História Criar, Destruir, Ou Amar? - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Papyrus, Sans
Tags Amor, Cherryberry, Dreamtale, Errink, Error, Errortale, Fofo, Ink, Inktale, Ódio, Underfresh, Underswap, Undertale, Yaoi
Visualizações 590
Palavras 3.798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OKAAAAAAAAY
3K DE PALAVRAS
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
;u;
GENTE
TO MT FELIZ
TÔ CHEGANDO NAS PARTES ONDE QUERO
FJWIEFOWEIFIWEFKJWEIFWEJIWEJIFWEIF
7w7
Ai ai
Preparem os kokoros
Pq daqui pra frente é só tiro.


ps: Sabe, eu escrevi metade do cap no celular, então provavelmente deve estar meio bugado ou errado em algumas partes
Se vocês virem algum erro, me avisem

Capítulo 31 - Bons """""amigos"""""


- Então... Quer dizer que agora Error é capaz de tocar os outros??? - Perguntou Blueberry animadamente, com estrelas surgindo em seus olhos.

 

- Exatamente isso! - Ink sorriu com orgulho - E fui eu quem consegui fazer isso!

 

- Mas... Como? - Logo Dream perguntou, curioso.

 

- Bem... Digamos que... Eu sei que o Error ficou um tempão sozinho no anti-void e tals... E então eu conclui que esse medo de contato físico vem dessa solidão extrema, e de certa forma os glitches também reagem a esse medo dele, fazendo com que ele se sinta ainda mais desconfortável! Então foi fácil! Eu tive que ser bastante legal com ele até criar uma situação que ele ficaria mais confortável com qualquer tipo de contato... Mas quando a gente se tocou acabou nos pegando de surpresa e... 

... Do que a gente tava falando? - Perguntou depois, meio perdido no meio da própria explicação, vendo os dois amigos o encarar, surpresos e boquiabertos com todo o discurso do maior.

 

 - De qualquer forma... - Blueberry logo murmurou, balançando a cabeça, e voltando a sorrir com empolgação - Fico feliz que finalmente as coisas estejam dando certo!!!

 

- Aliás, Blue, tu trouxe o que eu pedi? - Perguntou Ink encarando o menor.

 

- Um celular extra? É... Eu consegui um... Mas por qu... - Porém antes de terminar a pergunta, foi cortado pelo maior.

 

- Ah valeu! - Disse Ink tirando o celular das mãos do amigo - Vai que assim Error para de ficar bisbilhotando minhas coisas, já que ele vai ter o próprio! - Sorriu, guardando o aparelho.

 

- Falando no celular... Ink... Você ainda não me explicou o que é "lol" - Murmurou Dream, meio hesitante, recebendo como resposta uma risada do maior.

 

- Ah... Dream... Não é nada - Murmurou o artista, rindo levemente.

 

- Lol significa que você está rindo muito - Explicou Blueberry - Ou também pode ser a sigla de um jogo.

 

- Ah... Entendi - Sorriu o de coroa - Obrigado Blue!

 

- Devia ter deixado! Era mais engraçado assim - Murmurou Ink revirando os olhos.

 

- Você é realmente um sádico pra se divertir com o sofrimento dos outros - Uma quarta voz chamou a atenção dos Star Sanses, que viraram o rosto, vendo Error entrar no cômodo, meio emburrado.

 

- Ah! Oi Error!!! - Blueberry disse animado - Estávamos falando sobre você!!! - Disse enquanto se aproximava do maiorm

 

- Ink contou pra gente que você já se acostumou com contato físico - Murmurou Dream, sorrindo.

 

- É... De certa forma... - Resmungou o destruidor meio desconfortável, dando uns passos para trás.

 

- Viu? Ele confirmou! - Ink comentou, sorrindo - Pode-se dizer que ele está "curado"

 

- Mweheheh! - Blueberry sorriu com estrelas nos olhos, estendendo a mão para cutucar o maior - Isso quer dizer que eu posso toc...

