História Criminal Love - Capítulo 10


Escrita por:

Visualizações 54
Palavras 674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey galera, conseguir escrever capítulo hoje
ebaaa :3
Quero agradecer a vocês por que conseguimos chegar a 500 visualizações na fic aaaa, o primeiro capítulo tá quase com 100 visualizações risos
Muito obrigado :3
Espero que gostem.

Capítulo 10 - A Fuga - Parte 1


Fanfic / Fanfiction Criminal Love - Capítulo 10 - A Fuga - Parte 1

Pov. Pac

Havia passado a noite em claro, pra falar a verdade, fiquei papeando bem baixo com Authentic, para não acordamos Cauê. Ficamos conversando sobre o passado dele, confesso ter ficado bem chocado e chateado com a história deles...

Eu estava muito ansioso para a fuga, íamos apenas Satty, Damiani, Cellbit, um amigo de Authentic e eu .. Estava torcendo para que tudo desse CERTO, nada podia falhar... Essa era minha única esperança.

Era 7:30 da manhã já, ou seja, era o horário de sairmos para o café-da-manhã... Sentou eu, Authentic e seu amigo, Cellbit, Satty e Damiani na mesma mesa. Tudo bem, Authentic não iria participar da fuga, mas queria passar o resto do meu tempo com ele lá... E não podia deixa-lo sozinho, ele era meu amigo. Cellbit estava conversando com Damiani e Satty, explicando para cada um o que se deveria fazer pra tudo dar certo, eu só fiquei ouvindo e observando ao nosso redor, percebi Mike me olhar com um olhar de desconfiado, havia hora que olhava para Mike, só por olhar, ficava observando ele, quando ele olhava pra mim, ele não disfarçarva nem nada, ele simplesmente dava uma piscada, mesmo com um olhar de desconfiado, ele piscava... Isso me deixava tão nervoso. Acabeu percebendo que ele encarava bastante o amigo de Authentic, fiquei me perguntando o por que... Estava distraído em meus pensamentos, criando algumas paranóias talvez, até ouvir Cellbit me chamar

-Pac? Olá? - Ele passava a mão em frente aos meus olhos para tentar me tirar do mundo da lua.

-Ah, oi.

-Você já entendeu o plano, né?

-Você poderia recapitular? - Disse um pouco tímido, Satty e Damiani não aguentava mais ouvir esse plano.

- ele fez uma cara de deboche- Arrgh, presta atenção da próxima vez. Bom, vai funcionar assim, a gente vai sair da nossa cela e correr rapidamente pra sua, mas de maneira discreta, o horário que sairmos é para todos estarem dormindo, uns 30 minutos depois do toque de recolher. Depois vamos para a pedra que esconde nosso buraco de fuga, depois vamos sair do presídio a correr a uns dois quilômetros até a van do Fel... Sr. F.

-Tudo bem, entendi.

Era estranho, o amigo de Authentic nunca nem tinha falado seu nome, ele era tão quieto na dele, nunca opiniou em nada sequer... Estava muito desconfortável.

Passamos o resto do dia normal, como se nada fosse acontecer, Mike ainda me encarava, ainda piscava pra mim de vez em quando... Ou seja, estava tudo normal mesmo.

O dia foi acabando, a noite foi chegando, e meu nervosismo aumentando... Já era hora do toque de recolher... Me deitei na cama e fiquei lá por uns 20 minutos. Até me levantar e esperar Cellbit chegar em minha cela. Não demorou muito, ele, Satty, Damiani e o amigo de Authentic estavam me esperando... Cellbit abriu minha cela rapidamente e eu saí

-vamos, antes que os policiais acordem. - eu olho para trás e vejo os policiais imobilizados no chão.

Estavamos indo cautelosamente até a porta dos fundos, onde havia menos policiais, ao abrirmos a porta, saímos em mais um corredor, era onde chegava a comida, ou melhor, era o armazém. Havia uns 3 policiais... Eu e Cellbit fomos em um, o amigo de Authentic lá foi em outro e Satty e Damiani em outro.

Pov. Informante

A fuga dos prisioneiros estava dando certo, ao imobilizar um dos policiais, peguei seu walktalk. Ia usar ele para avisar os outros guardas da fuga.

Pov. Pac

Armazém limpo, saímos pela portas e finalmente estavamos lá fora... Estavamos quase chegando na pedra, olho para trás e vejo que está apenas Satty e Damiani atrás de mim.

-onde está o amigo do Authentic? O loiro lá? - eu disse baixo

-eles olharam para trás - talvez tenha se perdido - disse Damiani - vou ir atrás dele, me esperam na pedra.

-não demora, meu anjo - disse Satty

-vamos, estamos chegando - disse Cellbit apressado.

   Estavamos quase chegando na pedra, quando o alarma despertou, eles haviam descoberto a fuga.


Notas Finais


Foi pequeno? Foi, mas o próximo capítulo será maior, bem maior, acreditem ;3
Aliás, vou fazer um spin off contando do passado do Authentic e do Cauê, quando postar vou divulgar aqui também, visse?
Até a próxima meus anjos :3 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...