História Criminal love - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Avicii
Personagens Alan Walker, Alok Petrillo, Billie Eilish, Bleta "Bebe" Rexha, Calvin Harris, Chris Martin, Christina Perri, Conor Maynard, David Guetta, Guy Berryman, Jonny Buckland, Juliana Paes, Martin Garrix, Personagens Originais, Shawn Mendes, Snoop Dogg, Sofia Carson, Sonny John Moore (Skrillex), Tim Bergling "Avicii", Will Champion
Tags Tim Bergling
Visualizações 5
Palavras 1.658
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bora pra mais hummmm😈

Capítulo 13 - Banheiro dos garotos parte 2


Fanfic / Fanfiction Criminal love - Capítulo 13 - Banheiro dos garotos parte 2



Banheiro dos garotos parte 2



Quando o carro do Lil para, a gente vê um outro caro encostando. Era o da Rita. O Lil sai, abre a porta pra mim é depois pra Noah.


-Oprecaduh Lil. - A Noah fala e deposita um beijo na boxexa do mesmo que fica vermelho.


-Para de melação. - eu falo e dou risada os mesmos ficam me olhando com aquela cara de: "Qué morre mano?"


-Olha só o dúo de vadias. Vem aqui Lil. - A Rita fala com desprezo mais logo Lil retruca.


-A única vadia aqui é você Noah, quero só ver a reação do Bergling ao saber que a vadia dele tá dando pra escola inteira. - Eu e a Noah damos risada e a Rita fica irritada.


-Vamos ver se você vai dar uma de machão quando eu falar para mamãe oque você tá fazendo. - Ela fala mais ele não abala nem um pouquinho.


-Fala! Quero ver você falar. Meu pai vai adorar saber que você a vaca da sua mãe tão gastando o dinheiro dele com porcaria. - Ele fala e eu solto um olhar pra Noah.


-Olha ele. Só por que tá com as piranhas da escola tá dando uma de "Golias". Mais é muito idiota mesmo. - Ela fala com sarcasmo.


-Olha aqui Rita, eu já me segurei por muito tempo mais tá na hora de falar tudo que você merece. Você é só uma garota mimada chata que só por que tem um rosto bonito e uma conta bancária alta fica se achando a rainha do mundo, mais na verdade não passa de uma invejosa desaforada que tá bravinha só por que uma garota mais linda que você chegou na escola e tá chamando a atenção de todos. Além do mais, a mesma garota além de pegar seu trono de mais gostosa da escola ainda por cima tá pegando o seu cara. - Noah fala e eu me surpreendo totalmente. Nossa como ele teve coragem de fazer isso? Ela é muito corajosa mesmo. Que orgulho!


-Isso mesmo Rita, pega o seu caro e da à meia volta daqui agora sua irritante. - Lil termina e Rita vai e pega o caro, dá à meia volta e sai. Nós três nos entreolhamos e rimos.


Isso sim em. - Vou é abraço a Noah.


-Essa é a minha garota. - Lil fala e me separa do abraço da Noah. - sai que ela é minha. 


-Eii, ela é minha amiga seu chato. - Faço biquinho.


-Calma gente eu tenho 2 braços. - ela fala e eu dou risada. 


-Vamo entrar que nóis te muito trabalho. - Falo e nóis três seguimos para dentro da escola. Lil levou as bolsas e eu e a Noah apenas seguimos. Fomos ao quartinho de limpeza e quando eu entrei, me lembrei das coisas que já aconteceram lá. Ignoro e pego as roupas, Lil os produtos e Noah as vassouras e os rodos. Tirei meus sapatos e coloquei as botas, as luvas, o avental e tirei minha toca. Noah e Lil vestiram as mesmas coisas e logo em seguida entramos no banheiro. Tava imundo então eu dividi as tarefas. Lil lavava os espelhos e as pias, Noah lavava o chão e as janelas e eu os vasos. Assim que começamos, Lil foi até a mochila e tirou de lá uma caixa de som. Conectou com o celular e colocou uma música que todos conhecemos, cantamos enquando fazíamos os serviços.


Maia off*


Tim on*


Depois daquele fiasco no quarto de limpeza eu tou com a mente toda aloprada. Agora tô aqui, fumando o meu baseado e esperando a Maia chegar mais ela tá atrasada. Já é quase 1 da tarde e eu tenho mais oque fazer. 


-Quer saber? Foda-se. Já pulei a janela do quarto dela e corri pra garagem. Peguei a minha moto e vazei pra base. Fiquei lá jogando GTA 5 quando sinto meu celular vibrar. 


Whatsapp on*


Dylan x9: cara, a tua mina tava tretando na escola hj.


Qual delas?


Dylan x9: A Rita.


Hm? Oque ela tava aprontando?


Dylan x9: Ela e o irmão dela tavam defamando a filha do Billy e a filha do Mayer.


Como?


Dylan x9: Isso mesmo chefe, rolou até briga e eu, Eric e o alok tivemos que separar. Mais mesmo assim a filha do Mayer bateu na Rita.


Dylan x9 mandou uma imagem:


Dylan x9: olha aí pra tu ver.


Hm. Agora vai continuar o seu serviço.


Dylan x9: Blz chefe.