 

- NÃO! - Error gritou se afastando bruscamente, pegando de surpresa os Star Sanses.

 

 E então Error, parecendo quase como um gatinho irritado e indefeso, saiu correndo e se escondeu atrás de Ink, segurando nos ombros dele, Eno usando como defesa. 

 

- Só quem pode me tocar é o Ink!! - Disse Error, meio constrangido, faltando só chiar para Blueberry e Dream, que encaravam a cena, ainda em choque.

 

 Por outro lado Ink parecia se segurar para não rir, sentindo uma leve coloração em seu rosto.

 

- Pfff....- O artista se virou para ficar de frente para o maior - Você realmente parece um gatinho indefeso assim!

 

- Cala a boca! - Respondeu o destruidor, sentindo o rosto esquentar - Só avisa aí pra seus amigos que eu não queria eles me tocando ainda.

 

- "Ainda" - Repetiu Ink sorrindo, vendo Error bufar enquanto desviava o olhar - Owwwwn... Ruru... Para de ser tão fofinho e tsundere - Disse Ink apertando o que seriam as bochechas do maior.

 

- AAAA! INK! VOCÊ PODE ME TOCAR, MAS TENHA LIMITES! - Gritou o destruidor enquanto tentava empurrar o menor, sentindo o rosto corar.

 

 Enquanto isso Blueberry e Dream continuavam a encarar os dois. Ambos se encontravam calados, uma vez ou outra trocando olhares, confirmando um ao outro que praticamente estavam pensando a mesma coisa. 

 

- Então... Er... - Dream disse depois de um tempo, chamando a atenção de Ink e de Error que praticamente já estavam quase brigando puxando as "bochechas" um do outro - Vocês então são... Amigos agora... Né? - Perguntou meio desconfiado.

 

- É! - Sorriu Ink, finalmente soltando o destruidor - Pode considerar que nós somos super amigos agora!! - Sorriu se aproximando do maior e se apoiando nele - Temos até apelidos de melhores amigos!

 

- "Melhores amigos"? - Perguntou o destruidor - Desde quando?

 

- Desde que você ficou tão apegado a mim - Sorriu Ink, vendo o maior corar.

 

- Eu não estou apegado a você! - Resmungou, porém antes que onde cachecol pudesse responder, foi interrompido por Blueberry.

 

- Espera... Então vocês são... Só amigos? - Perguntou o de lenço azul, meio desconfiado, sorrindo um pouco.

 

- Hum... Sim... - Ink murmurou meio confuso, levantando uma sobrancelha enquanto encarava o amigo.

 

- Realmente... Só amigos? - Perguntou Dream, estreitando os olhos.

 

- É! Só amigos! - Error murmurou impaciente, e revirando os olhos - Onde vocês querem chegar com isso???

 

- E-Em nenhum lugar - Gaguejou onde coroa, dando um passo pra trás - É que... Hum... Fico feliz que vocês dois estejam... Se dando bem... - Murmurou, trocando um olhar com Blueberry.

 

- Hum... Quer saber... Eu tô indo de volta pra o Anti-void, okay? - Murmurou o destruidor, abrindo um portal - Fiquem à vontade para fofocarem ou sei lá o que vocês fazem - Mas, antes de entrar no portal, foi impedido por Ink, que segurou seu braço.

 

- Ei! E o abraço de despedida? - Perguntou o artista, sorrindo, vendo o maior corar intensamente em resposta

 

- Hum... - O maior abraçou o de cachecol, ainda que meio hesitante - Eu... Te vejo mais tarde - Murmurou, ainda abraçando o artista, que sorriu, enterrando o rosto no ombro do destruidor.

 

- Te vejo mais tarde Ruru - E com isso se afastou, dando espaço para o maior entrar no portal e ir embora, logo em seguida se virando para encarar Dream e Blueberry, tendo uma surpresa ao receber o olhar desconfiado dos amigos - Er... o que foi?

