1. Spirit Fanfics >
  2. Crisântemo

História Crisântemo


Escrita por: SatanJoker

Fanfic / Fanfiction Crisântemo
Sinopse:
Midoriya Izuku finalmente retorna à sua cidade natal depois de anos, e o acontecimento que o levara ao afastamento não pode ser apagado de sua mente. O homem que o ajudara quando ainda era uma criança criou anseios no seu coração que não podem ser supridos, como um verdadeiro chamado de sangue que deseja ser saboreado.
Ele finalmente encontraria e provaria que o que viu não era uma ilusão, e que a criatura da noite realmente existia?
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 35.277
Favoritos 1.811
Comentários 155
Listas de leitura 906
Palavras 42.404
Concluído Sim
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Izuku Midoriya (Deku), Shouto Todoroki
Tags Angst, Dabi, Deku Seke, Deku Seme, Drama, Especial De Halloween, Fantasma, Halloween, Menções Katsudeku, Menções Shinbaku, Menções Shindeku, Soulmate, Suícidio, Tododeku, Todoroki X Midoriya, Vampiro, Vampiros, Villan Deku

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama / Tragédia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Gay / Yaoi, Lírica / Poesia, Magia / Misticismo, Mistério, Policial, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, BDSM, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1
Você ainda está aí?
19
7.824
3.826
 
2
Você escuta ele chamar?
16
5.647
4.061
 
3
O para sempre será suficiente?
22
5.300
5.450
 
4
Posso te tocar?
18
5.038
5.862
 
5
Você irá esquecer?
19
4.193
5.594
 
6
A morte é o fim?
31
3.726
7.210
 
7
Quanto vale o seu amor?
30
3.549
10.401

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por BeatrizPFT25
Capítulo 7 - Quanto vale o seu amor?
Usuário: BeatrizPFT25
Usuário
Ok, este comentário vai ser um pouco diferente do meu "normal", pq? Porque estou a ler no computador e vou escrever aqui o que me vier à alma à medida que leio
Pq é diferente do meu "normal"? Pq normalmente eu leio tudo de uma vez, reajo enquanto leio e só depois escrevo o comentário com os "pontos importantes", então, não sei se estou pronta, mas vamos lá
É impressão minha ou o Midoriya é violado em todas as reencarnações? Pelo menos na deste capítulo e na vida do resto da fic
Violado e mal tratado já agr
Shouto, eu amo-te muito! Como és tão perfeito?
O Shouto a sorrir (e ainda mais como vampiro) é a minha perdição 😍💕
Primeiro sorri, e dp chora, eu não aguento, eu não quero ver o Shouto chorar...
O Denki é um demônio bom? Não sei de onde veio a pergunta, mas talvez descubra até ao fim do capítulo
Não importa o que vá ler a seguir, o Shouto é perfeito e não merece sofrer, só isso msm
Ok, até ao primeiro beijo está tudo bem, muito fofos e adoráveis 👌
Como é que eu não pensei num anjo da morte? Que desilusão, esperava mais de mim 😂😂😂
(Já agr, sorry se houverem muitos comentários aleatórios por aqui, mas é a primeira vez que faço um comentário desta forma)
O Midoriya não fez isso... Ai o Midoriya não pode ter feito isso... Ele matou o Shouto?! Ele matou-o... Eu estou em choque, ele matou-o no corpo da alma destinada ao Todoroki, eu não acredito... Ele matou uma alma tão pura e perfeita como a do Shouto (que eu sei plenamente que é perfeita)
Calma calma, o Kaminari acabou de se declarar ao Midoriya? De onde veio isso? Eu não estava pronta para isso, muito surpreendente
Um Denki, muito perto do Shouto, é um dos que mais me afeta, e quem é que foi escolhido para se transformar num demônio por amar? Ele né, tadinho 💔
E o Tomura ainda reencarnou como escravo por um assassinato que não comenteu?! O meu coração só fica cada vez mais triste à medida que leio... Eles sofreram todos tanto...
Ok, cheguei ao fim, e não consegui ir comentando à medida que reagia, então acho que é bom pq é sinal que me envolvi na leitura? Eu não sei se me queria envolver... O Midoriya foi msm um mostro... Ele fez todos sofrerem, ele fez coisas horríveis, e fez pessoas e seres não humanos sofrerem e serem amaldiçoados por pecados que ele cometeu... Ou "incentivou" a cometer...
Eu nem sei bem o que dizer agr que realmente chegamos ao fim, só que está fic foi muito surpreendente, msm tentando pensar em razões e respostas para todos os mistérios que apareciam provavelmente não iria pensar em quão "contaminada" a "alma" do Midoriya já estava, pois quando "o conheci nesta fic" pensei que ele fosse o que aparentasse ser, e que ele não merecia sofrer, e que no fim ele pudesse quebrar a maldição e ser feliz, mas não foi bem assim né...
Foi incrível, apenas isso
Kissus 😘
Postado por esett
Capítulo 7 - Quanto vale o seu amor?
Usuário: esett
Usuário
O dia não foi nada propício e ainda assim, exatamente como um imã, eu me vi aqui atraído pra essa tua história mesmo achando que, particularmente, eu iria demorar bem mais, sem saber exatamente o porquê.

