História Crazy Stupid Silly Love - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um ;)

Capítulo 2 - First Day


Fanfic / Fanfiction Crazy Stupid Silly Love - Capítulo 2 - First Day

Mais um primeiro dia de aula, com as mesmas pessoas, mesmas piadinhas de sempre, mesmos professores. Às vezes me pego pensando quando essa vida chata vai acabar, ou por que eu não tenho coragem de mudar as coisas. Por quê? Porque eu sou apenas a Shivani Paliwal, Nerd da escola que não tem coragem de sair da própria rotina e encarar o desconhecido.

Empurro as grandes portas que davam para os corredores da escola e já posso ver a quantidade de jovens que corriam para encontrar os seus armários. Mas algo estava diferente, de repente todos estavam me olhando, mais do que o normal. Olho em volta e vejo alguns estudantes rindo e cochichando entre si, não entendo o que está acontecendo.

- Ei Nerd – A voz grossa de Bailey May, o capitão do time de futebol me chama atenção e o procuro com o olhar, logo o encontrando perto do seu armário com seu grupinho de populares – Linda calcinha de ursinhos.

Calcinha? Como assim? Então olho para baixo e percebo que não usava minhas surradas calças jeans. Arregalo meus olhos e deixo um grito escapar, enquanto escutava as risadas de todos. Rindo de mim.

___

Abro os olhos assustada e ofegante, me sentando na cama e olhando em volta agradecendo por estar no meu quarto.

- graças a deus foi só um sonho - Falo sozinha e volto a deitar, esparramada na minha cama confortável e agarrando meu fiel companheiro Senhor Bigodes, aproveitando que ainda tinha um tempinho para dormir.

 O som incômodo do meu celular tocando começava invadir o quarto, me fazendo resmungar. Estico o braço e pego o aparelho em cima da mesinha ao lado da cama, não precisava olhar para saber quem era. Wannabe das Spices Girls era o toque único para o meu melhor amigo, Krystian Wang.

- Alô – atendo ainda com a voz de sono, me surpreendendo com o barulho de carros na rua, Krys já estava acordado e já tinha saído de casa.

- Não acredito que ainda está na cama, garota. Hoje é o primeiro dia, não está animada? – Sua voz grossa e um pouco mais alta que normal invade meus ouvidos. Faço uma careta por causa do barulho.

- Animada para mais um dia normal, com as mesmas pessoas me zoando? Não, obrigada – Falo sarcástica, agora sentada na cama.

- Esse ano será diferente, Shiv. Nós vamos mudar nossas vidas sociais naquela porcaria de escola. Agora levanta essa bunda da cama e vai tomar um banho que estou chegando na sua casa para irmos pra escola.

- Agora? Mas ainda ta cedo – resmungo, querendo voltar a deitar.

- Agora garota! Acho bom levantar ou te jogo um balde de água quando chegar ai – ele responde. Krystian nada gentil como sempre.

- Eu te odeio – digo já me levantando e vou em direção ao banheiro.

- Você me ama, Bitche! – ele fala, num tom brincalhão e desliga. Pior que eu amo mesmo.

Krys é meu melhor amigo desde que me mudei para Califórnia. Eu sentia muita falta dos meus amigos da Índia, até que conheci esse chinês. Nos demos bem de primeira e ficamos inseparáveis, ele também é bastante zoado na escola, por ser gay. Mas o que me inveja é que isso nunca o intimidou, muito pelo contrario, ele virou a Diva Kardashian da escola, como o mesmo se denomina.

Saio do banho e me enrolo na toalha. Passo no corredor em direção ao meu quarto e escuto a voz do Krystian conversando com a minha mãe na cozinha. Fecho a porta e logo coloco minha velha calça jeans surrada, uma blusa preta de manga, com uma rosa vermelha desenhada e, por fim, meu velho all star preto.

Nunca fui de me arrumar muito, como as populares do colégio, que se pudessem nem usariam roupas para ir a escola. Prefiro ter meu corpo todo coberto. Resolvo deixar meu longo cabelo preto solto e desço para cozinha.

- Bom dia – Falo desanimada ao entrar na cozinha e encontro minha mãe e Krys sentados na mesa conversando, pareciam bem animados. Meu pai provavelmente já deve ter ido trabalhar, ele sempre sai cedo e volta tarde.

 Krys estava arrasando como sempre, com seus jeans pretos, blusa larga branca e suas correntes no pescoço. Seu cabelo preto tinha a franja desarrumada e um pouco arrepiada e, como sempre, usava suas lentes azuis.

- Bom dia, querida – Minha mãe responde carinhosa.

- Bom dia Senhora Desanimo – O chinês me responde sarcástico – Shiv, o que está vestindo?

- O mesmo de sempre – Respondo sem entender a pergunta dele e olho minhas roupas, para ver se estavam sujas ou rasgadas.

- Exato, o mesmo de sempre, sem graça. Lembra que hoje vamos mudar nossas vidas sociais?

Ele realmente estava falando sério? Mudar minha vida social. Deixo minha mente vagar e de repente me pego imaginando como seria viver uma vida de popular, andar com as lideres de torcida, namorar Bailey May, o capitão do time de futebol... Algo bem impossível para mim.

- Vamos voltar para o seu quarto e eu vou te ajudar a escolher outra roupa, vem – Krys puxa minha mão e nem me dar tempo de responder, já me arrastava escada acima, de volta para o quarto.

Apenas me sento na cama e fico observando o chinês enquanto este revirava meu guarda roupa e não parava de falar o quanto minhas roupas eram sem graça. Nisso eu concordava com ele, sem graça como minha vida.

