História Creek- Please Love Me - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias South Park
Personagens Bebe Stevens, Butters Stotch, Clyde Donovan, Craig Tucker, Damien Thorn, Dougie, Eric Cartman, Firkle, Gerald Broflovski, Henrietta Biggle, Ike Broflovski, Jimmy Valmer, Karen McCormick, Kenny McCormick, Kevin McCormick, Kyle Broflovski, Liane Cartman, Linda Stotch, Michael (Gótico), PC Principal, Personagens Originais, Pete (Gótico), Phillip "Pip" Pirrup, Randy Marsh, Sharon Marsh, Sheila Broflovski, Shelly Marsh, Sr. Garrison, Sr. Mackey, Sra. McCormick, Stan Marsh, Stephen Willis Stotch, Stuart McCormick, Thomas, Timmy Burch, Token Black, Trent Boyett, Tweek Tweak, Vice Principal Strong Woman, Wendy Testaburger
Tags Bunny, Butters, Clyde, Craig, Creek, Damien, Dip, Kenny, Kyle, Pip, Stan, Style, Token, Tweek, Tyde
Visualizações 18
Palavras 2.285
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Casa da árvore


On Pov Craig

Tweek, Pip, e Butters fugiram, provávelmente eles não sabem nem pra onde ir.

No momento todos estão com a atenção em Damien, e Dandara que estava sem uma das mãos.

— Infeliz! M-minha mão!- Dandara falou olhando para sua mão arrancada.— Era de se esperar do poder de um demônio- ela disse falando de Damien.

— Agora você não quer mais lutar?!- ele pergunta com um sorriso sádico.

— No momento preciso me curar e procurar aquelas raridades.- ela respondeu.

— Você não encostara nem um dedo em Phillip! Ou farei você viver no seu inferno pessoal! - Damien já estava ficando muito puto, dava pra ver claramente em seu olhar.

— Você é muito engraçado Damien Thorn- Dandara falou achando graça- gostaria muito de lutar agora. Mas vou ter que recuar e me fortalecer. Até mais tarde- ela falou e sai levando sua mão.

Ela vai nos deixar escapar? 

Bem... Erro dela. Sai com Kenny e Damien procurando Pip, Tweek e Butters. Clyde e Um guarda estavam lutando.

Clyde ainda estava com as orelhas de neko. Sim ele é um neko, descobrimos isso quando ele e Token começaram a fingir namoro. Clyde iria para o centro, mas Token não deixou ele ir e o comprou. 

Sim eles fingiam namoro, por que? Simples, pelo fato de que Clyde queria descobrir se conseguia ter a mesma fama que eu e Tweek. Porém depois do primeiro mês de namoro dele, Clyde já tinha se apaixonado por Token, e Token já tinha se apaixonado por Clyde.

Vejo Damien queimar os guardas vivos. Olhamos pra eles espantados.

— Oque?- Ele pergunta como se tivesse feito algo normal.

— Nada..- falei me afastando um pouco dele. - Vamos logo! temos que achar Butters, Tweek, e Pip.- Falei contando o clima meio tenso.

— Vamos, aliás não falem isso para o Pip- falou Damien, e saímos correndo aprocura deles. Antes de ouvimos o alerta vermelho.


Off Pov Craig


On Pov Tweek


Estamos escondidos em um beco. Escutamos o alerta vermelho, e escutamos a voz de Dandara no alto falante.

— Olá querido povo de South Park. Sou Dandara, dona do centro de híbridos, e amiga do governador. Vim da o aviso que híbridos estão a procura, pagamos muito alto pelo corpo dele, estando vivo ou morto, não importa só os tragam.- 

— GAH! V-VAO NÓS MATAR!- gritei apavorado.

— C-Calma cavalheiro! P-precisamos ter um pouco de positividade- falou Pip tentando ser otimista mas está na cara que ele também está em pânico.

— ah hambúrguers! - Butters falou baixo se encolhendo.