 

- Ink.. - Dream murmurou meio tímido - me desculpe por pensar isso... Mas... Er...

 

- VOCÊS FARIAM BEBÊS LINDOS! - Blueberry gritou finalmente, pegando de surpresa onde coroa e o artista, que pararam para encarar onde olhos azuis, surpresos - Sério!!! Vocês parecem, e seriam, um ÓTIMO casal!!! - Sorriu com estrelas nos olhos. 

 

 O de cachecol, meio chocado com a confissão do amigo, virou o rosto para encarar onde olhos dourados, esperando que ele falasse alguma coisa que mostrasse que aquilo era apenas bobeira do de lenço, porém apenas recebeu um olhar como quem estivesse confirmando isso internamente.

 

- Wow... - Murmurou meio surpreso - Gente... Er... Vocês estão falando sério? Tipo.. quando eu li aquela fanfic sua eu pensei que era brincadeira - Fala pra Blueberry, e logo seguida balança a cabeça, ainda sem acreditar no que estava ouvindo - Nossa... Mas.... Sério isso? Eu... E o ERROR???

 

-... É... - Dream murmurou timidamente - É que... Hum... Vocês parecem tão... Felizes juntos... É tão próximos... Eu cheguei a pensar que...

 

- Que estávamos namorando? - Ink terminou a frase, levantando uma sobrancelha, chegando até a rir de forma um tanto irônica - Olha... Nós somos amigos, okay?  Nem é sei se eu posso ser capaz de gostar de alguém!

 

- Mas... - Blueberry deu um passo na direção do amigo - Você curou ele do problema de contato físico e...

 

- Tá... Mas foi só porque eu me esforcei bastante! - Murmurou o artista, hesitando um pouco - Eu só fui "gentil e legal" com ele até ele se sentir confortável comigo! - Disse fazendo sinais de aspas com as mãos. 

 

- Só... Confortável? - Perguntou Blueberry desconfiado, fazendo com que o maior hesitasse um pouco.

 

- Ink... - Dream chamou calmamente - Eu não posso afirmar isso com tanta certeza... Mas... Sei lá... O jeito que ele olha pra você.... Não preciso sentir os sentimentos dele pra entender que ele está se apegando a você... 

 

- M-Mas... - O artista deu um passo para trás - Ele só está sendo meu amigo pra me matar!!! Ele não iria... Ou será que sim? - Perguntou meio receoso.

 

- Não preciso ser um especialista como o Dream pra ver como ele é perto de você - Blueberry comenta sorrindo - Mweheheh! Vocês ficariam tão lindos junt...

 

- Que merda! - Ink gritou de repente, pegando Dream e Blueberry de surpresa - Merda merda merda merda - Começou a andar em círculos - Ele não pode estar gostando de mim!!! Ele não pode estar gostando de mim! Isso vai foder tudo!!! Ah que droga! As coisas estavam indo tão bem... Mas agora a merda do Error simplesmente começou a se apaixonar por mim e com certeza vai voltar a destruir tudo depois que eu falar que não tenho capacidade de corresponder os sentimentos, e vai dar muita merda! Logo agora que eu consegui dar um jeito no contato físico!!! Por que eu tinha que ser bom demais? Agora ele esta levando tudo pra o lado errado e...

 

- Ink! Calma!! - Dream gritou, chamando a atenção do amigo, que parou de dar voltas e encarou o menor - Olha... Isso também pode não ser nada... A gente também pode estar aqui falando besteira - Murmurou, e em seguida lançou um olhar de súplica pedindo ajuda pra Blueberry

 

- É... - Disse o de olhos azuis, meio hesitante - Você sabe como eu me empolgo... No fim das contas pode ser só... Um ataque de shipper nosso... - Forçou um sorriso tentando convencer o de cachecol.

"Só um idiota ia cair nessa" O de coroa pensou, achando que realmente os dois tinham saído muito forçados em tentar acalmar o maior.

