História CrisThal (um amor de balada) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Depois das Onze
Personagens Thalita Meneghim
Tags Cristian Figueiredo, Depois Das Onze
Visualizações 23
Palavras 636
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - O Chris voltou


Thalita  (on)

Duas semanas depois:

Eu acordei as 8:30 já que tinha gravação na dia fui tomar banho me troquei mais na hora do café senti um enjoou repentino e corri para o banheiro para vomitar, passei uma meia hora depois que meu enjoou passou eu fui tomar outro banho e trocar a roupa que eu avia sujando, fui até a cozinha e meus pais já tinham saído tomei café rapidamente desci pelo elevador e quando sai do prédio dei de cara com o Chris:

C:Thalita precisamos conversar.

T: não tenho nada para falar com você. (Me virei e ia embora quando quando ele puxou meu braço e me perdeu contra a parede)

C: por favor me esculta Thali.

T: Me solta Christian, eu já disse que não tenho nada para fa...  Ele me interrompeu com um beijo e por alguns segundos eu esqueci de tudo que avia acontecido e retribui, mais logo em seguida meus pensamentos me levaram a tudo que ele avia me feito passar então me separei do beijo lhe dei um tapa na cara ,que o fez me solta 

C:desculpe Thali e que eu não aguentei olhar para seus lábios sem poder beija-los.

T: E você também diz isso a sua namorada? Falei tentando não chorar 

C: Thalita ela não é minha namorada nunca foi.

T: você quer mesmo que eu acre..dite nis.. Falei com dificuldade estava um tanto tonta,minha vista começou a embaçar tentei grita mais desmaio.

Christian  (on) 

A Thalita começou a falar mais com dificuldade,ela ficou pálida e quase caia no chão  mais eu a peguei a tempo, tomei ela em meus braço e botei ela deitada no banco de trás do meu carro e a levei para a casa da Gabie porém não tinha ninguém então resolvi levar ela para a dia.

Gabriela  (on)

Eu estava esperado a Thalita que como sempre estava atrasada até que a recepção interfonou me pedindo para descer imediatamente quando chego lá me deparo com o Christian segurando a Thalita nos braços:

G: oque aconteceu aqui?

C: A Thalita desmaiou enquanto eu conversava com ela. Falou ele com lágrimas nos olhos.

G: acho que já fez o suficiente por ela não. Falei não deixando esquecer de tudo oque avia acontecido.

C: Me de..deixe pelo menos leva-la para cima. Eu apenas  assenti, Subimos e ele a deixou no sofá da dia.

G: já pode ir agora Christian. Falei o encarando 

C: só saio daqui quando a Thali acordar e eu vir que ela está bem.

G: olha aqui senhor Figueiredo você não acha que já bricou demais com o coração da Thali, porque você não a deixa em paz. Quando olho e vejo que a Thalita acordou:

T: gen..te eu acho que eu vou... Ela se sentou e começou a vomitar. Corri até ela e o Christian foi junto.

G: miga você precisa ir ao médico para saber oque são esse enjoos repentinos que você anda tendo. Falei isso é a abracei.

T:  eu já estou bem Gabie não se preocupe.

Eu puxei a Thalita para longe do Christian que já ia falar algo e a levei para uma sala na dia.

G: Thalita eu não disse isso ali porque estávamos na frente do Christian  mais você já pensou em fazer um teste de gravidez?

T: grávida eu tá loca miga claro que não, que dizer eu não posso meus pais vão... miga meu Deus por que, eu não devia...droga, droga, Merda de Christian Figueiredo! Vendo todo o desespero da Thali reconforta-la.

G: calma miga e só uma possibilidade você só vai ter certeza se fizer o teste, pode ser também o estresse. Disse inventado para ela se acalmar .

T: Tem razão, eu vou marca um teste de gravidez amanhã.

C: Teste de gravidez? O Christian chegou e perguntou nos fazendo gritar assustadas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...