História Criminal Love - (Yoonseok) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Criminal, Hopega, Hoseokão, Love, Menção!namjin, Mençao!yoonmin, Rocambole, Sobi, Sope, Suga, Yoonseok
Visualizações 189
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha só eu aqui mais uma vez!

Pesso desculpas pela demora desse capítulo, eu quebrei meu celular, burra sou.. Mas aqui estou eu.

Quero agradecer mais uma vez pelos favoritos, eu sei que minha estória é bugada, nem achei que mais de duas pessoas fossem favoritar. Então, realmente, muito obgd!

Enfim, nenê! Tenha uma boa leitura.

Capítulo 4 - FOUR


Jung Hoseok 





• quarta-feira, 05:42 PM, Seul. 



Aos poucos, os dias claros se tornam acinzentados e, com isso, vem a escuridão. 


Eu não entendo por quê as pessoas tem medo da escuridão, se tudo que queremos é nunca mais ver nossos problemas. Mas a verdade é que a escuridão nos cega. Tudo de bom que aconteceu com você se apaga junto com a luz, e somente as ruins são vistas no escuro, te fazendo se perder cada vez mais no caminho. E quando você vê, o final do túnel está na sua frente e você não enxerga nada além de uma grande neblina escura. 


Eu me encontro exatamente no final do túnel. 


Não sei ao certo à quanto tempo estou trancado nessa porra de quarto, mas uma certeza é de que se passaram dias, e nem mesmo a voz daquele cara eu ouvi mais. 


Durante todo esse tempo eu venho pensando em diferentes formas de sair daqui, mas todas elas acabariam com um tiro em alguma parte do meu corpo. E a única coisa a se fazer é sentar e esperar uma pequena chance para que eu possa dar o fora desse inferno.

 



Enquanto olha através da janela me perdi em pensamentos, e nem sequer notei a porta ser aberta atrás de mim. 


- Hora do lanchinho! 


Uma voz grossa e intensa ecoou por todo o cômodo, jamais havia ouvido um timbre tão bom quanto esse. 

 Me virei lentamente para trás encarando o dono da tal voz. Seu rosto era incrivelmente perfeito, os cabelos compridos e bagunçados lhe traziam uma leveza, suas vestes eram um tanto quanto retrô. Eu jamais imaginaria um cara como esse dentro desse lugar. 


- Quem é você? 


- Ninguém de importante. - Ele entrou, fechou a porta atrás de si e caminhou em direção a cama aonde deixou uma bandeija, que suponho ser de café da tarde. - Mas você pode me chamar de V! - Um sorriso quadrado se formou em seus lábios e com os dedos fez uma "V" os colocando sobre os olhos, e devo confessar que senti uma pontinha de fofura. 


- Cadê aquele cara... O loiro? 


- Suga hyung? Por que quer falar dele quando se tem euzinho aqui? 


O sorriso doce e gentil estampado em seu rosto sumiu de um segundo para o outro, dando espaço para algo perverso. Mas ignorei completamente, tentando memorizar o nome que havia saído de sua boca. Suga


E mais uma vez me perdi em pensamentos, não percebendo a aproximação do garoto a minha frente. 


- Você é muito bonito, Hoseok. 


Olhei para frente rapidamente e o encarei. 


- Obrigado... Você também é, V. - Notei seu olhar sobre mim e sua aproximidade, então desviei dele e fui em direção a cama onde se e contra a bandeija. 


- Eu sei! 


O olhei pelo canto dos olhos e me assustei ao notar que ele já estava a centímetros de distância atrás de mim. Me virei assustado e o olhei, seus olhos estavam focados em uma parte de meu corpo um tanto... Íntima. 


- Hã... Com licença, eu estou com um pouco de fome. Agradeço pela bandeija... Assim que sair pode por favor chamar o.. Suga? 


- Quem te disse que eu vou sair agora? - Suas mãos tocaram meus ombros e os alisaram lentamente. - Eu disse "hora do lanchinho", mas não disse que seria você quem iria comer algo. 