 

- Ah ok! - Suspirou aliviado o artista - Por um minuto eu pensei que... O Error pudesse estar começando a sentir algo por mim - e em seguida começou a rir - Ah... Ainda bem... Se não ele ia levar um enorme fora, e ia sofrer tanto - Continuou a rir. 

 

 Dream e Blueberry apenas trocaram um olhar preocupado enquanto forçavam a risada, tentando acompanhar Ink que continuava a rir aliviado.

 

 

 

 

"Error!!! Você voltou!!"

 

"Faz tempo que você não vem por Void!"

 

"Tem passado bastante tempo com o Ink, não?"

 

- É... - O destruidor murmurou - Eu tenho passado bastante tempo com aquele idiota - Sorriu revirando os olhos - Ele até curou meu "problema"com contato físico. 

 

"Wow! Vocês estão bem próximos então, né?"

 

- É... Eu acho... - Error hesitou em responder.

 

"E como vai seu plano?" uma voz perguntou.

 

- Plano, que plano?

 

"Ué! Aquele de matar Ink!!"

 

- AH! Claro!!! - O destruidor corou, sentindo o rosto esquentar - E-Eu não esqueci de nada! Okay? Eu... Só estou esperando o momento certo!

 

"ATA"

 

"Com certeza tá xonado!"

 

- O-O QUE??? - O destruidor gritou, começando a travar - D-Do que vocês estão falando???

 

"Bem... você agora vive com ele, praticamente esqueceu o plano, e também tá todo corado e nervoso!

 

- Aaaaa! E-EU NÃO GOSTO DELE!!! - Gritou tentando inutilmente acalmar os bugs e glitches - E-eu só estou com ele por culpa do  plano! Okay? E-EU NÃO GOSTO DELE!!!

 

"*COFCOF* T-S-U-N-D-E-R-E"

 

- Eu não sou tsundere!!! Eu não gosto dele!!! Ink é um idiota filho da p...

 

"PERA AÍ, EU OUVI ERRINK??"

 

- NÃO!!! EU NÃO FALEI DISSO HORA NENHU...

 

"ERRINK???"

 

"AHHHH!!! O OTP!!!

 

"GENTE, ERROR TÁ XONADO!!"

 

- EU NÃO ESTOU...

 

"JA ESTOU PREVENDO OS DOIS JUNTOS TENDO DOIS FILHOS LINDOS"

 

- AHHHH!!! - O destruirá colocou as mãos tentando usar as mãos para cobrir onde seriam suas orelhas, tentando inutilmente abafar o som das vozes gritando e falando milhares de coisas sobre Errink - CHEGA!!! CANSEI DISSO!!! OU VOCÊS CALAM A BOCA OU...

 

"Ou o que?" Uma voz perguntou, desafiando. Por um segundo tudo ficou no silêncio.

 

 

 

- Finalmente... Silêncio - O destruidor murmurou aliviado enquanto ajeitava o travesseiro. Claro, sentiria falta do Void, porém pelo menos ainda podia usufruir da área mais escondida que sempre visitava em Outertale. Teve que roubar um cobertor e um travesseiro, afinal, agora que estava em um universo certas necessidades como fome e sono começavam a aparecer.

 

- Hum... Malditas vozes... - Murmurava o destruidor enquanto puxava o cobertor para se cobrir - Maldito... "Shipp com o Ink - Resmungou, porém logo amenizou o olhar, corando enquanto finalmente deitava-se coma cabeça no travesseiro.

 

 Ficou a encarar o céu estrelado de Outertale. Mesmo que estivesse com raiva e achasse idiotice, não conseguia evitar pensar no que as vozes haviam falado.

 

 Quer dizer... Não iria negar que realmente ultimamente tem realmente se acomodado bastante com o menor, chegando até trocarem abraços casualmente. Porém... Realmente se precisava começar um shipp?? Não gostava de Ink! Nunca!!!

