1. Spirit Fanfics >
  2. Creepy Night >
  3. Dia cheio

História Creepy Night - Capítulo 10



Notas do Autor


Bom Noite. Tudo bem ?
O Bloqueio atacou novamente , desculpem pela demora.

Espero que todos estejam bem e saudáveis e tenham tempo para ler.
Lavem bem as mãos e passem álcool gel,
Fiquem em casa se puderem. Lendo esse capítulo novo.

Não sei o que assustou mais o desmaio ou o diagnóstico do médico.

Afinal quem Uruha viu em perigo?

Descubram o que houve a seguir....
Boa leitura

Capítulo 10 - Dia cheio


Fanfic / Fanfiction Creepy Night - Capítulo 10 - Dia cheio

 

 

O  refeitório possuía uma mesa grande com umas cadeiras em suas duas laterais, no centro tinha uma ilha somente com saladas, frios, queijos e peixes crus.  Na lateral temos um balcão com self-service, nas gôndolas tinha todo tipo de Lámen, Yakisoba, e outras pratos típicos daquela região em Tóquio.

 

Eles entram no salão, indo direto para o self-service, Ruki e Reita estão conversando e chegam primeiro, cada pegando uma tigela oval de porcelana mais um hashi e tigela retangular arrumando tudo na bandeja. Serviu-se do seu favorito Lámen para ele e o Reita, na tigela colocou uns legumes cozidos acompanhado de molho shoyu. Reita reclamou não queria legumes nem tomates, mas Ruki nem o ouvi e colocou no seu prato, indo se sentar na mesa para esperar os outros.

 

Yutaka foi o próximo, indo direto para o Yakisoba com a tigela oval, já segurando seus hashis na outra mão, espetando rapidamente do macarrão, também pegou uns tomates, e foi na ilha das saladas e frios, depois foi sentar junto ao Ruki e Reita.

 

 Yuu entra por último abraçando Kouyou, que parece melhor ainda um pouco pálido, os dois se encaminham para ao balcão de self-service. Yuu pega duas tigelas oval de porcelana e dois hashis , entregando uma para Kouyou que diz que não queria comer, mas ele o lembra que são ordens médicas que tem que se alimentar nas horas certas, mesmo fazendo uma cara de reprovação Kou aceita um pouco de Yakisoba, seu namorado coloca gentilmente em sua tigela. Yuu também serve um pouco para si com mais alguns legumes acompanhado com molho shoyu.  

 

Também pedem dois refrigerantes para acompanhar a refeição, os dois se encaminham para a mesa sentando ao lado do Kai de frente para o Ruki e o Reita.

 

_ Uruha-san, se sente melhor? _ Ruki pergunta segurando seus hashis.

 

_ Sim, estou Ruki-san. Só estou com uma pontada na cabeça e uma dor atrás do olho._ Uruha fala massageando a têmpora com os dois dedos. 

 

_ Alguma coisa ia aparecer depois do choque e do desmaio._ Kai diz olhando ainda preocupado com o amigo.

 

_ Alguém já parou para pensar, o que foi que aconteceu no ensaio? _ Reita fala empurrando os legumes para beirada do seu prato e todos se entreolham pensativos.

 

Até então eles não tinham parado para pensar no eventos que ocorreram naquele ensaio desastroso. Primeiro foi a produção parando o ensaio, pois estavam assustados, em seguida Uruha fico muito estranho, depois o choque e a correria quando as luzes piscaram e tudo pareceu pegar fogo e Uruha foi arrastado por ter desmaiado. 

 

_ Ainda não tive tempo para processar tudo o houve._ Ruki começa falando _ Foi tudo muito estranho, a produção parou o ensaio assustados, dizendo que nossos olhos mudaram e ficaram pretos._

 

_ E que parecíamos demônios de filme de terror. _ Reita completa..._ Será que ainda estamos…. 

 

_ Possuídos! _ Uruha fala friamente mexendo sua comida intacta _ Talvez? Não vejo outra maneira de explicar._

 

_ Shima ! O que você lembra? _ Aoi pergunta tocando na sua mão que não para de mexer seu Yakisoba sem comer nada _ Quando encostei em você seu ombro ardia e sua tatoo quase queimou minha mão. 

