História Criminal Wife - (2 Temporada) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Tags Bts, Min Yoongi, Suga
Visualizações 10
Palavras 1.817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello🌜
Perdoem qualquer erro e aproveitem o capítulo 🖤

Capítulo 3 - "Então não vamos dormir tão cedo"


Fanfic / Fanfiction Criminal Wife - (2 Temporada) - Capítulo 3 - "Então não vamos dormir tão cedo"

(...) 🌚

Povs Sarah...

Quando a noite finalmente cai, pude me dar conta de como a tarde pareceu enorme hoje, passei toda ela tentando acalmar a Kristen, ela está tão inquieta com o crescimento dos dentes que chorou praticamente todo o dia, agora pouco consegui acalma-la com um banho quente e agora no quarto dela dando de mamar, ela já está beirando o sono suas pálpebras estão quase se fechando e sua respiração está pesada, então guardo o peito e começo a nina-la acariciando seus cabelos.

- Ela parece melhor agora - Escuto a voz de Jennie na porta do quarto.

- Sim...- respondo e caminho para o berço colocando a bebê.

Me viro e vou até Jennie.

- Estou indo embora. - a morena diz.

- Tudo bem, até amanhã.

- Até. - respondo e a mulher sai.

Olho novamente para Kristen e fecho a porta do quarto, vou até a sala e escuto Jennie fechar a porta da sala, e bom ela parece ter uma bipolaridade aguda, horas ela parece fria e totalmente profissional, e horas ela é gentil, talvez seja parte da personalidade dela.

Já que a Kristen dormiu posso finalmente tomar meu banho, vou até o quarto, tiro minhas roupas e entro no banho, depois de alguns minutos saio e me cubro com o roupão, seco meu cabelo, e pego meu hidratante mas quando estou prestes a passar escuto um barulho vindo da sala e resolvo ver, olho pela porta do quarto e vejo tudo do mesmo jeito, então penso que pode ter sido o vento.

Ando de volta pra dentro e vou até a cama colocando minha perna direita encima, espalho o hidratante na minha mão e em seguida em toda a perna, quando levanto meu tronco pra pôr a outra perna na cama sinto uma mão segurando meu braço esquerdo, e outra retirando meu cabelo do lado esquerdo do meu ombro, meu estômago congelou por um instante mais logo passou quando senti os lábios da pessoa dando leves beijos no meu ombro, pescoço e nuca, me permiti fechar os olhos e apreciar as carícias, o mesmo levou seus beijos até o lóbulo de minha orelha aonde deixou uma leve mordida, sorri involuntáriamente quando o mesmo passou a mão por minha cintura e apoiou seu rosto em meu ombro.

- Que bom que não cheguei tão tarde... - Jungkook disse e eu solto uma risada ao lembrar de nossa conversa mais cedo.

- Que bom mesmo, porque, agora não vamos dormir tão cedo... - digo e senti a mandíbula de Jungkook abrir um leve sorriso.

Sem perder tempo o mesmo me vira de frente e me beija puxando meu corpo pra si, ele desce suas mãos lentamente começando nas minhas costas até a parte inferior de minha perna dando impulso para que eu entrelaçe minhas pernas em sua cintura sem separar o beijo, logo depois ele caminha lentamente ate a penteadeira no canto do quarto me pondo encima, então ele volta a destribuir beijos por meu pescoço enquanto desamarra o laço do roupão, separo nosso beijo e o ajudo a desabotoar sua camisa, quando ele ia voltar a me beijar ele para por instante...

- Espera - fala e eu o olho.

- A Jennie não tá né? 

- Não, já foi a um tempo.

- Ótimo, então não precisamos nos preocupar com nada. 

Eu sorrio e desço da penteadeira voltando a beija-lo e o empurrando de volta pra cama, quando chegamos a beira dela Jungkook tira meu roupão, que era única peça de roupa que cobria meu corpo, ele me empurra na cama e eu fico um pouco confusa, até que se agacha segurando um dos meus pés e começa a massagear.

