História Crazy in Love - Emison - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Emily Fields, Hanna Marin, Spencer Hastings
Tags Alison, Dilaurentis, Emily, Emison, Fields, Pll
Visualizações 195
Palavras 1.900
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom dia pessoal!!! Mais um capitulo para vocês... Se preparem que tem Hot kkkk

Capítulo 11 - Capitulo 11


Fanfic / Fanfiction Crazy in Love - Emison - Capítulo 11 - Capitulo 11

 POV ALISON:

Ali –Emily alguém pode nos ouvir... – Falei ofegante

Em – Ninguém vai nos ouvir Alison, só você controlar seus gemidos – Sorriu

Eu e Emily estávamos finalizando nosso trabalho e sem que eu esperasse a morena me puxou e iniciou um beijo intenso que eu não consegui recusar e agora estamos aqui rumo á seu quarto sem que eu tenha nenhum controle sobre a situação ou sobre minha sanidade.

Ali – Emily... –Falei com dificuldade – Tem... Tem...certeza? – Começou a descer os beijos para meu pescoço me fazendo arrepiar.

A morena me jogou na cama com um pouco de força e em seguida fechou a porta com os pés,sorriu e subiu na cama ficando com seu corpo em cima do meu, entrelacei meus braços envolta de seu pescoço e a puxei para colarmos nossos lábios novamente. Emily pediu passagem com a língua e eu rapidamente atendi, suas mãos passeavam pela lateral do meu corpo, enquanto minhas mãos se encarregavam de dar pequenos arranhões em sua nuca e em suas costas.

Senti sua mão entrar por debaixo da minha blusa e levantar vagarosamente a mesma com uma expressão que eu conhecia bem, Emily estava com um sorriso sacana e ao mesmo tempo malicioso no rosto que denunciavam quais suas intenções.

Ali – O que pretende Fields? – Arqueei a sobrancelha

Em – Você quer? – Me encarou por um momento enquanto dava beijos lentos em meu pescoço

Ali – Si...Sim... – Falei entre gemidos

Emily sorriu e atacou meus lábios novamente dessa vez com pressa e ao mesmo tempo prazer, ela chupava com vontade minha língua e eu podia sentir meu corpo tremer a medida que ela me tocava. Desceu seus beijos para meu pescoço, em seguida para meu tórax, vagarosamente começou a distribuir beijos pela lateral dos meus seios e seguiu descendo em direção á minha barriga onde intercalava entre chupões e mordidas, tinha certeza que ficaria marcas, mas não me importava, minha sanidade estava quase zerada,eu estava totalmente entregue a ela e sabia que ela estava a mim também... Senti sua mão repousar em cima do feixe do meu short e logo depois lentamente ela começou a abaixá-lo juntamente com seus beijos que iam cada vez mais próximos á minha intimidade. Ela voltou a subir parando em meus lábios onde os mordeu com força e os puxou para si.

Em – Você tem sido uma pessoa muito má Dilaurentis... – Negou com a cabeça – Agora é hora de você pagar por isso! – Sorriu

Aquelas palavras me causaram um tesão inexplicável, Emily me puxou para ficarmos sentadas na cama e  arrancou meu sutiã com brutalidade o jogando para um canto qualquer do quarto, logo em seguida foi nos deitando novamente na cama e sem que eu esperasse apertou meus seios com força fazendo com que eu soltasse um gemido alto e arqueasse meu corpo. Lentamente ela começou a massagear meus seios e foi aumentando a velocidade a medida que eu gemia, fazendo que eu soltasse os mesmos cada vez mais alto.

Em – Gosta disso Dilaurentis? – Sussurou em meu ouvido e em seguida mordeu o lóbulo da minha orelha com força.

Assenti com a cabeça enquanto mordia meu lábio inferior, Emily voltou a me beijar e foi descendo até chegar em minha calcinha e sorriu ao constatar que a mesma estava totalmente molhada, com a boca arrancou a mesma com brutalidade, apertei minhas mãos no lençol com força para tentar controlar a altura do gemido, mas assim que senti a língua da morena penetrando minha intimidade eu perdi totalmente o controle e só consegui colocar minhas mãos em sua cabeça incentivando que ela continuasse com seus movimentos.

