História Crazy in Love - Emison - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Emily Fields, Hanna Marin, Spencer Hastings
Tags Alison, Dilaurentis, Emily, Emison, Fields, Pll
Visualizações 366
Palavras 1.708
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Presente para vocês!!! Mais um capitulo...

Capítulo 7 - Capitulo 7


Fanfic / Fanfiction Crazy in Love - Emison - Capítulo 7 - Capitulo 7

POV EMILY:

Por que diabos Alison demorava tanto dentro daquele banheiro? Eu já estava ficando impaciente, fazia cerca de trinta minutos que ela tinha entrado e até agora nada dela sair, bufei e encarei o teto enquanto esperava mais um pouco.

Ali – Credo Fields... Que nervosismo! – Deu uma gargalhada

Assim que me virei para chingá-la reparei na roupa que estava usando, Alison vestia meu pijama de urso que era bem curto a propósito, fiquei por alguns segundos a encarando até que a loira corou ao perceber o quanto eu a observava.

Em – Por que escolheu justo esse? – Tentei afastar todos os pensamentos impróprios da minha mente

Ali – Sei la sabe... Parece que alguém nessa casa ainda é muito criança e nada melhor do que eu aproveitar e usar esse pijama! – Segurou o riso – Sério Fields? Ursinho ? – Cruzou os braços tentando parecer séria – Sinceramente perdeu todo o respeito que ainda tinha comigo... – Começou a rir e se jogou ao meu lado da cama

Em – E eu tinha algum respeito? –Arqueei a sobrancelha e ela novamente corou

Ali – Tem razão... Você nunca teve nenhum! – Mostrou a língua – E então já achou o filme?

Assenti com a cabeça e dei play no filme.

(...)

O filme já estava na metade e era totalmente irritante, mas a loira parecia gostar e estava totalmente concentrada nas cenas que se passavam, meu pé estava latejando e mesmo sem que eu me movesse o mesmo doía de uma forma intensa. Soltei um suspiro baixo, mas que não passou despercebido pela Alison, que rapidamente ergueu seu corpo e me encarou de uma forma intensa.

Ali – Esta tudo bem Fields? –Me olhou parecendo realmente preocupada

Em – Eu não consigo me acostumar com isso... – Sorri e coloquei a mão na cabeça

Ali – Com o que? – Arqueou a sobrancelha

Em – Você ai...Toda preocupada –A encarei

Ficamos em silêncio por alguns instantes até que ela colocou sua mão em meu rosto e acariciou vagarosamente e eu novamente fiquei sem entender sua atitude

Ali – Eu sei que você deve estar pensando que eu estou ficando louca, ou que eu estou fazendo algum tipo de jogo, mas depois que você salvou minha vida naquela piscina eu não consigo ter raiva de você Fields! Não mais... – Suspirou fundo

Em – Não precisa ser grata a mim por isso Alison... – Segurei suas mãos – Isso é algo que qualquer um que estivesse em meu lugar faria.

Ali – Não se diminua Fields! Nem todos se preocupam com seus inimigos assim... Se fosse outro com certeza me deixaria lá naquela piscina e ainda riria de mim! – Me olhou com sinceridade

Em – E você faria isso? - Arqueei a sobrancelha

Ali – Não sei... – Deu de ombros

Bati em seu ombro com pouca força e ela acabou fazendo uma careta fofa de dor, ambas sorrimos e voltamos a nos encarar de uma forma intensa.

Ali – Me diga Fields... Por que mesmo a gente briga tanto? – Olhou para minha boca

Em – Você não se lembra do 9º ano? – Mordi os lábios

Negou com a cabeça

Em – Melhor eu te relembrar então!

FLASHBACK ON:

Eu e Alison estávamos na cantina do colégio onde um cavalo de madeira tinha sido colocado para distrair as crianças enquanto o sinal não tocava, tínhamos cerca de nove anos.

Ali – Emily é minha vez de brincar no cavalo! – Falou firmemente

Em – Alison você acabou de brincar nele! Me deixa ir agora... – Revirei os olhos

Ali – Não! – Me encarou com raiva

Em – Para de ser birrenta garota! – A confrontei

Ali – E você para de ser insuportável! – Cruzou os braços

Me sentei no cavalo e comecei a brincar no mesmo e notei o olhar de raiva que vinha em minha direção, mas tratei de ignorá-lo.

Ali – EMILY! Surpresa para você... – Ouvi várias gargalhadas

Assim que me virei para olhar vários ovos foram lançados em minha direção me fazendo sair imediatamente do cavalo, apenas me ajoelhei no chão e comecei a chorar, enquanto ouvia risadas de todos os lados. Os ovos enfim cessaram e ouvi passos lentos vindos em minha direção.

Ali – Isso é para você aprender a nunca mais me contradizer Emily! – Sorriu

Em – Eu te odeio Alison! – A olhei com raiva

Ali – Não mais do que eu Emily! – Respondeu.

Depois daquele dia nossa convivência foi ficando cada vez mais insuportável e a medida que íamos crescendo nossa personalidade ia sendo moldada. Alison se tornou uma típica patricinha que tinha todas suas vontades atendidas, sempre disfarçava ser uma boa garota perante os adultos, mas quando estava em meio aos jovens mostrava sempre que mandava em tudo e em todos. Pelo fato de eu nunca abaixar a cabeça para suas ordens ela acabou me odiando cada vez mais, mas isso não me intimidava, eu não tinha medo de Alison Dilaurentis e o fato dela saber disso a irritava de uma forma sem igual.

FLASHBACK OFF:

Senti minha barriga doer de tanto rir e assim que olhei para a Alison vi que a mesma se encontrava na mesma situação, nos encaramos novamente sem perder o sorriso que tínhamos no rosto.

