1. Spirit Fanfics >
  2. Cromos >
  3. Uma xícara de café

História Cromos - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Peço desculpas por qualquer erro, e não deixe de ler as notas finais.

~ Boa leitura

Capítulo 1 - Uma xícara de café


Fanfic / Fanfiction Cromos - Capítulo 1 - Uma xícara de café

o aroma de café torrado que tomava conta daquele ambiente todas as manhãs, aos poucos ia se misturando ao cheiro de chocolate derretido, e logo, aos pães e tortas. Yuta amava como o aroma das coisas se misturavam de forma harmônica, deixando todo o local onde trabalhava com aquele ar aconchegante e gostoso, como amava fazer aquilo todas os dias, não só pelos aromas, mas também por saber que era o responsável por um bom começo de dia para tantas pessoas, cada sorriso que recebia pela manhã deixava seu coração com o sentimento de gratidão e orgulho.

Desde pequeno sempre fora um apaixonado por café, e a cada lugar que visitava experimentava diversos sabores diferentes, graças a essa paixão sentia-se orgulhoso por ter investido todo seu dinheiro naquela cafeteria.

Aos poucos o lugar ia se enchendo, alguns rostos já eram conhecidos por Yuta, outros eram rostos novos, mas o japonês atendia a todos com a mesma simpatia e energia. A vitrine já se encontrava repleta de tortas, bolos, doces, pães, e muitas outras coisas, Donghyuck se esforçava muito para sempre fazer as melhores guloseimas, os bolos sempre muito bem enfeitados com cores bonitas que te fazia sentir vontade de comer cada um deles, seu chefe não era capaz de enxergar todas aquelas cores, mas sempre o elogiava pelo trabalho incrível.

– As tortas hoje parecem mais simples e eu amei a forma como você as fez.

– Obrigado chefe, tentei fazer um pouco diferente dessa vez – Hyuck respondeu tímido.

– Já disse para não me chamar de chefe, apenas Yuta.

– Eu sei, é por isso que te chamo assim, sei que irrita você.

Yuta apenas revirou os olhos, sabia como o amigo amava o irritar com coisas bobas.

– Mark ainda não apareceu, será que não vai trabalhar hoje? – Yuta disse enquanto preparava os pedidos.

– Ele não me disse nada, deve ter se atrasado, o que é difícil de acontecer.

Continuaram fazendo suas tarefas, Hyuck foi entregar os pedidos enquanto Yuta os preparava. Minutos depois, o amigo o qual comentavam antes, adentra na cafeteria com um semblante calmo, não parecia alguém que estava atrasado.

– Bom dia amigos, o de sempre por favor – Mark disse assim que se aproximou do balcão.

– Acabamos de falar de você, pensei que não iria trabalhar hoje – disse Yuta.

– Na verdade hoje não trabalho, me ligaram ontem à noite e disseram que eu não precisaria ir hoje, sinceramente estou pensando em procurar outro emprego, estou cansado de dar aulas de inglês.

– Já te dei um toque sobre isso, faz tempo que eu percebo que você não se sente mais confortável dando aulas, e tem outras coisas que você pode fazer, oportunidades não te faltam. – Donghyuck deu uma piscadinha.

– Olha, se você precisar de algo por agora saiba que será bem-vindo para trabalhar aqui na cafeteria, pelo menos até arrumar algo que realmente queira fazer – Yuta falou e logo em seguida entregou o café do amigo.

– Obrigado pelo apoio, acho que mais tarde vou passar no colégio e pedir para sair, como hoje não trabalho vou aproveitar o dia para comprar umas coisas que ainda faltam pra casa, eu vejo vocês mais tarde.

Os três se despediram e os dois que permaneceram, seguiram o dia com uma cafeteria cheia, Yuta e Hyuck não pararam nem por um segundo, e foi naquele ritmo o dia todo, apenas no horário da tarde é que o local foi ficando menos movimentado e os dois puderam descansar um pouco, gostavam de trabalhar e de toda a movimentação, mas precisavam descansar um pouco para não ficarem tão sobrecarregados.

