História Crazy Mind: The History of Black Canary (Sara) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow, Legends of Tomorrow
Personagens Donna Smoak, Felicity Smoak, Helena Bertinelli, John Diggle, Laurel Lance, Malcolm Merlyn, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Quentin Lance, Ray Palmer, Sara Lance, Thea Queen
Visualizações 34
Palavras 991
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Hentai, Luta, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fiz essa fic porque eu já tinha essa idéia há bastante tempo e porque a Sara é minha segunda personagem favorita depois do Oliver,então espero que gostem! :)

Capítulo 1 - Tudo é muito complicado


Fanfic / Fanfiction Crazy Mind: The History of Black Canary (Sara) - Capítulo 1 - Tudo é muito complicado

Acordo com o sol queimando meu rosto,na verdade nem cheguei a dormir, procurei por meu celular,levanto da cama,vendo as vinte e sete mensagens que Felicity havia mandado. Saí do quarto,imediatamente senti um cheiro muito bom,era comida, mas eu só não sabia qual.Entrei na cozinha e vi Laurel,minha irmã, e Thea, a irmã do Oliver,fazendo alguma coisa.

- Bom dia,Sara.- disse Speedy, sorrindo.

- Bom dia...- respondi,hesitante, me sentando numa cadeira.- quem diabos deu meu número para a Felicity? Ela não para de encher o saco.

- Ela tem o número de todo mundo.- esclareceu Laurel.- Infelizmente.- completou.Acho que, assim como eu,ela não é muito fã da nerd loira.

- Dá pra ver que vocês "amam" a namorada do meu irmão.- a morena diz,fazendo aspas com os dedos,em um tom sarcástico.

- Sim,você não imagina quanto.- minha irmã ri.

- Não diga isso nem brincando.- murmurei.- Se a Nyssa te ouve,eu morro.-  dou um pequeno sorriso ao lembrar da criatura ciumenta que eu tanto amo.

- Ainda bem que ela não está aqui.- indagou a minha substituta no time Arqueiro,sua afirmação me surpreendeu.- Ela teve que voltar para Nanda Parbat,e disse para avisar só quando ela já estivesse bem longe.

Uma pontada de ódio me atingiu. Como ela pôde? Sinceramente,eu não consigo entender a mente dessa mulher.Tenho quase certeza que o idiota do pai da Thea tem um dedo nisso,um dia eu vou fazê-lo pagar por isso,juro pela minha honra.

A mão de Laurel veio de encontro ao meu ombro,ela sorri para mim,tentando me confortar.

- Olha,não fica assim.- ela fala, passando a mão pelos meus fios loiros.- Todo mundo sabe que o Merlyn é um maldito,ele não merece nada de você,nem mesmo seu rancor.

- Meu pai é um completo filho da mãe,isso é verdade.- Thea se pronunciou,jogando sua franja para o lado,cruzando os braços.- Mas é meu pai,fazer o quê,não é? É a vida.- assenti silenciosamente,em parte eu a entendia, meu pai também é um homem complicado.

Depois de milhares de frases motivacionais proferidas por minha irmã,fui tomar um banho e comer o café da manhã,panquecas,e ir para o trabalho com a Thea.Ela havia retomado a boate e acabei voltando para trabalhar como bartender lá,de novo.Não era o trabalho dos sonhos, mas não era tão ruim.Em suma,isso era um plano secreto do Olie,eu tinha que vigiar a irmã dele e proteger ela do Malcolm,mesmo que ela tivesse protestado contra isso várias vezes.

- Você parece preocupada.- observou a garota.- Algum problema?

- Não,tudo bem.- assegurei friamente,enquanto limpava o balcão empoeirado.

- Humm...sei.- diz,desconfiada. Logo sua face mudou para um sorriso malicioso.- Por acaso meu irmão tem algo a ver com isso,Senhorita Lance? Ciúme é feio,principalmente quando o namorado não é seu.

- Eu? Ciúme? Quem tinha que ter ciúme dele é a Felicity,afinal eles são namorados e blá blá blá...- resmunguei um pouco irritada,eu realmente odiava falar sobre isso.

