Hist√≥ria CRIMINAL ūüí≤‚̧ūüĒę (Imagine Min Yoongi) - Cap√≠tulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Ação, Bts, Romance, Sequestro
Visualiza√ß√Ķes 622
Palavras 1.284
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
G√™neros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta hist√≥ria s√£o apenas alus√Ķes a pessoas reais e nenhuma das situa√ß√Ķes e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma fic√ß√£o. Os eventuais personagens originais desta hist√≥ria s√£o de minha propriedade intelectual. Hist√≥ria sem fins lucrativos, feita apenas de f√£ para f√£ sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Informações sobre essa novela mexicana
Conteúdo que talvez faça você chorar ou vomitar arco íris ‚̧🌈

Boa leitura ‚̧

Capítulo 9 - Cap 9


Fanfic / Fanfiction CRIMINAL 💲‚̧🔫 (Imagine Min Yoongi) - Cap√≠tulo 9 - Cap 9



- Não! - se afastou Min 


- Não o que ? - lhe olhei sem entender 


- Dessa forma eu não quero, você não está fazendo isso por querer, e sim porque pensa que estou lhe obrigando - me olhou sem expressão e pegou seu celular - Pronto, mandei msg pra Jimin lhe levar de volta para a nossa casa - ditou e saiu da cela 


- Hmm, vou jogar o seu joguinho daqui pra frente, Min Yoongi - sorri vitoriosa 



(...)



- Pronto, você está de volta no seu lar doce lar - disse Jimin assim que entramos na casa de Min 


- Você tentou ser irônico é? - o olhei 


- Talvez! - sorriu e deu de ombros 


- Idiota - revirei os olhos e o lloiro sorriu 


Subi as escadas e fui pro quarto de antes, entrei e resolvo logo tomar um banho e tirar aquele cheiro de cela mofada, saí e troquei de roupa. Quando abri a porta do quarto pra sair dei de cara com aquela loira. 


- Affz, você ainda está aqui ? - bufou a loira 


- Não, é meu fantasma - ironizei 


- Você é ridícula garota, Yoongi nunca que irá querer algo com você - sorriu cínica 


- Ah não, engraçado que ele sempre diz que me ama, diferente de você que serve apenas como uma vadia pra ele comer - provoquei a loira que bufou de raiva 


- Que engraçado, porque foi a mim que ele pediu em casamento - sorriu e levantou a mão mostrando uma aliança 


Como assim ele pediu essa cobra em casamento?  Tão rápido assim? Se ontem mesmo ele estava pedindo pra mim aceitar ele. Isso realmente me destruir por dentro, mas não vou chorar.


- Que foi, o gato comeu a sua língua? - sorriu a loira 


- Sua vaca! - fui pra cima dela e agarrei seus cabelos 


- Me solta! - tentava se soltar 


Saí batendo as costas dela nas paredes do corredor, até chegar perto da escada, onde nós duas saímos rolando escada baixa, uma grudada no cabelo da outra. Quando chegamos em baixo eu subi em cima dela e fiquei dando vários tapas na cara dela. 


- ME SOLTA, SUA ANIMAL - gritava a loira 


- ISSO É PRA VOCÊ NÃO APRENDER A NÃO SE METER COMIGO - continuei lhe dando tapas 


- PAREM COM ISSO - escutei alguém gritar e logo fui puxada de cima da loira 


Vi Jimin ajudando a loira se levantar e segurou ela bem na hora que ela queria vim pra cima de mim. Levantei meu olhar e vi que era Min que me segurava, e sua cara não era nada Boa.  


- Porque dessa briga? - ele perguntou 


- Ela que veio pra cima de mim e fez a gente rolar escada baixa - a loira descabelada dizia 


- Você me provocou, disse que ia casar com ele - Percebi que falei demais e senti a risada de Min no meu pescoço 


- Ele vai ser meu, ele vai casar comigo - bufou a loira 


Min me virou rapidamente pra ele, me fazendo encarar seus olhos escuros e seus lábios rosados. 


