História Criminal - Lauren G!P - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Visualizações 4
Palavras 1.070
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não vou dizer aquelas regrinhas que vocês estão carecas de saber.
Enfim, espero que gostem, boa leitura!

Capítulo 1 - Eu conheço você - Prólogo


Quinta-Feira, 20:06. 


Ally chegou na minha casa toda molhada da chuva, com o rosto inchado e olhos vermelhos, provavelmente terminara mais uma vez com o namorado.


- Boa noite pra você também,  Ally. - digo rindo


-B-boa n-noite... - ela disse tremendo muito de frio.


- Ah, meu deus... Vai tomar um banho e veste umas roupas, tá fazendo 9 graus e não vai ser bom pra você ficar nesse estado. - ela nada responde e sobe as escadas para ir tomar o banho.


Preparei um chá, fiz umas torradas, passei geleia e deixei em cima da mesa.


Depois de alguns minutos a loira desceu já seca e com roupas limpas e começou a comer o lanche que preparei. 


- Deixa eu adivinhar... Josh? - digo encarando-a


- Sim... Ele disse que mudaria, Camz, mas fez tudo outra vez... - me olhou com cara de cachorro sem dono.


- Sei como se sente meu amor, infelizmente eu sei... Mas você consegue superar, apaga ele totalmente da sua vida e começa a escrever um novo capítulo da sua história, sem Josh. - sorri.


- Obrigada amor, você é a melhor! - mordeu outra torrada. - Eu sei que não gosta de falar sobre isso, mas como tá se sentindo depois da... - ela abaixou a cabeça. 


- Overdose Ally, só dizer o-ver-do-se - soletrei - não é tão difícil. E eu me sinto bem, minha mãe vem me ver quase todos os dias, o Justin vem, a Dinah e a Normi... E você, claro. Nunca me senti tão amada. - sorri - Fico feliz por ter vocês como amigos.


- Eu te amo fofuxa! - me deu um abraço apertado. 


- Tá... Me... Apertando... - fico sem ar e ela para - Ufa! Obrigada... - respirei fundo - Eu te amo também, e não me chama de fofuxa, odeio esse apelido. 


- Posso dormir aqui hoje? Por favor... - fez beicinho e juntou as mãos como se fosse iniciar uma oração. 


- Claro! - sorri - Tenho que dormir agora porque amanhã volto ao trabalho, mas fica à vontade.


- Ta bom, boa noite baby - me deu um beijo estalado na bochecha e ficou na sala assistindo.


Eu levantei do sofá e fui pro quarto, fiz minha higiene e me deitei caindo logo no sono.


- Vem Camila, rápido. - a morena de olhos verdes pegou meu braço e nós saímos correndo pela praia em direção à uma parte mais afastada com várias pedras.


- O que foi meu amor? - senti um chute forte na barriga que me fez olhar pra baixo.


- Ela deve chutar muito... - ela sorriu. Como eu amo aquele sorriso...


- Sim, até demais. - ri 


- Mas não foi pra isso que te trouxe nesse lugar lindo... - disse olhando no fundo dos meus olhos, me deixando hipnotizada. - Camila Cabello Bieber, você aceita casar comigo? - ela disse se ajoelhando.


Meu irritante e extremamente barulhento despertador tocou, fiquei um tempo deitada criando alguma coragem pra levantar naquela manhã de inverno, e depois de uns minutos eu levantei.


Me despi, coloquei a temperatura do chuveiro no mais quente e comecei a tomar banho.


Delegacia de Seattle, 6:40 da manhã.


- Bom dia Camila. - minha parceira disse bem animada.


- Bom dia Taylor, como vai? - sorri.


- Vou muito bem! - sorriu docemente - Você fi... - ela foi interrompida por um policial. 


- Camila, Taylor, assassinato nesse endereço. - meu celular vibrou indicando uma nova mensagem. 


Peguei um casaco, as chaves da viatura e fui com Taylor até o local.


O lugar era numa zona rural, pouco afastada da cidade. Quando chegamos tinha um homem pendurado com a garganta cortada.


- Bom dia garotas. - Ramirez disse sorrindo - Horário da morte entre 04:00 e 05:00 da manhã, tinha uma bola de bilhar perto da vítima, o número era o 3, provavelmente a terceira vítima desse assassino. 


- Obrigada Ramirez. - coloquei minhas luvas brancas de látex e comecei a procurar por pistas enquanto Taylor foi investigar uns vizinhos.


Uma colega se aproximou e começou a me ajudar com as pistas. 


- Você viu como a Taylor te olha? - ela disse quebrando o silêncio. 


- Ela me olha normal,eu acho, mas por que a pergunta? - digo confusa.


- Pra mim ela te olha diferente, com desejo,sabe?


- Eu não sei, mas... - parei de falar quando vi Taylor se aproximando e mudei de assunto - Enfim, a médica legista tem que levar o corpo agora - sorri, falei com Taylor e fui até outros policiais.


Quebra de tempo


Sexta-feira, 19:00.


Finalizei minha maquiagem e me olhei no espelho, estava muito linda. Coloquei um salto, peguei minha bolsa e sai de casa em direção ao carro.


Cheguei no local da festa, dirigi muito até achar uma vaga, a festa estava lotada. Depois de muito procurar achei e entrei na festa.


- Camila! - Demi disse sorrindo e me abraçou 


- Oi Demi - sorri também - a festa tá maravilhosa!


- Obrigada - sorriu - Vem, entra. - ela me puxou pra uma parte da casa onde tinham vários amigos nossos.


Comecei a conversar com a galera e beber, tentando não exagerar.


Ponto de vista: Narrador.


Depois da overdose que Camila sofrera há 2 meses atrás, tentava sempre se controlar quando estava em festas ou algo assim.


Cabello aproveitou bem a noite, beijou, dançou e bebeu, mas chegou a hora de ir embora. 


- Vamos Camz, hora de ir! - Dinah disse e bateu o dedo indicador em seu relógio.


- Não DJ, só mais um pouco... - seu tom de voz estava alterado, e não precisava se esforçar muito para perceber o quão bêbada ela estava. 


Dinah decidiu não discutir mais, apenas a pegou no colo e levou até seu carro.


Já passava das duas da manhã e Camila estava longe de chegar em casa, pois Dinah dirigia devagar e Cabello morava longe do local da festa.


Depois de vários minutos as meninas chegaram na casa de Camila, finalmente chegaram, Dinah pegou Camila no colo mais uma vez e a levou pro seu quarto, deitou com ela e esperou ela dormir.


Sábado, 18:54, Camila


Cheguei no trabalho e todos estavam com caras tristes.


- O que aconteceu, gente? - digo sem entender.


- A Taylor... foi encontrada na casa dos pais dela... morta... - um colega de trabalho disse.


- E temos algum suspeito? - comecei a ficar preocupada.


- Ela cometeu suicídio Mila - o delegado saiu de sua sala - E ela é sua nova parceira, Lauren Jauregui, essa é Camila Cabello... 


Camila conhecia bem aquela mulher, bem até demais...




Notas Finais


Boa noite ♥ os próximos capítulos vão ser na visão da Lauren e também vai explicar a sinopse, xoxo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...