Sinceramente, essa capítulo em questão, de fato, precisava existir, mesmo que a ideia de passar o resto da vida somente se baseando em especulações sobre o que realmente aconteceu não pareça tão ruim, agora que terminei a leitura, isso pareceu mudar totalmente e de novo, como sempre gosto de falar, seus 10k de palavras foram exatamente nada quanto a leitura fluída e a fome de informações que tu foi conseguindo criar à medida que a gente ia se baseando sobre o que tava acontecendo ou em que vida mais ou menos a gente tava.

Eu não sei mesmo por onde começar assim, mano, porque mesmo sabendo que assimilei tanta coisa, minha mente terminou a história em um completo branco, se negando a aceitar uma gama de fatores e o fato de já ter a realização do final, que em parte não me pareceu nada agradável agora, me causou em uma certa angústia e não tenho dúvidas que se deve ao fato de que fiquei tanto tempo sem Crisântemo que me esqueci completamente do problema em que eu tava me metendo ou da atmosfera taciturna, digna de uma melancolia quase desesperadora e sufocante.

Tem uma religião, o espiritismo, eu acho, que defende o fato de que pessoas com certos tipos de problemas ou anomalias, estão na verdade sendo punidas por feitos no passado e devo dizer o quanto considero isso injusto, justamente porque o que o eu do passado fez, não vai ter o mesmo efeito que o eu do presente vai sofrer. Justamente por isso senti uma certa empatia pelo Midoriya que sofreu a punição e o Shouto ou o Denki e os três pagaram por algo do qual não tinham sequer um dedo no feito ou muito mal se lembravam (o Midoriya em especial). É tão injusto que me incomoda, assim como a crueldade e a frieza presente no anjo Midoriya do qual teve tanto prazer em matar uma criança a sangue frio (foi uma referência a ti, né? certeza meu, certeza).

E é por isso que eu digo que eu não odeio o Midoriya atual, o que teve o destino de se tornar um fantasma depois, porque ele não teve nada a ver com isso, em contrapartida, declaro que o anjo em si merecia muito mais do que apenas perder as asas e ser fadado a uma maldição da qual nem mesmo se lembraria em outras vidas que era ele no passado. (Isso fez sentido? nada na minha vida faz mais sentido mesmo.)

Você faz questão de deixar o tempo inteiro na fic, aquela pergunta que quase beira a nossa sanidade, se isso é realmente amor ou se realmente vale a pena. Eu digo que, não, o que o que o anjo sentia pelo Shouto não foi nada mais que uma obsessão doentia, carregada de uma crueldade massiva e tão horrorosa que deixou um sabor desgostoso na boca enquanto eu lia, aquilo não era amor e claro, o amor que veio depois também não deveria ser considerado amor, mas ainda assim, eu considero. Sendo ligados por essa maldição ou não, pra mim, o amor deles ainda se provou de uma forma genuína e de uma preocupação reciproca nas outras vidas que a gente pôde ver e conhecer, então sim, isso foi amor.

Se valeu a pena? Me falaram que é falta de educação responder uma pergunta com outra então eu vou deixar no ar porque de fato não sei. Só o Midoriya poderia responder essa, se mesmo sabendo que teria que passar por tudo isso para então passar por tudo aquilo (a parte boa, claro) que a gente viu nos outros capítulos, ele ainda assim o faria, o que por julgar pela sua personalidade, seria definitivamente um não.

Outra coisa que queria muito ressaltar nessa tua história é o quanto você tá sempre mostrando a preocupação do Midoriya acerca da aflição de se viver completamente, sempre sabendo indiretamente que talvez sua vida estivesse fadada ao contrário, o que sempre acabava por ser verdade, mas ainda assim, mesmo dos primeiros capítulos, era algo sempre intrigante me pegar lendo uma frase desse tipo, sem saber do que se tratava exatamente todo esse medo e essa necessidade de viver completamente ou se ter uma vida completa.