Eram 16:00 horas da tarde, na cafeteria só haviam duas mesas ocupadas, Hyuck e Yuta aproveitaram para sentar e descansar, a porta do estabelecimento se abril novamente e o japonês já se preparava para atender mais um cliente, assim que se levantou viu que era seu melhor amigo.

– Boa tarde meninos, vim mais cedo hoje por que a clínica teve pouco movimento então me dei esse luxo.

– Finalmente você se deu esse luxo né Taeyong, já estava na hora – Hyuck disse em um tom divertido.

– Eu espero que você tenha lembrado de avisar ao Jaehyun que saiu mais cedo, por que da última vez ele quase chamou a polícia – Yuta disse ao lembrar de como o namorado de Taeyong era preocupado.

– Sim! Eu deixei uma mensagem, mas ele está em um estúdio, tinha uma sessão de fotos hoje.

– O importante é que avisou, ele com certeza ira ver quando terminar as fotos.

Taeyong sempre ia a cafeteria do amigo quando saia do trabalho, na verdade, aquele era o ponto de encontro de todo o grupo, então era normal se encontrarem ali no final da tarde, o local já não tinham mais clientes, a plaquinha de ‘fechado’ já se encontrava na porta, mas as luzes permaneciam acessas, Hyuck preparava um lanchinho para comerem e depois irem para casa, Mark que havia chegado ali a algum tempo o ajudava, enquanto Taeyong ajudava Yuta a terminar de guardar as coisas, ouviram o barulho da porta se abrindo e viraram para checar o que era, Taeyong abriu um enorme sorriso ao ver que era o namorado, e por notar que o mesmo tinha mudado o cabelo.

– Amor você não me disse que iria mudar o visual, estou surpreso, ficou lindo de mais, esse tom de azul está perfeito – Tae dizia enquanto ia em direção a Jaehyun para abraça-lo.

– Foi uma surpresa para mim também, e eu escolhi essa cor por que sei que é a sua favorita.

Taeyong sorriu ainda mais e deu um beijo no namorado, o recém chegado cumprimentou Yuta com um abraço, esse que foi recebido de muito bom grado, Hyuck e Mark se juntaram aos outros, todos conversavam tranquilamente enquanto comiam, vez ou outra Yuta se distraia olhando para o cabelo do amigo, todos haviam comentado sobre como aquela cor tinha combinado com Jaehyun, mas o japonês não podia dizer nada, não poderia dizer algo daquele tipo já que a única coisa que enxergava era cinza, sorriu triste com aquele pensamento, nunca fora de se importar muito com seu daltonismo, mas aqueles pequenos momentos mexiam um pouco com o rapaz, queria poder elogiar os amigos daquela forma, dizer que tal cor combinava com aquela pessoa, “qual cor será que combina comigo?” pensava, mas nunca saberia qual é a resposta, bom, os amigos até poderia lhe responder a essa pergunta, mas ele nunca saberia de fato, balançou a cabeça para espantar aqueles pensamentos e continuou comendo e conversando com os outros.

Eram umas 19:30h, quando saíram da cafeteria e seguiram para a casa de Mark, Jaemin mandara uma mensagem no grupo avisando que não poderia ir passar o final da noite com os amigos, Johnny e Doyoung já estavam a caminho, moravam todos próximos, por isso no final da noite sempre se reunião na casa de algum deles. Compraram pizza, conversaram e assistiram algum filme que passava na TV, já era quase 00h, quando se deram conta do horário se despediram e cada um foi para sua casa, aquele tinha sido um dia cansativo, tivera muito movimento no trabalho, por isso Yuta chegou em casa, tomou um banho quente e dormiu tranquilamente sem nenhuma dificuldade.


Notas Finais


Olá! Espero que tenham gostado desse primeiro cap.
Por favor sigam a conta no twitter (@_SunaYu) é uma conta só para conteúdos extras sobre essa e outras fanfics que eu irei trazer, para essa fanfic principalmente seria bom que acompanhassem lá também ~ Então é isso e até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...