 5 ou 6 segundos olho pra eles e um sorriso aparece em meu rosto.

ONU: Bem-Vindo de novo a Vida meu meninos!

.

.

.

.

-A.K POV-

 

Acordo e vejo três cientistas e o ____. Começo a andar mas caio.

A.K: Ai.

O ____ corre até mim e me abraça.

____: Me desculpa pelo que eu fiz e falei.

A.K: ...

Eu começo a chora e abraço ele de volta.

A.K: Eu senti sua falta ____!

____: Não me chame assim, me chame de ONU..Ok Anna.

Pela primeira vez ele me chama pelo meu nome real o que me deixou mais emocionada e choro mais ainda.

Anna: Ok ONU.

...

Depois da seção de choro ONU nos explicou que agora temos entre 13 á 15 anos e que nos temos poderes, Angelo da Estrela, Dalila da Lua e eu do Sol. Nós ganhamos nossos colares com pingente que nos representa.

ONU: destro dos pingentes esta a metade do poderes  a outra metade esta dentro de você, juntando os dois vocês ficam muito mais poderosos!

Estalo meu dedos e aparece um par de asas atrás de mim e uma aurela em formato de sol.

Anna: WOW que lindo.

bato as asas e começo a voar.

Anna: Hahaha

E depois volto para terra firme, Onu continua a explica as coisa e qual era nossa missão ela é bem simples pra ser honesta. ONU falou que eu daria morar na casa de URSS e me aproxima de um dos filhos deles. Angelo deveria fazer o mesmo só com uma diferença deveria ser com o dono da casa que é China, Dalila a mesma coisa que o Angelo só que com Estados Unidos.

ONU: Pronto?

Anna, Angelo e Dalila: Pronto!

ONU nos coloca em carros diferente.

...

Chego na casa- Que dizer mansão aconchegante de URSS e um de seus guardas abre a porta e me leva até a entrada principal.

URSS: Você deve ser uma das babas que ONU me recomendou não é?

Anna: Sim!

Ele olha a minha altura e depois sorri.

URSS: Tem certeza? Você é muito pequena!

Ele fala em um tom de deboche.

Anna: Com todo respeito senhor, mais você parece uma montanha de tão auto então vai ser difícil de encontra alguém de seu tamanho!

Ele fica orgulhoso com meu argumento e se sente especial e me dá espaço para entra, eu entro.

Anna: Mas não empossivel!

Consegui sente que seu orgulho diminui um pouco.

URSS: Você tem coragem de fala isso comigo, a primeira pessoa afazer isso!

Anna: Não é coragem senhor...

Olho pra ele.

Anna: E sim, inteligencia.

Tiro meu Óculos de grau e dou um piscadela pra ele e o mesmo fica com vermelho reluzente.

URSS: B.bem vou chamar meu filhos, fique aqui.

Anna: Ok...

Ele sai quase correndo para chamar seus filhos.

Echo: Tu é sacana mesmo em.

Anna: Obrigada!

Echo: Tenta não faze isso com Rússia ta?

Anna: Rússia tem quase a mesma idade que eu porque não posso?

Echo: Brincar com o coração dos outros é feio, e vai machucar muito ele.

Anna: Thc, ok ok não faço mais isso.

Fico esperando até que URSS aparece seus filho.

URSS: Filhos esse vai ser sua nova baba! Anna

????: Que bonita!

?????: Sim, ela é realmente bonita.

Dou uma risada.

URSS: Crianças vão conversa com ela, eu vou fica no meu escritório.

URSS sobe as escada e some. Converso um pouco com as crianças e percebo que o pai delas não tem tempo pra elas as deixando tristes, então resolvo faze um passeio para o jardim então pessoa para as crianças trocarem de roupa.

Rússia: Anna venha irei te mostra seu quarto!

Rússia pega minha mão e me leva até meu quarto.

Echo: Como é a mão desse jovem de 16 anos.

Anna: É muito macia!

Penso e Echo ri da minha cara e apenas fica me observando.

Rússia: Pronto senhorita.

Anna: Obrigada Rússia.

Dou um beijo na bochecha dele e o mesmo fica sem jeito e começa a guaguechar.

Rússia: B.bem acho m.melhor eu ir.

Ele sai correndo.

Anna: Ai, ele tem 16 anos mais parece uma criança DE TÃO FOFO.

Entro no meu quarto e pego um vestido com estampa de girassol e me visto.

Echo: Engraçado eu tu tem 15 e ele 16, daqui apouco ele gosta das mesmas coisas que você.

Anna: Se fosse assim seria uma fanfic. (Autora: Pera.....QUE?!)

Coloco uma meia branca que vai ate a nuca sapatilha preta.

Anna: Estou pronta.

Saio do quarto animada e vejo as crianças me esperando então desso as escadas e paro na sala principal.

Anna: Vamos?!

Crianças: VAMOS!

Elas saiam de casa muito alegre.

-URSS POV-

Ouso um grito dizendo "VAMOS", então saio de minha sala e vejo elas saindo de casa alegres vejo Anna e ela esta rindo das felicidade crianças e depois vai embora e fecha aporta.

URSS: Parece que ela realmente vai ser uma ótima baba.


Notas Finais


CALMA CALMA CALMA, eu sei, eu mudo muito minhas historias..mas...sabe come eu sou né? nunca estou satisfeita com o que eu faço...Eh e isso estava na minha lista mudar a historia...mas essa foi a ultima vez...eu acho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...