 

 Ele é um idiota é um filho da puta! Nunca iria querer namorar ele!! Ele só sabe fazer pegadinhas e brincadeiras de mal gosto e vive o magoando! Por que iria gostar de um idiota como ele?

 

 Mas se bem que... Ultimamente ele tem sido realmente gentil até... Mas... Era apenas por conta daquela "trégua" que haviam feito, não? 

 

 E... Ele havia dado um jeito no problema com contato físico e... NÃO! Ele havia feito isso apenas por interesse próprio! 

 

 O destruidor se mexeu desconfortávelmente se virando se lado,  sentindo o rosto corar. 

 

 Não queria acreditar que estivesse gostando do menos. Claro, realmente tem curtido um pouco a companhia do menor... Porém não estava gostando dele!

 

 Com certeza não estava apaixonada por ele! Afinal, ele é um idiota extremamente irritante e também muito adoravelmente bobo e animado, de certa forma as vezes até fofo e adorável quando quer e...

Espera! No que estava pensando???

 

 Error enfiou o rosto no travesseiro, extremamente envergonhado. Não podia Estar gostando de Ink! Qualquer um... MENOS ELE!

 

 O de cores negativas deu um longo suspiro, tirando o rosto do travesseiro, voltando a encarar o céu de  Outertale.

 

 Mas e se... Hipoteticamente... Estivesse gostando de Ink? Bem... Já sabia que isso não daria certo, afinal, o artista não era capaz de amar, de qualquer jeito... Mas... Ele ainda tinha aquelas cores e tal... Será que de alguma forma ele não poderia, no fim das contas, aprender a amar?

 

 Porém logo o destruidor balançou a cabeça. Não era pra pensar nesse tipo de coisa, afinal, não era como se realmente estivesse gostando de Ink... Não é mesmo?

 

- Merda... Agora eu não vou conseguir tirar isso da cabeça - Lamentou com frustração, dando um longo suspiro cansado.

 

- "Isso" o que? - Ink perguntou, fazendo com que Error virasse o rosto pro lado, tomando um susto ao ver que o menor estava ali, deitado ao seu lado.

 

-AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!! - Gritou pulando de susto - QUE MERDA TU TA FAZENDO AQUI???

 

- Bem... O Blueberry e o Dream ficaram em silêncio de forma bem tensa, então eu fiquei com tédio e vim te procurar - Sorriu.

 

- ... E você deixou os dois pra trás na sua "casa"?

 

- Sim!

 

- Você é um péssimo anfitrião - Murmurou o destruidor enquanto revirava os olhos, recebendo uma risada de Ink em troca

 

- Eu sei - Sorriu, colocando a pona da língua pra fora enquanto fechava os olhos de forma travessa. O destruidor rapidamente desviou o rosto, corando um pouco. Não iria mentir que o menor realmente havia feito uma expressão adorável e fofa. "Merda" pensou enquanto suava frio "Eu não posso estar gostando dele! Eu só estou pensando nisso por culpa das vozes"

 

- Aliás... - O artista murmurou, chamando a atenção do maior enquanto se aproximava - Por que você está aqui mesmo? - Perguntou enquanto apoiava a cabeça no ombro do maior, que rapidamente travou um pouco, se afastando.

 

- I-Ink! Espaço pessoa!!! - Gaguejou sentindo o rosto ficar quente.

 

- Ei! Mas você só tem um travesseiro, tá desconfortável pra mim! E aliás, achei que já tinhamos superado isso - Murmurou Ink meio desconfiado, tendo como resposta apenas o silêncio do destruidor - E... Você ainda não respondeu minha pergunta - Murmurou levantando a sobrancelha.  

 

 O destruidor respirou fundo, tentando se acalmar. Claro, já tinha se acostumado com o contato físico, porém, agora, depois de pensar sobre essa história de "shipp", estava apenas... Nervoso.

