História Crazy in love - (Vkook-Taekook) - Capítulo 12


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, Lu Han, TWICE
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Crazy Love, Daddy, Vkook
Visualizações 423
Palavras 980
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - - Doce -


Fanfic / Fanfiction Crazy in love - (Vkook-Taekook) - Capítulo 12 - - Doce -

Continuação......


Jeon levanta de sua cama rapidamente, e corre até o quarto onde havia deixado o menor, abre a porta e vê que o mesmo estava por chorar, e o moreno sente seu coração aperta e acaba por soltar um "ah meu amor" bem baixinho, o menor apenas o olha sem dizer uma sequer palavra, e continua a deixar suas lágrimas caírem, fazendo com que o moreno chorasse junto com ele

- Me desculpe, me desculpe por favor - O moreno se joga abraçando o menor, que se surpreende com a atitude.

O moreno o solta, e o abraça mais apertado, o menor mesmo meio receoso o abraça

- Me desculpa....eu te amo tanto.....não posso o deixar assim...- Diz selando o rosto do menor - Eu juro que não vou fazer mais isso, vi o quanto eu estava errado em fazer mal a você pelo o que eu passei, me desculpe de verdade, eu não quero o machucar dessa maneira - O mesmo olha para o menor por alguns segundos e suspira pesado - Eu sou um idiota - Abaixa seu olhar.

- Tá tudo bem....não precisa ficar assim, eu...eu não sei pelo o que você passou, mas não me parece ser bom, eu não sabia o por que de você estar fazendo algo assim, mas sabia que não era por maldade, você me parecia confuso, então prefiri não o julgar por fazer isso - O menor diz calmamente, e o homem o abraça mais uma vez.

- Eu não sei o que eu faço sem você, sempre me perdoa, independente da besteira que eu faça, você está sempre ao meu lado, eu poderia ter o tratado melhor, e ter o visto como o vejo agora, eu me arrependo por ter sido tão tolo - O menor pega o rosto do moreno o encarando.

- Está tudo bem, não precisa ficar assim, eu estou aqui com você, é pra isso que eu sirvo, pra estar sempre ao seu lado, independente do que aconteça, você é o meu dono - O menor diz choroso.

- Não! Não diga isso....eu sei que faz isso por que gosta de mim de verdade, eu não sou seu dono , eu não mando em você.

- Mas eu quero que você seja meu dono, eu gosto que você mande em mim - O mesmo sorri gentilmente.

- Eu não posso simplesmente mandar em você, eu gosto de você de verdade, você me perdoa por ter feito tudo aquilo? Me perdoa por ter desprezado seus sentimentos? Me perdoa de verdade? - O moreno diz em um tom baixinho passeando com seu polegar sobre a bochecha do menor.

- Sim, eu te perdoo, por que te amo, independente do que você diga ou faça, eu vou sempre estar do seu lado amando e apoiando.

- Eu te amo, eu também te amo, eu estava com medo de aceitar isso, mas agora....agora vejo que foi um erro ter demorado tanto pra falar.

O mesmo puxa o menor para um beijo, fazendo o menor suspirar apaixonado e totalmente entregue ao moreno, que o prença contra seu corpo, o sentindo cada vez mais seu, era seu como o mesmo diz, somente seu.

- Vamos sair daqui? Vamos começar do zero? Por favor....- O moreno diz.

- Tudo bem, hum? Está tudo bem.

- Então vamos.

O moreno se levanta e pega o menor no colo o fazendo dar risadas, o leva até o banheiro, o põe sentado na pia, e o olha por alguns segundos

- Quer tirar ou eu tiro? - O moreno pergunta em um tom baixo para o menor se referindo a sua roupa.

- Pode tirar - O menor diz.

E então o moreno começa a o despir lentamente olhando cada parte de seu corpo, seu olhar que esboça luxúria, o menor que o olha faminto, o moreno então passa suas grandes mãos pela a cintura do menor o fazendo arrepiar por inteiro, jeon então se aproxima mais e vai em direção ao pescoço do mesmo, passando seu nariz naquele local sentindo o maravilhoso cheiro de chocolate do menor, o mesmo começa a deixar chupões naquela pele bronzeada, fazendo o menor tombar a cabeça para o lado e arfar baixinho

Jeon então passa a deslizar suas mãos para a bunda do menor, adentrando a calcinha do mesmo, e atirando, fazendo a mesma deslizar as pernas do menor de encontro com o chão, o menor agarra o moreno, deixando seu rosto bem próximo do peitoral do mesmo, o moreno então o pega no colo, e adentra a banheira, e se senta com o menor no colo.

- Por que está fazendo isso comigo? - Pergunta o menor sôfrego.

- É o que você merece, eu só não tinha reparado antes - O moreno fala ao pé do ouvido lambendo o lóbulo do mesmo.

- Aperta, por favor - O menor diz sôfrego.

O moreno então começa a apertar a bunda do menor, o fazendo rebola em seu colo, e gemer baixinho

- Daddy....- O menor geme.

- O que foi meu amor? - O menor se remexe ainda mais quando sente seu membro fisgar - Quer carinho bebê? - O moreno pergunta com uma voz rouca.

- Sim daddy.

O moreno então leva seu polegar há cabecinha de seu membro, fazendo movimentos circulares, o menor que arranha seus ombros e tenta reprimir seus gemidos

- Amor....geme pro papai - O moreno diz perto do ouvido do mesmo.

- Oh..daddy....

O menor não se segura e acaba por sentar no membro do moreno

- Oh..daddy..ahw....

- Baby...

O menor então começa a cavalgar no moreno, segurando firme em seus ombros

- Ow....daddy...que grande...

- Você é tão apertadinho meu bem - O moreno força o menor para baixo pela cintura.

- Daddy - O menor chama o moreno - Oi meu amor - O moreno responde ofegante - Eu quero com força - O menor sussurra no ouvido do moreno.

Jungkook então retira o menor de seu membro, e o bota deitado de barriga para baixo na ponta da banheira, e o penetrando fortemente

- Ahw....papai....


To be continued......


Notas Finais


Querem hot completo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...