História Criminal Love - Capítulo 16


Escrita por: e Akemi132

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Konohamaru, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Ação, Amor, Drama, Gaaino, Gravidez, Itazumi, Konohana, Marfia, Motoclube, Naruhina, Nejiten, Romance, Sasusaku, Shikatema
Visualizações 458
Palavras 1.872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha eu aqui novamente!!!

Bom, sabem quando as coisas dão errado para você? Então, foi o que aconteceu na segunda, na terça e na quarta para mim. As coisas sairam totalmente dos meus planos e eu não consegui postar o capítulo novo. Parece que estou em uma maré de azar, esperando para a minha sorte mudar.
porém a minha sorte é pior que a da Tenten. Triste né?!

Mas enfim, vamos ao capitulo de hoje, que é NejiTen. Sim, a diva da Tenten que está no capítulo de hoje.
Por isso boa leitura.
E.C

Capa:
Neji Hyuuga como Jack greystone
Tenten Mitsashi como Nina Dobrev.

Capítulo 16 - Kidnapped me? Now can handle.


Fanfic / Fanfiction Criminal Love - Capítulo 16 - Kidnapped me? Now can handle.



Neji Hyuuga.

 

 

“Senhor sequestrador, eu preciso ir ao banheiro.”

“Eu preciso beber água, senhor sequestrador.”

“ESTOU COM FOME! Me alimente, por favor.”

 

Estou definitivamente a um passo de matar Tenten Mitsashi.

Oh, menina chata!

Ela me chama a toda hora e todo o momento. E me irrita ainda mais me chamando de “Senhor Sequestrado”, mesmo que eu já tenha dito que meu nome era Curse.

“Puf! Seu nome é Curse mesmo? tipo maldição? Cara, eu pensei que a minha mãe era ruim, mas a tua com certeza supera.”

E sim, ela riu do meu nome de estrada, enquanto tagarelava o quanto minha mãe era ruim e louca.

Arg! Como se ela conhecesse a minha mãe, né.

 

_EI, SENHOR SEQUESTRADOR_ E Tenten me chama mais uma vez, apenas hoje.

 

Serio! Estou quase me arrependendo de ter sequestrado essa menina.

Tatsuo não vale tamanho esforço.

 

_ O que foi agora?_ pergunto, assim que entro no quarto.

 

Ela ainda estar presa a cama, porém agora se encontra sentada.

 

_ Estou entediada. Vamos conversar?

 

Essa menina só pode estar de brincadeira.

Quem em sã consciência pede para conversar com o sequestrador? A resposta é ninguém, é claro. Ao menos se você for louco como Tenten Mitsashi é, se for ai a resposta muda.

 

_ Não quero. Agora pare de me chamar e fique quieta_ digo, já me retirando do quarto. Porém a louca me chama novamente.

 

_ Por favor, Curse. Fique aqui comigo.

 

Eu deveria dá-lhe as costas e ir embora. Sim! Deveria. Porém algo me fez continuar ali, e me sentar ao seu lado.

Para conversar? Bem, talvez.

Acho Tenten louca, porém eu devo ser mais louco ainda por decidir continuar ali com ela.

 

_Então, seu nome é Curse mesmo? Pergunto porquê Curse significa maldição.

 

_ Não, esse é apenas um apelido de estrada.

 

Por que contei isso a ela? Bom, nem eu sei.

 

_ Ufa! Pensei que sua mãe era louca por colocar um nome desse em você. A minha mãe é louca, pois colocar o nome da filha de Tenten não é coisa de gente normal.

 

Oh garota tagarela. Que eu tenha paciência.

 

_ Você não gosta do seu nome?

 

Estava interessado na sua resposta? Nenhum um pouco, porém tentei se cordial, já que foi decisão minha permanecer ali.

 

_ Até gosto, porém é um nome diferente sabe. Tipo, lá na Itália, onde eu morava, Tenten não é muito um nome comum e ...

 

 

“Yup! Terei uma LONGA tarde de conversa com essa louca.”_ penso, revirando meus olhos.

 

Tenten Mitsashi é realmente uma garota louca.

 

 

 

 

Tenten Mitsashi.

 

 

Eu estou pirando. Definitivamente enlouquecendo.

Eu não queria ser sequestrada, na verdade, ninguém iria querer ser sequestrada. Porém eu fui. E o pior é que eles estão me mantando presa a uma cama.

Sim! Estou presa por algemas em uma cama.

