1. Spirit Fanfics >
  2. Criando uma família >
  3. Jason Todd e Tim Drake

História Criando uma família - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Jason Todd e Tim Drake


"Eu não me importo eu quero o meu filho" gritava Diana aos prantos quando soube que o prédio que o seu filho estava mantido em cárcere havia explodido, Dick somente abraçou a mãe sem saber o que dizer, enquanto Bruce não dizia nada

Três dias depois eles enterraram o caixão vazio de Jason Todd com apenas quinze anos, Diana não aguenta mais o silêncio de Bruce, ela queria que ele gritasse como ela, chorasse com Dick, demonstrasse dor como Alfred, mas nada, Bruce se manteve como o grande senhor Wayne sem emoção alguma, ela sabia que ele sentia dor e culpa, mas ela só queria um pouco de reação não a frieza do marido

Foram meses para a família Wayne se reestruturar após a morte do filho mais novo, Diana todos os dias entrava no quarto do garoto via sua cama, mesa com livros e o computador extremamente organizado como Jason havia deixado, se ela imaginasse aquele sequestro ela nunca o deixaria ter ido doar livros a crianças carentes, Jay poderia ser um rebelde e respondão mas ele nunca deixou de ser o garoto inteligente e amoroso que fazia questão de ajudar as crianças obrigadas a viverem no crime como ele foi um dia, Bruce nunca mais entrou naquele quarto

Um ano depois da morte do filho Bruce chegou em casa com a notícia que o casal Drake, um de seus parceiros em negócios haviam sofrido uma queda no avião e vieram a falecer quando entrou um garoto pela porta e Bruce disse " e por incrível que pareça Timothy conseguiu entrar e se esconder no meu carro, só notei quando estávamos chegando em casa

" desculpe senhor Wayne, mas eu não estava suportando ficar na sua indústria" disse o garoto magricela, alto e pálido de cabelos negros assim como os olhos e olheiras em abaixo dos olhos " Eu acabei de saber que meus pais morreram, mas eles nunca me foram presentes, mal estou sabendo o que sentir"

"Está tudo bem Tim" o acalmou Diana, nós vamos ajudá-lo e por incrível que pareça Tim gostou de ficar naquela casa ele se identificava com Bruce, escutava Dick e suas histórias malucas da faculdade e Diana o acolheu como se fosse seu filho, a briga do casal por Tim na justiça contra os parentes do garoto Drake foram uma loucura que parou em todas as capas dos jornais de gotham city mas o casal mais influente da cidade acabou ganhando, pela primeira vez Tim Drake soube o que era ter pais e um irmão e Bruce pareceu se tornar mais aberto com o novo filho desde a morte de Jason mesmo ele nunca tendo a coragem de esquecer o garoto inteligente que ele passou a tanto amar

Com dois anos da morte de Jason e um da adoção de Tim, era época do Natal e a família sempre fazia ações de caridade, eles estavam no orfanato mais pobre de gotham quando Bruce avistou uma menina longe de todas as outras crianças, e se aproximou dela

"Você não quer brincar com os brinquedos novos?" Ela não disse nada em troca " Eu me chamo Bruce" tentou ele " sou Cassandra" ela respondeu timidamente quando ele percebeu que ela segurava um livro " você está lendo?" Perguntou ele "Eu, eu não sei ler" A menina respondeu quase chorando e Bruce não sabia o que dizer, já que ela deveria ter uns quatorze anos " então eu posso ler para você" ele lhe deu um sorriso quando ela lhe entregou o livro "orgulho e preconceito" o livro favorito de Jason, quantas vezes e se viu sentado na poltrona com Dick deitado nas pernas de Diana no sofá e Jason largado ao chão lendo para família seu livro favorito? Quando Bruce voltou a realidade e notou Cassandra o encarando então ele começou a ler para ela, sem que os dois pudessem notar Diana se aproximou e disse "querido, já está na hora de irmos" "Dia, eu não terminei de ler o livro para Cassandra" ele olhou para menina que parecia triste

" então por que não voltamos aqui novamente e voce nao termina de ler para Ela?" "Voltar?" Perguntou Cassandra baixinho

"Sim, minha querida, nós podemos voltar" afirmou Dia com um sorriso gentil

" Tudo bem" concordou a menina pegando seu livro na mão de Bruce quando se levantou e foi embora e Bruce a encarava então a menina parou e voltou e disse "obrigada" e realmente foi embora

"Vamos falar com irmã Mary sobre Cassandra" disse Bruce "por?" Perguntou a esposa " ela deve ter quatorze anos e mal sabe falar ou ler" ele encarou Diana e falava com revolta "como alguém pode privar uma criança de coisas tão básicas?" "Eu não sei meu querido" disse Diana triste e tocada com o que ela acabou de saber sobre a menina

"Irmã Mary" o casal havia chegado até a madre superiora " nos fale sobre Cassandra por favor" disse Bruce

"Cassandra Caim?" Perguntou a madre enquanto confirmava o casal " ela foi tirada da mãe pelo pai assim que nasceu, o homem a criou presa, ela chegou aqui sem mal saber falar, ela não sabe ler muito menos escrever , pobre criança" era notável o quão péssimo estava se sentindo o casal, então eles chamaram Dick e Tim e saíram pela calçada do orfanato a caminho do carro e quando Bruce olhou pra trás, lá estava menina segurando as grades do portão com lágrimas nos olhos

"Garotos" Bruce chamou a atenção dos filhos " vocês viram a menina com quem eu estava lendo?" "Sim, pai" afirmou Dick " o que vocês acham de tê-la como irmã?" "Seria legal ter uma irmã, Dick é um porre" Diana sorriu imaginando Alfred reclamando ele pelo línguajar " ei " reclamou Dick " por mim ok pai, o que você viu nela?"

Bruce explicou com o auxílio da esposa sobre os problemas e as dificuldades da menina, que fizeram os dois garotos querendo que eles a levassem para casa naquele exato momento, Dick já tinha noção de que deveria tanto ele quanto Tim ler o máximo possível de livros para garota e Bruce e Diana contratarem um professor para a garota e depois ela ir para a escola normal, toda a família saiu do carro e foram até a madre superiora

" nós queremos adotar Cassandra Caim" disse Diana com firmeza " por que não algum bebê ou criança menos senhores?" A madre dava um sorriso simples "Não, queremos Cassandra" afirmou Dick então madre não tinha mais o que dizer, além de ir fazer os papéis e assinar a guarda provisória de Caim com os Wayne ao fim do processo Bruce e a família estavam esperando Cassandra carregando uma única mala e o único livro que Bruce tinha lido para ela

"Você aceitar fazer parte de nossa família Cassandra?" Perguntou Bruce gentil quando ela afirmou timidamente tirando um sorriso de toda família, " este é Dick, e este é Tim" apontando para os dois meninos " e essa é minha esposa Diana, Vamos para casa?" A menina afirmou novamente dando a mão a Bruce e sendo seguidos pelo resto da família todos foram conversando e tentando incluir Cassandra no meio, a quem os dois meninos já haviam apelidado Cassandra de Cass, a família parou em algumas lojas e compraram um novo guarda roupa para Cass, livros, filmes cadernos e lápis, ela havia revelado que gostava de desenhar, aquele foi o natal mais próximo do normal antes de Jason



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...