— São três fugitivos! Todos são baixos, loiros, dois tem olhos azuis, e um tem olhos verdes, Um dos de olhos azuis tem cabelo curto e o outro parece uma garota, o terceiro tem cabelo bagunçado e um tic nervoso- 

—GAH E-ELA TA FALANDO DE MIM- Gritei, e Pip tampou minha boca, puxou a mim e Butters e escondemos do lado da lata de lixo, e então passou por perto do beco um segurança.


— Jurei ter escutado algo- ele falou e voltamos a ouvir o alto falante.

— Um deles tem orelha de coelhos. Um deles tem orelhas e rabo de lobo. O de olhos verdes e cabelos bagunçados tem mistura de  kitsunemimi e toramimi, esse deve ser capturado e morto o mais rápido possível! Capturios e serão recompensados!- e então o alto falante se desliga.

— e-e se eles pegarem a gente?! V-vao me matar!- falei baixo com medo de alguém nos achar.


— Não vamos deixar te pegarem Twe- Butters falou também baixinho.- temos que sair daqui ou irão nós achar. Vocês sabem a onde podemos nós esconder?-

— ACHEI ELES!- Ouvimos alguém gritar e entramos em disipero, sinto alguém agarrar minha cintura, me assusto e por reflexo arranho o rosto da pessoa.

Olho e vejo que a pessoa era Craig.

— Ai.. pra que isso Babe?- Craig disse.

— D-Desculpe achei que fosse algum guarda.- falei e o abraçei.- eu f-fiquei com tanto medo..- 

— Eu estou aqui Babe, não há oque temer- ele falou retribuindo o abraço. Mesmo eu sabem que ele não poderia fazer nada contra Dandara e o governo, me senti mais calmo 

— LEO! VEM! EU TENHO QUE TE ESCONDER ATÉ EU CRIAR UM PLANO- kenny falou e pegou Butters assim saíram correndo.

Damien abraça Pip e depois da um tapa leve na sua nuca.

— Nunca mais diga que prefere a morte, idiota!- Damien diz, e Pip apenas solta uma risada baixa dizendo: "desculpe".— Vamos pra casa logo! Eu vou pega dinheiro pra te comprar - ele levou Pip.

— venha. Vou te esconder- 

— C-como eu posso saber que você não me levará para o centro?!- perguntei com medo.

— Pelo simples fato de que sou seu namorado, e te amo muito. - ele falou me beijando- acredita agora babe?- ele perguntou dando beijos no meu rosto. Acabo dando risadas baixinhas.

— Okay. Okay agora eu acredito Honey- Falei, segurei seu rosto e o beijei docimente, ele me pega no colo como uma noiva e para não cai eu segurei seus ombros.- aonde está me levando querido?- perguntei.

— estou te levando para nossa lua de mel- Craig disse rindo, e eu coro.

— Lu-Lua de mel?! N-nos nem nós casamos - falei, ele solta uma risada e me beija. - S-so seja gentil tá bem?- falei. Ele riu de novo e me beijou mais uma vez. Chegamos no seu carro as pressas afinal ele não queria que ninguém me vesse ou nos seguisse.

— Durma um pouco Babe, vai demorar um pouquinho até chegarmos lá.- ele me põe no banco do carro e então vamos. 


Resolvo o obedecer e durmo.


Ao acordar vejo Craig conversando com alguém no celular.

— Clyde. Você e Token na Stripe House Secreta, precisamos de um plano... QUE?! CALA A BOCA THOMAS NÃO VOU ENTREGAR TWEEK! E ESTOU POUCO ME FODENDO PARA A RECOMPENSA!-  ele gritou.

— Daddy? Oque houve?- falei manhoso entregando meus olhos. Ele me olha de meio aberta e corado mas logo volta a falar no celular.