 

- Er... Bem... - Murmurou, engolindo um seco - Eu não tava mais conseguindo ficar no Void pois as vozes estavam meio que... Me irritando...

 

- Oh... Com o que? - Perguntou o artista. Era essa justamente a pergunta que o maior não queria responder. 

 

- Bem... Er... Hum... - Ele hesitou, suando frio. O artista, meio desconfiado, se aproximou mais do destruidor, vendo-o ficar ainda mais nervoso - Er... E-Está quente aqui, não é mesmo? - Murmurou enquanto se afastava.

 

- Na verdade estamos no espaço... E está até frio - Comentou Ink, achando até engraçado o nervosismo do maior, porém ainda meio intrigado.

 

- É que... Hum... As vozes... Estavam... Hum... Achando que nós eramos... Namorados!  - E com isso pegou o travesseiro e usou para cobrir o rosto, extremamente envergonhado, meio nervoso e com medo para ver qual seria a reação do menor.

 

- Ah, só isso? - Ink riu, pegando o maior de surpresa - O Blue e o Dream também estavam pensando nisso - Revirou os olhos enquanto se sentava - Pfffff... Que bobeira, não? Quer dizer... Eu nem se quer sei se eu poderia ser capaz de gostar de alguém - Comentou, continuando a rir.

 

 Hesitando, o destruidor tirou o travesseiro do rosto, e encarando Ink.

 

- Só que é... Meio estranho ficar pensando nisso... Sabe... - Desviou o rosto, envergonhado.

 

- Na verdade eu nem fiquei pensando nisso - Murmurou, encarando o maior, que continuava constrangido, desviando o rosto com vergonha – Se bem que...

Er... Esquece – Balançou a cabeça, afastando o pensamento.

 

- Espera! O que você ia falar? – Perguntou Error, se sentando.

 

- Falar o que?

 

- Sobre... Ah esquece... – Revirou os olhos – De qualquer forma, eu acho que vou ficar aqui em Outertale por enquanto... – Deu um longo suspiro.

 

- Eu não posso permitir isso – Disse o artista, recebendo um olhar incrédulo do maior – Olha Error, eu entendo que você goste de Outertale, e não tem outro lugar pra viver... Mas... Er... O fato de você já visitar aqui muitas vezes já é meio... Arriscado... E morar aqui? – Deu um longo suspiro enquanto balançava a cabeça – Isso com certeza poderia problemas nas rotas e no fluxo do universo

 

- Tsc... Então o que você quer que eu faça? – Perguntou frustrado o destruidor, cruzando os braços.

 

- Você pode ficar comigo! – Sorriu Ink, vendo o maior engasgar – Quer dizer... Vai ser como uma festa do pijama de amigos todos os dias! – Disse rapidamente, percebendo que Error havia interpretado o “ficar comigo” de outra forma.

 

- Ah... Claro – Suspirou aliviado o destruidor – Espera... Eu não quero ficar no Doodle Sphere com você! – Resmungou frustrado.

 

- Você não precisa ficar no Doodle Sphere... – disse o menor, acalmando o destruidor. (N/A: momento “tentando-tapar-buracos-dessa-fanfic”) – Sabe... Er... Tem aquele universo que tem uma casa, lembra? Tipo... Sempre que eu tenho visita eu levo pra lá.

 

- Ah... Sei... – Murmurou o destruidor – Eu sempre me perguntei como você arranjou aquela “casa”.

 

- Ah... É até uma triste história – Balançou a cabeça o menor, decepcionado – Um ótimo criador com bastante potencial não quis terminar de fazer aquele universo! – Murmurou tristemente – Mas tinha começado a fazer tantas paisagens tão lindas... E sei lá, a forma de como um universo tão lindo estava sendo deixado para trás sem nenhuma função me deixou decepcionado, então... Eu acho que dei uma função pra ele? –Deu ombros – De qualquer forma... Eu geralmente só uso aquele lugar para levar visitas... Então acho que você poderia viver lá até resolver tudo no... Anti-void.

