1. Spirit Fanfics >
  2. Criminal Obsession >
  3. Capítulo 3

História Criminal Obsession - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura! ❤️

Capítulo 3 - Capítulo 3


                        "Katherine on:"

Acordei com uma claridade horrorosa batendo em meu rosto, abri os olhos com muita dificuldade... merda, que dor de cabeça... Imediatamente flashs da noite anterior começaram a passar em minha mente, eu não me lembrava de muita coisa, só que havia enchido a cara como nunca antes, mas de uma coisa com certeza eu me lembro muito bem... Eu transei com o chefe da máfia de Atlanta, perdi minha virgindade com esse cara, eu nem o conheço. Droga Katherine onde você estava com a cabeça?

Ouço a porta do quarto se abrindo, cubro meu corpo com o cobertor rapidamente e olho na direção da mesma, era Justin.

-relaxa querida Katherine, ontem eu já vi tudo que está aí de baixo do cobertor. (Disse sínico e sorrindo levemente)

-você não podia ter feito isso, eu estava bêbada.(digo me controlando, pois o choro já queria sair)

-engraçado que ontem você queria isso mais do que eu.

-mas eu estava BÊBADA (digo aumentando o tom de voz ao falar a palavra "bêbada")

-olha diminua o seu tom de voz comigo moça bonita. (Disse se sentando na cama e passando os dedos no meu rosto, desviei e o encarei) 

-pode me dar licença? Preciso me trocar de roupa. (Digo grossa)

-não sobrou nada do seu vestido de ontem, só sobrou o seu sapato, mas se te conforta tem roupas limpas e inteiras ali no closet.

Fiquei em silêncio.

-estou te esperando pra tomar café, não demore.

Permaneci em silêncio e em seguida ele saiu do quarto.

Me troquei de roupa, optei por não tomar banho, eu queria mais era ir embora logo. A noite não foi ruim, mas eu não esperava que tudo fosse acontecer dessa maneira.

Ao entrar na sala de jantar, a mesa de café da manhã estava toda posta, a sala de jantar era algo surreal, a vista dava pra ver toda atlanta, eu nunca estive em um lugar assim, a sala era toda de vidro, vidros que iam do teto até o chão, era incrível, estávamos no último andar. Justin estava de pé olhando a vista, e quando viu que cheguei na sala ele me olhou e logo se sentou a mesa do café. Fiz o mesmo.

-até que não demorou muito. (Disse irônico e logo se servindo) 

-justin...?

-sim? (Me olhou)

-o que aconteceu ontem a noite ? Me deram alguma droga? Eu não me lembro de quase nada.

- (dei risada) muita coisa aconteceu querida, e vale lembrar de novo... Você não é mais virgem.

Assim que ele disse isso senti meu rosto queimar e ele começou a rir. Tomei meu café em silêncio, enfim terminando rapidamente, eu não estava com tanta fome como todas as manhãs.

-justin preciso ir embora agora. (Digo me levantando e ele me olha) 

-ok, deixo você na sua casa. (Disse e se levantou pegando as chaves do carro)

Passei o meu endereço e Fomos o caminho todo em silêncio, eu o olhava de vez em quando, e mil coisas passava em minha mente. Rapidamente sem me dar conta cheguei em minha casa, desci sem nem falar tchau, em seguida ele acelerou o carro indo embora.

Entrei em meu apartamento, e logo tomei banho, eu estava acabada, e ainda com muita dor de cabeça, Terminei meu banho rapidamente pois hoje queria mesmo descansar o dia todo, assim que sai do banho, me joguei na cama, logo em seguida ouvindo o meu celular vibrar, merda ... Eu teria que levantar e pegar dentro da bolsa que aliás esqueci aqui no apartamento antes de ir pra festa, me levantei, abri a bolsa pegando o celular em seguida, kessie estava me ligando.

-kate onde se meteu ontem a noite? Eu só saí com o Wayne pra pegar bebida e quando voltei você havia sumido. (Disse sem pausas, e eu revirei os olhos... Kessie as vezes era pior que mãe, ela exigia sempre mil explicações)

-kess é uma longa história, e eu não tô a fim de contar agora. (Digo me sentando na cama)

-tá bom Kate, a noite vou até sua casa e conversamos ok?

-ok.

-bom descanso.

Assim encerramos a ligação. Kessie mais que ninguém me conhecia, ela obviamente não quis forçar a barra comigo pois sabia que eu estava de porre.

Deitei na cama e por questão de minutos apaguei.


                       *Justin Bieber on:"

Eu já havia chegando em minha mansão, a noite havia sido boa, boa demais pra ser verdade... nenhum filho da puta estragou minha noite, nenhum atentado contra mim... não tinha do que reclamar. Katherine por alguma razão me chamou a atenção, não consigo tirar ela da cabeça desde a hora que a deixei em sua casa.... que merda.

Do jeito que cheguei me joguei na cama e dormi, acordei já era bem tarde, logo me levanto e pego meu celular, ligando para Ryan.

-fala dude (ele atendeu)

-quero que você e os meninos vá para o galpão agora, novos planos.

-ok dude. (Disse por fim e desligamos)

Tomei um longo banho, me troquei de roupa, coloquei minha corrente com o relógio, coloquei meu sapato, arrumei meu cabelo e me perfumei, logo saindo da mansão com minha porsche.

Chegando ao galpão todos já estavam lá, estacionei o carro e adentrei ao galpão.