- Ai ai,Sara,você esqueceu que não sabe mentir?- Thea ri soprado, saindo do meu campo de visão.

Não entendi o que ela quis dizer, isso é uma coisa que ela e o irmão tem  em comum,me deixar desnorteada e confusa.Francamente,eu que não quero entender,não sei de onde ela tirou essa história,eu e o Oliver terminamos,fim. Ele tem a Felicity,eu tenho a Nyssa,todos saem felizes,bem,menos a Laurel,ela continuou com um certo carinho por ele,e mesmo assim a nerd tem medo que EU roube o namorado dela,acho que ela deve ser burra ou cega,só acho.

Saio do meu transe mental e percebo a porta abrir,e quase engasgo ao ver quem entra por ela.

- Olá,Sara.- duas vozes dizem em uníssono.Eram Olie e a Ner...digo,a Sra. Smoak.

- Humpf...Oi.

- Eu te mandei mensagens a manhã toda e você não respondeu,o que você tava fazendo?- perguntou a loira,ajeitando seus óculos.

- No dia que eu for obrigada a te dar satisfação da minha vida,avise.- respondo com um sorriso cínico,pude ver nos olhos dela,se ela não estivesse sendo segurada pelo seu "amor",teria saltado no meu pescoço.

- Achei que vocês duas tivessem se acertado.- ponderou o homem.- Odeio ver duas das três mulheres da minha vida brigando.- concluiu, abraçando sua namorada e acariciando meu queixo.Ambas nós duas o encaramos com um jeito zangado.-  O que foi? Só quero semear a paz entre vocês duas!

- Você não presta,Oliver Queen.- comentou a garota.

- Ora,eu amo você Fel,mas olha pra isso.- ele toca minha bochecha esquerda.- Deixar a Sara isolada assim é desperdicio,e nós somos só amigos,e como ela é minha amiga eu quero que seja sua amiga também!

Oi? Como assim me deixar sozinha é um desperdicio? Oliver Queen, qual a droga do seu problema?!

- Retardado.- foi tudo o que consegui dizer.Depois me virei para a Felicity.- Bom...Eu não gosto de pedir desculpa a ninguém...mas,desculpa, Nerd.-estendi a mão a ela,aguardando a resposta.

- Eu também não gosto,entretanto eu tenho uma boa educação,ainda.- ela alerta minha mão com a maior força que tem,que é bem pouca perto da minha,e sorri.- Desculpa,Gótica.

- Não é legal quando fazemos as pazes?- Olie aparece do nada ao meu lado,dando-me um beijo no alto da cabeça.Fel e eu o olhamos com uma cara de "Você tem demência?".

 Antes que eu saísse,ele e a sua namorada se envolvem em um beijo apaixonado e extremamente romantico e...meloso, eca! Arrg! Que nojo! 

- Aff! É sério? Na minha frente?- questionei,arqueando a sobrancelha. Abaixei atrás do balcão procurando por uma coisa,ambos os dois riem ao ver o que é.

- O que você está fazendo? Haha...- ela bate a mão na testa.Peguei uma vela e segurei com um sorriso bobo,eu estava,literalmente,segurando vela.

- Sara sendo Sara,simplesmente isso.- recebi um soco fraco no ombro, ouvindo a risada melodiosa e conhecida do Vigilante.

- Okay,agora vão fazer isso em outro lugar,eu tenho que trabalhar duro, diferente de vocês.- ordenei, gesticulando rapidamente com as mãos.- Minha chefe não gosta de corpo mole.- sorri ao avistar Speedy chegar e dar um abraço em seu irmão.

Os três vão embora,finalmente dando-me alguns minutos de paz.Por mais que eu não quisesse admitir, eu adorava a companhia deles,até mesmo da Felicity,eram meus amigos de verdade,minha família e Oliver...bom, com ele é tudo muito complicado.


Notas Finais


E é isso,espero que tenham gostado.Se gostou deixa um comentário ou um favorito,é nois e fui! :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...