- Oque você está fazendo? - ele me olha e sorri maliciosamente.

- Te recompensando - fala e começa a subir uma trilha de beijos do meu calcanhar até minhas coxas, aonde ele volta a massagear- Te recompensando por ser uma ótima mãe - os movimentos de Jungkook está levemente estimulando minha intimidade, eu fecho os olhos mordendo os lábios ele solta uma leve risada se divertindo - Por ser uma ótima mãe e...- fala dando ênfase, enquanto abria minhas pernas e se aproximava de minha intimidade - Por ser uma ótima esposa.

Ele da um beijo no local e passa a língua lentamente me fazendo dar um suspiro baixo, ele para pra me olhar novamente de olhos fechados.

- Está me torturando Jungkook, isso não parece uma recompensa... - ele sorri e passa dois de seus dedos entre meus seios com se estivesse desenhando uma linha reta em meu tronco, até seus dados chegarem em minha intimidade aonde ele penetra os dois dedos me fazendo arfar.

Depois ele começa a fazer movimentos de vai  e vem lentamente, me olhando todo o tempo atento a todas as minhas reações, Jungkook adora preliminares e ele gosta de se divertir com minha tortura, quando ele percebe que estou quase no meu ápice, ele acelera os movimentos, mais como eu disse ele adora tortura e para antes de eu alcançar meu orgasmo.

- Ah Jeon Jungkook - falo frustadamente.

- O plano não era dormir tão cedo meu amor? - fala debochadamente. 

Eu me sento ficando com o rosto colado ao de Jungkook.

- Mudei de ideia - falo e levo minha mão entre as pernas de Jungkook apertando seu membro por cima da calça, começo a estimular seu membro ele fecha os olhos dando um suspiro pesado.

- Sabe...acho que eu também - sem perder tempo eu abro o zíper da calça de Jungkook e se deita por cima novamente me penetrando lentamente, com movimentos de vai e vem.

Depois de alguns estocadas ele aumenta a velocidade e intensidade, as estocadas estavam fundas e Jungkook estava mais sedento do que nunca, entrelacei minhas pernas em suas costas e minhas mãos em sua nuca, me permitindo aproveitar.

- Jungkook - gemi seu nome chegando ao ápice, depois de algumas estocadas Jungkook chega ao seu também.

Ele se deita ao meu lado ofegante tirando os cabelos suado rosto, normalizamos nossas respirações e ele me puxa pra seu peito, aonde eu fiquei deitada acariciando.

- Senti saudades - ele fala e eu dou um pequeno sorriso.

- Percebi...- falo e ele sorri também.- Também senti saudades...E o trabalho com meu pai, Acabou?

- Não necessariamente, mas eu ganhei umas férias.

- Que Droga.

- Que Droga? - ele pergunta confuso.

- Vou ter que tomar outro banho por sua causa...

- Vamos tomar juntos agora. - ele fala e me vira rapidamente ficando por cima e selando nossos lábios.                                          ⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫

Povs Hoseok...

Acordei tão tarde que parece que eu dormi o dia todo, eu geralmente não durmo tanto mais parece que eu estava tão cansado, depois que eu acordei passei o resto do dia no cassino, os funcionários chegaram e começaram a se preparar pra abrir, e o Jimim ainda não chegou, então eu saio do escritório dele e vou até a porta do cassino olhando por todos os lados, na verdade já tem algumas pessoas jogando nas mesas quando eu volto vejo Lisa no balcão, ela é a nova gerente  desse cassino.

- Lisa você viu o Jimim? - pergunto e ela tira a atenção dos documentos pra me olhar.

- Ele ainda não chegou? - ela responde.

- Parece que não, sinceramente não sei oque seria desse lugar se você não estivesse aqui...

- As traças sem dúvidas, preciso que ele chegue pra assinar os documentos de entrega pra eu mandar pro destribuidor de bebidas daqui a alguns minutos, então é bom ele chegar logo. - Ela fala e sai.