- Ainda me pergunto como ficaram as outras pessoas a quem o Mido levava na vida, principalmente a sua mãe e o quanto ela deve ter ficado arrasada e eu sei que eu não deveria ficar pensando nessas coisas pra não me arrasar mais, mas é literalmente impossível. Crisântemo sempre me dá uns tilts mentais. -

E ressalto novamente o quanto acompanhar o sofrimento do Todoroki me deixa tão mal que eu quase pensei que não ia conseguir chegar no final do capítulo, o Midoriya praticamente implorando pela morte e o Todoroki só não queria ter que lidar com aquilo de novo, a perda, o tempo de espera. Essa fanfic é cruel, não tem palavras pra definir melhor, cruel e digna de uma personalidade sadomasoquista. Sádica da parte da escritora, masoquista da parte dos leitores que se prestam ao papel.

Eu me negaria a te parabenizar pela fic somente pela sofrência que você me fez passar, no entanto não fazê-lo é quase uma heresia, um pecado e por isso deixo aqui meu singelo parabéns, não somente pela mente geniosa (e digo novamente, cruel) de criar um plot tão bem pensado e aprofundado a ponto de te afundar tanto quanto a história vai afundando na proporção que você vai lendo. E ainda parabenizo pela descrição, a passagem dos sentimentos que você nos dá e que nos garante uma visão digna de camarote de todos os semblantes e emoções que estão se passando acerca dos personagens, sério. Já não é algo que me surpreenda vindo de você.

Mesmo que eu me recuse a recomendar Crisântemo pra alguém (sabemos que esse fato é mentira), é simplesmente aquela história da qual você lê e só então percebe que faltava isso pra se sentir (mais vazio) completo. E por isso, novamente digo, parabéns pela história, é isto. Vou terminando aqui antes que eu me prolongue mais do que eu devo. Uns vários beijinhos e é isso aí! ♡ ♡
Postado por Lalah_DiAngelo
Capítulo 7 - Quanto vale o seu amor?
Usuário: Lalah_DiAngelo
Usuário
CARALHO
Eu estou morrendo de sono e cá estou eu que acabei de ler isso...
Na real eu não sei definir bem o que estou sentindo, raiva? Amor? Vontade de te matar e trucidar ? Mentira a última, ou não, nunca se sabe...

Mano, mano, mano.. De verdade eu não sei definir o que estou sentindo.
Posso garantir que estou no mínimo do mínimo surpresa.
Totalmente surpresa kkk
Eu não esperava nem em um milhão de anos...
Eu tinha a minha teoria de merda que talvez o Izuku fosse um anjo, e na pior das hipóteses ele e o Denki fossem. Mais isso!!! NUNCA
Acertei nem 10% do que foi o resultado final.
Eu provavelmente vou passar esse meu restante de noite pensando nessa fic kkk se bobiar até sonho com ela kkk.. Não me lembro de uma história que me deixou tão sem palavras e reação melhor quanto essa.. Vou sim compartilhar ela com o mundo, por que o mundo precisa conhecer e ler, surpreender comigo kkkk

Nesse momento minha mente provoca diversos palavrões, sendo o principal deles caralho kkk
Acho que essa é uma boa maneira de definir o que estou sentindo em relação a o que foi tudo isso.
Caralho e surpreendente.

Parabéns, nem a minha melhor angst ou meu xodó em forma de fic tem um final tão inesperado assim. Incrivelmente bem feito também, você começa lendo esperando um "final feliz", tem aquele "final" que acabo com metade das suas esperanças do feliz, e vem agora com o definitivo que destrói por completo o que restou de esperanças kkkk
Surpreendente e incrivelmente bom,
Parabéns...
Postado por Ayuwixx
Capítulo 6 - A morte é o fim?
Usuário: Ayuwixx
Usuário
Acho que nunca fui tão iludida na minha vida igual agora. Moça, você ilude mais que dentista quando fala o prazo previsto para tirar o aparelho (bela comparação a minha, eu sei).

Sério, eu tinha grandes esperanças que a maldição dos dois lindinhos seria desfeita, logo eles viveriam felizenhos na próxima reencarnação. Mas, ressaltando novamente: FUI ILUDIDA.

Hitoshi nova Mãe Dináh. KAKAKAKS

Sobre a pergunta que a senhorita nos fez pelas notas finais:
Associando ao fato de que Crisântemo não foi marcada como terminada (e espero que isso não seja um erro), é possível que haja um (ou mais, isso aí depende de você kk) capítulo extra, esclarecendo às dúvidas (não interessa como, tipo: se for um ask com os personagens ou só um capítulo no universo da estória mesmo). No entanto, o que deixa essa minha "teoria" morrer é o fato de que, desde o início, você alertou que a fanfic seria terminada no Halloween, mas mesmo assim ainda acho que é possível por ser um extra.
~ respondendo só por responder mesmo :p

Preciso dizer que a sua escrita é uma maravilha, MEU DEUS. Da até gosto de ler sua fanfic prestando atenção em cada palavra do capítulo. Não é atoa que você é uma das minhas autoras favoritas no Spirit, sem contar que seus enredos são top.

