História Criaturas Maravilhosas - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais, Original
Visualizações 9
Palavras 1.427
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá olá criaturinhas lindas! Estou de volta com o primeiro capitulo real da história tendo em conta que o primeiro era apenas o prólogo. Demorou muito para escrever então comentem muito e favoritem também por favor. Só queria avisar que esta história está agora disponível também no Wattpad! O meu user é igual ao daqui do spirit @coccienelli. Eu criei outra conta do wattpad pois a minha antiga tinha umas fanfics bem podres e fiquei com dó de apagar mesmo kk (eu tinha 9/10 anos quando escrevi).
Sem mais demoras vamos ao capítulo?
Boas leituras!

Capítulo 2 - Chapter 1


Fanfic / Fanfiction Criaturas Maravilhosas - Capítulo 2 - Chapter 1

No Planeta Terra, 17 anos depois.

O sol nascia do outro lado da janela. Os seus raios sintilantes logo iluminaram o céu. O amarelo cheio de vida rasgava as nuvens em movimentos rápidos. Wendie Light se escondia no meio das mantas, tentando por fim, acreditar que ainda era noite e que poderia dormir mais. Seus olhos fechavam com força e suas pequenas mãos agarravam os lençóis com força. A claridade era enorme e Wendie rebolou pela cama umas quatro vezes tentando arranjar a posição perfeita para voltar a dormir e ignorar toda aquela luz. Desde pequena que seus olhos eram sensíveis à luz mas a mesma nunca soube porquê. Talvez tivesse uma simples alergia ao sol que deixava sua pele vermelha e com comichão ou só uma impressão. Não se dava ao trabalho de pensar muito nisso. Wendie Light estava nos seus 17 anos. Seus cabelos eram loiros como o sol e lisos, seus olhos azuis escuros como o céu estrelado da noite. Havia uma coisa que ela não entendia no seu olhar, seus olhos tinham na iris uma espécie de mancha sem o azul, substituída por uma cor verde. Ela sempre achou estranho e quando era pequena se sentia especial por ser diferente, mas agora não mais. Seu nariz era pequeno, seus labios não muito finos nem muito grossos rosados, suas sombrancelhas loiras quase castanhas. Era magra e sua pele macia, suave. Não era alta nem era baixa, tinha estrutura mediana.

- Wendie Mary O'Connel Light! - gritou  sua mãe ao entrar no quarto e se deparar com a filha a dormir.

- Mãe, não - respondeu com sono, preguiça e lentidão.

- Vais chegar atrasada, outra vez - resmungou furiosa e impaciente sua mãe.

Sem vontade, se levantou da cama e fez suas higienes. Vestiu as suas calças de ganga azuis justas e a sua basica camisola da Levis. Correu para a cozinha e comeu algo muito rápido pois já devia estar a ir para a escola. Após dar um beijo na bochecha da sua mãe, correu pela porta fora em direção à escola que, por sorte, não era longe de casa então dava para ela ir a pé. 

Ao chegar na escola, todas as suas amigas e colegas entravam dentro da sala. A professora Katie já estava lá dentro e de certeza marcaria falta à Wendie assim que ela entrasse por aquela porta. Sem reparar, tropeçou numa pedra cinzenta e rochosa do chão. Antes de bater com a cabeça uma mulher com cabelos morenos e olhos castanhos rosados a apanhou.

- M-meu deus, o-obrigada - agradeceu ainda em choque a loira.

- O meu nome é Sunny Sommers e precisamos de conversar - ela fez uma pausa - Está na hora de descobrires a verdade sobre o teu passado Wendie Light.

- C-como? - perguntou confusa e a mulher parecia ter um rosto preocupado.

- Wendie! Estás atrasada! Vamos - chamou Hannah Stewart agarrando o seu braço e levando-a para dentro da sala. A loira olhou para trás e a estranha mulher desaparecera. Onde se tinha metido? Verdade sobre o teu passado. A sua voz ecoava em sua cabeça repetidamente e mais confusa ela não podia estar.

- Viste aquela mulher? Com madeixas rosas? Ela disse algo sobre - a loira iria continuar mas sua amigas a interrompeu.

- Madeixas rosas? Que mulher Wendie? - perguntou Hannah confusa com a questão de sua amiga.

- Aquela que me agarrou! Tu passaste mesmo agora por ela como não a vistes Hannah? - perguntou preocupada consigo mesma. Teria ela ficado maluca? Estaria a ver coisas?

- Acho que não dormiste bem esta noite Wendie, anda estamos atrasadas - resmungou Hannah pegando em sua mão e entrando, por fim, na sala de aula.

