História Crime e Justiça - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Personagens Originais, Plagg, Tikki
Tags Miraculous, Mistério, Romance
Visualizações 37
Palavras 484
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fiquei muito feliz mesmo ao ver que as pessoas gostaram, sei que que são poucas mas essas poucas pessoas me deixaram expirada.

E feliz pra caralho!

Capítulo 2 - A chefe misteriosa.


- Eu ainda não estou acreditando no que aconteceu - a Queen falava um pouco nervosa - Tive que atirar em todos.

- É foi barra! - Rena disse também ainda um pouca nervosa.

- Se acalmem, já passou - falei despreocupada, com as mãos detrás da cabeça.

- Pô Queen foi vacilo deixa-las, porque não ficou lá esperando? - perguntou um certo rapaz com fantasia de tartaruga, era o Carapece.

- Vamos deixar isso pra lá. Chega já conseguimos o que queríamos  - falou a joaninha apontando para o vaso que estava num canto - não adianta chorar pelo leite derramado, o que importa é que a chefe vai ficar feliz - disse com um sorriso no rosto.


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Chat Noir estava no hospital, graças a joaninha. Por sorte não era nada de mais, a bala ficou alojada na coxa, mas já haviam tirado e enfaixado.

- Você está bem? - a enfermeira perguntou - sente alguma dor?

- Estou bem, esta apenas dolorido - disse forçando um sorriso, com isso a enfermeira lhe deu um sorriso e saiu.

"Sempre que nos encontramos é assim - pensava ele - diz que me ama mas que não pode deixar de ser uma criminosa, não entendo"

- agente, o senhor está bem - falou uma moça que tinha acabado de entrar correndo.

- Sim, Lila estou bem - disse revirando os olhos. A última pessoa no mundo que ele queria ver estava na frente dele.

- Ah, que bom fiquei super preocupada, todos ficaram, mas eu fiquei mas - ela fez questão de destacar bem as últimas palavras.

- Claro que ficou - falou sarcástico, mas ou ela não notou ou fingiu não notar pois continuou o bajulando.


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Ladybug que estava em sua identidade civil, (indentidade de Marinette) estava indo a um café pela manhã para encontrar sua chefe. Sim ela era maior criminosa que já viveu apenas com 22 anos, mas ela não tinha conseguido esse posto sozinha, contou com a ajuda de seus parceiro e aliados. E principalmente com a ajuda de sua chefe. Quando chegou ao café a avistou sentada numa mesa mais afastada e se dirigiu a ela.

- Que bom vê-la minha senhora, como estais? - falou educadamente, tinha que ter respeito.

- Maravilhosa minha cara, sentisse precisamos conversar sobre aquele assunto.

- Sim, bom conseguimos minha senhora - disse com  um sorriso leve.

- Disso não tenho dúvidas minha criança, mas soube que tiveram problemas - ela falou num tom mais sério e um pouco ameaçador.

- Infelizmente sim minha senhora, me desculpe - ela estava com medo, sabia com sua chefe era poderosa, mas manteve postura, não podia se abalar.

- Ah não querida - disse levando a mão até o queixo da garota, levantando ainda mas sua cabeça - não precisa se desculpar, eu entendo que isso não poderia ser controlado, essas coisas você não consegue prever.

- Tem razão minha senhora, mas vou tentar o máximo evitar esses imprevistos.

- Eu sei que sim minha criança, eu sei.


Notas Finais


Sei que esta curto, o próximo vou fazer o possível para ser um pouco maior, espero que tenham gostado.

Um cheiro bem no cancote.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...