— VIU OQUE VOCÊ ME FEZ FAZER THOMA?! EU ACABEI DR ACORDAR O TWEEK!.... Vejo vocês lá, agora tenho que cuidar do meu baby boy- ele fala e desliga- Oi baby, desculpa por te acordar Babe.- falou dando um beijo na minha testa- Aliás me dá muito tesão quando você me chama de daddy.- ele fala e eu coro muito.

Nem notem ter o chamado assim.


— C-Craig- chamei ele manhoso, ele para o carro, noto que estávamos no meio da floresta. Não sei onde isso fica. Não sei se fica muito longe da civilização. Ele me pegou no colo.

— Amor, eu sei andar!- falei manhoso.

— É nossa lua de mel o noivo tem que entrar na casa sendo carregado- falou. Chegamos na frente de uma árvore muito alta. Logo vejo um tipo de cesto de vime para balões de ar quente. Nesse cesto tinha um tipo de porta, ele abriu soltando uma das mãos que me segurava, então me segurei com firmeza em seu pescoço com medo de cair. Ele então me deixou no chão e puxou uma corda que nos levou pra cima. Chegamos em um lugar bem BEM alto, lá tinha uma casa na árvore, ela era um pouco maior que as casas nas árvores normais. 

Craig me pegou no colo de novo, e abriu a porta. A casa tinha uma cama de solteiro, uma cozinha pequena, meio que uma sala, nenhum desses tinha paredes, o único cômodo separado que creio ser o banheiro.


Era praticamente uma casa perfeita. Pequena mais muito linda.

— O que achou Honey?- Craig perguntou me pondo no chão.

— I-isso é lindo! Quando ia me mostrar?- 

— eu pretendia te mostrar quando tivesse seu cio, afinal aqui é bem longe da cidade e ninguém escutaria seus gemidos.- ele diz beijando meu pescoço.

— C-craig agora não- falei manhoso.

— Okay Honey. Durma um pouco. Você se esforçou muito hoje.- ele disse. Eu apenas concordei, me deitei na cama de solteiro.


— Craig, deita comigo até eu dormir.- pedi, estou com medo de algo ruim acontecer, me sinto seguro com Craig. Ele se deitou ao meu lado. Ficamos virados um olhando pro outro.

— Honey. Hoje suas orelhas e rabo estavam diferentes. Você tinha orelhas de raposa e rabo de tigre.- Craig disse.

— também achei que eu fosse um híbrido neko e não isso. Gah! E-eu não sei o que houve naquela hora, eu só sei que ouvi um barulho alto e minhas orelhas começaram a doer muito, eu não conseguia ver o que estava lá.- falei me recordando.

Aquele barulho era perturbador.

— Não se preocupe, Babe. Eu vou cuidar disso tudo- Craig disse fazendo carinho nos meus cabelos. Me aconchegei em seu peitoral e dormir.

Off Pov Tweek

On Pov Craig

Após Tweek dormir, saio da cama e vou para a varanda esperar Clyde, Thomas, Token e Jimmy. Acho melhor fazer um café para Tweek, daqui a pouco ele acorda.

O que eu mais gosto nessa casa da árvore é que tem muito espaço. Eu achei essa casa a uns dois meses atrais, já tinha mobília, e eu reformei tudo, essa casa é tão calma, eu sempre vinha aqui quando estressado, ninguém na cidade pensaria nessa casa, ela é distante e muito bem camuflada. Somente eu e meus amigos sabemos, Token me ajudou a concertar as coisas aqui. E Clyde me ajudou a limpar a mobília. Jimmy conseguiu o cesto para balões de ar quente, e Thomas.. bem o Thomas não fez nada, ele é vendado pra chegar aqui, ainda não temos total confiança nele.

Vejo o carro de Token lá em baixo, e vejo eles o escondendo afinal não queremos dar pistas a ninguém.

Jogo a cesta pra baixo e espero todos entrarem, como são muitos ajudo a puxar a corda para subirem, assim que eles sobem tiramos a venda de Thomas e sentamos na sala.

— Okey. E agora o que faremos? Todos estão procurando Tweek! E se acharem vão mata-lo!- Token disse.

