História Crazy for You - Chaelisa - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Min Yoongi (Suga), Minnie, Rosé
Tags Chaelisa
Visualizações 31
Palavras 1.100
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, FemmeSlash, LGBT, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Surpresaaa!


Rosé Point Of View

Acabei dormindo enquanto escutava música. Acordei 14h00, lembrando que havia marcado de sair com as meninas. Porém eu estava com tanta preguiça, mas não iria desmarcar.

Uma coisa que tenho e nunca acaba: sono.

Sentei na cama, tirando os fones de meus ouvidos e desligando a música que tocava. Levantei indo para o banheiro tomar um banho.

Levei uns 15min no banho, vesti uma roupa, peguei uma camiseta verde e um short jeans.

[...]

Eu já estava no shopping, acompanhada de Jisoo. A gente estava esperando Jennie, o namorado dela iria trazer ela, Kino.

Se passaram 20min, para então Jennie chegar.

– Nossa, que demora hein – Jisoo fala.

– Eu estava me arrumando.

– Por que você demora tanto pra se arrumar? – perguntei.

– É um dom que tenho – ela fala dando uma risada.

Entramos no shopping e fomos para o 2° andar, onde tinha as melhores lojas de roupas femininas.

Eu não ligava muito pra isso, Jennie que era fanática em fazer compras, eu já gostava mais da área das lanchonetes...

– Você não vai comprar nada? – Jisoo pergunta olhando pra mim.

– Não, tô guardando dinheiro pra comida.

Logo depois delas fazerem as compras, descemos pra o 1° andar, onde ficavam alguns restaurantes e lanchonetes.

– O que acham de irmos comer? – Jennie fala enquanto entregava uma de suas sacolas para mim.

– Agora sim você falou a minha língua – falei e nós começamos a rir.

Fomos até um lanchonete onde não tinha muita gente, nos sentamos em uma das mesas e um rapaz que aparentava ter 19 anos nos atendeu.

Eu e Jennie pedimos Bing Su e Jisoo pediu Banana Milk.

Nós comemos enquanto conversávamos.

– Ual, aquele garoto é bem gatinho – Jisoo falou enquanto procurava alguém.

– Qual? – pergunto.

– Aquele que atendeu a gente – ela fala.

– Hummm super concordo – Jennie fala – se você quiser, posso conseguir o contato dele Rosé – ela termina de falar me olhando com uma cara de malícia.

– O que? Não, claro que não – falei disfarçando.

Não vou negar que ele é lindo, mas não, ele não fazia meu tipo... Na verdade nem sei se tenho um tipo.

– Ok então... – ela para de falar olhando uma mensagem em seu celular – vocês vão na festa da Lisa? – ela  pergunta logo depois de desligar o aparelho.

– Que festa? – pergunto confusa

– Eu também não tô sabendo – Jisoo fala enquanto comia seu doce.

– Minnie tá organizando uma festa surpresa pra Lisa, metade da escola vai, ela convidou a gente. – Jennie explica.

– É quando? – Jisoo fala e eu só escuto.

– Hoje à noite.

– E por que você tá falando isso só agora? – Perguntei.

– Minnie avisou ontem, ela disse que foi algo de última hora. Vocês vão né?

– Não posso, tenho um encontro hoje à noite – Jisoo fala.

– Tinha esquecido, mas você vai né Rosé?

– Eu não sei, não gosto muito de festas...

– Ah vamos, por favorzinho?! – ela fala fazendo uma cara que derrete o coração de qualquer um.

– Por que você não leva o Kino? – sugiro

– Ele vai trabalhar hoje à noite. Ah Pasta, não me deixa sozinha – ela implora.

– Ok... Você é amiga da Minnie e da Lisa? – pergunto curiosa.

– Claro, você não sabia? – ela pergunta surpresa.

– Você não fala muito delas, não achei que vocês fossem "amigas".

Lisa Point Of View

Alguém bate na porta, vou atender, Minnie tinha chegado para irmos comer ou sei lá o que ela queria fazer.

– Está pronta? – ela pergunta logo depois de eu abrir a porta.

– Sim, só vou avisar meu pai – falei dando passagem pra ela entrar e esperar do lado de dentro.

Caminhei até o escritório dele, ele parecia tão concentrado. Bati na porta que estava aberta e ele olhou pra mim com um sorriso no rosto.

– Eu já estou indo.

– Tá bom, se divirta, e nada de bebidas alcoólicas ou drogas.

– Pode deixar – falei sorrindo para depois sair.

– Vamos? – falei abrindo a porta para Minnie sair

Ela assentiu.

[...]

Nós estávamos caminhando pela praia, segundo Minnie, os pais dela não deram dinheiro pra ela comprar algo pra comer.

– Vem comigo – ela me puxou pelo braço.

– Onde você tá indo? – perguntei assustada

Ela não respondeu. Estávamos indo em direção a uma casa, mas não sabia se era ali que ela pretendia ir... Aquela casa era familiar pra mim.

– Aquela é a casa do seu tio?

Novamente ela não me respondeu.

– Será que você pode responder uma das minhas perguntas?

– Confia em mim, logo você vai saber.

Ela estava abrindo a porta e fez um gesto para que eu entrasse. Estava  tudo escuro. Mas o que ela estava  fazendo?

– Surpresaaa – várias pessoas gritam e as luzes se acendem.

Eu tava com tantas coisas na cabeça que acabei esquecendo do meu aniversário.

– Parabéns Laliz – Minnie fala me dando um abraço apertado.

– Obrigada Mii, mas não precisava de tudo isso – falei emocionada

– É seu aniversário, claro que precisava. Falei com seu pai, ele me ajudou a organizar tudo – ela fala me soltando.

Metade da escola estava lá, algumas pessoas eu nem conhecia. Mas estava feliz por todos estarem ali.

– Obrigado – falei dando um sorriso.

[...]

Caminhei até a praia, me sentando na areia fofa. Algumas pessoas ficaram na festa, mas metade dos convidados já haviam ido embora.

– O que faz aqui sozinha? Não gostou da festa? – uma voz familiar surge atrás de mim.

Eu me viro e vejo Rosé em pé atrás de mim.

– Ah, oi Rosé, gostei sim. Só estou aqui observando a lua, e você? O que faz aqui?

– Eu estava caminhando e vi você sentada aqui sozinha. Posso te fazer companhia?

– Claro, senta aí – falei sorrindo

Então ela senta ao meu lado, próximo o bastante para eu sentir o cheiro daquele perfume doce.

Ficamos em silêncio por alguns minutos, só observando o mar calmo e a lua que brilhava. Eu não sei explicar o por que, mas eu estava a vontade com Rosé ao meu lado.

– Ela é linda né? Na verdade ela sempre foi – ela fala quebrando o silêncio

– A lua? Sim. Eu sempre fui apaixonada pelos corpos celestes – falo desviando o olhar do céu para Rosé.

– Sim, é algo maravilhoso.

– Sei que não tenho intimidade pra fazer esse tipo de pergunta, mas você estava bem hoje na aula? Parecia tão triste – perguntei com um certo medo da resposta.

– Tá tudo bem sim – ela fala. Mas não era o que o rosto dela expressava.

– Certeza? – falei me aproximando mais dela.

– Uhum... É só que... – ela para de falar.

– O que?

– Eu não sei. – ela fala com um olhar triste.

Eu queria ajudá-la de alguma forma, mas não sabia como, então apenas abracei ela.

O que eu estava fazendo? O que será ela estava pensando sobre mim agora? Eu não sei. Então ela retribuiu o gesto.

As vezes é disso que as pessoas precisam, apenas de um abraço.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...