Durante a aula, Wendie não conseguira presta atenção a qualquer palavra da Professora Katie. Sua cabeça apenas revivia o momento daquela manhã. A verdade sobre o teu passado. O teu passado. A verdade. O que aquilo queria dizer? Será que a mulher era maluca? Pensava repetidamente em sua cabeça. Mas como ela sabia seu nome? Sunny. Sunny Sommers. Engraçado como o nome dela lembrara o verão e o sol, a luz flurescente quente do sol e a fria do luar. Mal sabia Wendie que o momento de descobrir todo o seu passado havia chegado. O sinal ecoou por todos os corredores e os alunos aos poucos iam esvaziando as salas e abandonando o local.

- Hoje não posso ir contigo até casa, tenho de ir ajudar os meus pais no trabalho - lamentou Hannah e a loira assentiu.

Hannah Stewart era uma amiga chegada de Wendie. Se conheceram naquela mesma escola. Bem lembrara Wendie daquele dia! Ela andava perdida nos corredores quando a Hannah estava a apanhar um monte de folhas que se havia espalhado no chão, eram maravilhosos desenhos feitos pela mesma. A maioria eram gatos pois ela sempre foi fascinada por gatos! Wendie olhou para ela e sorrio ao ver tanto talento. Se sentou no chão e logo se apresentaram uma à outra enquanto apanhavam as folhas do chão. Descobriram algo que tinham em conjunto: arte. Ambas ficaram a conversar sobre materiais de desenho e entre outras coisas do assunto. Também descobriram que ambas eram loucas por livros e entre outras coincidências. Tinham tanto em comum! Tinham apenas 10 anos mas já sabiam que aquela amizade seria para sempre. E agora, estavam no seu último ano no liceu. Como descrever tal coisa? 7 anos de tolices, discórdias, maluquices, amor. Elas já haviam passado por tantas coisas maravilhosas naquela amizade que seria triste se não durasse para sempre. 

Wendie Light agora caminhava pela luz da lua que sempre admirou. Ela tinha a estranha sensação de já ter visto a lua de mais perto. Era algo inexplicável para ela, uma sensação tão esquisita que nem dava para entender. Bem, nem ela mesma entendia. Seus pés cansados do dia corrido estavam agora a dar leves batidas no chão, suas mãos seguravam as alças da mochila cinzenta e seus cabelos balançavam com o vento. As ruas estavam desertas mas ela não se sentia sozinha. As estrelas estavam a dançar no céu com aquela magnifica luz amarela completamente extraordinária. Mas a lua, a maravilhosa lua, tinha algo de especial nela. Algo que dava a sensação de casa para a loira. 

- Wendie Light - chamou uma figura que havia surgido das sombras - Precisamos de falar, não podes fugir do teu destino. Mais cedo ou mais tarde terás de enfrentar a realidade - era a mesma mulher de madeixas rosas que ela havia encontrado demanha. O rosto feliz de Wendie havia sido substituido por uma cara de preocupação e confusão. Poderia ela confiar numa estranha? Ela sentia que já a conhecia, mas por mais que se esforçasse, não sabia de onde.

- Quem és tu? E como assim querias falar sobre o meu passado? - perguntou preocupada consigo mesma.

- Irei te contar tudo, mas não aqui - esclareceu Sunny Sommers - Vem ter a esta morada e te contarei tudo.

- Eu não vou até este lugar! Não faço a mínima ideia de onde fica e ainda por cima não te conheço. Pensas que podes vir com essa conversinha de "Precisas de saber a verdade sobre o teu passado"? Deves ser apenas uma Stalker ou pedofila e eu não quero - ela iria reclamar mais mas a morena interrompeu a mesma.

- Eu não sou nada disso Wendie, tu sabes que não. Noutra vida eramos muito chegadas e podemos voltar a ser! Mas preciso de acordar as guardiãs e a princesa. Tu vais me ajudar, além disso és uma guardiã - respondeu - Eu juro que te explicarei tudo e a tua memória irá voltar mas tens de ter cuidado, muito cuidado. O reino das trevas está de volta e as criaturas das sombras irão te procurar, a ti e às outras destinadas - ela fez uma pausa rápida - Não te esqueças que a luz estará sempre contigo. O reino da luz conta contigo Wendie Light, és uma criatura da Luz. Cumpre o teu destino, cumpre a profecia - num gesto rápido, seu corpo foi desvanecendo até desaparecer e apenas sua voz ecoou o local - Voltaremos a ver-nos - quase como um sussurro. Lagrimas vieram ao roso de Wendie, ela não poderia estar mais assustada. Que confusão, o que iria ela fazer? Correu para casa tentando por fim esquecer o que se passara mas enquanto se aconchegava na sua cama, as imagens daquela mulher não saíam da sua mente. Aquelas palavras soltas ecoavam na sua cabeça e lagrimas iam caindo lentamente pelos seus olhos. Criatura da luz. Reino das Trevas. O que quereria dizer?




Notas Finais


Comentem o que acharam pois preciso de saber o que estão a achar desta história. O que acham que vai acontecer? E quem será a princesa? Onde estarão as outras guardiãs? Será que Wendie irá atrás de Sunny? Quanto mistério por desvendar.
Boas leituras ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...