Whatsapp off*


Ahh então tava explicado o porque da May não ter chegado. Ela tava de castigo por causa da treta e teve que ficar na escola. Ótimo agora eu vou lá. Saí da base e fui direto pra escola. Entrei lá numa boa e fui até o banheiro. 


-Hey garota, cadê a Maia? - Pergunto pra a garota que tava limpando o chão e ela leva um susto. Com certeza é a filha do Billy.


- E...e...- vish travou o disco.


-Tá tudo bem Noah? - O filho do John aparece. - eae cara blz? - ele estende a mão pra mim mais eu nem faço caso.


-Cadê a May? - faço cara de poucos amigos e os dois tremem kkk que medrosos.


-Oque tem eu? - lá vem ela, tava muito sexy com aquela roupa de limpeza. - Você? Ah não pode vazar. 


-Vaza os dois. - Falo pro casal que tava observando.


-Eu não vou deixar minha amiga com você. - A morena fala mais eu nem ligo.


-Tá me desafiando garota? - colco a mão no bolso e tiro o meu revolver.


-Vaza os dois agora. - Falo apontando a arma pro's dois.


-Oque você tá fazendo cara? - A Maia vai e entra na frente. - pode ir gente, deixa que eu me viro com ele.


-Não May, eu não vou te deixar aqui. - A outra garota fala e eu continuo sem ligar.


-Tem certeza? - O cara moreno fala.


-Tenho sim, agora podem ir. - Ela fala com medo no olhar.


Vejo os dois saírem e fico fitando a garota dos cabelos pretos extremamente corajosa. Nem sei como eu não matei ainda essa mina, se fosse outra, já tinha morrido faz tempo.


-Oque você quer aqui em? - ela fala e eu não consigo tirar os olhos dos peitos dela.


-Eu vim aqui por que eu quis Osh. -me apóio na pia. E coloco meu oitão na cintura.


-Eu não tou acreditando nisso. - Ela me fita com um olhar ameaçador.


-Eu só quero saber o porque da briga entre você e a Rita. - eu falo e fico olhando ela.


-Ela colocou fotos minhas e suas se agarrando no telão. - como é que é?


-Ahh e por que você ligou? 


-Osh, por que era eu Oras. - Ela fala tirando o avental.


-E você não gostou? 


-Óbvio que não, pra minha imagem ser defamada? - ela fala tirando as luvas.


-Não tou falando das fotos e sim do beijo.


-Ahh aquele que você me forçou a te dar? 


-Forcei o karai. Na hora em que eu te puxei, você nem fez questão de sair.


-Forçou sim, me agarrou a força. - ela fala tirando a bota mais quando ela ia tirar o outro par ela escorrega e cai em cima de mim. Na hora em que ela ia sair eu seguro ela pela cintura e coloco ela contra a parede.


-Tem certeza que eu forcei mesmo? - falo perto do ouvido dela.


-Tenho sim, se não eu nunca tinha beijado alguém que beija tão mal assim. Preferia continuar bv.


-Não é isso que o seu corpo diz. - Falo e pego na bunda dela, aperto e a mesma solta um gemido baixinho.


-Eu te odeio. - Ela fala e eu nem ligo.


-Aé? - falo no ouvido dela.


-Aham. - ela tenta sair mais eu pego ela é aproximo mais do meu corpo e logo em seguida beijo ela ferozmente. Apalpo todo o seu corpo. Só paro na hora em que ela me fala uma coisa que eu queria ouvir. 


-M...me faça s..sua. - Ela fala em meio aos gemidos.


-Não, não quero machucar você. - falo dando celinhos nela. 


-Eu...a.. aguento. - Tadinha. Nem sabe com quem tá falando.


-Vou fazer o teste, se você aguentar eu continuo mais se você começar a chorar eu paro e vou em bora. - falo bem baixinho. 


-T..tá. - pego ela e coloco em cima da pia, abro as pernas dela e desabotuo a calsa jeans da mesma. Abaixo elas até a região dos joelhos e susurro no ouvido dela. 


-Pronto? - Falo apertando a bunda dela.


-Aham. - ela coloca o dedo na boca. 


De vagar desço minha mão direita em rumo a calcinha dela, coloco minha mão lá dentro e começo a massagear a região íntima da mesma, a reação dela foi incrível, ela começou a beijar o meu pescoço e chupar ele. Escutar ela gemer o meu nome baixinho no meu ouvido tava me deixando maluco. Então de vagar, penetro um dedo dentro dela e já ví que ela era muito apertada. Fui de vagar pra não machuca-la. Ela estava apertando a minha camiseta, dava pra ver que tava doendo mais eu continuei. Fiz movimentos de vem e vai com o meu dedo até ela de acostumar, assim que ela se acostumou eu tentei introduzir o outro delo mais ela começou a falar que tava doendo e começou a esperniar.


-T..Tim tá doendo. Para. - Vizh que fraca.


-Mais se você não aguenta o meu dedo, nunca vai aguentar meu pau. - Falo tirando o meu dedo de dentro dela e depois lambendo o mesmo. coloquei de volta à calsa dela e tirei ela de cima da pia. Mais quando eu ia soltar ela se desequilíbra e ia cair no chão se eu não segurasse. 


-Eu não estou me sentindo muito bem t...Tim. - agora eu vou ter que carregar ela mesmo?



Continua...?


Notas Finais


Me falem oque acharam.

Bjs

-Dylan😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...