1. Spirit Fanfics >
  2. Crazy Girls (Imagine BTS-ABO) (PAUSADA) >
  3. T01-E09 "Isso é um desastre" (parte 1)

História Crazy Girls (Imagine BTS-ABO) (PAUSADA) - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


OHAYO
DESCULPA A DEMORA MESMO
Mas é aquela historia ne: um autor de fanfic sem pausar sua fanfic ou demorar pra atualiza-la ou nao é um autor raiz (rs) ou é um genio que escreve a historia COMPLETA antes de postar.
Me desculpa de novo. sei que voces estao ansiosas/os e por isso eu atualizei agora.
esse capitulo vai ter duas partes.
ELE É UM CAPITULO GRANDE MAS NEM TANTO. TOTALMENTE DENTRO DOS PADROES DESSA FANFIC//
Terminei a primeira AGORA por isso estou postando e ja vou dar continuidade à parte 2 dele.
Enfim é isso.
Ate as notas finais.

Capítulo 10 - T01-E09 "Isso é um desastre" (parte 1)


Fanfic / Fanfiction Crazy Girls (Imagine BTS-ABO) (PAUSADA) - Capítulo 10 - T01-E09 "Isso é um desastre" (parte 1)

12/01/2019

Pov’s Haru

-Olha aqui querida, você não me estressa e me deixa passar antes que eu te estrangule!

Era a primeira vez que eu via a face da paciência e inexpressão tão furiosa.

-Atchim! Ai caralho!

Como se não bastasse uma unnie que faltava voar no pescoço da Staff, a outra estava em uma crise alérgica fortíssima causada por nossa nova mascote.

-Vamos todos nos acalmar pois isso aqui não é um circo! -  olhou em volta de si mesma e respirou fundo, fazendo uma careta ao sentir aquela mistura de cheiros, rapidamente se corrigindo. – Bom, quase.

Como viemos parar aqui?

 

4 horas antes

Fazia anos que eu não vinha visitar tia Judite e abraça-la sentindo seu cheirinho de pêssego me levou de volta a minha infância. Seu cheiro me faz lembrar do aconchego de um abraço quentinho com cheirinho de casa.

- Tia Judite que saudades eu estava da senhora! – Apertava a senhora ômega, que tinha metade do meu tamanho, com muita saudade e carinho que não e coube.  Minha boca estava cheia de seu bolo de laranja, afinal eu não poderia perder essa oportunidade.

-Eu também senti saudades querida. – A doce senhora ômega me abraçou de volta antes de me dar uma tapinha no braço em uma repreensão leve. - Não fale de boca cheia menina. Aliás, você nem deveria estar comendo agora. Anda, senta que eu vou chamar as outras.

Há essa hora as unnies já devem ter acordado, menos Yumi, e devem estar arrumando suas “camas”.

Não ficaremos por muito tempo afinal, hoje é a primeira audição e, caso passemos, ficaremos “hospedadas” em um dos dormitórios exclusivos da BigHit junto a outros dois grupos finalistas. Fiquei nervosa.

Assim que eu acordei, senti o cheiro maravilhoso de bolo de laranja e café fresco da tia Judite e nem me preocupei de acordar as outras. Apenas desci e já fui atacando uma fatia de bolo.

Agora estou aqui saboreando mais uma fatia desse bolo delicioso e abraçando minha tia favorita. Se as unnies não se apressarem não vai sobrar nada hihi.

Ouço passos e parece que elas e das duas, uma: ou acordaram com o cheiro maravilhoso do bolo ou o celular da Ji unnie despertou e ela acordou as outras duas. Não demora muito e logo as vejo surgindo pelo corredor com as caras amassadas do travesseiro e da noite bem dormida e os olhos minúsculos de sono.

Coloquei o copo de suco na boca e mal tomei um gole que Yumi unnie apareceu em meu capo de vista. Tudo estaria normal de seu curto cabelo não estivesse todo para cima. Cuspi o suco, me engasgando em seguida, e explodi em uma gargalhada bem satisfeita.

As outras duas seguiram meus olhos, curiosas sobre o porquê do meu riso, e avistaram Yumi unnie. Ela era a última da fila por isso talvez não a tenham visto antes. Foi 2 segundos antes de ouvir o riso fino da Kim unnie e o estrangulado de omma Ji.

Yumi unnie não estava entendendo nada. Acho que seu cérebro ainda estava em Loading por não fazer, provavelmente, nem 10 minutos que estava acordada. Apenas seguiu direto e se sentou na minha frente, ainda olhando o nada, e assim ficou. Isso nos fez rir mais chamando, finalmente, a atenção de tia Judite a tirando da cozinha com uma travessa com frutas picadas dentro.

- Mas o que está ...

Ela parou assim que viu Yumi, que balançou a cabeça tentando acordar e, finalmente, dando atenção ao seu redor. Ela franziu o cenho para nós três, que já perdíamos o ar de tanto rir, e tia Judite que colocou a mão na boca para tentar abafar uma risadinha que queria sair, falhando miseravelmente no processo.

- Que foi gente?

Ainda sem entender do que riamos tanto, Yumi nos questionou mais intrigada do que confusa. Acho que a possibilidade de doença mental contagiosa passou pela sua cabeça.

