História Criminal; 2Jae - Hiatus - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~hoshixsev

Postado
Categorias Black Pink, EXO, Got7
Tags 2jae, Got7, Jackbam, Jackyugbam, Markjin
Visualizações 187
Palavras 1.845
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ME PERDOEM PELA DEMORA!
não deixe de ler as notas finais, tenha uma ótima leitura!

(me perdoe por qualquer erro)

Capítulo 6 - Chapther six


E como nas últimas semanas, YugYeom acordou um pouco mais cedo do que seu horário normal, foi em direção ao banheiro e lá tomou um banho, rápido mas relaxante.

Não estava sendo fácil para o adolescente ter ao máximo que evitar seu irmão. Por escolha sua, preferia não esbarrar com ele e nem manter diálogos muito longos, apenas não queria ter que explicar o motivo de seu repentino afastamento para o mais velho.

Como de costume o garoto vestiu seu uniforme, junto a um tênis qualquer e pegou sua mochila, descendo até a cozinha. Como estava ainda cedo, foi até a cozinha logo encontrando uma das pessoas que menos queria ver. O citado anteriormente, Choi YoungJae.

O adolescente então, pegou seu aparelho celular em seu bolso para verificar as horas, afinal, já havia decido mais cedo do seu quarto, para não encontrar o mais velho. Quando estava prestes a desistir de entrar definitivamente na cozinha, ouviu a voz do irmão lhe chamar.

— Choi YugYeom! — o menino então se virou novamente, encontrando seu irmão ainda mais próximo - quando ele havia se aproximado assim?-.

— Hyung. — se curvou, como forma de respeito —.

— O que está acontecendo com você? Hum. Já faz semanas que sai mais cedo, e nem se quer fala comigo, além de nunca mais ter se encontrado com seus amigos, ficando o resto do dia no quarto. — desabafou o irmão mais velho, YoungJae não era tão bobo e já conseguia perceber que o caçula, definitivamente, não estava bem.

— Eu estou bem, Jae. — Mentiu. — Apenas tenho um trabalho para fazer e por isto ando saindo mais cedo, e quando chego estou apenas cansado.

— Tem certeza de que isto não tem nada a ver com o Bambam, né?

— C-com o Bambam? E por que teria algo relacionado a ele?

— E eu lá sei. Apenas to' falando, pois vivia grudado nele, e nem aqui em casa ele aparece mais.

— Ai é algo que tem que falar com ele, e não comigo. Agora se não se incomoda, vou indo que já deu meu horário. — E então o mais novo se despediu rapidamente e saiu dali já sem paciência, por que tudo na sua vida acabava dele falando do Kunpimook? YugYeom não podia dizer que não estava chateado com o garoto, até por que ele ao menos o procurou para saber como ele estava.

Enquanto isto YoungJae pegou seu celular, logo abrindo na conversa com o melhor amigo, queria entender o por que do desaparecimento repentino na sua casa, já que a frequentava diariamente.

Youngjae:

Hey, resolveu morar de vez na sua casa?

entregue 07:14, visualizada 07:16

Bambam:

Que? como assim?

entregue 07:16, visualizada 07:17

YoungJae:

Você. Sumiu do nada, vivia aqui

entregue 07:18, visualizada 07:20

BamBam:

Ta sentindo a minha falta é?

entregue 07:20, visualizada 07:20

YoungJae:

Convencido, credo.

To apenas querendo saber se brigou com o YugYeom.

entregue 07:22, visualizada 07:23

BamBam:

Direto assim?

entregue 07:23, visualizada 07:25

YoungJae:

Ue, responde logo.

entregue 07:30, visualizada 07:32

Bambam:

Não... quer dizer

depois nos falamos, certo? Até mais.

entregue 07:36, visualizada 07:40

YoungJae:

Precisamos conversar

entregue 07:41, visualizada 07:41

BamBam?

entregue 07:43

Volta aqui

entregue 07:46

Garoto, não me arrasa

entregue 07:48

Aaaaa, você me paga

entregue 07:52

Espere por mim Kunpimook.

entregue 07:58

E já era oito horas quando YoungJae percebeu que já estava quase perdendo a hora, suspirou e saiu de casa o mais rápido que pode. Em sua cabeça só se perguntava o que podia ter acontecido entre o melhor amigo e o irmão, afinal, sempre foram próximos, tanto que YoungJae jká se perguntou se algo a mais entre os dois havia acontecido, mas sabia que Kunpimook sabia que o irmão era menor de idade e não faria isto — mal sabia ele que era por este motivo, que o adolescente estava com o coração partido —.