Volto pra sala de Jimim e fecho a porta por causa do barulho, pego meu celular pra ligar pra Jimim assim que coloco o celular no ouvido, Jimim entra pela porta.

- Park Jimim. 

- Desculpa eu sei que eu disse que não ia voltar tarde, mais eu tive problemas.

- Eu entendo mais, você tem que estar aqui quando o cassino abrir a Lisa precisa que você assine uns documentos - falo e ele me olha preocupado. - Agora Jimim!

- Tudo bem.

Ela sai me deixando sozinho novamente, eu pego o elevador e vou pra o apartamento de Jimim no prédio, eu não estava bravo com ele, até ele mentir, e ele sabe que eu sei quando ele está mentindo.

Eu não sei porque, mais eu sei que daqui a pouco ele vem atrás de mim.

(...) 🕛

- Hobi? - Ele me chama parado entre a porta.

- Sim. - falo sentado sem olha-lo.

- Olha pra mim - ele fala e eu levanto meu rosto - Me perdoa?

- Pelo oque, por chegar tarde ou por mentir? - Consigo perceber ele disfarçando pra não parecer surpreso.

- Mentir? 

- Sim, lá em cima quando você falou que se atrasou, você falou rápido e olhando prós lados. - Ele solta uma risada anasalada e cruza os braços.

- Então eu menti?

- Mentiu.

- Tudo bem, só espera um pouco.

Ele tira o celular do bolso e liga pra alguém, depois de alguns segundos e coloca no viva voz e vem até perto de mim.

- Chaeyoung.

- Sim.

- Porque eu me atrasei pra voltar pra casa?

- Porque você tava resolvendo uns problemas no cassino daqui, porque?

- Nada é que eu tenho um namorado muito desconfiado - falo e ele revira os olhos- Obrigado Chaeyoung.

Ele desliga a ligação e me olha esperando eu dizer algo.

- Oque? Acha que eu acredito na sua funcionária?

- Ah Hoseok, para de ser paranóico. - fala me puxando pra levantar da cama e me agarrando pela cintura. - Vamo jantar. - ele sela nossos lábios e nos saímos.                        ⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫⚫

Narração...

Enquanto isso no Sanatório Hiverwille...

- Um dos pacientes tentou falar com Meredith Campbell hoje.

- Qual paciente?

- Min Yoongi, ele foi preso e julgado como um louco, está aqui a pouco menos que um ano.

- Oque ele fez? 

- Parece que ele matou 13 pessoas por motivo desconhecido, e ateou fogo em uma casa matando um familia de 5 pessoas...

- Psicopata?

- Creio que não, ele tinha mandado de busca por roubo e contrabando de diamantes.

- Não deixa de ser um assassino a sangue frio, mas oque tem demais em ele falar com a Meredith?

- Você sabe o porque da Meredith está aqui não é diretora? O Yoongi perguntou algo muito importante a Meredith, algo relacionado aquela pessoa, porque ela ficou extremamente perturbada e repetia a todo momento "Por favor não me machuca", o paciente Yoongi não pode mais se aproximar da Meredith novamente.

- Entendi, mas dois só podem se ver no banho de sol e a Meredith estava isolada durante todo esse tempo, oque aconteceu para que exatamente hoje ele conseguisse falar com ela? 

- A nova psicóloga, achou que a Meredith estava muito abatida e resolveu levar ela até o pátio.

- É estritamente proibido desfazer uma ordem sobre qualquer paciente, amanhã cedo quero ela aqui para que ela fique ciente disso.

- E quanto o paciente Yoongi?

- A Meredith vai voltar a ficar isolada, isso vai impedir que ele entre em contato ela novamente...

- Devemos comunicar aquela pessoa sobre oque aconteceu?

- Creio que não seja necessário.

- Tudo bem então, vou me retirar

A enfermeira sai da sala.

                         Continua...


Notas Finais


Primeiro hot🔥, vocês gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...