 

- É... – O destruidor deu um longo suspiro, cedendo – Acho que não tenho outra escolha, porém logo hesitou, vendo o olhar de animação do menor – Er... Não se empolgue eu apenas...

 

- YAAAAAY!  - Ink não deixou o maior terminar e falar, e rapidamente o abraçou, praticamente se jogando em cima do destruidor, fazendo com que ele caia deitado no chão! -  VAI SER COMO UMA FESTA DO PIJAMA TODOS OS DIAS! – Disse em cima do maior – Eu vou falar para o Blue e para o Dream! Vamos planejar nossa próxima reunião dos Star Sanses, também conhecidas como festas do pijama e momentos para fofocar!

 

- E-Ei! Ink! Espera! – Gaguejou o maior, observando o menor se sentar em seu colo, e pegar o celular e começar a discar para chamar os amigos – EU NÃO OU PARTICIPAR DE NENHUMA DESSAS FSTAR DO PIJAMA!

 

-  POR QUE NÃO? A GENTE FICA COMENDO BESTEIRA E FALANDO MAL DOS OUTROS... Menos o Dream... MAS AINDA ASSIM É ENTRETERIMENTO DE QUALIDADE

 

- MAS EU NÃO QUERO FAZER PARTE DA PANELINHA DE VOCÊS!

 

- Não é panelinha! – Corrigiu o menor – É um grupo que exclui socialmente os outros e fica reunido para fofocar.

 

- ISSO É PANELINHA!!! – Argumentou o destruidor, e logo em seguida deu um tapa na própria testa – Hm... Okay... Você pode dar UMA festa, okay? – Murmurou desviando o rosto, e logo em seguida recebendo outro abraço bem apertado do menor.

 

- Sabia que ia concordar no fim! – Sorriu enquanto encaixava o rosto no ombro do maior, que corou, enquanto, hesitantemente, retribuía o abraço.

 “Merda” pensou “Pior que eu realmente... Gosto de ficar perto dele assim”. Constatou Error, fechando os olhos.

 

- Ah, Error – Ink chamou – Só vou logo avisar que quem dormir primeiro vai acordar com a cara toda desenhada – Disse se separando e sorriso travessamente.

 

- Hum... Acho que já estou acostumado com isso – Murmurou o maior, revirando os olhos, frustrado.

 

- De qualquer forma... – Ink se levantou – Acho melhor nós irmos agora, não? – Perguntou, estendendo a mão para ajudar o maior a levantar.

 

- É... – O destruidor murmurou indo pegar a mão do menor, que rapidamente desviou.

 

- Ops, tarde demais – Sorriu, vendo Error ficar perplexo durante um segundo, antes de se levantar, irritado – Ok... Acho que é sinal pra eu... Correr! – e com isso saiu correndo e rindo.

 

- AAAAAAAAAA, VOLTA AQUI INK! – gritou correndo atrás do menor, furioso.

 

 

 Enquanto os dois continuavam a correr um atrás do outro, alguém os observava.

 

- Hum... – Nightmare murmurou, estreitando o olho – Acho que talvez eu possa tirar proveito disso – Sorriu de uma forma maldosa, antes de sumir e ir embora.


Notas Finais


Essa coisa da "casa" foi algo que inventei para tentar tapar um dos buracos bem grande que eu fui criando durante a fic ;-;

Ah, gente
Eu fiz uma conta segundária
Provavelmente lá eu vou postar uma história dos gêmeos Errink (quem me segue no tumblr conhece eles, meus fanchils <3)
Tá aqui o Link. Ainda n tem nada, mas provavelmente em breve vai ter:
https://spiritfanfics.com/perfil/mayleitinho
(nome escroto, mas é coisa do meu sobrenome que é "leite" >:v)

E agr vou ficar aqui e esperar os ataques de fangirl de vcs
*espera


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...