Enquanto isto próximo dali, o Choi mais novo se encontrava com os fones de ouvido em suas orelhas, enquanto olhava para a janela, nem se quer fazendo questão de fingir que prestava atenção na aula, só removendo um dos fones do ouvido quando sentiu seu braço ser cutucado, e se virou dando de cara com um KyungSoo com o semblante apavorado, enquanto observava a professora o chamando, não falando nada e apenas fazendo um sinal com a mão para que o encontrasse no lado de fora — Mais especificamente na diretoria —, já que uma das principiais regras da escola, era o uso proibido dos fones de ouvido. YugYeom apenas se levantou, a seguindo e novamente não dando muita importância para os comentários ao seu redor

•×•

BamBam andava de um lado para o outro, pensando se devia mesmo entrar naquele café que havia mercado com o melhor amigo, para se encontrarem. Ambos estavam em seus intervalos e Kunpimook aproveitou para marcar com o amigo, pronto para contar tudo ao mais velho. Suspirou e entrou de vez no local, logo encontrando o seu olhar com o garoto no qual o olhava, é, YoungJae já havia chegado e esperava Bambam.

— Hyung... — Falou logo se curvando e se sentando a cadeira em sua frente. 

— Cometeu algum crime?

— O-o que quer dizer com isto? — Falou apressadamente abaixando seu olhar, a suas próprias mãos.

— Tanta formalidade... mas e então, vai me contar ou não o que está acontecendo?

Kunpimook pensou em desistir, mas não acharia justo nem com o amigo e nem consigo mesmo não lhe contar a verdade. Mordeu o lábio de maneira receosa e olhou o melhor amigo, sabia o quanto ele tinha ciúmes e protegia YugYeom, e só aquilo o assustava.

— Da última vez que estive na sua casa, quando você chegou bravo comigo e me viu com YugYeom... — deu uma pausa, logo continuando — acabei falando que nunca teria algo com ele, o que é verdade! — se defendeu de imediato — Mas, o que não sabia é que YugYeom gostava de mim, e acabou se declarando naquele dia.

Kunpimook levantou seu olhar levando ao do amigo imediatamente, quando ouviu som de tosses e só então percebeu que seu Hyung tinha acabado de se afogar no café, com a notícia.

— Então ta me dizendo que YugYeom gosta de você? Calma — falou pausadamente — O YUGYEOM É GAY? — Foi então que tentou manter a calma, mas se perguntava como nunca tinha percebido aquilo.

— Sobre a última parte, isto era óbvio. — Soou tranquilo enquanto olhava em volta, observando os olhares, logo revirando os olhos e voltando a atenção ao amigo que se mantinha surpreso.

— M-mas, eu nunca percebi. — Falou com a voz falha e trêmula, logo olhando para suas mãos sobre a mesa de maneira confusa.

— Claro que não, já que apenas se importava em fingir que era hetero. —Soou risonho tentando tirar o clima tenso que havia formado ali, mesmo sendo sincero em suas palavras.

— Mas eu sou hetero! — Se fosse a algum tempo atrás, YoungJae teria certeza do que estava falando. Mas desta vez, suas palavras saíram mais como uma defesa do seu orgulho, do que palavras com total sinceridade.

— E eu to dando pro seu irmão.

— VOCÊ TA O QUE? — Se levantou encarando BamBam com uma enorme fúria no olhar.

— Calma cara, eu to brincando. — Rio nervoso ao ver que atraíam olhares de pessoas curiosas.

YoungJae se levantou pronto para acertar um soco na cara do amigo, que o olhava assustado. Afinal, nunca havia visto o melhor amigo agir daquela maneira. Ele até teria terminado de acertar a cara do amigo, se seu celular não tivesse tocado no momento logo identificando o número. Era da escola de YugYeom.