 

_ Só me lembro no Ruki falando sobre o pessoal da produção._ Uruha olha para o Kai seu lado _ O Kai dizer que a música é apenas um pouco dark gótica e pedir para começar de novo.

 

_ Uruha-san, mas antes você disse que agora era um feitiço. _ Kai se refere ao comentário do amigo sobre a música. _ Sabe o que pode significar isso? _

 

_ Sério que falei isso! _ Uruha olha para o Kai e outros também acenam com a cabeça em sinal de positivo. _ Não sei, cantamos essa música na fogueira, pode significar qualquer coisa. Uma ligação com minha tatoo talvez…

 

_ Lembra do que você disse depois choque, quando te segurei antes do desmaio?_ Aoi tentar fazer Uruha se lembrar._ Quem você viu em perigo? _ 

 

Uruha enrola um pouco do macarrão e o leva a boca mastigando pela primeira vez, segurando os hashis ele para pensativo tentando lembrar o que aconteceu, quando levanta seu rosto percebe os membros olhando para si esperando uma resposta.

 

_ Tenho certeza que vocês vão debochar de mim,mas...._ Uruha suspira bebendo um pouco do refrigerante e fala._ Eu vi uma criança parecida comigo sendo perseguida por um homem vestido de preto._ 

 

Uruha tinha razão eles não conseguem segurar o riso, Ruki quase engasga com lamen e Reita bate nas suas costas para conter o acesso de tosse. Kai coloca a mão na frente da boca, tentando esconder o riso que sai baixo. Só Yuu dá crédito para o namorado.

 

_ Yuu, foi uma premonição senti que era meu filho, a criança que estava fugindo._ Uruha faz um bico e pega um pouco de macarrão e segue mastigando chateado.

 

_ Kou, não fica assim! É engraçado por que não poderia ser seu possível filho…._ Aoi fala passando a mão nos cabelos de Uruha.

 

_ Por que não? _ Uruha fala com um tom de voz nervoso _

 

_ Pensa bem Uruha-san, não faz nem 10 dias que isso aconteceu..._ Kai fala meio contendo a risada._

 

_ E daí ? O que tem a haver com minha visão?_ Uruha tá ficando irritado com eles._

 

_ Seu “filho” ainda tá na barriga da mãe. Não pode correr ainda ._ Reita diz rindo fazendo Uruha ficar envergonhado por ser verdade.

 

_  Como posso ser tão lento assim ??? _ Uruha está indignado com sua própria idéia _  Me diz Yuu, foi o choque ou o desmaio que me deixou assim, sem noção.

 

_ Shima, acho que nenhum, você já era lento antes. _ Aoi não resisti e acaba zombando dele, que o olha com reprovação.

 

Uruha fica indignado quando seu próprio namorado faz um comentário caçoando do seu pressentimento em relação ao filho perdido, não estava louco sua tattoo ardeu muito em seguida teve uma visão meio embaçada de que uma parte sua representada naquela criança que estava sendo perseguida por aqueles padres que deveriam ser os mocinhos da história, seria tão absurdo assim acredita nele.  

  

_ Até você Shiroyama ! Pensei que fosse me defender _ Uruha não acredita que até namorado tá debochando dele._ Eu cheguei acreditar que vocês se importavam comigo.

 

_ Uruha, não leve tão a sério, foi só uma brincadeira. _ Ruki fala sorrindo terminando seu almoço _ Nos importamos sim, senão tínhamos deixado você desmaiado lá no estúdio…

 

_ O Ruki foi o primeiro a fugir quando tudo começou explodir e pegar fogo. _  Kai fala com um olhar de reprovação para o Ruki _ Pensa que não vi…

 

_ Em minha defesa, eu estava abrindo caminho para vocês._ Ruki se exalta com o comentário do Kai_ Passarem com Uruha, não queria atrapalhar o resgate.

 

_ Sabia que você fica muito pesado desacordado. _ Reita diz olhando para o amigo enquanto empurra sua tigela para o meio da mesa, pois havia terminado sua refeição _ Precisou do Aoi e do Kai para tirar você lá…

 

_ Ah! Pessoal Gomenasai! _ Uruha abaixa a cabeça, umas lágrimas escorrem no rosto._ Não me atentei em como dei todo esse trabalho para vocês. _

 

_ Depois de todos esses anos você ainda não percebeu que somos uma família… _ Kai expressa seu sentimento em relação ao amigo de longa data._ 

 

_ Que cuidamos uns dos outros, nas alegrias e tristezas….. _ Ruki completa a frase do Kai._   Não importa a encrenca estamos juntos para tentar resolver.