 E eu odeio ficar presa, seja de qualquer forma.

 

Eu sou o tipo de pessoa ativa, que sempre está fazendo algo, importante ou não, e interagindo com aqueles ao meu redor. Porém esses sequestradores idiotas me mantem presa, e isso é um castigo para mim.

Por isso, disposta a dá o troco, eu enchi a paciência do bonitão do cabelo grande. Pois é, o chamei toda hora e em qualquer momento, pedindo para ele fazer as coisas para mim ou me levar ao banheiro, mesmo eu não precisando. Ainda ousei chamar ele de “Senhor sequestrador”, mesmo que ele demonstrou que claramente odiava o apelido. A cereja do bolo foi chamar a mãe dele de louca e ruim, só por colocar o nome dele de Curse.

Apesar de que essa ultima era uma provocação com fundo de verdade. Que espécie de mãe nome o filho de maldição?

 

Ele me manteve presa, então merecia ser provocado.

E só para constar: Eu sei que é loucura provocar um sequestrador. Porém eu sei que ele não irá me matar.

O motivo? Bom, eu já saquei que esse sequestro aqui é por causa de quem é meu pai, ou melhor dizendo, por causa do dinheiro do meu pai. E se esses projetos de bad boys quiserem ver a cor do dinheiro, terão que me manter perfeitamente bem.

Meu pai não é um exemplo de pai, porém eu ainda sou a única herdeira dele e ele vai querer me vê sã e salva. Mesmo que isso demore acontece e seja somente por interesses econômicos.

 

Enfim, eu provocava porque sabia que podia. Porém chega uma hora que até as provocações cansam.

E foi ai que tive a grande ideia de conversar com o meu “querido” sequestrador. E ele me surpreendeu ao aceitar conversar comigo.

No entanto,  a conversar estava bem unilateral, pois eu falava sobre a minha vida e sobre meus pensamentos, enquanto Curse dava somente respostas curtas. Já tinha sacado que ele era quieto, porém não imaginei que seria tanto.

 

Pelo visto, irei morre de tédio durante esse sequestro. Espero que meu pai mando o dinheiro do resgate logo.

 

_ Me conte sobre você, Curse. Já te contei a minha vida quase toda, porém você quase não disse nada_ digo, após lhe contar sobre mais uma das minha aventuras na Itália.

 

Bom, não custa nada tentar né.

 

_ Eu não tenho nada da minha vida para te contar.

 

Arg! Que cara chato.

Custa nada ele me conta algo da vida dele.

Ok, eu sei que ele é um sequestrador e tal. Porém esse sequestro não vai em nada ruim  para o lado dele, pois o meu pai também é um criminoso e não se ariscará depondo contra um bandidinho. Ou seja, Curse não precisa se preocupar com nada, somente em casta o dinheiro que ganhará do resgate.

 

_ Obvio que tem. Todo mundo tem.

_ Eu não tenho. Não sou como todo mundo_ disse, ainda sério.

 

Esse cara nunca sorri não? Que chato!

 

_ Aposto que tem sim, senhor diferenciado_ digo fazendo graça, quem sabe assim eu não arranco um sorriso desse bad boy.

_ Não tenho, então acho melhor você não perder seu tempo perguntando.

 

Arg! Esse cara realmente não deve saber o que é rir mesmo.

 

_ Então colega, graças a você, eu tenho muito tempo a perde. Por isso iremos jogar um joguinho de perguntas e respostas.

Como ele apenas deu de ombros, nem concordando e nem discordando da brincadeira, eu continuei e fiz a primeira pergunta:

_ Você sempre morou aqui, digo, nesse país?

_ Sim.

_ Nunca pensou em sair? Em viajar?

_ Não.

_ Por que?

_ Tinha minhas responsabilidade. E você, por que foi para a Itália?_ hm, ele finalmente estar se soltando um pouco.

_ Sempre achei lá um país bonito e quis conhecer.

 

“também fui para fugir da merda que minha vida era aqui”_ completo em pensamento.

 

_ Hm, sendo filha de quem é, você pode conhecer qualquer lugar do mundo_ diz desdenhoso.

Esse cara realmente odeia o meu pai. E acho que a mim também.

_ Vamos para outra pergunta_ resolvo mudar logo o assunto_  Tem irmãos?

_ Tenho duas irmãs_ disse, eu juro que vi um brilho em seus olhos.

Ele realmente deve amar elas.