•×•

Jaebum andava de um lado para o outro sobre o olhar de tédio do irmão mais novo, que estava sentado no sofá.

— Já te avisei que se continuar caminhando assim, vai fazer um buraco no chão e você vai cair na cama do vizinho de baixo. — Falou risonho, mas ainda sim sem expressão alguma em seu rosto.

— Mark me disse que tinha algo importante para me falar.. acha que é algo grave? — Falou preferindo ignorar comentários anteriores, e apenas parando um pouco esperando uma resposta. Que não venho como esperado.

— Por que está tão preocupado afinal? Pode ser uma coisa boa. — Falou desta vez se mostrando um pouco ciumento, afinal o que o irmão mais velho tinha que se preocupar tanto com Mark?

— Vou ignorar sua crise de ciúmes. Afinal, nunca entendi essa sua birra com o Mark.

— Ah claro, você acha que estou com ciúmes de você? — Rio irônico

— E por acaso seria ciúmes do Mark? — Antes que JinYoung pudesse falar alguma coisa, a porta do apartamento foi aberta revelando um Mark alegre mas curioso.

— Ciumes de mim? Quem? — Falou tirando seus sapatos, os deixando na entrada, e se aproximando dos mais novos.

— Esse ai — apontou JinYoung que logo revirou os olhos, Mark não pode esconder um sorriso tímido o que fez o melhor amigo demonstrar curiosidade.

— Está acontecendo algo entre vocês, e eu não sei?

— Mark... o que tinha de tão importante para contar mesmo? Jaebum Hyung estava quase morrendo aqui. — Falou tentando mudar de assunto.

— Ah, sim. Fui promovido, a partir de hoje sou gerente. — Falou se gabando. Mark trabalhava em uma das cafeterias mais movimentadas do centro de Seul.

— Nossa Hyung!! Parabéns... — Falou um Jaebum animado pulando para os braços do mais velho, não podia negar, sentia muito orgulho dele. E Mark novamente presenciou a face ciumenta de JinYoung,  o que o fez rir internamente e abraçar ainda mais Im Jaebum, apertando levemente sua cintura, vendo o então ciumento Jin se levantar e ir em direção a cozinha.

•×•

— Está me dizendo que me chamou aqui apenas para reclamar que meu irmão estava usando um fone? — YoungJae lamentou incrédulo com a situação, havia saido as pressas do restaurante deixando um Bambam preocupado com o adolescente para trás, ouvindo a diretora falar que era algo urgente, para depois chegar ali e receber a notícia que foi chamado apenas por que o mais novo não prestava atenção na aula, e usava algo proibido.

— Sr. Choi, peço que compreenda, você conhece as leis, não é? A escola não podia apenas ignorar.

YoungJae então revirou os olhos enquanto olhava o adolescente, que parecia não se importar tanto. Mas na verdade, YugYeom estava completamente nervoso, não queria atrapalhar o irmão em hipótese alguma.

E depois de algumas conversas, ou discussões, a diretora pediu para que aquilo não voltasse a acontecer, e se necessário YugYeom conversasse com a psicóloga da instituição.

— Eu não preciso de psicóloga nenhuma, já vou avisando. — Disse, desconsiderando qualquer chance de ter que se tratar, não precisava disto.

— Fica calmo, eu não vou te obrigar a nada. Agora seriamente, eu precisava mesmo ser chamado por causa disto? — Falou um YoungJae emburrado, enquanto entrava no carro com o irmão mais novo logo indo até sua respectativa casa. Dava graças a Deus por naquele dia a faculdade não ter aula. — Inclusive, quando chegarmos em casa precisamos conversar. Sobre Kunpimook.... sobre você! — Disse deixando um YugYeom receoso, o fazendo engolir um seco.


Notas Finais


Caraca, quase um mês sem atualizar.. e para a alegria geral da nação (ou não) voltei! E já estou com o próximo capítulo pronto, hein... talvez ainda poste ele mais tarde... Enfim, foi mal mesmo pela demora, e fico feliz se está lendo isto e não desistiu de mim, haha. Deixe seu comentário, e se quiser favoritar, até te dou balinha! Nos vemos em breve, um grande beijo, e até lá! 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...