— Eles vão matar Pip e Tweek. Não importa o que for eles querem somente os dois mortos.- Clyde disse, ele passou um dia e meio no centro sabe mais coisas que nós.

— CARALHO! E-Estavam vigiando o carro! Mas Token despistou eles!- Thomas disse. Olhamos para a varanda e vimos Mysterion lá.

— Olá- ele disse.

— CARALHO! PUTA MERDA! COMO VOCÊ CHEGOU?!- Thomas meio que gritou, olho pra Tweek e ele se remexeu na cama, o grito deve ter perturbado seu sono.

— Passei na delegacia. A polícia está procurando os híbridos, outro grupo também está precurando os híbridos, ainda não os indentifiquei, só sei que estão nos vigiando, estão vigiando Craig, eu, Damien, Token, Clyde, Jimmy, Stan e Kyle. Antes de vim eu dei um jeito no que estavam me seguindo.- Mysterion disse sério.

— E que outro grupo é esse?!- Clyde perguntou.

— Não sei. Mas esse grupo tem acesso com a polícia, e provavelmente com o governo! Seja lá o que for enfrentarmos, não será fácil, vou treinar Butters, Pip e Tweek amanhã depois da escola. - respondeu.

— Treinar?! pra que treinar meu Tweek?!- 

— Ele precisa sabe como se defender e como atacar. Se queremos ter algum sucesso ele não pode depender de você. Clyde, você ainda pode entrar no centro de híbridos certo?- Mysterion respondeu.

— Sim, eles confiam muito em mim por eu ter sido comprado pela família Black. - Clyde disse bebendo refrigerante.

— Ótimo. Vamos precisar de alguém no centro para saber o que acontece lá dentro- Kenny disse.

— Como o Clyde vai ficar lá? ele também está sendo olhado!- Token disse.

— pelo grupo, não pela Dandara, e se ela estiver nesse grupo sabemos que Clyde pode dar um jeito- Mysterion rebateu.

— Isso. Não se preocupe querido, eu tenho meus contatos, e vou ficar bem - Clyde disse para Token e em seguida beija sua bochecha.

— Já que Clyde está encarregado de saber do que está acontecendo no centro, eu e Token estamos encarregados de saber o que acontece na delegacia. Eu disse que ia treinar Tweek, Pip e Butters mas vou deixar isso para você, Craig, Você treinará eles. Nada de pegar leve com eles.- Mysterion disse.

— P-Pegar pesado?! Eu não consigo! É do Tweek que estamos falando! - falei.

— Você quer que ele seja pego e morto?- Mysterion perguntou e eu negei.- Então ótimo! Treinio.- 

— E q-q-quem você a-acha que v-vai nos a-ajudar do lado d-desse grupo Mysterion?- Jimmy perguntou.

— Eric Cartman.- Mysterion respondeu.

— QUE?!- todos gritamos, olho novamente pra Tweek e vejo ele se virar para o outro lado.

— Como ele vai fazer isso?! Você sabe que não devemos confiar nele! E por que ele nos ajudaria?!- perguntei.

— Primeiro: ele tem seus contatos. Segundo: sim eu sei, mas é tudo que temos agora. Terceiro: Vingança. Vingança pela Dandara ter o batido, e o humilhado, você sabe o que Cartman é capaz de fazer.- Mysterion respondeu. E faz sentido.

— Entendo. Então ele ira nos ajudar por vingança?..-  Token perguntou

— Sim. Ele já fez a mulher de um homem se suicidar por que o marido dela o chamou de gordo. Você acha mesmo que ele não nos ajudaria por vingança?- Mysterion disse.

— Ele é a melhor ajuda que temos agora- falou Token. E logo Mysterion disse:

— Isso é muito pior do que pensamos. Isso é uma guerra agora. Uma da maiores guerra que iremos infentar.- 






Continua?



Notas Finais


Até o próximos
Não revisei Sorry :'3
B-Y-E.. bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...