Meu celular vibra no bolso e vejo que era uma mensagem da Heyoon.

~HeyHey ~
Cadê você? E o Krys? Hina e Any também não respondem. Não acredito que vão me deixar sozinha logo no primeiro dia de aula. Juro que vou chutar a canela de todos vocês quando chegarem.

Solto uma gargalhada baixinha quando leio a mensagem da Coreana. Heyoon tentava ser Gangster malvada, mas no fundo era uma garota fofa e se preocupava com todos nós. Assim como Krystian, ela também é minha melhor amiga. Uma garota pequena, que só usa roupas pretas, na maioria das vezes, e rebelde. Ela quem me convenceu a colocar o piercing que tenho no nariz, o que quase enfartou meu pai.

- ACHEI – O grito de Krys me assusta e me faz sair dos meus pensamentos. Olho as roupas em suas mãos e suspiro frustrada.

- Essa calça é muito colada, Kryyys – falo manhosa na esperança de conseguir me livrar desse tormento, o que claramente não deu certo, pois o chinês me encarou com cara de deboche.

- O que é ainda mais perfeito! Tem que valorizar esse corpinho, garota. Vai se vestir – ele fala, jogando as roupas em cima de mim e me empurra em direção ao banheiro.

Após me vestir, me olho no espelho e faço uma careta. Uma calça preta colada cintura alta, com um suspensório e uma blusa de mangas branca. Bom, pelo menos ainda cobre a barriga. Reviro os olhos e saio do banheiro dando de cara com Krystian no corredor. Ele abre um sorriso enorme quando me ver e bate palmas animado. Pega minha mão e me gira, o que me arranca um sorriso involuntário.

- Agora sim, está um arraso meu amor – ele fala como se estivesse orgulhoso da sua própria criação.

- Obrigada, eu acho. Agora vamos que a Yoon já mandou mensagem irritada por temos deixado ela sozinha na escola e já estamos atrasados.

- Quando a Heyoon não está com raiva? – Ele pergunta e nós dois rimos.

_____

E aqui estou novamente. United High School.

Respiro fundo e sorrio quando sinto Krystian passar um braço pelos meus ombros, me passando apoio.

- Vamos procurar nossos armários – Falo mais confiante com a presença do meu melhor amigo e entramos pelos grandes portões da escola. Lembro do sonho que tive mais cedo e automaticamente olho para baixo, suspirando aliviada por estar usando calças.

Chegamos aos nossos armários, por sorte o do Krys ficava ao lado do meu. Abro e começo a guardar meu material, deixando apenas os livros de literatura e historia que seriam minhas primeiras aulas

- EI NERD – Escuto aquela palavra ridícula que vinha me perseguindo desde que entrei nessa escola. Viro-me e encontro alguns jogadores do time de futebol rindo enquanto me olhavam. Vejo o Krystian dando um passo à frente, como se fosse enfrentar os valentões, mas é interrompido por uma coreana baixinha.

- Vocês não cansam disso? Não mudam o disco? Sempre o mesmo xingamento todas às vezes. Se não tem nada de novo, só caiam fora seus babacas. Sabiam que a cada xingamento que fazem a alguém é como se matassem um pedaço das almas dessas pessoas? Vocês realmente querem ser assassinos de almas? – Heyoon para de falar e se coloca na minha frente, com os braços cruzados encarando os dois jogadores que arregalam os olhos e saem sem falar nada.

- Assassinos de almas? De onde tirou essa garota? – Krys pergunta rindo e abraça a Yoon de lado.

- Eu vi em um filme, sempre quis usar – Ela fala brincalhona e se vira para mim, me dando um leve abraço, que retribuo de imediato.

- Obrigada por me defender, HeyHey – Sorrio para menor, mas logo minha atenção é tomada quando o vejo passar atrás da Yoon e parar no seu armário, como sempre acompanhado dos seus amigos populares.

Bailey May.... Ou seria melhor dizer, sonho impossível. O garoto mais popular da escola, capitão do Time de futebol e namorado da Joalin, Capitã das lideres de torcida. Bem clichê de filme americano. Sinceramente, não sei como desenvolvi sentimentos por ele, sem ao menos notar. Essa pele morena, cabelos pretos meio raspados em baixo, olhos negros, dentes perfeitos, maxilar bem desenhado, corpo atlético... O garoto é um deus. Digo, eu só tenho atração por ele, como qualquer garota normal, certo? Ou realmente sinto algo por ele?

- Eu to com fome – Essas palavras me fazem voltar ao mundo real e vejo Any parada ao nosso lado, quando ela chegou?

- Quando você não está com fome? – Heyoon pergunta, o que nós faz rir.

- Mas comida é vida, gente! – Ela responde e me abraça apertado – Estava com saudades de vocês.

Any Gabrielly, também minha melhor amiga, garota mais engraçada que já vi. Ela é brasileira e tem uma pele morena maravilhosa, lindos cachos e olhos castanhos intensos. Há! E ela está sempre com fome. Para completar nosso pequeno grupinho, só falta nossa Japinha Hina chegar. Ela está sempre atrasada.

Começamos a conversar sobre coisas aleatórias e compartilhar nossas experiências das férias, quando o sinal toca, alertando que a aula já estava para começar. Logo cada um foi para suas salas, por azar nenhum dos meus amigos fazia literatura, então logo corro para sala do Professor Adam, para não me atrasar.

- Que venha mais um ano na United School, como o Krystian disse, espero que esse ano seja cheio de mudanças
 


Notas Finais


Prontinho, o próximo ainda essa semana <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...