- Basta você dizer, se quer que eu me case com ela ou não - disse sério enquanto fitava meus lábios 


- Faz o que quiser - devíei meu olhar e passei a fitar o chão 


- Você tem certeza disso? Quer mesmo que eu me case com ela ? - disse com uma voz de choro e eu o olhei 


Foi então que percebi que seus olhos estavam inchados e vermelhos, como estivesse passado a noite inteira chorando. Será que eu fui o motivo das suas lágrimas?  Por mais que eu tente resistir e não querer ele, eu não consigo, eu tô apaixonado por esse criminoso. E como ele sempre disse, eu prefiro perder ele pra morte do que pra outra pessoa, não acredito que usei suas palavras que um dia me machucaram. 


- Eu não quero que você case com ela - finalmente respondi e um sorriso brotou em seu rosto. 


Min me soltou e eu fiquei ao seu lado, mas ele deu uns passos a frente e fez um gesto para Jimin soltar a loira. 


- Você vai castigar essa animal, não é? - a loira sorriu vitoriosa 


- Tire o anel! - ordenou Min 


- O que ? Como assim? - a loira franziu o cenho 


- Simples, eu não vou me casar com você, digamos assim que eu apenas lhe usei - respondeu grosso fazendo a loira bufar 


- Enfia essas merda, você sabe a onde - jogou o anel nele - E você - olhou pra mim - Vai me pagar - saiu andando mais Jimin lhe segurou 


- Quem vai pagar é você, e você sabe demais sobre eu, ela e meus amigos, e eu não estou afim de matar a polícia - disse Min assustando a loira 


Vi Min tirando uma arma da cintura e mirou na cabeça da loira, mas antes deu gritar pedindo pra não matar a garota ele já tinha atirado nela, fazendo seu corpo cair pra trás e seu sangue se espalhar rapidamente pelo piso branco. 


- P-porque Você matou ela ? - perguntei com a voz embargada 


- Ela sabia de muita coisa - se virou e ficou na minha frente - E agora eu sei que você me ama - sorriu doentio 


- Essa é a segunda morte que eu presencio, e de novo o assassino é você - o olhei e meus olhos já estavam se enchendo de água 


- Ela infernizava a sua vida, porque está com pena dela ? - me olhou incrédulo 


- Porque diferente de você, eu aprecio a vida humana, e fico triste quando um ser inocente morre - comecei a chorar - E ela era inocente sim, mesmo que tenha me feito mal - acertei um tapa em seu rosto - Você é um monstro - cuspi as palavras e saí correndo pra fora da casa 


Me sentei de baixo de uma árvore e deixei as lágrimas caírem. E mais uma vez lembrei da morte do meu pai, ele morreu da mesma forma dessa loira, com um tiro na cabeça, e pela mesma pessoa. A pessoa por quem estou apaixonada. 


- Papai, o que eu faço? - olhei o céu - Eu devo deixar esse amor crescer e aceitar ele com esses erros, ou devo matar esse sentimento de vez? - abracei meus joelhos e escondi meu rosto chorando 



Min On 



Não pensei que ela iria reagir dessa forma. Mas foi preciso matar Sook, ela sabia de muita coisa que poderia fazer a polícia me prender, e o pior de tudo, podia tirar a (s/n) de mim. E agora acho que perdi ela de novo, por ter feito ela reviver a morte de seu pai. Mas eu estou disposto a reconquistar ela de novo, eu preciso do amor dela para me tornar um homem melhor, ela não sabe, mas apenas ela pode me mudar. 


- Peça pra Nam e Tae, sumirem com esse corpo - ordenei a Jimin que assentiu 


- Você não vai atrás de (s/n) ? - o loiro perguntou 


- Vou sim, mas prefiro esperar ela se acalmar - suspirei pesado 


- O que essa garota fez com meu chefe? - sorriu Jimin 


- Fez eu me apaixonar por ela, essa garota roubou meu coração - sorri feito um bobo e olhei meu amigo 


- Tu tá fodido então, essa garoto te odeia, até lhe deu um tapa - gargalhou o loiro 


- Aí que você se engana, essa garota me ama, isso sim - afirmei e me levantei pra ir atrás da minha menina 




Continua...


Notas Finais


Esses dois parecem que vivem de treta, só pode, porque não é possível.
Kkkkkk

Até mais ‚̧


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...