_ Serio? Que massa! Eu sempre quis ter irmãos, mas isso não foi possível_ na verdade a minha mãe que nunca quis ter outro filho com meu pai e ele não queria um filho de uma vadia qualquer_ Elas moram com você?

_ Não, apenas uma mora comigo. Porém é só por enquanto, pois ela passou para a faculdade e irá morar no campus.

_ Caramba! Ela deve ser inteligente mesmo em. Passar na faculdade não é para qualquer um não. Eu mesma reprovei na primeira vez que tentei.

“ E nunca mais tentei de novo, pois preferi ir embora e viver do meu próprio dinheiro, do que morar com o meu pai”_ penso, me lembrando da época que desistir de cursar faculdade.

_ Sim, ela é muito inteligente. Alias, as minhas duas irmãs são, e eu tenho imenso orgulho delas.

 

É fácil ver pelo brilhos de seus olhos, que ele realmente ama as duas irmãs.

 

“Será que se eu tivesse um irmão, ele iria me ama assim também? Será que eu iria saber o que é ser amada?”_ não posso evitar de me questionar em pensamento.

O claro amor dele pelas irmãs, me fez relembra do meu passado e, de repente, senti inveja das irmãs dele. Sim, inveja, pois mesmo tendo um irmão fora da lei, elas foram amadas. Ao contrário de mim, que nem sequer sei o que é o amor.

 

_ Uau! Elas realmente são incríveis. E você, não quis cursar faculdade não?_ pergunto, mandando as lembranças ruins para lá.

_ Não, como disse antes, eu tinha outras prioridades.

_Hm, compreendo_ entendo mais do que ele imagina_ Você é solteiro?

Nesse momento ganho um olhar meio estanho vindo dele.

_ Não, por que? Já estar interessada?_ diz, em tom de brincadeira.

para tudo! Ele está realmente brincando?

Uau! Acho que zerei na vida agora.

_ Não, você mesmo acabou de afirmar que é comprometido.

_ E se eu não fosse? Você estaria interessada?

 

Que porra de pergunta é essa?!

 

_ Não, dispenso. Muita obrigada_ trato de dizer rapidamente.

_ Nossa! Quanta negação.

_ Não é que, bom, você seja um homem, hã, feio e tal. Porém você é comprometido e a situação que nos conhecemos foi um tanto quanto estranha.

Sim, definitivamente  nos conhecemos em uma situação bem estranha. Um sequestro não é o cenário mais romântico para se apaixonar, e nós também não estamos em um livro onde a vitima se apaixona perdidamente pelo seu sequestrador bonitão. Puf! Livros assim é tão clichés, e a vida real, sobretudo a minha, não tem nada de cliché.

_ Entendo. Como você disse, eu sou comprometido e realmente nos conhecemos em uma situação estranha. Alias, se não fosse essa situação, eu jamais estaria falado com uma louca como você.

 

Resolvo ignorar ele me chamando de louca, e pergunto:

 

_ E sua namorada, como ela é? Ou seria esposa?

_ Esposa. E eu não quero falar dela com você_ Nesse momento, o olhar dele está sombrio, e eu não sei por qual motivo.

_ Ah, não. Me conta. Quem é a louca para te aguentar? Porque tipo, você é mó caladão e ..._ paro de falar, quando vejo ele se levantar irritado.

_ Cala a boca, garota! A minha mulher não é louca, ao contrario de você_ disse olhando bem em meus olhos _  E você não ouse falar sobre a minha esposa novamente, se não eu esqueço todos os meus princípios e te mato_ Me ameaçou, antes de me dá as costas e sair do quarto.

Se eu fiquei com medo? Porra! Fiquei apavorada.

Eu sabia que ele não era um cara bom, porém, mesmo com toda a sua carranca, ele não havia me ameaçado. Até agora.

Sei que errei em chamar a mulher dele de louca, mesmo que fosse na brincadeira, porém a reação que teve me fez perceber que o assunto “esposa” é proibido para ele. E eu quero saber o motivo disso.

Pode ser loucura? Com certeza é. Posso está cavando a minha própria cova? Bem provável. Contudo, não posso evitar o meu lado curioso de agir.

E o Curse é, sem sombras de dúvidas, alguém que atiça a minha curiosidade.

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenha gostando e mantenham a calma, que no próximo capítulo terá SasuSaku.

Kisses de chocolate
E até o próximo capítulo.
E.C.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...