 

_ Vai, Kouyou termina de comer._ Aoi diz carinhosamente _ Você precisa descansar um pouco antes da reunião.

 

_ Ainda vamos ter essa reunião? _ Uruha resmunga  sob o fato das reuniões serem chatas e demorarem uma vida para acabar _ 

 

_ Não temos outro dia, para repassar os locais da turnê. _ Kai fala na direção dele, também tinha acabado sua refeição estava bebendo seu refrigerante._ Não se preocupe será rápida dessa vez, tudo o que aconteceu hoje me deixou cansado.

 

.:.:.:.:.:.:.:.:.:.

 

Terminada as refeições, eles saem do refeitório e se encaminham para o elevador, Reita e Ruki foram os primeiros a entrar no elevador, o baixinho ainda tá meio na bronca com Kai que segue atrás por falar que ele fugiu da sala do estúdio.  Aoi e Uruha são os últimos a entrar no elevador, ele parece um pouco melhor tá menos pálido.

 

O elevador sobe até o 3º andar, onde eles descem e vão até a sala onde tem um sofá grande, onde Aoi pede para Uruha se deitar e descansar, pois ainda não está seguro da sua recuperação. Uruha reclama com Aoi dizendo que tá tudo bem, que não precisa ficar  cheios de cuidados, que ele não mais uma criança.

 

_ Shiro, não precisa nada disso! Tô bem pessoal._ Uruha diz sentando no sofá sob os olhares de todos.

 

_ Não sabemos ao certo, então é melhor você descansar._ Aoi responde acenando para ele deitar. _ Já pedi para um Staff trazer um comprimido para sua dor de cabeça.

 

_ Mas….. Yuu não gosto de remédio é difícil de engolir ! _ Uruha resmunga com Yuu que cruza os braços e faz cara de bravo. _ Também não precisa fazer essa cara. Como você é irritante quando quer algo.

 

_ Irritante, eu??? Só quero te lembrar que quase infartei naquela sala quando você desmaiou nos meus braços _ Aoi suspira forte e continua _ Você não imagina tudo que passou na minha cabeça, o medo de te perder ou você acordar sem se lembrar de mim , passei por momentos que não desejo a ninguém._ 

 

_ Uruha, o susto foi tanto que ainda to meio abalado. _ Reita fala mostrando as mãos que ainda estão tremendo._ Amigo, descanse um pouco só queremos o seu bem.

 

_ Não quero ter que carregar mais ninguém. _ Kai fala virando para mim pegando o copo de água e o comprimido das mãos do staff , colocando nas mãos do amigo. _ Agora beba e deite-se! Isso é uma ordem. Me respeite sou Líder dessa banda. _

_ Até você! Kai Líder-sama._ É raro deixar o Kai bravo, ele fica muito mandão, não é uma visão muito boa. _  Ok! Não tá mais aqui quem reclamou . 

 

Uruha tomou o comprimido e aconchegou no sofá, Aoi tinha trazido uma almofada para o maior, que pediu para moreno fica ali com ele. Aoi se sentou na mesinha que tinha na frente do sofá e ficou acariciando o cabelo dele, em menos de 5 minutos o maior tinha pego no sono, o que deixou Aoi aliviado levantando indo fumar um cigarro.

 

Ruki e os membros da banda resolvem repassar a pauta da reunião, ali mesmo a sala, o lugar tinha uma mesa com umas 6 cadeiras, assim ficariam de olho no sono de Uruha. O maior nunca foi de participar mesmo das reuniões sempre dormia no meio ou ficava conversando com o colega do lado .

 

Kai busca sua pasta na sala com todo itinerário, contendo a relação dos equipamentos  que  devem ser levados para o pessoal da produção montar o palco no show, assim como os Gods e produtos da banda que colocariam a venda, também os presentes para os fãs que participam do Meet Greeting.

 

Ruki foi avisar os outros membros da produção que o local da reunião seria na sala de descanso, pois eles estão preocupados de deixar o Uruha sozinho, assim estariam perto acontecesse alguma alteração com seu estado de saúde depois do choque e do desmaio, naquele estranho evento no estúdio de gravação. 

