História Cretino Irresistivel - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Cretino Irresistível (Beautiful Bastard)
Tags Michaentina, Ronderista, Simbar, Zenerista
Visualizações 86
Palavras 462
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 20 - Cap 8 Parte 1


Valentina Zenere


No momento em que ele abriu a porta e nós ficamos cara a cara com a Estela, eu congelei.

– O que exatamente vocês dois estavam fazendo aí dentro? – ela perguntou, movendo os olhos de um para o outro. Um resumo de tudo aquilo que ela poderia ter escutado passou por minha mente e senti uma onda de calor se espalhar pela pele.

Joguei um olhar para o sr. Ronda e ele fez o mesmo, então voltei a encarar Esta e balancei a cabeça.

– Nada, a gente só precisava conversar. Só isso – tentei ser o mais casual possível, mas sabia que o tremor em minha voz me denunciava.

– Ah, eu ouvi umas coisas aí dentro, e certamente não era uma conversa – ela disse, sorrindo com o canto da boca.

– Não seja ridícula, Estela. Estávamos discutindo um assunto do trabalho – ele disse, tentando passar por ela.

– No banheiro? – ela perguntou.

– Sim. Vocês mandaram eu procurá-la. Foi aqui que eu a encontrei.

Ela deu um passo para o lado, bloqueando sua passagem.

– Você acha que eu sou idiota? Todo mundo sabe que vocês dois não discutem nada: vocês gritam. Então, como é? Vocês dois estão, tipo, namorando?

– Não! – gritamos ao mesmo tempo. Nossos olhos se encontraram por um instante e rapidamente desviamos o olhar.

– Então... é só sexo – ela disse, e parecia que nenhum de nós conseguia encontrar palavras para rebater. A tensão no corredor era tão pesada que eu brevemente considerei pular pela janela. – Faz quanto tempo?

– Estela... – ele começou, balançando a cabeça, e pela primeira vez eu me senti mal por seu desconforto. Nunca o tinha visto daquela maneira. Era como se até agora ele não tivesse considerado que poderia haver consequências para aquilo, além do nosso drama pessoal.

– Há quanto tempo, Michael? Valentina? – ela disse, olhando de um para o outro.

– Eu... nós apenas... – comecei a falar, mas falar o quê? Como poderia explicar isso? – Nós...

– Cometemos um erro. Isso tudo foi um erro – a voz dele cortou meus pensamentos e olhei em seu rosto, chocada. Por que ouvir aquilo me incomodava tanto? Fora sim um erro, mas ouvi-lo dizer em voz alta... doía, por algum motivo.

Não consegui desviar os olhos quando ela começou a falar.

– Erro ou não, isso precisa parar agora. E se fosse a Virginia que tivesse subido até aqui? E Michael, você é o chefe dela! Esqueceu disso? – ela respirou fundo. – Olha, vocês dois são adultos, e eu não sei o que está acontecendo aqui, mas, seja lá o que for, não deixem o Davide descobrir.

Uma onda de náusea me atingiu ao pensar em Elliott descobrindo isso, em como ele ficaria desapontado. Eu não poderia suportar.

– Isso não vai ser um problema – eu disse, evitando o olhar do sr. Ronda. – Eu pretendo aprender com meu erro. Com licença.


Notas Finais


Omg!!!

Valentina ficou chateada!!!

E agr??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...