Em um piscar de olhos minhas costas se chocaram com o macio do colchão, em seguida senti um peso sobre mim. Quando finalmente percebi o que estava acontecendo, os lábios de V tocaram meu pescoço e suas mãos grandes me apalparam de todas as formas possíveis.


 Fodeu! 


Se quer tive tempo para gritar, sua mão tampou minha boca me impedindo de realizar tal ato. 


- Calma, Hoseok. Relaxa pra que eu não precise te matar, hum! 


Apenas gritos abafados eram ouvidos, meus gritos, e ainda sim não eram o suficiente. Então começei a me debater muito mais do que antes na esperança de que conseguisse o empurrar para longe de mim. 


- Fica quietinho, baby! 


Com sua mão livre começou a abrir minha calça e, a outra desceu de encontro ao meu pescoço, o apertando com força. O desespero tomou conta de mim por completo, e eu já não conseguia nem sequer tentar gritar pela falta de ar. 


- Taehyung. Solta. Ele. - Eu estava quase apagando quando ouvi uma voz ao fundo, e agradeci mentalmente ao dono dela. - Agora, Taehyung! 


E assim fez, me soltou e se levantou apressado, ajustando os próprios cabelos. 


- Ah, qual é, hyung! Me deixa brincar um pouquinho? 


- Você tem dez segundos pra sair da minha frente ou eu vou encher a sua cara de porrada! 


- Ta, ta. Tô saindo, chafia. 


O loiro o encarou e começou a caminhar em minha direção enquanto V saia do cômodo, e eu tantava de alguma forma, espantar o medo que ainda estava presente e buscar o ar que me faltava. 


- Levante e arrume suas roupas. 


Com um pouco de dificuldade me sentei na cama e começei a fechar os botões da minha calça. 


- Não devia ter deixado ele chegar perto de você... 


Abaixei a cabeça e fitei meus pés, eu estava com vergonha do que havia acabado de acontecer e com raiva de mim mesmo por deixar o medo me tomar conta e não conseguir me soltar dele. Não sou fraco, poderia dizer que só de olhar pareço ser mais forte que ele, eu poderia sim ter me soltado se não fosse pela corrente de medo percorrendo por minhas veias. 


- E-ele parecia ser... Um cara legal. 


- Não viva de aparências, Hoseok. - Ele parou em minha frente e estendeu a mão para que eu me levantasse, agarrei sua mão e me levantei ainda desviando meu olhar. - Ele é muito bonito sim, gentiu e engraçado. Seria facilmente aceito na sociedade.. Se ele não fosse um idiota. 


Criei coragem e o encarei. Por mais que ele tivesse me ajudado e parecido querer me proteger, sua expressão era fria, como todas as vezes que o encarei, sem um mínimo de emoção. 


- Tome um banho, vou trazer algo descente pra você comer. 


- Obrigado, Suga. - Assenti. 


Por fim nossas mãos se soltaram, e sequer eu havia reparado que elas ainda permaneciam unidas. 


- O que disse? Do que você me chamou? 


- Te chamei d... 


A porta ao nosso lado se abriu de uma vez só, e um garoto pouco mais baixo do que Suga, com o rosto angelical entrou apavorado e correu em nossa direção. 


- Yo... Suga! Temos problemas. 


- O que foi agora, Jimin? 


O garoto de bochechas fartas me olhou por seguntos, talvez tentando entender quem eu era, mas logo voltou a encarar o loiro a minha frente. 


- Jung Yang está mandando os caras dele pra cá. 


Franzi o cenho e olhei para Suga que parecia começar a ficar com raiva, e o rubor em suas bochechas pálidas já estava aparecendo. 


Jurei ter falhado uma batida de meu coração. 


Mas que caralhos ta acontecendo? 


- Meu pai... Está vivo?!







Notas Finais


Temos novos personagens minha gente!
Oq acharam do Tae? Moço legal?

Agora a fic ta disponível também em outra plataforma, o Wattpad. Então se vc prefere ler suas estórias lá é só clicar aqui no link: https://my.w.tt/f8Y5ZBI0wO

Obrigada por ler! ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...