 

Como havia poucas cadeiras algumas pessoas, ficaram em pé em volta da mesa, Kai avisou que seria breve, pois também estava cansado e ainda um pouco assustado, arrastar Uruha daquela sala não foi fácil, o maior era muito grande e pesado, ele e Aoi quase-o deixaram cair durante o caminho.

 

_ É o seguinte pessoal : Na agenda ainda temos uma entrevista na marcada para daqui 2 dias às 17 horas na Rádio Ameba Studio e depois eles estão oferecendo um coquetel em homenagem ao Lançamento da Nova Turnê. _ Kai está falando sobre o detalhes da agenda ainda no Japão.

 

_ Lembro dessa rádio é aquela de vidro para rua. _ Reita conta sobre a última vez que foi, eles ficaram envergonhados que o fãs estavam muito perto deles._ Foi experiência bem legal.

 

_ Foi sim, deu uma vergonha quando começou todas aquelas pessoas no vidro olhando para nós._ Aoi fala sobre com se sentiu naquela vez _  Mas no fim gostei da interação da banda.

 

_ As perguntas foram as mais variadas, umas bem inusitadas sobre as imagens que os fãs vem a Banda._ Ruki respondeu muitas perguntas nesse dia sobre Koron._ Perguntaram até se eu usava voz de bebê para fala com o Koron.

 

_ Você ainda conversa com ele, assim Ruki-san? _ Kai pergunta dando uma uma risada gostosa.  _ Lembro que você disse, não mora sozinho por que tem Koron e conversa com ele.

 

_ Não, ele já cresceu, mesmo sendo pequeno não é mais filhotinho. _ Ruki respondeu ao Kai com ar deboche._ Kai-san continua sendo “M” (masoquista)?_

 

_ Nada a declarar, Ruki-san _ Kai fica vermelho junta as folha de papel e continua a reunião, ele sabe que é mais malvado do membros sempre sofre bullying por zoar com outros._   

 

Kai entrega para eles uma com as datas e os  lugares que eles devem ir com sua Turnê.

 

Pauta da Reunião: Datas e lugares

 

Primeira escala para América do Sul 

Argentina dia 12 - Nov

Chile - 14 - Nov

Brasil -17 -Nov  

 

Segunda escala para Europa

Londres -20 - Nov

Paris - 23- Nov 

Munich - 26 - Nov

Moscow - 29 - Nov

 

Terceira escala para Ásia 

Shangai - 2 - Dez 

Taiwan - 5 - Dez

A volta para o Japão

Dia 7 de dezembro

 

Show de encerramento da Turnê no Japão é dia 21 de Dezembro.

 

_ Então esse é nosso itinerário nesta World Tour , alguma dúvida?_ Kai pergunta para o demais membros e produção.

 

_ Faltou dizer quando que viajamos? _ Reita fala olhando para o papel em sua mão._ Não tá escrito aqui.

 

_ Dia 10 de Novembro, levamos dois dias no avião para chegar na América do Sul. _ Ruki responde a pergunta do Reita.

 

_ Espero ter pesadelo desta vez no avião. _ Reita fala baixo, depois do último voo ficou meio cismado de viajar. _ Fiquei com medo.  

 

_ Nem fale isso Reita-san, me arrepia só pensar._ Aoi relata sua aversão pela última viagem. _ Kai-san acho que deve tá tudo certo!

 

_ Arigatou, a todos ! Acho que por enquanto é só. _ Kai dá por encerrada a reunião, agradecendo o pessoal da produção pela compreensão e empenho nessa nova fase.

 

Um staff novato que os buscou dias atrás no aeroporto, e particularmente tem uma tatuagem da cruz Anhk no pulso, aponta para Uruha no sofá se seria normal aquele sono agitado do maior deitado ali. Por estar mais perto se aproxima para ver o que estaria acontecendo. Antes do Aoi chegar, que ainda está juntando os papéis da reunião junto com o Kai, de longe eles perguntam se ele está bem.

 

_ Acredito que sim. Uruha-san deve está tendo um pesadelo, com tudo o que aconteceu hoje._ O Staff responde para eles.

 

Ele se abaixa a frente dele, fala mais baixo para o outros não ouvirem somente Uruha.