Não irei negar, esse capítulo me deixou no teto, porque o chão não me aguenta mais. E sim, escorreu aquela lágrima... não, não, escorreu aquele oceano dos meus olhos isso sim. Meu olho tá naquele estilo, vermelhão.

Estou botando muitas espectativas no "em andamento", mas tenho quase certeza que estou me iludindo novamente.

De qualquer forma, beijos, autora!
sz.
Postado por esett
Capítulo 6 - A morte é o fim?
Usuário: esett
Usuário
Eu acho muito engraçado que os seus maiores capítulos são geralmente os que eu leio mais rápido, tanto que quando cheguei ao final deste nem consegui acreditar. Como assim já acabou?

Eu sempre me vejo de mãos atadadas com crisântemo, porque é aquela fanfic que precisa ser minunciosamente analisada pra conseguir captar algo mais à fundo, só que ao mesmo tempo, não dá pra fazer isso porque a vontade de ler compulsivamente até morrer é incontrolável, igualzinha à sede do Todoroki, mas essa realmente não dá pra se segurar.

Também achei engraçado que o final não me surpreendeu nem um pouco, quando o Denki falou que se o Izuku não morresse pelas mãos do Todoroki ele ia estar fadado a ser um fantasma, em umas palavras mais complicadinhas e ai eu só liguei uma coisa na outra: isso e o fato de que a fantasia do Midoriya tanto nas artes oficiais quanto na história era um belíssimo dum fantasma e plim.

Claro que como sempre, fazendo jus ao Satan que vem nesse teu user do demônio você tinha que achar um jeito de deixar tudo isso mais bad e fazer tudo cair como uma pedra em cima da minha cabeça e que se não fosse pelo momento johnlock com a ayla eu já ia tá tão pior quanto um garotinho que se perde dos pais.

Saber disso fica bem mais fácil captar certas perguntas que ficaram sem respostas e ligar uns pontinho no outro pra tentar formar algumas coisinhas e espero de alguma forma ver isso escrito e explicado com suas palavras no contexto da história. Como por exemplo o suicídio do Midoriya o qual eu super acho que merece uma cena mais do porquê, como e onde (e isso não é porque eu não superei que não acabou e eu quero mais pra alimentar minha mente que ama sofrer por n motivos que essa fanfic gerou)

O que dizer do dekutodo que puta que pariu viu não tem como, ship flex é a coisa mais linda e puta merda, amém Todoroki passivo, amém Midoriya ativo. Além disso IMAGINAR O TODOROKI E CASUAL CLOTHES FOI AAAAAAAA

Esse garoto fica lindo de qualquer jeito mesmo, nossa senhora, não tem como ser mortal pra justificar essa beleza só sendo vampiro mesmo.

Eu gostei do fato do Shinbaku ter ganhado um destaque mínimo no final, que eles não foram desprezados no todo e ganhamos até uma linha do que aconteceu acerca deles e do relacionamento deles dois e queria muito saber a reação deles ao descobrir que a predição deles tava certa. Essa coisa de intuição é uma coisa foda, né? Principalmente quando ela bate certo e não é algo muito bom.

Agora, sobre as perguntas sem resposta? Eu nem digo isso pelo fato de que crisântemo não foi marcada como terminada, talvez cê só tenha esquecido mesmo, mas porque eu sinto que ainda não terminou totalmente? Não com tanta coisa em aberto? (Detalhe que eu não paro de me perguntar a reação das pessoas de fora, sua mãe, Uraraka e todo o resto? Como ficaram?)

*Quer me foder me beija é o que eu sempre digo*

Responder uma pergunta com outra pergunta não é muito educado, né? Mas não foi exatamente o que você fez? Ai ai

*Aquela pausinha pra comentar da Ayla e sua fanfic, bakudeku e o quanto eu tô rindo com a coincidência porque até então eu não tinha pensando nisso, só sei que já quero e não sei porque isso não está na minha mão ainda 'caham'*

Eu não tenho mais o que dizer, já que a maioria sd não falei fiz questão de deixar implícito, mas acho incrível como você começa com uma história a princípio comum e tem toda a habilidade de transtorná-la e transformar em uma bola de neve de angst e surpresas, eu amo essa parte da sua escrita e criatividade e que ficou tão visível em crisântemo. É sinceramente, uma fanfic genial, bem trabalhada e bem pensada, digna de uma leitura gostosa e que te prende, fluída e intrigante o suficiente pra plantar interrogações na sua cabeça que só aparecem as respostas no final ou nem tanto assim.

Em outras palavras é incrível, sem mas, entretantos ou poréns nisso. Nunca fui tão bom e nunca fiquei tão confuso quanto ao que sentir ao/por ler algo assim, parabéns.

Já não me surpreende vindo de você. Uns vários beijinhos e é isso ai ♡ ♡