Emily explorava com vontade cada canto daquele local, sem dúvidas a fama que ela tinha não era para menos, ela parecia saber muito bem o que estava fazendo e conseguiu tirar toda minha sanidade apenas com suas chupadas que eram cada vez mais fortes.

Senti minha intimidade se apertar e um alivio tomar conta de todo meu corpo, um liquido escorreu por minhas pernas, anunciando a chegada de meu orgasmo, ela limpou tudo com a língua e em seguida foi subindo vagarosamente seus beijos até chegar em minha boca onde fez que eu sentisse o meu próprio gosto.

Logo depois em um movimento rápido nos virei ficando dessa vez por cima e ela por baixo.

Ali – Acha mesmo que eu ficaria nua e te deixaria vestida Fields? – Neguei com a cabeça e um sorriso malicioso – Direito iguais Emily!

Ataquei seus lábios novamente e com voracidade, tirei sua blusa juntamente com seu sutiã e sorri ao constatar o quão bela a morena era, comecei a arranhar sua barriga e a distribuir mordidas por todo seu corpo que com certeza deixaria várias marcas depois, puxei seu short e sua calcinha com força e abocanhei sua intimidade com vontade, fazendo com que imediatamente Emily soltasse um grito alto de prazer e em seguida começou a morder seus lábios com força para controlar o volume dos gemidos que começavam a sair. Voltei a beijar sua boca e sem que ela esperasse introduzi dois dedos em sua intimidade iniciando um movimento de vai e vem rápido e forte, Emily gemia de uma forma intensa e sem que demorasse muito senti um liquido entre meus dedos anunciando a chegada de seu orgasmo, desci e com minha língua limpei todo seu orgasmo sem cortar nosso contato visual, sentia o corpo de Emily tremer e sorri por conseguir ter causado todas aquelas sensações na morena. Subi e depositei um beijo em seus lábios e logo depois me deitei e me aconcheguei em seus braços.

Caleb – O QUE É ISSO? – A porta se abriu nos fazendo afastar imediatamente.

Horas Antes na casa de Alison...

Já era 12:00Hrs e nada da Fields chegar... Como alguém podia ser tão irresponsável assim? – Bufei e me joguei no sofá

Jess – O que foi filha? – Aproximou e se sentou ao meu lado.

Ali – Nada mãe... É que marquei um trabalho com a Emily e ela até agora não apareceu! – Revirei os olhos

Jess – Eu gosto muito dos Fields querida, mas sem dúvidas pontualidade não é uma de suas qualidades...

Ali – Concordo plenamente mãe!

Logo em seguida a campainha tocou e fui rapidamente abrir a porta e como eu imaginava a morena estava em pé com um sorriso enorme no rosto. Como sempre ela estava linda, mas foco Alison... Vocês tem que fazer o trabalho e não pode ter nenhuma distração.

Em – Desculpa o atraso Ali... – Coçou a nuca

Ali – No mínimo já estava com alguma quenga NÉ Fields. – Revirei os olhos – Anda... Entra!

Em – Claro que não estava Alison! – Bufou – Eu fui arrumar alguém para cuidar da Grace...

Ali – E conseguiu? Estou com saudades dela. – Falei preocupada

Em – Sim e já a levei para conhecer e Grace a adorou! – Sorriu

Guiei Emily até meu quarto e assim que entramos pude notar que a morena reparou em cada detalhe do mesmo e sorri por vê-la tão distraída assim.

Ali – É feio reparar na casa das pessoas Fields! – Tentei ser séria

Em – Des...culpa Alison – Gaguejou – É que nunca tinha vindo aqui antes. –Falou sem graça e se sentou em minha cama.

Ali – Eu to brincando Em! – Ambas rimos – Vamos começar então esse trabalho?

Começamos a ler a respeito do trabalho e realmente ‘’A Megera Domada’’ era um livro fascinante, Catherine era alguém rude que não conhecia o amor até que Patrick faz com que ela mude seu jeito de ser e permita-se finalmente amar e ser amada, realmente uma linda história, no meio de minha leitura olho para Emily que está rindo sem parar.