 

_ Amo Seth pode descansar, tá tudo sob controle seu filho está a salvo._ Ainda sussurrando ele recita os versos finais de Dogma._ 

I will blacken out this world,

Darkness in the world,

Starts tonight.

 

No mesmo instante Uruha se acalma, seu sono volta ao normal, o staff se levanta vendo Aoi chegar para ver o que ele estava murmurando, ele se dirige ao moreno dizendo que era apenas um sonho.

 

_ O que ele estava falando? _ Aoi pergunta ao staff, pois está preocupado, pois a reunião acabou ele ainda não acordou com toda a movimentação na sala.

 

_ Não deu para entender direito, só que ele estava fugindo ou correndo com uma criança. Sabe como são sonhos tudo é confuso._ Ele responde saindo de perto dando passagem para o Kai se aproximar e olho bem assustado para ele.

 

_ Kai-san, tá acontecendo de novo! _ Aoi fala com os olhos arregalados para ele e chama atenção do Ruki e o Reita.

 

_ Não se estresse Aoi! É só um sonho, não é fim do mundo. _ Kai fala tentando disfarça o nervosismo sobre a brincadeira que fizeram com ele no almoço possa ser verdade.

 

_ Vamos acordar ele então ! _ Reita diz tentando descontrair _ Uruha-san vai dormir até quando?

 

_ De todo jeito ele tem acordar mesmo, a reunião acabou._ Ruki pela primeira vez não vê a hora de ir embora._ Acorda ele Aoi-san!

 

_ Shima, acorda ! A reunião acabou. _ Aoi chama por ele que começa a bocejar e esfregar os olhos _ Vamos embora, Kou._

 

_  O que houve agora ?? Por que vocês me encarando ?? _ Uruha acorda e bate a mão no corpo vendo se nada foi aberto dessa vez._ O que eu fiz ???

 

_ Se acalme, Shima! Você só tava falando dormindo! _ Aoi tenta consertar o susto que deu nele._ 

 

_ Vocês tem que parar com isso! Desse jeito eu morro de susto. Eu já disse que tô bem. _ Uruha não se conforma com esse excesso de atenção. _ Vão procurar algo para fazer!_

 

_ É mesmo um pato mal agradecido._ Ruki fala meio bravo com a reação dele._ Vamos Reita, ele não merece nossa preocupação _

 

_ Também não é assim, Ruki. Gomen! _ Uruha tenta pedir desculpa mas devolve a provocação. _ Eu não sou pato coisa nenhuma, seu anão irritante.

 

_ Os dois parem já com isso!_ Kai dá bronca tentando parar com a provocações _ Vocês parecem duas crianças quando vão crescer?

 

_ Eu já sou alto tá!_ Uruha faz uma careta para o Kai_ Ruki só se ele colocar um salto de 20 cm para ficar do tamanho do Reita.

 

_ Reita, por que tá me segurando? Deixa eu pegar ele. _ Ruki tá tendo um acesso de raiva.

 

_ Takanori, chega foi você que começou!_ Reita fala voz uma forte e altiva._ Uruha-san, chega de dar susto na gente. Combinado?

 

_ Gomenasai, Takashima ! Por não acreditar na sua visão. _ Kai pede desculpa sobre o deboche no almoço . _ Você estava falando dormindo sobre isso.

 

_ Shima, acho que a tattoo é a conexão com seu filho perdido._ Aoi revela para ele sobre o que foi o sonho. 

 

_ Só agora vocês acreditam. _ Uruha olha para eles e percebe que eles se importam com ele, sim._ Agradeço pelo voto de confiança,mesmo depois do deboche.

 

.:.:.:.:.:.:.:.:.:.

Enquanto eles e a produção estavam na reunião,  foram chamados um técnico e um eletricista para verificar o que houve com os equipamentos na sala do estúdio, que ocorreu todos aqueles eventos sem explicação até o momento.

 

A princípio ambos ficaram meio com medo de entrar na sala, pois no chão havia muitos vidros quebrados por causa da lâmpadas que estouraram deixando a sala escura. Assim  o rapaz da manutenção trocou-as, eles puderam analisar os equipamentos que estavam ligados, na hora que eles ensaiavam. 

