História Crepúsculo - um amor que ainda não começou - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Tags Crepusculo, Romance
Visualizações 34
Palavras 485
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii!
Eu finalmente voltei! Depois de um ano mas voltei. Agora eu prometo dar uma melhorada na qualidade dos capítulos, mas talvez comece a demorar mais para postar (não um ano, mas tipo uma semana)
Então é isso e espero que gostem, desculpa qualquer erro.

Capítulo 8 - Os Cullen


POV Seth

Era hoje. 

Hoje que os Cullen chegariam e eu poderia finalmente ter uma resposta. 

Eu já estava ficando louco, aquela garota me perturbava. Ela estava na minha casa há 4 dias e passávamos a maior parte do tempo juntos, isso quando eu não estava de patrulha. Ficávamos até tarde contando um ao outro das nossas vidas ou assistindo um filme. 

E o mais estranho é que eu não ficava com sono no dia seguinte. Os outros lobos me pertubavam quando entravam em minha cabeça e viam ela. Mas eu já não me importava, estava ocupado pensando na minha vampira. 

Sam me avisou que ficar longe dela não funcionaria e ele estava certo. Eu dependia dela. Se ficasse um dia sem vê-la eu surtaria. 

Ela era incrível. Fazia a comida e arrumava a casa mesmo eu falando que não era necessário. 

Até Leah começou a gostar dela. Talvez por que não precisava fazer as tarefas, talvez por ela estar ajudando já que minha mãe não podia ou simplesmente por que a vampira era legal. Nunca vou saber. 

Mas nem Leah nem os outros lobos reclamavam do cheiro dela e nem ela do deles. Ela comia comida humana e seus olhos, apesar de estarem escurecendo por causa da sede, não eram da mesma cor dourada dos Cullen. Eram da cor dos meus. Castanhos, como madeira. Mas ainda eram um pouco mais claros. Quase como se fossem uma mistura dos dois. E sua pele não era tão pálida e fria. 

Crhistie era diferente, fato. O por que eu teria que perguntar a Carlisle.


POV Crhistie

Estávamos correndo por uma trilha no bosque indo em direção à casa dos famosos Cullen. Eu estava ansiosa para conhecer os outros vampiros. Os lobos eram ótimos mas eu estava curiosa para ver outros como eu. 

Enfim chegamos à uma casa branca e moderna, com janelas enormes. Havia quatro carros esportivos e muito caros parados na porta. Sam já esperava a mim e a Seth. Os outros não quiseram vir. 

Eles nos cumprimentou e bateu na porta enquanto ainda subíamos as escadas da frente. Quando abriram a porta eu me surpreendi. Era um lobo. Pode perceber pelo cheiro e aparência parecidas com os demais. 

_E aí, Jake? Há quanto tempo! - Sam o cumprimentou com um abraço, seguido de Seth. Então "Jake" pareceu me perceber, pois franziu a sobrancelhas e olhou para Sam.

_Lá dentro nós explicamos tudo - e o empurrou para dentro.

Na sala estavam as nove criaturas mais belas que eu já vi. Todos diferentes, mas com a mesma pele branca e os olhos dourados. 

Os vampiros. 

Estavam sentados pelos sofás e pareciam me esperar. Então um garoto de cabelos cor de bronze soltou um suspiro.

_Incrível! Ela realmente tem algo de diferente! - Senti que ele falava de mim.

Todos (com exceção de Sam e Seth) viraram para encarar ele.

_Bom, parece que teremos uma longa conversa.


Notas Finais


Então gente? O q acharam?
Comentários são sempre bem vindos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...