1. Spirit Fanfics >
  2. Creepypasta School >
  3. Isso tem que ser assim

História Creepypasta School - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Estamos de volta para essa fanfic depois de uns dias, e talvez o próximo demore um pouco, então aproveitem bem. O motivo? Bom eu tenho que fazer várias coisas nos próximos dias, então se sair capítulo, eu já me desocupei. Mas vamos lá, a Nina volta hoje, então...... Vamos ver no que dá.

Capítulo 9 - Isso tem que ser assim


P.O.V Jeff

Hoje promete ser um dia bem cansativo, mesmo sendo sábado, a Nina volta hoje da suspensão e eu e ela temos que conversar sério, o que vai me dar muita dor de cabeça, certeza absoluta...... Eu odeio admitir, mas meninas são um problema quando querem ser. Ao eu acordar, me vejo sozinho no quarto que eu dividia com Liu, ele dormiu com Helen? Bom talvez seja..... 

Tomo um banho, me visto e saio com um pirulito de morango na boca, obviamente que as pessoas vão pensar porcaria, com essas mentes sujas, mas dane-se. Chego na mesa das Creepys e lá estava, blusa roxa e eufórica como sempre, Nina conversava com Clock, Jack, Jill, Toby e Ben também estavam lá.

Jeff: E aí - aceno pra eles e Nina avança em mim, me abraçando

Nina: Jeff! Que saudade! - ela vê minha reação - O que foi? Aconteceu algo?

Jeff: Não, Nina. Eu só preciso conversar com você. Se importam pessoal?

Clock: Podem ir - Nina e eu vamos para um local mais privado

Nina: Você me trazendo para um lugar vazio...... Está muito safadinho, príncipe - ela sorri e eu suspiro

Jeff: Olha, Nina, isso tem que acabar.

Nina: O que você quer dizer com "isso"?

Jeff: Você sabe o que quero dizer.

Nina: Jeff, não.....

Jeff: Nina, eu não tenho nada contra você, sendo sincero. Mas eu não gosto de você de forma amorosa.

Nina:.......... O que ela fez...?

Jeff: Hm?

Nina: O que a Arkensaw fez com você?

Jeff: Ela não fez nada, Nina. Isso vem de mim, e não de influência dela.

Nina: Por que? - lágrimas caem dos olhos dela

Jeff: Nem sempre tudo é como a gente quer..... E sinceramente, eu acho que você não vai deixar de ser amada, caso desista de mim?

Nina: Hum? - ela levanta a cabeça surpresa

Jeff: Tem uma pessoa que gosta de você, mas vou deixar que descubra quem é. Acredite, ele está mais perto do que você imagina.

Nina: Mas eu não quero desistir de você.......

Jeff: Mas vai, Nina...... Não desperdiçe uma chance de ser muito amada por alguém..... 

Nina: Então é isso? Você vai me abandonar pra ficar com a Arkensaw....?

Jeff: Eu não vou te abandonar, porque nós não somos namorados. Entenda isso...

Nina: Você é um idiota, Jeff..... 

Jeff: Me chame como quiser, Nina. Isso tem que ser assim.

Nina: Está bem então! Vá pegar a Arkensaw e me esqueça! Seu idiota! - ela sai correndo chorando e eu suspiro, ai ai, que menina complicada....... Por coincidência, Liu passou e me viu com uma expressão cansada

Liu: Jeff?

Jeff: E aí - aceno pra ele

Liu: Ela é difícil, não é?

Jeff: Rapaz, nem me fale *suspiro* Isso vai dar muita dor de cabeça.....

Liu: Pode apostar.....

Jeff: Você teve sorte, de verdade cara......

Liu: Acho que eu não suportaria o Helen assim. Ele é bem legal, na verdade, tem muitos sentimentos escondidos.

Jeff: Bom..... Eu vou ver a Jane e evitar que a 3° guerra mundial, comece por minha causa.

Liu: *ri* Vai lá irmão, boa sorte que você vai precisar - tocamos os punhos e ele vai embora. Eu vou até o quarto de Jane, e bato na porta que não demora pra abrir.

Jane: Jeff.... 

Jeff: Oi..... Está bem?

Jane: Sim, eu estou, mas você não parece bem...... O que houve?

Jeff: Posso entrar? - ela confirma e eu entro

Jane: Me diz, o que aconteceu?

Jeff: A Nina voltou hoje e nós já conversamos.......

Jane: E o que deu?

Jeff: Ela saiu correndo, não sei se brava ou triste, ou os dois...... Bom, na cabeça dela você é a culpada disso, então...... Desculpa, Jane......

Jane: Ei..... - ela se senta ao meu lado em sua cama e põe as mãos em meu rosto - A culpa não é sua dela ser assim..... - ela sorri

Jeff: Eu só não quero que dê confusão......

Jane: Acho que é inevitável, não concorda?

Jeff: Odeio admitir, mas é....... - abraço Jane 

Jane: Não se preocupa, se ela causar outra confusão, o tio Slender vai ser severo.

Jeff: Bom, isso é verdade. Como você consegue me tranquilizar tão fácil?

Jane: Eu sou muito boa, esqueceu? - ela diz arrogante num tom de brincadeira

Jeff: Ah, é mesmo? 

Jane: É *ri* Desculpa, eu não resisti

Jeff: Ah, tudo bem *ri* Vamos ao refeitório?

Jane: Só preciso me trocar, vira de costas - levanto e viro as costas pra ela - Não espie hein.

Jeff: Ta bem - a tentação de olhar era gigante, mas eu me segurei com todas as forças - Posso?

Jane: Pode, já terminei - eu me viro e saímos, em direção ao refeitório. Só não esperávamos que ao chegar, todos iriam olhar pra nós, pra mim em especial.