 

O eletricista testou as guitarras e o baixo, pois disseram que mesmo desligadas elas começaram soltar faíscas quando as luzes piscaram. O técnico analisou os painéis, os retornos e os cabos, nada estava rompido ou queimado, que na verdade é muito estranho pois haviam dito que a guitarra do Uruha estariam dando choque nele e depois ele desmaiou.

 

Com a conclusão do resultados dos testes, eles se dirigem a sala de descanso, onde todos já estavam se preparando para ir embora para casa, a reunião havia acabado a pouco tempo, os membros estavam em volta do Uruha.

 

_ Sumimasen, Kai- san, posso lhe falar um instante? _ o técnico dirige a palavra ao líder da banda, e os membros param suas conversas para também prestar atenção no que ele tem a dizer. 

 

_ Sim, pode falar. Por favor._ Kai está atento ao que ele vai dizer ._ Se for sobre a reunião nós terminamos agora, o que precisa saber?

 

_ Não é.  Sou o eletricista que a produção chamou para ver os equipamentos do estúdio._ Kai olha para os outros mas diretamente para Uruha que segue concentrado no rapaz._ Fiz todos os testes nas guitarras e na parte elétrica. O técnico foi ver por que não estava acreditando nos relatos do falaram que aconteceu. 

 

_ Agora estou preocupado. _ Diz Kai já meio assustado _ Estragou os equipamentos?

 

_ Ao contrário tá tudo intacto, nem um fio rompido ou queimado, o único dano foram duas lâmpadas queimadas. _ Isso deixa eles com feição de medo e cada vez mais apreensivo._ Só posso dizer que não foi a guitarra que estava dando choque. Mas como não consegui localizar sua origem, o que deixa a dúvida se a descarga elétrica veio do próprio Uruha-san. Sei que pode parecer loucura mais não sei explicar o que aconteceu na sala do estúdio.

 

_ Arigatou, por suas informações, iremos tentar descobrir o que houve afinal. _ Kai responde e o rapaz faz uma reverência de agradecimento e todos também abaixam a cabeça. 

 

Kai olha para os amigos e a sensação de pavor, sobre a história do feitiço não parece ser apenas uma brincadeira, aquilo era real e continuava sem explicação.  

 

_ Se nem o técnico sabe dizer o que aconteceu? _ Ruki olha incrédulo para o maior que estava provocando a pouco. _ O que faremos Kai-san?

 

_ Ruki-san estou tão perdido quanto vocês._ Kai vai mais perto de Uruha e pergunta. _ Uruha-san já se lembrou do que houve?

 

_ Só sei que senti apenas meu corpo formigando._ Uruha conta sua vaga lembrança _ Lembro do Aoi me segurando e que não conseguia falar depois não vi mais nada.

 

_ Shima, melhor irmos para o hospital, ter certeza que não tem nada de errado com você. _ Aoi tenta convencê-lo que é melhor fazer uma consulta com um especialista.

 

_ Não gosto de hospital, já disse que estou bem. _ Uruha fala com ar chateado e desanimado. _ Melhor eu ir procurar meu capacete para ir embora.

 

_ Uruha-san, melhor você deixar a moto guardada aqui no prédio._  Reita fala preocupado com o amigo. _ Você não parece estar em condições de pilotar.

 

_ Verdade, vai que você desmaia quando tiver dirigindo._ Ruki já apela deixando o Uruha bravo com ele._  Estrago pode ser maior, se não estivermos lá para ajudar a socorrer.

 

_ Aoi-san vou pedir um táxi, assim vocês vão comigo. _ Kai oferece um meio deles irem embora sem risco. _ Peço para ele deixar vocês dois no seu Apto.

 

_ Kouyou, tudo bem passar a noite lá no meu Apto? _ Aoi ainda preocupado o indaga esperando seu consentimento.

 

_ Se eu fizer isso, vocês me deixam em paz._ Uruha aceita mas só para eles parar de tratá-lo como doente._  Quantas vezes vou ter que falar que estou bem. 

 

_ Só queremos o seu bem-estar Uruha-san._ Kai diz começando juntar suas coisas para ir para casa. _ Já é tarde vamos embora descansar, o dia foi tenso demais.

 

_ Nem me fale._  Reita diz meio que no deboche _ Taka-san me acompanha até em casa, pois estou de bicicleta?

 

_ Pode ser vim a pé mesmo. _ Ruki junta seus pertences dando adeus aos demais _ Vamos então Akira-san, se cuidem pessoal. 

