1. Spirit Fanfics >
  2. Creppypasta Okami (Ladra de Almas) >
  3. Que o jogo comece

História Creppypasta Okami (Ladra de Almas) - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Que o jogo comece


Depois de algumas semanas de terapia o psiquiatra liberou-a,porem com a prescrição de alguns tarja preta,Okami se sentia mudada,mas não era algo bom; seus pensamentos de morte agora tomavam a cabeça dela e isso refletia em seus desenhos que antes eram coisas fofas,bonitas e agora sempre retratam pessoas mortas e um simbolo de um "O" com um "x" no meio,a mãe da garota achava estranho porém não criticava o gosto da filha,ja que Emanuela achava que era um jeito da menina se expressar,então um dia okami resolveu sair um pouco de casa para aliviar o estresse,mas alguma coisa chamava sua atenção diretamente para a mata,era como se a convidasse para entrar no desconhecido

"talvez se eu cortasse o caminho pela mata eu poderia chegar ate o parque e também acabar com minha curiosidade"-então ela adentrou-se na mata quase que fechada...passou-se menos de um minuto de caminhada ate que a menina avistou uma casa,aparentemente abandonada,a voz em sua cabeça, que antes eram apenas sussurros melancólicos começou a falar mais alto,queria que ela entrasse na casa,cedendo ela entrou e viu que havia um corpo debruçado no chão,ao chegar mais perto ela descobriu o que a voz em sua cabeça queria q ela visse,o defunto em sua frente era nada alem de seu pai,que havia a abandonado quando ainda era um feto.Aquilo não a assustou,muito menos fez com que ela se sentisse mal,pelo contrario a garota achou que aquilo foi merecido,afinal,quem abandona sua filha?!

Ao vasculhar a casa ela acha um bilhete com os mesmos símbolos que ela desenhava..."estou de olho em você...Okami"-era estranho,como que o redator da carta conhecia seu nome? o mais importante era...como sabia que ela estaria lá?

ainda confusa e um pouco assustada ela volta pra casa e quando ela estava indo em direção ao seu quarto

-onde você estava querida?-ela pergunta com voz sonolenta,provavelmente estava dormindo e a ouviu entrar

-fui ate a praça e acabei voltando mais cedo que o esperado..-mentiu,até porque como ela contaria para a mãe que achou seu pai morto em uma casa na mata?

ela apenas balançou a cabeça e voltou para seus aposentos deixando a menina sozinha

e assim se sucederam dois anos,e mais e mais bilhetes

---------------------------------------------

atualmente

-então,você acha que nela existe algo pra chamar tanta atenção dele assim-pergunta um dos garotos

-na verdade nem eu sei,a unica coisa que sabemos é que já ta na hora de ela vir com a gente-diz o outro animado-alias,cade o incendiário do...

-MASKY, HOODIE!!!!!!!!!!!!!!!!!-diz o terceiro saindo da mata-eu achei o X,e a gente tava brincando,só que agora ele quer me matar ;-;

-que merda foi que você disse pra ele toby?-pergunta masky massageando as têmporas,enquanto hoodie apenas observava atento

-nada,apenas falei que ele era muito feio....eu disse a verdade,todos nós sabemos que eu sou mil vezes mais bonito que ele-toby faz uma pose sexy enquanto os dois garotos o olham extremamente irritados

okami.on

Tava em casa sem nada pra fazer,então resolvi dar um passeio não sei o motivo,era apenas divertido vagar pela mata.... fazia tempo que as vozes pararam,mas no lugar tudo se tornou vazio,escuro;era como se aquilo fizesse parte de mim e agora eu havia perdido...alem disso,pouco tempo atras eu havia sido diagnosticada com depressão,o que não fazia sentido já que para mim eu era uma pessoa considerável normal,mas agora eu entendo a decisão do psicologo,eu realmente não me sinto normal

depois de um tempo caminhando..acho que encontrei um lugar longe o suficiente para sentar e aproveitar a tarde,limpo um pouco as folhas do chão e começo a cantar Dear Parents(Autora:minha musica favorita..


-They say we're crazy and useless, making stupid excuses-essa frase...me faz sentir falta da minha família,falta de todo amor da minha mãe que mesmo longe fazia de tudo por mim,mesmo as vezes sendo egoísta e me chamando de inútil," nunca fui e nem vou ser tão boa o suficiente pra ela,assim como ela foi pra mim" sinto as lagrimas rolarem do meu rosto,era doloroso lembrar de tudo,agora que ela se foi,agora que...por culpa minha...ela se matou,coloco as mão em meu rosto como se alguém estivesse ali ,mas não tinha ninguém...era só eu e o vento.....

the X.on

tava bem andando no mato quando eu vi uma menina,aparentava ter mais ou menos minha idade,ela está sentada,ouvindo musica e...chorado? sério que ela é tão burra assim? 

vou me aproximando devagar ate estar em uma distancia de fácil acesso à ela,eu resolvi sair um pouco da cabana ,o Toby tava me deixando muito puto e,olha que beleza,achei essa idiota aqui pra"brincar"

-ei,fala comigo,sei que você ta ai-"espera? ela me viu?????" tiro a faca do meu moletom,mas ela nem ao menos se vira

-por que? logo agora que eu preciso vocês me abandonam?-ah pronto,ela fala sozinha! e eu sendo burro achando que era comigo"vamos acabar logo com isso"

pego-a pelo pescoço e,ao notar pela sua expressão ela realmente não sabia que eu estava alí

-me deixa ir,por favor,me perdoa se eu fiz algo pra você,se fiz foi realmente sem querer-essa garota...'ah,que se dane!"

-te vejo no inferno queridinha-antes que eu pudesse cortar seu pescoço eu sou violentamente puxado pra traz

-não bastava o toby,agora vão atrapalhar até a minha diversão?-encaro os três,mais que furioso

-desculpa,mas ela vem com a gente-à essa altura a garota já estava no chão,encolhida de medo

okami.on

um homem de mascara branca chega perto de mim e me estende a mão,me encolho ainda mais"será que eles vão abusa de mim?!",ele me puxa com força pelo braço,me fazendo sair dos meu pensamentos

-vamos,eu não tenho o dia todo-ele parece impaciente,então o obedeço e levanto,ainda tremula

-Porraaaaaaaaaaaa,vocês nem me chamaram  pra festa!-o palhaço monocromático me encara- quem é essa ai?

-algum tipo de brinquedinho novo pro slender-responde o outro que vestia um moletom amarelo

-bom,se vocês querem mesmo leva-la sem ter muito trabalho,acredito que tenham que primeiro acalma-la-ele olha pro garoto que me atacou-isso foi obra sua né dimi?

"dimi"apenas bufa e sai andando

-ora,venha cá! prazer,meu nome é jack,e esses são masky-aponta pro de mascara branca-hoodie-aponta pro de moletom amarelo-e por fim...toby!-aponta pro terceiro que estava mais afastado apenas olhando

-o..oi-tento parecer legal,mesmo quase tendo um infarto ali mesmo

-não temos empo,vamos leva-la logo-os outros se encararam e assentiram

-eu tenho escolha,senhor jack? sei que moro sozinha mas..-falo baixo e antes que eu terminasse ele diz

-primeiro,senhor já morreu,segundo, nós cuidaremos disso-ele aponta na direção da minha casa















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...