Jeff: Não me cheira bem.....

Jane: Eu também estou com um mal pressentimento....... - foi quando chegamos na mesa e todos olham pra nós, alguns sorrindo e outros meio preocupados

Jeff: O que aconteceu? Falem, porra! 

Liu: Jeff, a escola inteira está dizendo que você é um canalha.

Jeff: Eu o que?!

Jill: A Nina espalhou que você abandonou ela.

Jeff:........ - como ela pôde?! Nem tínhamos nada, sua doida! Eu sabia que daria merda - Não sei por que eu não esperei algo assim.

Jill: Olha, se não fosse o Jack me segurando, eu já estaria quebrando ela.

Jane: Sem mais confusão, por favor. Já basta isso - os olhares do refeitório caíam sobre nós e fofocas começaram

Jeff: Era só o que faltava, puta que pariu viu...... - eu e Jane sentamos, eu estava uma pilha de nervos, me segurava o máximo pra não gritar com todo mundo. Jane percebendo isso, pega em uma de minhas mãos

Jane: Calma....... - respirei fundo e me acalmei um pouco. Após um tempo, um grito foi ouvido dizendo "Arkensaw!!"e eu já sabia de quem era - Ahn?

Nina: QUEM VOCÊ PENSA QUE É?!

Jane: Do que você ta falando?

Nina: E ainda se faz de sonsa..... - ela vem até a mesa com passos duros e pega Jane pela camiseta - VOCÊ SABE BEM DO QUE EU TO FALANDO, VACA! ROUBAR O MEU PRÍNCIPE DE MIM É UM PECADO IMPERDOÁVEL!

Jeff: Ela não roubou nada, sua doida! - me pronuncio e o silêncio se instaura, pego a mão de Jane e a puxo pra mim - Atrás de mim, ta? - ela concorda e eu passo a frente - Você passou dos limites absolutamente! Teve a cara de pau de dizer pra todos que te abandonei? Nós nem temos nada, Nina! Ouviram bem, fofoqueiros de plantão?! Não temos nada! 

Slenderman: Posso saber o que está acontecendo?? - uma voz imponente se pronuncia

Jill: Agora ela já era.

Slenderman: Você de novo Hopkins?! Não consegue ficar aqui sem causar confusão?! Está envolvido também, Jeff?

Jeff: Eu não, essa doida dizendo que eu sou um canalha porque abandonei ela. Tudo mentira! O senhor sabe melhor do que ninguém, que nós não temos nada.

Slenderman: *suspiro* Resolvam isso de uma vez.

Jeff: Já resolvemos, mas ela não quer aceitar que não gosto dela.

Slenderman: Hopkins - ele chega a frente da menina e a olha com cara de poucos amigos - Eu vou deixar essa passar, a próxima confusão que você fizer, é rua, entendeu?! Deixe o garoto em paz de uma vez, se você não faz isso, eu vou fazer por você.

Nina:........ - Nina se vira e vai embora

Slenderman: Sem uma palavra, ouviram bem?! Esse assunto morreu! - o mesmo se retira

Jeff: Ai ai....... - me sento e Jane pega em minha mão

Jane: Obrigada 

Jeff: Ah, não se preocupa. Essa confusão é mais minha, na verdade ne? - ela ri

O dia corre normalmente e eu não mais vi Nina, ainda bem porque do jeito que eu tava era bem capaz de bater nela, mesmo a Nina sendo a "Nina", eu não faria isso. Eu estava andando até meu quarto, quando ouço alguém me chamar

Jane: Jeff! - ela vem correndo até mim

Jeff: Oi, o que foi?

Jane: Pode me ajudar com uma coisa?

Jeff: Se eu conseguir, posso.

Jane: Vem comigo - ela e eu vamos até seu quarto

Jeff: No que você precisa de ajuda?

Jane: Seria vergonhoso fazer isso em público, então aqui é melhor - ela vira as costas e tira a camiseta, o sutiã dela estava caindo e ela não conseguia amarrar pelo jeito - Amarra pra mim?

Jeff: Por um momento pensei que fosse alguma outra coisa. Fica parada, eu vou amarrar.

Jane: Seu mente poluída *ri* Só não amarra apertado, é desconfortável.

Jeff: Assim está bom?

Jane: Sim, está - ela veste a camiseta e ajeita o sutiã - Obrigada - ela me abraça - Me salvou, eu não conseguia amarrar de jeito nenhum, sou péssima.

Jeff: Por nada, pra me pedir isso quer dizer que confia muito em mim, não? - ela cora

Jane: B-Bem, eu confio...... - retribuo o abraço - Está melhor?

Jeff: Não 100%, mas 85 eu diria. Grande parte é graças a você.

Jane: E-Eu? Por que?

Jeff: Quem foi que me impediu de liberar a raiva que eu estava pro refeitório todo?

Jane: Eu.....

Jeff: Quem foi que me tranquilizou depois do drama da Nina?

Jane: Eu......

Jeff: Está aí o porque - ela sorri 

Jane: Até amanhã? - roubo um beijo dela 

Jeff: Até, durma bem - ela ficou um pouco estática pelo beijo roubado mas sorriu e acenou. Hoje foi um dia complicado, nem sábado é fácil nessa vida ne? Me livrei de um peso ao menos, já não tenho a preocupação de ter que falar com Nina, apesar de que eu estou com mau pressentimento sobre os próximos dias, espero que eu esteja errado......

Fim































Notas Finais


Me digam, quem vocês acham que ama a Nina? Vou estar respondendo os comentários. Esses dois são tão morango e açúcar ou pipoca e manteiga, combinam tão bem. Eu fico por aqui, se cuidem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...