Ji conseguiu controlar seu riso e voltou correndo para o quarto, enquanto eu, Kim e tia Judite controlávamos nossa risada.

-Você... voc...

Kim mal abriu a boca para contar do que riamos que Ji voltou correndo com o celular na mão, enquanto fuçava de um lado ao outro procurando algo. Quando encontrou, virou o aparelho na direção da mais velha enquanto aguardávamos sua reação.

-QUE PORRA É ESSA? – Gritou em português enquanto explodíamos em mais uma risada. Tia Judite coitada não soube o que ela disse mas riu mesmo assim, pois sua reação foi mesmo engraçada.

- Por que não me avisaram antes??

A brasileira está pistola. Como podemos dizer, sem irrita-la mais, que estávamos nos divertindo às suas custas?

- tava engraçado unnie. Parecia o Sayajin Black.

Essa nem ela aguentou e soltou uma risada nem um pouco contida. A risada da Yumi unnie parece a risada de uma criança. Era fofo. Yumi toda era fofa. Ok, por fora ela era fofa por dentro parecia uma parente distante dum cavalo de tanto coice que nos dava de graça.

Infelizmente, ela se emburrou e parou de rir quando não conseguiu baixar os cabelos.

Tia Judite surgiu do nada, estilo mestre dos magos, atrás de Yumi com uma escova de cabelo na mão. Ela saiu? Eu nem vi e, pelo susto, as unnies também não.

-Calma menina Yumi, vou ajeitar para você.

Provavelmente tia Judite não se importa nem um pouco de estar penteando os cabelos de uma “desconhecida” (Yumi é minha unnie, eu a conheço, mas tia Judite não). Na verdade, acho que ela até gosta.

-Judite-ssi não quero incomodar.

Disse Yumi unnie CORADA. Olhei para as outras unnies e elas pareciam tão maravilhadas quanto eu. Logo tia Judite começou a desembaraçar os cabelos de Yumi unnie, enquanto Ji omma e Kim unnie se sentavam ao meu lado.

Apesar de viver sozinha praticamente sua vida inteira, tia Judite possui uma casa relativamente grande. As unnies começaram a se servir enquanto conversavam com algo que não me interessei em ouvir, provavelmente sobre a seleção. Estava mais interessada em guardar na memória o rosto corado e constrangido de Yumi unnie e o sorriso satisfeito de tia Judite, que já estava terminando de pentear o ninho de rat... digo, cabelo da Yumi unnie.

-Prontinho querida.

Yumi passou a mão nos cabelos e sorriu em agradecimento em direção a tia Judite que lhe sorriu de volta.

-Bem meninas, comam porque o dia hoje vai ser corrido.

Ela sentou em seu lugar e se serviu de um pouco de café enquanto nós atacávamos o bolo.

 

~algum tempo depois

 

-Chega! Vamos dar uma pausa, não sinto minhas pernas.

Estávamos há 2 horas ensaiando nossa dança. Ela já estava perfeita, mas Kim unnie insistiu para que ensaiássemos mais.

Tia Judite nos cedeu a área nos fundos da sua casa e uma caixinha de som, enquanto regava as flores do jardim e cuidava dos bichanos.

Sentamos todas em um círculo e bebemos nossas garrafas de agua praticamente inteira. Ji deitou no chão e está de olhos fechados tentando recuperar o fôlego, eu estou quase igual e Yumi esta esticando as pernas. Kim unnie tira energia de onde não tem e continua ensaiado alguns passos para ao esquecer.

-Parem de reclamar. Quando formos idols famosas não teremos tanto tempo para descansar. – Ela vive reclamando sobre isso, chega a ser cansativo.

- Miau!

Olhamos para o lado ao mesmo tempo e avistamos Trix, uma das gatinhas gordas da tia Judite. E quando digo gorda não quero dizer que ela é uniformemente gordinha. Apenas a barriga dela é gordinha. Isso é que dar comer mais do que consegue suportar.

Trix é uma gata na cor cinza claro com as patinhas brancas e poucos detalhes em preto como seu focinho, seu rabinho e orelhas. Seus olhos são beeem azuis o que, para tia Judite, significa que ela é de raça pura.

A folgada andou até a gente e se deitou encima das sandálias da Yumi unnie e a citada se levantou para tira-la de lá. Péssima escolha. Parece que nós 4 nos lembramos na mesma hora que Yumi unnie é alérgica a gatos. Oh não!

- Atchim!!!

Foi questão de segundos até o nariz e bochechas de Yumi unnie começarem a ficar avermelhados e inchados. Ela correu do gato igual o diabo foge da cruz e ali eu soube que aquele dia tendia a piorar e muito.

Em menos de 2 minutos estávamos todas correndo atrás de Yumi unnie enquanto Ji omma ia procurar os antialérgicos de efeito rápido, eu ia procurar tia Judite e Kim unnie choramingava.

- ISSO É UM DESASTRE!

Não posso discordar.


Notas Finais


eaeeee?
vcs gostaram ou foi muito parado?
fiz tudo o pc
parece que quando vc escreve pelo computador as ideias vem mais rapido entao vou continuar por aqui.
daqui algum tempo a parte 2 sai mas por enquanto tenham calma que ta tudo dando certo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...