-fala  dude (disseram em uníssono)

-a busca pelo filho da puta do negan não acabou (eu disse)

-o que pretende fazer mano? (Perguntou Chris)

-precisamos fazer Wayne dizer onde ele está, só ele sabe. (Eu disse)

-dude.. na época que seu irmão foi morto o Wayne fugiu, ele sabe de muita coisa. (Disse chaz)

-sim. Mas não podemos forçar a barra pro lado dele, por que se ele descobrisse em que estamos interessados, ele fugiria de novo.

-então o que vamos fazer? (Perguntou Ryan)

-ainda não pensei em nada, mas não vou deixar Wayne escapar de novo.

-dude pega leve, Wayne é seu amigo assim como nós, todos trabalhamos juntos, ele te colocou aonde está hoje. (Disse Chris)

- pode acreditar que se estou aqui eu fiz por merecer, não foi ele que me colocou aqui, e tem mais uma coisa... Se eu tivesse que matar qualquer um de vocês por algum motivo, mesmo sendo meus amigos, eu mataria.

Eles arregalaram os olhos.

-brow não fala isso, você está de cabeça quente.

Dei de ombros.

-na semana que vem vou marcar outra reunião aqui no galpão e espero que todos já tenham pensado em algo. (Disse pegando minhas chaves da Porsche na mão e a rodando na mesma)

-beleza dude. (Disseram novamente em uníssono)

Assim os meninos apagaram as luzes do galpão, fecharam as portas e se retiraram do local, assim como eu também fiz, indo direto pra  minha mansão.

Assim que cheguei os seguranças abriram o portão, logo avistei o carro da minha mãe estacionado dentro da mansão, adentrei a mesma e a encontrei conversando com dona Rose a empregada da casa, assim que me viu Jazmyn minha irmã menor veio correndo em minha direção e pulando em meu colo, eu sou o xodó dela.

-oi minha princesa, está tudo bem ? Se lembrou que tem irmão é? (Disse fazendo cócegas e arrancando altas gargalhadas dela)

Me direcionei até minha mãe e dona rose com Jazmyn ainda no colo.

-não parou com sua mania de drama ainda filho? (Disse minha mãe rindo)

-querido vai querer que eu prepare algo especial pro jantar mais tarde ? (Perguntou rose)

-sim, leve Jazmyn até a cozinha com você, faça ela escolher a sobremesa hoje. (Disse colocando Jazmyn no chão)

Rose pegou Jazmyn pela mão a levou com ela até a cozinha.

-a que devo a sua visita senhora pattie? (Pergunto me jogando no sofá)

-estava com saudade de você filho, Jazmyn estava torrando minha paciência pra vir te ver também.(disse se sentando no sofá também) 

Depois da perda do meu irmão, minha mãe teme pela minha vida, ela sempre vem ver como tudo está, sempre procura manter contato, Jazmyn é o refúgio dela quando está longe de mim.

-filho você está bem ? (Pergunta minha mãe)

-melhor impossível. (Digo a confortando)

Em meio a tanta preocupação e confusão eu não podia transmitir isso a ela, ela não tem culpa de nada.

Conversamos um longo tempo, brinquei com Jazmyn até ela cair no sono e logo acordar pro jantar, morro de rir com essa menina, ela é literalmente uma cópia de mim de cabelo loiro e longo.

Terminamos de jantar, Jazmyn comeu um bolo de chocolate sozinha praticamente, minha mãe ficou encantada novamente com a comida de rose, e eu juntamente com Jazmyn me entupi de bolo de chocolate, logo minha mãe quis ir embora, nos despedimos e fui direto pro quarto tomar outro banho e cair na cama.


                           *Katherine on:" 

Acordei com o som do telefone da portaria tocando.

-oi? (Pergunto)

-senhorita Katherine, há uma moça que se chama kessie querendo subir, autorizo? (Perguntou o porteiro)

-sim, claro. (Digo)

-ok. (Disse desligando)

Minutos depois ouço ela bater em minha porta, logo a abro e ela entra.

-kate da pra me contar agora ontem se meteu ontem a noite ? (Perguntou) 

Eu me sento no sofá juntamente a ela.

-kess lembra do cara que estava junto com o Wayne?  O chefe da máfia.

-sim o que tem ?

-eu e ele.... Nós... Tran.. transamos pronto falei. (Disse embolado e rápido demais)

Ela imediatamente arregalou os olhos assutada.

-kate você só pode estar brincando comigo, como isso aconteceu?

-quer mesmo que eu te conte? (Perguntei irônica) 

-eu sei como aconteceu, mas como vocês chegaram a esse ponto?

-eu não sei, eu bebi demais e acordei na cama dele, foi isso. 

-caralho Kate. (Disse ainda assustada)

-eu só quero esquecer esse assunto ok? Eu não quero me lembrar mais disso. (Digo desanimada)

-foi tão ruim assim? (Pergunta ela confusa)

-não, foi ótimo, mas eu não estava em minhas condições e não me lembro de quase nada.

-entendo... Quer fazer algo ? (Pergunta tentando mudar de assunto)

-sim, vamos fazer pipoca e aproveitar o que resta do dia.

Ficamos assistindo horas e horas e comendo porcarias até anoitecer, não tocamos mais no assunto do Justin pra minha felicidade, mas ele não saia da minha cabeça, nós conversamos bastante sobre Outros assuntos e logo kessie foi embora por causa do horário, ambas iríamos trabalhar amanhã.

Logo peguei no sono e dormi.

Amanhã será um longo dia...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...