Ali – Do que está rindo Emily? – Arqueei a sobrancelha

Em – Meu Deus Alison! Esse livro é a sua cara... – Começou a rir novamente

Ali – Affz... – Revirei os olhos – E por que diz isso?

Em – Olha só para ver... Ela é megera, mal amada, ‘’indomável’’ – Fez aspas com a mão – Tão você isso! – Me encarou tentando segurar o riso e em seguida começou a rir novamente.

Ali – Idiota... – Bati em seu ombro – Se for assim você é o Patrick! – A encarei

Em – Eu? Por que? – Cruzou os braços

Ali – Tarada, sem vergonha, pegadora, ‘’bad boy’’ – Fiz aspas com a mão – Enfim todos esses adjetivos você é como ele em todos os sentidos! – Sorri vitoriosa e voltei minha atenção ao livro

Em – Também consigo amansar a fera? – Arqueou a sobrancelha

Ali – Hãm? – A olhei confusa

Em – Você disse que sou como ele em todos os sentidos... E eu disse que você é igual a Catherine – Se aproximou para ficar mais próxima a mim – Sou como ele na parte que conseguiu domar a Catherine também? – Encarou meus lábios intensamente e em seguida mordeu os lábios

Seu modo de usar o sentido figurado para falar o que queria realmente era impressionante, Emily conseguia me deixar sem palavras e isso era algo que ninguém conseguia, estávamos muito próximas e eu já podia sentir sua respiração quente próxima á minha boca, iríamos nos beijar novamente e eu não iria impedir que isso acontecesse, pois eu queria tanto quanto ela...

Ali – Em... – Falei enquanto encarava seus lábios

Han – E ai família! – Abriu a porta com força nos fazendo afastar imediatamente – Interrompo algo? – Nos olhou desconfiada

Ali – Cla...Claro que não Hanna! – Merda gaguejei

Emily me olhou e sorriu sem graça, coloquei minha mão no coração tentando normalizar minha respiração, eu juro que se Hanna não fosse minha irmã eu a mataria sem pensar, eu queria muito beijar a morena novamente e ela mais uma vez interrompeu. – Bufei

Han – Esta revoltadinha hoje em maninha... – Beijou minha testa – Vim saber noticias da Grace!

Ficamos conversando por algum tempo e quando nos demos conta já era tarde e nem tínhamos terminado o trabalho ainda... Emily ficou encarregada de terminar o mesmo e prometeu que levaria amanha para o colégio finalizado. A acompanhei até a saída e nos despedimos com um abraço rápido, logo depois voltei para meu quarto e encontrei Hanna deitada em minha cama. Me deitei ao seu lado e a abracei de lado com um sorriso que eu não conseguia disfarçar.

Han – Você fica muito bem humorada quando está com a Fields Ali... – Começou a acariciar meus cabelos – Nem parece que se odiavam tanto!

Ali – Olha quem fala...Pelo que eu saiba você também a odiava e agora ta ai toda babona por ela. – Sorri

Han – Eu nem sei porque odiava ela, acho que era por sua causa – Ambas rimos – Mas enfim depois que ela te salvou maninha não tinha como odia-la mais! – Beijou minha testa

Hanna tinha razão depois daquele dia eu conheci um lado da Emily que nunca tinha visto, ela passou por cima da raiva que tinha por mim e me salvou, sem dúvidas eu não estaria viva se ela não tivesse me ajudado. Fiquei mais um tempo deitada com a Hanna até que ela se despediu e foi dormir, logo depois fiz o mesmo e pouco tempo depois adormeci.

Ali –Emily alguém pode nos ouvir... – Falei ofegante

Em – Ninguém vai nos ouvir Alison, só você controlar seus gemidos – Sorriu

(...)

Acordei ofegante e com a mão no coração, meu Deus não acredito que tinha tido um sonho desses com a Emily! Neguei com a cabeça enquanto bebia um pouco de água, sem duvidas essa morena estava me tirando dos eixos. Notei que estava molhada e excitada, me deitei novamente e tentei normalizar minha respiração.

Ali – O que você está fazendo comigo Emily Fields? – Falei para mim mesma e pouco tempo depois adormeci.


Notas Finais


Não me matem ok? kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...