Ali – Eu não acredito que um cavalo fez isso tudo... – Bateu a mão na testa

Em –Pois é, você era uma menina muito má Ali! – Gelei assim que percebi a forma carinhosa que eu havia lhe chamado

Ali – Ali? – Arqueou a sobrancelha

Em – Des... – Antes que eu terminasse ela colocou o dedo indicador em minha boca impedindo que eu continuasse

Ali – Gostei de Ali. – Sorriu – Como está seu pé?

Em – Dolorido... - Bufei

Ali – É melhor a gente dormir e terminar esse filme amanhã. – Pegou o controle e desligou a Tv.

Logo depois ela se aconchegou na cama e ficou de frente para mim,fitei seus olhos azuis por longos minutos e ela parecia fazer o mesmo comigo, Alison aparentava me analisar, me conhecer e eu confesso que estava gostando do novo jeito que estávamos nos tratando.

Ali – Não entendi uma coisa... – Disse tirando dos meus pensamentos

Em – O que? – Falei calmamente

Ali – Por que você está justo com a Maya? – Fez cara de nojo – Ela é tão...

Em – Tão? – A olhei confusa

Ali – Insignificante! – Falou com desdém

Em – Alison... – Suspirei – A Maya é legal, mas mesmo assim ela é só uma ficante não é nada sério.

POV ALISON:

Ouvir Emily falar que ela e Maya não era nada sério me causou um certo alivio, não sei porque... Um sorriso involuntário surgiu em meus lábios e a morena parece ter percebido, pois fez uma expressão confusa enquanto arqueou uma das sobrancelhas.

 Em – Por que esse sorriso?

Ali – Por nada Emily... Eu só acho que você merece alguém melhor! – Falei rapidamente – Maya não é digna de alguém como você – Completei

Em – E quem é digno? – Mordeu os lábios

Eu seria digna, mas mesmo assim não falaria isso para ela, não cairia bem e sem dúvidas ficaríamos em uma situação totalmente embaraçosa depois...

Ali – Aquele mendigo que fica pedindo esmola na esquina do colégio! – Tentei falar seriamente

Em – Idiota...  – Bufou

Não me segurei e comecei a rir e Emily apenas virou para o lado, toquei levemente em seu ombro e podia jurar que a mesma se arrepiou assim que sentiu meu toque.

Ali – Boa noite Fields!

Em – Boa noite Dilaurentis!

(...)

Acordei sentindo uma coisa diferente embaixo de meu corpo, assim que abri os olhos notei que estava totalmente em cima da Emily e senti meu rosto corar violentamente, fiquei paralisada por alguns instantes e comecei a reparar na beleza que ela possuía. Emily era o tipo de pessoa com traços angelicais e ao mesmo tempo fatais, sua pele morena praticamente implorava para ser tocada e aqueles olhos puxados lhe davam um certo charme que não havia igual.

Sem fazer movimentos bruscos com uma de minhas mãos coloquei uma mecha de cabelo que tampava seu rosto para trás de sua orelha e sorri ao constatar o quão bela ela era dormindo.

Em – Está gostando da vista Dilaurentis? – Sorriu com os olhos ainda fechados

Ali – Como... – Assim que ia continuar ela abriu os olhos e me encarou profundamente, Deus que olhos...

Nem preciso dizer o quão próximas estávamos, senti meu coração acelerar e minha respiração ficar pesada, Emily sorriu provavelmente notando o que estava acontecendo e colocou suas mãos em minha cintura onde apertou de leve, me fazendo sentir um arrepio por todo o corpo. Eu não sabia o que estava acontecendo só sabia que queria beijar aquela boca naquele mesmo instante.

Em – Você está muito próxima Dilaurentis... – Negou com a cabeça

Em um movimento rápido Emily aproximou nossos lábios e selou os mesmos de uma forma lenta e gostosa, senti sua língua pedindo passagem em minha boca e prontamente concedi seu pedido, ela explorava cada canto da minha boca de uma forma totalmente nova para mim, sabe aquela expressão de borboletas no estomago? Eu estava sentindo naquele exato momento. Suas mãos começaram a passear pela lateral do meu corpo e apertava locais estratégicos do mesmo. Mas como tudo que é bom dura pouco o nosso ar começou a faltar, nos obrigando a afastar, Emily lentamente foi finalizando o beijo com selinhos e mordendo meu lábio o puxando para si, me fazendo arrepiar mais uma vez.

Fiquei parada ainda em cima de seu corpo a encarando sem saber o que dizer, eu tinha gostado do beijo, sem dúvidas foi o melhor que já dei em toda minha vida, mas eu não gostava de garotas e muito menos gostava da Emily Fields. Neguei com a cabeça e sai de cima do seu corpo, me levantando da cama imediatamente, enquanto ela me olhava com uma expressão confusa no rosto.

Em – Alison... – Tentou encontrar palavras certas, mas foi em vão

Ali – Não fale nada Fields! – Falei firmemente – Não sei o que deu em você, mas eu exijo que isso não se repita! – Me levantei e fui em direção ao seu banheiro me trocar

Assim que entrei fechei a porta e me encostei na parede, coloquei minha mão no coração tentando me acalmar, mas era em vão, sem dúvidas Emily tinha abalado minhas estruturas, mas eu não podia deixar que isso continuasse. Lavei meu rosto, fiz minha higiene matinal e coloquei meu vestido, em seguida sem nem olhar para ela sai de seu quarto e fui em direção á cozinha, onde com certeza a Sra. Fields já estaria.


Notas Finais


Alison sendo burra como sempre!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...