História Cozy - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Wanna One, X1
Personagens Cho Seungyoun, Daehwi, Guanlin, Han Seungwoo, Jaehwan, Jihoon, Jinyoung, Jisung, Kang Daniel, Kim Wooseok, Kim Yohan, Lee Hangyul, Minhyun, Seongwoo, Sungwoon, Woojin
Tags Cha Junho, Kang Minhee, Lee Eunsang, Nam Dohyon, Son Dongpyo, Song Hyeongjun
Visualizações 173
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Um capítulo docinho para adoçar a vida de vocês ♡

Capítulo 3 - Bolo de chocolate (X1 Minhee e Hyeongjun)


Hyeongjun estava deitado em sua cama no orfanato, ela era a mais próxima da janela de vidro do quarto então dali ele conseguia ver a neve caindo do lado de fora e pintando tudo de branco. Já tinha anoitecido, sabia que hoje era noite de Natal, porém essa data – assim como todas as outras – não era celebrada no orfanato, então ele e os demais já estavam na cama. Em seu íntimo, queria ser como os outros que já dormiam, podia escutar suas respirações pesadas e despreocupadas, mas seus olhinhos redondos não desgrudavam da janela de vidro, na esperança de visualizar um milagre.

“Eu sei, eu tenho 17 anos, não devia mais acreditar em Papai Noel, mas e se ele resolver aparecer essa noite?” pensou consigo mesmo, queria estar com os olhos abertos caso o bom velhinho cruzasse os céus. Não era como se alguma vez tivesse recebido um presente de Natal nem nada do tipo, se o Papai Noel existia então ele era bem malvado por nunca ter passado pela cama dele, porém todo ano acreditava fielmente que um milagre aconteceria, o seu milagre de Natal.

Quando seus olhos começaram a ficar pesados, sentiu um toque no ombro e levou um susto ao ver um rosto conhecido lhe puxar pelo braço, conduzindo-o em silêncio para fora do quarto e o levando pela escadaria até o andar de cima. Os dedos magros de seu melhor amigo, Kang Minhee, apertavam sua mão com força e tudo o que ele queria saber era onde estavam indo. Se fossem pegos fora da cama a essa hora, o castigo seria certo.

Minhee entrou na sala onde era a biblioteca e rapidamente puxou a escada que dava para o sótão, indicando que Hyeongjun devia subir primeiro. Embora aquilo parecesse loucura, o mais novo estava curioso para saber o que ele estava tramando, então subiu degrau por degrau com cuidado, se deparando com um sótão cheio de caixas de papelão e poeira.

- Pronto – O mais velho disse e fechou a abertura para que ninguém os visse ali.

Hyeongjun olhou em volta e não entendeu nada, a única janela pequena no canto do local não iluminava tudo perfeitamente, porém seu melhor amigo havia trazido uma lanterna.

- O que estamos fazendo aqui? – perguntou confuso.

- Celebrando o Natal – o outro respondeu com um sorriso – Quando você me contou sobre o seu sonho de celebrar essa data assim como nos filmes, eu decidi preparar uma surpresa.

Os olhos do mais novo se arregalaram e seguiram o amigo, que abriu uma das caixas e de lá de dentro tirou uma embalagem plástica, que colocou diante dos dois. Quando a iluminou com a lanterna, Hyeongjun ficou muito surpreso ao notar que se tratava de um bolo de chocolate, era todo vermelho por fora com detalhes brancos que imitavam a neve e tinha um Papai Noel e um boneco de neve enfeitando a parte de cima. Ele teve a certeza absoluta de que nunca antes havia visto algo tão bonito.

- Co-Como? – perguntou gaguejando.

- Ajudei o vizinho no último mês a limpar o quintal de casa sem que o orfanato ficasse sabendo – o mais velho explicou – Em troca me deram alguns trocados, que eu juntei para comprar esse presente. Você gostou?

Hyeongjun sentiu as lágrimas brotarem em seus olhos, não acreditava que o melhor amigo tinha feito tudo aquilo em segredo para lhe proporcionar um momento como esse, podia ter sido pego e estaria bastante encrencado. Ele sorriu por entre as lágrimas e lhe abraçou apertado, agradecendo milhares de vezes.

- Não precisa chorar – Minhee disse com um sorriso – É apenas uma coisa pequena. Eu prometo que no próximo ano, quando estivermos fora daqui, eu vou te dar o melhor Natal da sua vida.

- Você é o melhor amigo do mundo – o mais novo sorriu.

- Você também é.

Sorrindo, Minhee tirou a embalagem plástica do bolo e delicadamente removeu o Papai Noel e o boneco de neve que eram enfeites, entregando-os nas mãos do mais novo, que adorou o presente. Ele então pegou uma faca que havia roubado mais cedo da cozinha e cortou uma fatia, entregando-a nas mãos do outro.

- Eu até tente roubar uns pratos, mas não tive sucesso – o mais velho riu – Então vamos ter que improvisar.

- Tudo bem – Hyeongjun riu também e esperou o outro pegar um pedaço para que o experimentassem juntos.

Quando deu uma dentada, sorriu e disse com a boca cheia que nunca havia provado algo tão delicioso assim antes, a comida no orfanato não era a pior do mundo, mas eles nunca comiam bolos ou coisas do tipo, então era como provar um pedaço do paraíso. Minhee também aprovou a própria escolha e logo cortou mais dois pedaços para eles.

Enquanto comiam e conversavam animados, nem sentiam o frio do sótão sem aquecimento, era como se suas companhias fossem o suficiente para que o ambiente ficasse caloroso. Do lado de fora, uma nevasca pesada caía, mas onde estavam tudo era brilhante e confortável, mesmo que estivessem no escuro em meio à caixas cheias de pó.

- Oh – Minhee disse quando olhou para o relógio no pulso e então sorriu – É meia noite. Feliz Natal, Hyeongjun.

- Feliz Natal, Minhee – o mais novo repetiu, as bochechas ainda estufadas de bolo.

Eles continuaram conversando sobre suas memórias do passado, seus sonhos para o futuro e os bons sentimentos que tinham um pelo outro. Aquilo era exatamente o que Hyeongjun esperava de um Natal, passar um bom momento junto das pessoas que ele gostava. Não precisava de luxos, nem de uma árvore com luzes e bolinhas coloridas, também não ligava de ter uma mesa farta. Tudo o que mais queria era poder ter alguém ao seu lado para dividir aquele momento precioso, alguém que amasse tanto quanto amava seu melhor amigo.

 

 

 

 

Quando os dois voltaram para o quarto com a barriga cheia do bolo que comeram por inteiro, Hyeongjun deu um abraço apertado no amigo e voltou para sua cama perto da janela. Tudo parecia igual ali, as respirações pesadas dos outros órfãos, a neve caindo do lado de fora, mas ele se sentia completamente diferente.

“Eu tive meu milagre de Natal” pensou consigo mesmo enquanto colocava o Papai Noel e o boneco de neve debaixo do travesseiro, o bom velhinho tinha lhe visitado mesmo no fim das contas.  

E ele sentiu esperança, de jeitos como não sabia explicar, sentiu que um dia sairia mesmo daquele lugar e quem sabe teria sua própria família. Seus filhos correriam até a árvore animados para abrir os presentes e ele os admiraria com um sorriso no rosto, estariam vivendo um Natal que ele nunca pôde viver. Mas aquilo não importava, só queria fazê-los feliz, só queria que todo mundo no mundo fosse tão feliz como ele tinha sido essa noite, como Minhee tinha o feito feliz. Aquilo era o mais importante. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...