 

_ Uruha-san nos dê notícia se mais algo de estranho acontecer com você.  _ Reita fala se despedindo do amigo.

 

.:.:.:.:.:.:.:.:.:.

Então Kai chama um táxi, Aoi ajuda Uruha a guardar sua moto no estacionamento do prédio da PSC que fica no subsolo, o maior continua a reclamar com Aoi que não precisa de todo esse cuidado excessivo. De volta na frente do prédio o táxi acabara de chegar, Kai já está esperando por eles, pedindo para Uruha entra no banco atrás , enquanto fala rápido com Aoi sem o maior ouvir.

 

_ Pedi para o motorista levar vocês no hospital, sei que Uruha-san não gosta mais continuo preocupado._ Kai avisa Aoi para ele já ir se preparando com a revolta do namorado.

 

_ Só assim mesmo para conseguir levar ele, para fazer uns exames._ Aoi concorda com a iniciativa do Líder _ Ele é muito teimoso.

 

_ Os dois vão demorar muito para entrar, o taxímetro tá rodando._ Uruha já tá se estressando com os dois fofocando._ Quero ir logo embora.

 

Aoi e Kai dão uma risada entrando no veículo, Uruha mal sabe o que eles aprontaram com ele nessa corrida de táxi, certamente vai ficar emburrado e querer brigar com os dois, eles não sabem mais o que fazer, depois do que o técnico falou que não foi a guitarra que deu choque, o clima ficou tenso.

 

_ O que os dois estão fofocando, posso saber? _ Uruha olha desconfiado do que eles possam estar aprontando.

 

_ Nada importante, Shima. _ Aoi disfarça sua resposta _ Não posso nem conversar com o Kai que você já fica com ciúmes.

 

_ É mesmo, Aoi também é meu amigo. _ Kai fala olhando para Uruha dando um sorriso com suas covinhas. _ Estamos combinando de pescar quando voltarmos da turnê.

 

_ Sei não, vocês estão muito suspeitos. _ Uruha está olhando o caminho que o táxi está fazendo, ser diferente do que ele tá acostumado quando vai para o apto do namorado. _ Acho que o motorista está perdido esse não é o caminho para o apto Yuu.

 

Os dois cúmplices não respondem nada, melhor fazer silêncio e surtar na hora que o taxi para no hospital. Mais alguns minutos se passam eles já vêem a placa do hospital a sua frente. Uruha parece distraído com seus pensamentos e só percebe onde está quando o táxi para na frente do pronto socorro do Hospital.

 

_ O que significa isso!!!! _ Uruha resmunga indignado com os dois por terem o enganado._ Sério mesmo!!!! Sabiam que os dois estavam aprontando comigo. Já disse que estou bem.

 

_ Takashima  Kouyou, como seu amigo quero uma segunda opinião médica. _ Aoi fala bravo com ele. _ Você é muito teimoso, só assim para te trazer para um check-up.

 

_ Uruha-san como seu amigo e líder da banda, não aceito “eu to bem” sem um exame detalhado._ Kai reforça o pedido de Aoi. _  Minha responsabilidade é zelar pela saúde e bem estar do meu guitarrista solo da banda.

 

_ Tô vendo que é impossível convencê-los quando os dois se juntam._ Uruha está descendo do táxi junto com Aoi, ainda reclamando._ Vamos fazer isso logo, Shiroyama!

 

_ Me avise depois dos resultados Aoi-san. _ Kai senta na frente do táxi e fecha a porta e acena para os amigos na esperança que Uruha esteja certo não houve nenhuma complicação com ele. _ Konbanwa! Uruha-san , Aoi-san nos vemos em breve.

 

Aoi segura no braços do maior e ambos seguem para entrada do hospital, vendo Kai ir embora se despedindo deles. 

.:.:.:.:.:.:.:.:.:.

 


Notas Finais


Se nem o técnico sabe dizer o que aconteceu?

Eles começam a acreditar no feitiço do ritual da floresta.

Deixem suas teorias nos comentários.

Obrigada por ler 😉
Obrigada por favoritar👌
Obrigada por comentar ❤
Obrigada muuuito obrigada😍
Capítulos novos a cada 2 semanas.

Uma Parceria de KaguraWay , MalikaHarunoo e Elisha_Sky


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...