História CRIMES EM SÉRIE - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 1
Palavras 926
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Científica, Mistério, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente, esse capítulo ficou um pouco pequeno porque eu e minha amiga (que também tem conte no Spirit) estamos escrevendo uma fic juntas, e eu quero focar um pouco da minha criativa nela. Mas o próximo capítulo eu vou fazer maior que este.

Capítulo 6 - O segundo assassinato


Fanfic / Fanfiction CRIMES EM SÉRIE - Capítulo 6 - O segundo assassinato

~~Capítulo 6~~

      Narrativa: narradora

Depois de 1 semana depois da prisão de Phill, os detetives dificilmente pegavam um caso muito complicado.

Mas, em algum lugar na parte residencial da cidade, outro assassinato estava para acontecer.

Tommy Thompson, era um vendedor de uma das lojas mais populares de Neibolrt. Todos os dias, Tommy ia para a loja mais cedo.

Quando chegou em casa, pensou que a única coisa que aconteceria era o fato de que ele passaria o resto da noite vendo TV e comendo salgadinhos que comprara no mercado.

Depois de tomar um banho e pôr seu roupão, Tommy se jogou no sofá com a comida e ligou a TV em seu canal de esportes favorito.

Tommy era um jovem de 27 anos. Muito solitário. Não tinha amigos, nem namorada. Ele vivia no trabalho, não tinha tempo pra vida social.

Quebra de tempo...

Depois de 2 horas vendo TV, a campainha de sua casa tocou.

Com muita relutância e preguiça, Tommy finalmente se levantou em direção a porta.

Quem viria me visitar a essa hora? Ele pensou. Não tenho amigos e meus pais estão na Austrália a trabalho.

Quando abriu, se deparou com um sujeito que aparentava ser mais novo, seus traços eram de gente jovem.

O garoto tinha cabelos loiros e arrumados, pareciam extremamente sedosos, ele tinha olhos acinzentados, que se disfarçavam num neblina densa.

O garoto também vinha vestido com trajes pretos e tênis Adidas pretoa também.

-O que precisa? - perguntou Tommy ao estranho - estou ocupado.

-Poderia fazer a gentileza de me deixar usar o seu banheiro? - sua voz era educada e inocente, mas seus olhos não tinham expressão alguma.

-Se for rápido... - Tommy deu espaço para o garoto passar - Qual seu nome?

-Drake. Drake Leean. - ele respondeu - pode me informar onde é o banheiro?

Tommy foi ao finaldo corredor indicando ao garoto aonde era o banheiro, no qual Drake entrou e não saiu depois depois de 1 hora.

Quebra de tempo...

Tommy voltou a sesentar e, depois de uma hora, havia esquecido do garoto em seu banheiro.

Ele se levantou e foi á cozinha para se reabastecer dw comida quando Drake saiu do banheiro, com um canivete em mãos.

Ele se aproximou lentamente por trás de aua próxima vítima. Drake Leean era um serial killer da Líver Pool, uma gangue de assassinos, ladrões w tudo mais da cidade.

Drake se aproximou de Tommy lentamente e sussurrou em seu ouvido:

-Tchauzinho, Tommy...

Antes de qualquer susto ou reação da parte de Tommy, Drake enfiou o canivete diretamente no estômago dele, fazendo jorrar sangue na geladeira.

Drake se afastou e removeu o canivete do corpo, agora sem vida, e o lavou na pia.

-Dessas pessoas que eu mato são muito sem educação! - disse ele num tom falso de tristeza - Perco a maior parte do meu tempo afiando minhas lâminas e elas sujam tudo com seu sangue imundo...

Drake chutou o cadáver com o pé e depois pegou uma faca da cozinha e fez um corte no pescoço de Tommy.

Quebra de tempo....

     Narrativa: Miguel

Depois de alguns dias da prisão de Phill Mint, não recebemos nenhum pedido de investigação.

Então, Riaan e Raiden tiraram uma semana de folga.

Hoje era o dia em que eles voltariam da semana de folga, mas estavam atrasados.

-Onde aqueles dois se meteram? - se questionou Kade - Que eu saiba, eles não foram viajar.

-Raiden me disse que ia viajar com o Riaan pra cidade vizinha - comentou Keenan, levantando a mão.

Keenam e Raiden dividiam o dormitório, pelo que me disseram, e contavam tudo um pro outro.

-Ótimo, maravilha! Viajou e esqueceu de avisar! - disse Kade começando a andar de um lado para o outro.

-Não se preocupem, eles devem ter se empolgado e resolveram viajar. - opinou Daniel que brincava com uma bola de papéis amassados.

-Se eles foram apenas na cidade vizinha, devem voltar logo... Não? - comentei enquanto olhava para Kade, que andava de um lado para o outro, hipnotizado.

-É... Mas eles são mais atrasados que qualquer outra pessoa - ele disse - Não, eles nasceram atrasados!

Nesse momento, Raiden e Riaan apareceram na porta, cantando uma música na qual eu não conhecia (mesmo que nós já tivéssemos ouvido a cantoria do corredor).

Raiden usava uma camisa de botões cor amarelo mostarda, uma roupa bem diferente da de costume - uma camisa branca com um ponjo vermelho e a boina da mesma cor.

E Riaan também não usava as roupas costumeiras de sempre - uma camiseta de filmes famosos ou de personagens. Usava uma camiseta florida e um boné preto e vermelho ao contrário.

-Isso é hora de chegar?! - perguntou Kade, mas antes que ele pudesse continuar Daniel o interrompeu.

-Deixe eles, Kade... Temos um pedido de investigação.

Até o momento, não tinha percebido que ele estava verificando os emails da agência, atualizando a página á cada 2 minutos.

-Um assassinato. Na rua Finger. - disse ele jogando as pernas em cima da mesa.

-Vem cá, ficou olhando pra esse computador de quanto em quanto tempo?! - perguntou Riaan apontando para a tela.

Sem responde-lo, Daniel se levantou e apontou para mim e Rainden.

-Vocês podem ficar encarregados desse caso. - ele disse - Eu e Kade vamos a delegacia resolver umas coisas.

-Uhuuu! - vibrou Raiden - Já fazia temoo que eu não atuava em um caso!

 Apenas sorri e acenei com a cabeça. Me contaram que Raiden era o melhor, se tratando de casos de assassinato. Fiquei animado de poder ajuda-lo.


Notas Finais


Gente, realmente me disculpem por ter ficado pequeno, mas eu tenho medo de confundir as histórias e acabar focando mais em uma do que na outra.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...